A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Macroeconomia Aula 7 Prof. Karine R. de Souza. Política Monetária Resumo Instrumentos disponíveisAnti-inflacionáriasMaiorCrescimento Melhor Dist. de Renda.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Macroeconomia Aula 7 Prof. Karine R. de Souza. Política Monetária Resumo Instrumentos disponíveisAnti-inflacionáriasMaiorCrescimento Melhor Dist. de Renda."— Transcrição da apresentação:

1 Macroeconomia Aula 7 Prof. Karine R. de Souza

2 Política Monetária Resumo Instrumentos disponíveisAnti-inflacionáriasMaiorCrescimento Melhor Dist. de Renda Estoque monetário Diminuir (Enxugar) ) Aumento do estoque Reservas compulsórias Aumento da txDiminuição da tx Open MarketVenda de títulos Compra de títulos RESULTADOInibe Consumo e Investimento Estimula consumo e Investimento Solução mais complexa

3 Entende-se por política fiscal, a atuação do governo na arrecadação de impostos e seus gastos. A política fiscal se caracteriza pelos gastos do governo, pela tributação e pela política de endividamento público. É uma das principais ferramentas de que o governo dispõe para a promoção do pleno emprego, da estabilidade de preços e do rápido crescimento econômico. A arrecadação de impostos afeta o nível da demanda ao influir na renda disponível que os indivíduos poderão destinar para o consumo e poupança. Dado um nível de renda, quanto maiores os impostos, menor será a renda disponível e, portanto o consumo. Os gastos são diretamente um elementos da demanda; dessa forma, quanto maior o gasto público, maior a demanda e maior o produto. Assim, se a economia apresenta tendência para a queda no nível de atividade, o governo pode estimulá-la, cortando impostos e/ou elevando gastos. Pode ocorrer o inverso, caso o objeto seja diminuir o nível de atividade. Qualquer aumento de imposto ou a criação de um novo, somente poderá entrar em vigor no ano seguinte à sua promulgação. Política Fiscal

4 Relembrando O Orçamento do setor Público O orçamento do setor público é a descrição dos planos de gasto e de financiamento. Se as receitas forem maiores que os gastos Superávit orçamentário. Se as receitas forem menores que os gastos Déficit orçamentário. Se as receitas forem iguais aos gastos Orçamento equilibrado. Orçamento do Setor Público = Receitas Públicas – Gastos Públicos Política Fiscal

5 A Política Fiscal em Ação 1. A Política Fiscal Expansionista Impostos Consumo Produção e o Emprego Gastos DA 2. Política Fiscal Restritiva Impostos Consumo Produção e o Emprego Gastos DA Política Fiscal

6 Instrumentos disponíveisAnti-inflacionáriasMaiorCrescimento Melhor Dist. de Renda Controle de suas despesas (política de gastos) Diminuição dos gastos Aumento dos gastos Gastos em setores/regiões mais atrasados. Arrecadação de tributos (política tributária) Aumento da carga tributária Diminuição da carga tributária Impostos Progressivos RESULTADOInibe o consumo e o Investimento Estimula o consumo e Investimento Beneficio a grupos menos favorecidos Obs:Imposto Progressivo:Diz-se do imposto em que a alíquota aumenta à proporção que os valores sobre os quais incide são maiores. Um exemplo disto é a Tabela do Imposto de Renda – Pessoa Física, cuja alíquota varia de 7,5 a 27,5%, conforme a renda.

7 Tributos e Distribuição de Renda Os tributos podem ser classificados no que tange ao seu impacto em termos de distribuição de renda, nas seguintes categorias: 1) Impostos Progressivos = são aqueles impostos em que quem ganha mais paga proporcionalmente mais. Ex: Imposto de renda 2) Imposto Regressivos- são aqueles impostos em que quem ganha mais paga proporcionalmente menos. Ex: ICMS 3)Imposto Neutro: são aqueles impostos em que o aumento na contribuição é proporcionalmente igual ao ocorrido na renda.A relação carga tributária e renda permanece constante com o aumento do nível de renda, onerando igualmente todos os seguimentos sociais. Não há exemplos no Brasil deste imposto. Política Fiscal

8 Instrumentos de Política Monetária e Fiscal As políticas monetária e fiscal apresentam meios alternativos diferentes para as mesmas finalidades. A política econômica deve ser executada através de uma combinação adequada de instrumentos fiscais e monetários. Pode-se dizer que a política fiscal apresenta maior eficácia quando o objetivo é a melhora da distribuição de renda (taxa de rendas mais altas/ ou destinação de recursos para regiões menos favorecidas). A vantagem da política monetária é que pode ser implementada logo após a sua publicação.

9 1)Oconceito básico de meios de pagamento ( convencionalmente representado por M1) compreende: (a)Papel–moeda em poder do público mais títulos públicos; (b)Papel- moeda em poder do público mais depósitos à vista nos bancos comerciais; (c)Papel-moeda em poder do público; (d)Papel- moeda em poder do público mais depósitos à vista e a prazo nos bancos comerciais. 2)A elevação da taxa de depósito compulsórios dos Bancos Comerciais junto às Autoridades Monetárias diminui o M1 da economia porque: (a)Diminui o saldo do papel moeda em poder do público; (b) Aumenta o saldo do papel moeda em poder do público; (c) Diminuem os recursos dos Bancos Comerciais para empréstimos ao público; (d)Diminuem os depósitos à vista dos Bancos Comerciais. Exercícios

10 Exercício 3) Um imposto direto com alíquotas diferenciadas, onde quem ganha mais paga proporcionalmente mais, é um imposto: (a) Regressivo (b) Indireto (c) Neutro (d) Progressivo


Carregar ppt "Macroeconomia Aula 7 Prof. Karine R. de Souza. Política Monetária Resumo Instrumentos disponíveisAnti-inflacionáriasMaiorCrescimento Melhor Dist. de Renda."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google