A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jean Piaget (1896-1980) PESQUISOU e elaborou uma TEORIA sobre os mecanismos cognitivos da espécie (sujeito epistêmico) e dos indivíduos (sujeito psicológico).

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jean Piaget (1896-1980) PESQUISOU e elaborou uma TEORIA sobre os mecanismos cognitivos da espécie (sujeito epistêmico) e dos indivíduos (sujeito psicológico)."— Transcrição da apresentação:

1 Jean Piaget ( ) PESQUISOU e elaborou uma TEORIA sobre os mecanismos cognitivos da espécie (sujeito epistêmico) e dos indivíduos (sujeito psicológico). Desenvolvimento da Inteligência Construção do conhecimento Epistemologia Genética

2 A grande questão: Como os homens constróem conhecimento??? Ao elaborar a Teoria Psicogenética, procurou mostrar quais as mudanças qualitativas por que passa a criança, desde o estágio inicial de uma inteligência prática (período sensório-motor), até o pensamento formal, lógico-dedutivo, a partir da adolescência. O conhecimento não pode ser concebido como algo predeterminado desde o nascimento (inatismo), nem como resultado do simples registro de percepções e informações (empirismo). Resulta das ações e interações do sujeito com o ambiente onde vive.

3 Construtivismo Piaget – dois filões de pesquisa com caráter construtivista. Sociogênese: produção do conhecimento enquanto um empreendimento da humanidade; dinamismo próprio de toda construção sócio-histórica. Para Piaget, a sociogênese pode ser estudada valendo-se das estruturas internas. Psicogênese: formação dos conhecimentos do sujeito.

4 CONCEITOS: Processo de Inteligência: 1) Assimilação: o sujeito entra em contato com o objeto (com o meio), retira informações e interpreta-as... assimila-as. 2) Acomodação: os objetos do conhecimento apresentam propriedades e particularidades que nem sempre são assimiladas (incorporadas) pelos esquemas já estruturados no sujeito. A este mecanismo de ampliação ou modificação de um esquema de assimilação, Piaget chamou de acomodação. Assim, conhecer um objeto é assimilá-lo. No entanto, quando um objeto apresenta certas resistências ao conhecimento, a organização mental se modifica e a esse processo chamamos acomodação.

5 Por aproximações sucessivas, articulando assimilações e acomodações, completa-se o processo a que Piaget chamou de adaptação. A cada adaptação realizada, novo esquema assimilador se torna estruturado e disponível para que o sujeito realize novas acomodações e assim sucessivamente. O que promove este movimento é o processo de equilibração, conceito central na teoria construtivista. Abstração Empírica: informações retiradas do meu objeto. Abstração Reflexiva: informações retiradas do minha ação sobre o objeto.

6 CONCEITOS Equilibração cognitiva – produto das trocas do sujeito com o mundo; síntese provisória, pois todo conhecimento aponta novos problemas a investigar. Equilibração majorante – movimento em espeiral, em que cada equilíbrio de nível superior funciona como novo ponto de partida para formações mais amplas, elaboradas e complexas. Sujeito epistêmico – sujeito ideal, universal, que representa o conjunto de possibilidades a que pôde chegar o ser humano (pensamento hipotético-dedutivo). O sujeito crítico e criativo da pedagogia progressista encontra respaldo no construtivismo.

7 Os Estágios: O desenvolvimento da Inteligência não é linear...Se dá por saltos e não podem ser pulados. A qualidade da inteligência se modifica...é quando ocorrem as mudanças de estágio. Piaget dividiu os estágios de desenvolvimento em 3: 1) Sensório-motor (0 a 24 meses) ==> Ação 2) Pré-Operatório (2 a 7 anos) ==> Ação Interiorizada 3) Operatório ( 7 anos em diante) ==> Ação Interiorizada Reversível Operatório Concreto (até 12 anos) Operatório Formal (a partir dos 12 anos)

8 Piaget e a Educação Ele não era um educador, como alguns pensam, e não fez uma teoria ou proposta pedagógica. Ele foi um estudioso também na área da psicologia, cujas teorias dão base de sustentação a diversos movimentos pedagógicos, inclusive os que ocorreram anteriormente. Como enfatiza Piaget, a lógica, a moral, a linguagem e a compreensão de regras sociais não são inatas, ou seja, pré-formadas na criança, nem são impostas de fora para dentro, por pressão do meio. São construídas por cada um dos indivíduos ao longo do processo de desenvolvimento, processo este entendido como sucessão de estágios que se diferenciam uns dos outros, por mudanças qualitativas. Para que o processo (assimilação-acomodação-adaptação) se efetive, é importante considerar o principal objetivo da educação, que é a autonomia, tanto intelectual como moral.

9 Construtivismo Piaget dizia que sua psicologia e sua epistemologia, são pautadas no construtivismo. É preciso compreender, no entanto, que hoje podemos falar de construtivismo piagetiano, vygotskyniano, walloniano, etc. Esta é uma das contribuições mais promissoras do construtivismo para a Educação: partir do ponto em que o aluno se encontra significa, do ponto de vista cognitivo, levar em consideração sua forma de pensar, perceber contradições, inconsistências, enfim, procurar identificar o que ele sabe e o que ainda precisa saber.

10 Dois dos equívocos mais freqüentes por parte de alguns estudiosos, em relação à teoria piagetiana: 1º) Piaget nunca desenvolveu uma teoria maturacional, ou seja, que só considera os aspectos endógenos. Muito pelo contrário, sua teoria é interacionista, considera e propõe a articulação entre os aspectos internos e externos para o desenvolvimento harmonioso do ser humano. 2º) Negação do social na teoria da inteligência. Esta é uma afirmação completamente equivocada. O fato de não ter aprofundado seus estudos sobre esse aspecto não significa sua negação. Encontramos em sua obra referências a esse respeito.

11 O método de Pesquisa Trabalhou especialmente com situações-problema, buscando apontar resoluções e dificuldades em seu processo de estudo. Desenvolveu estudos de observação com seus filhos na faixa de 0 a 2 anos. No entanto, a maior parte de suas pesquisas teve como campo de investigação crianças de 06 a 12 anos, que não seus filhos.

12 Fontes: Centro de Informações Multieducação - Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro. Os pressupostos da Teoria Construtivista de Jean Piaget. GIUSTA, A. S. Concepções do processo ensino-aprendizagem. In: ______. & FRANCO, I. M. (org.). Educação a distância: uma articulação entre a teoria e a prática. Belo horizonte: PUC Minas Virtual, p OLIVEIRA, C. C. (org.). Ambientes informatizados de aprendizagem: produção e avaliação de software educativo. Campinas: Papirus, Vídeo: Jean Piaget (por Ives de La Taille). Coleção Grandes Educadores. S. P.: Atta Mídia e Educação.

13

14 Enfatizam o papel da criança como participante mais ativo do processo de desenvolvimento, descrevendo estágios claros e qualitativamente diferentes. Explicam o desenvolvimento do pensamento da criança, prestando pouca atenção ao relacionamento da criança com os provedores de cuidados. A figura central dessas teorias é Jean Piaget, psicólogo suíço cujas teorias modelaram o pensamento da psicologia desenvolvimental.

15 Piaget verificou a grande regularidade do desenvolvimento do pensamento da criança. Observou que todas parecem viver as mesmas descobertas seqüenciais acerca de seu mundo, cometendo os mesmos erros e chegando às mesmas soluções. Um pressuposto fundamental para tais teorias é que da natureza do organismo humano se adaptar ao ambiente, num processo ativo em que a criança e o adulto procuram entender seu ambiente.

16 O conceito de esquema é muito importante nessas teorias. Piaget se refere ao repertório de ações físicas ou mentais que a criança apresenta desde o nascimento, de natureza sensório-motora, e que vão se tornando mais complexos. Desde o olhar, provar, tocar, ouvir ou alcançar até esquemas mentais internalizados. Piaget propõe três processos básicos que respondem pela mudança: assimilação, acomodação e equilibração.

17 É o processo de absorver algum evento ou experiência em algum esquema existente. Quando você lê este parágrafo, está assimilando as informações, ligando o conceito a outro esquema que possua e que possa ser similar. A assimilação constitui um processo ativo e seletivo em relação à informação que absorvemos. Ele muda a percepção.

18 Processo complementar que envolve a mudança do esquema como conseqüência da nova informação obtida por assimilação. Um bebê que pega um objeto quadrado vai acomodar seu esquema de preensão, para quando pegar de uma outra vez um objeto assim, sua mão possa se modelar de forma mais adequada à preensão. Na teoria de Piaget, a acomodação é central mudança desenvovimental: reorganizamos o pensamento, mudamos nossas estratégias, aperfeiçoamos nossas habilidades.

19 Piaget pressupôs que no processo de adaptação, a criança esta se empenhando por coerência, por ficar em equilíbrio e por ter uma compreensão do mundo que faça sentido para ela. Ela opera criando modelos ou teorias coerentes, consistentes internamente.

20 Três organizações, cada uma antecedendo um novo estágio de desenvolvimento. 1) Por volta dos 18 meses o bebê muda dos esquemas sensório motores simples para as primeiras representações internas verdadeiras. 2) Por volta dos 5-7 anos, a criança acrescenta um novo conjunto de esquemas que Piaget chamou de operações, ou seja, ações mentais gerais mais abstratas, tais como adição e subtração mentais. 3) Na adolescência a criança percebe a maneira de operar com idéias, bem como com eventos ou objetos.

21 A partir dessas organizações temos quatro estágios de desenvolvimento: O estágio sensório-motor, do nascimento até os 18 meses; O estágio pré-operacional, dos 18 meses até cerca de 6 anos; O estágio operacional concreto, dos 6 aos 12 anos; O estágio operacional formal dos 12 anos em diante.

22

23 As idéias de Jean Piaget causaram impacto sobre o estudo e a compreensão do desenvolvimento de crianças. Ele criou técnicas para explorar o pensamento das crianças e ofereceu não apenas uma teoria que nos obrigou a pensar nas crianças e em seu desenvolvimento de uma maneira nova, como também um conjunto de fatos empíricos impossível de ignorar.

24 No entanto, a partir de testagens de sua teoria ficou evidenciado de que o conceito central dos estágios está errado, levando a conclusão de que o processo de desenvolvimento é muito mais influenciado por experiências específicas do que caracterizado por estágios determinados. Tais desconfirmações de Piaget não significam que sua teoria tenha perdido a influência nas pesquisas atuais.


Carregar ppt "Jean Piaget (1896-1980) PESQUISOU e elaborou uma TEORIA sobre os mecanismos cognitivos da espécie (sujeito epistêmico) e dos indivíduos (sujeito psicológico)."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google