A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Aulas 04 e 05 Assunto: Balanço Patrimonial (BP). Balanço Patrimonial.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Aulas 04 e 05 Assunto: Balanço Patrimonial (BP). Balanço Patrimonial."— Transcrição da apresentação:

1 Aulas 04 e 05 Assunto: Balanço Patrimonial (BP)

2 Balanço Patrimonial

3 Uma das principais atividades realizadas dentro da Gestão Patrimonial com certeza é o fechamento do Balanço Patrimonial. A principal função do Balanço Patrimonial é fornecer uma fotografia do patrimônio em determinada data, fornecer um quadro preciso da contabilidade e da situação financeira da empresa em um certo período (geralmente o balanço é feito sobre o período de 1 ano). Balanço Patrimonial

4 O Balanço Patrimonial é considerado uma das principais demonstrações contábeis de uma empresa e deve ser produzido de maneira precisa e rigorosa, afim de auxiliar um Controle do Patrimônio eficiente. É a demonstração contábil destinada a evidenciar, qualitativa e quantitativamente, numa determinada data, a posição patrimonial e financeira da Entidade. Balanço Patrimonial

5 No Balanço Patrimonial, as contas deverão ser classificadas segundo os elementos do patrimônio que registrem e agrupadas de modo a facilitar o conhecimento e a análise da situação financeira da empresa. De acordo com o § 1º do artigo 176 da Lei 6.404/76, as demonstrações de cada exercício serão publicadas com a indicação dos valores correspondentes das demonstrações do exercício anterior, para fins de comparação. Balanço Patrimonial

6 O Balanço Patrimonial é constituído pelo: - Ativo compreende os bens, os direitos e as demais aplicações de recursos controlados pela entidade, capazes de gerar benefícios econômicos futuros, originados de eventos ocorridos. Balanço Patrimonial

7 - Passivo compreende as origens de recursos representados pelas obrigações para com terceiros, resultantes de eventos ocorridos que exigirão ativos para a sua liquidação. Balanço Patrimonial

8 Patrimônio Líquido (PL) - Quando já temos realizado o cálculo dos ativos e dos passivos, podemos obter por fim o Patrimônio Liquido. Este que consiste na diferença dos Ativos (Bens e direitos) e dos Passivos (obrigações), sendo assim o Patrimônio Liquido é considerado o capital que a empresa efetivamente investiu proveniente dos proprietários, os financiadores do negócio. Balanço Patrimonial

9 O PL também pode ser usado basicamente para re- investimento (investimento na própria empresa, modernização, expansão das atividades), pode ser transformado em reserva financeira ou então empregado para realizar novos investimentos financeiros e expandir os Ativos. Assim, compreende os recursos próprios da Entidade, e seu valor é a diferença positiva entre o valor do Ativo e o valor do Passivo. Balanço Patrimonial

10 PROCEDIMENTOS PARA ELABORAÇÃO DO BALANÇO Ao término do exercício, como se faz em todos os meses, procede-se ao levantamento do balancete de verificação, com o objetivo de conhecer os saldos das contas do razão e conferir sua exatidão. No balancete são relacionadas todas as contas utilizadas pela empresa, quer patrimoniais quer de resultado, demonstrando seus débitos, créditos e saldos.

11 LANÇAMENTOS DE ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO Para apuração do resultado do exercício, faz-se os lançamentos de encerramento, debitando-se as contas de receitas e creditando-se uma conta transitória, chamada de Apuração do resultado do exercício. O inverso é efetuado nas contas de despesas e custos, debitando-se a conta Apuração do Resultado do Exercício e creditando-se as contas de custos ou despesas.

12 LANÇAMENTOS DE ENCERRAMENTO DO EXERCÍCIO O saldo da conta Apuração do Resultado do Exercício (ARE) será então transferida para a conta de Resultados a Destinar ou Lucros/prejuízos acumulados, sendo o saldo da conta lucros e prejuízos acumulados distribuído para outras contas patrimoniais, conforme proposta da administração (Ex: distribuição para a conta Reserva de Lucros)

13 CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL O Balanço Patrimonial é uma das demonstrações contábeis que visa a evidenciar, de forma sintética, a situação patrimonial da empresa e dos atos e fatos consignados na escrituração contábil. Essa demonstração deve ser estruturada de acordo com os preceitos da Lei 6.404/76 (chamada Lei das S/A) e segundo os Princípios Fundamentais de Contabilidade.

14 BALANÇO PATRIMONIAL Evidencia a situação patrimonial da entidade em um dado momento. Grupo de contas do BP alterado pela Lei /2009

15 BALANÇO PATRIMONIAL

16

17

18 Situação Patrimonial Líquida

19 Exercício Sabendo-se que os bens da Cia. Arrisca Tudo totalizam R$ ,00 e que os direitos representam exatamente metade dos bens e as obrigações o dobro dos bens, calcule e comente o patrimônio líquido da empresa. R: Bens: R$ ,00 // Direitos: R$ ,00 // Obrigações: R$ ,00 B + D = O + PL Patrimônio Líquido: (R$ ,00) Comentário: Empresa possui uma situação patrimonial líquida negativa

20 Relembrando...

21 CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL * No Ativo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de grau de liquidez dos elementos nelas registrados. ** No Passivo, as contas serão dispostas em ordem decrescente de exigibilidade dos elementos nelas registrados.

22 ATIVO PASSIVO

23 Curto ou Longo Prazo O ciclo operacional é o período de tempo que uma indústria, por exemplo, leva para produzir seu estoque, vendê-lo e receber as duplicatas geradas na venda, entrando em caixa. Resumo: É o tempo que a indústria leva para produzir, vender e receber.

24 CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL As contas serão classificadas do seguinte modo: I - no ativo circulante: as disponibilidades, os direitos realizáveis no curso do exercício social subsequente e as aplicações de recursos em despesas do exercício seguinte; O Ativo Circulante é o grupo que encontram-se todos os bens e direitos que estão em constante circulação, ou ainda, o grupo de itens que serão transformados e dinheiro, consumidos ou vendidos a Curto Prazo

25 II – No Ativo Não Circulante, composto por Ativo Realizável a Longo Prazo, Investimentos, Imobilizado e Intangível. II.1 - no Ativo realizável a longo prazo: os direitos realizáveis após o término do exercício seguinte, assim como os derivados de vendas, adiantamentos ou empréstimos a sociedades coligadas ou controladas, diretores, acionistas ou participantes no lucro da companhia, que não constituírem negócios usuais na exploração do objeto da companhia; Compreendem os direitos cujos vencimentos ocorram após 365 dias, ou ainda, os itens que serão realizados (transformados) em dinheiro a Longo Prazo. ATENÇÃO: Os empréstimos que a empresa faz a diretores, acionistas e a coligadas SEMPRE serão classificados neste grupo, mesmo com previsão de recebimento a curto prazo. CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL

26 II.2 - em Investimentos: as participações permanentes em outras sociedades e os direitos de qualquer natureza, não classificáveis no ativo circulante, e que não se destinem à manutenção da atividade da companhia ou da empresa; São aplicações que nada tem a ver com a atividade da empresa: Ações de outras empresas, Obras de Arte, Imóveis para Renda CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL

27 II.3 – no Ativo Imobilizado: os direitos que tenham por objeto bens corpóreos destinados à manutenção das atividades da companhia ou da empresa ou exercidos com essa finalidade, inclusive os decorrentes de operações que transfiram à companhia os benefícios, riscos e controle desses bens; São os bens destinados à manutenção da atividade principal da empresa ou exercidos com essa finalidade: Máquinas e Equipamentos, Móveis e Utensílios, Veículos, Instalações, Imóveis para Uso. CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL

28 II.4– no Intangível: os direitos que tenham por objeto bens incorpóreos destinados à manutenção da companhia ou exercidos com essa finalidade, inclusive o fundo de comércio adquirido. São os ativos que não têm existência física, ou ainda, bens incorpóreos destinados à manutenção da companhia ou exercidos com essa finalidade: Marcas e Patentes (Coca-Cola), Fundo de Comércio. CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL

29 Grupos de contas do Ativo: ATIVO CIRCULANTE: Disponibilidades; Estoques; Créditos; Despesas de Exercício Seguinte. NÃO - CIRCULANTE Realizável a Longo Prazo: Investimentos; Imobilizado; Intangível; CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL

30 As obrigações da companhia, inclusive financiamentos para aquisição de direitos do ativo não circulante, serão classificadas no Passivo circulante, quando se vencerem no exercício seguinte, e no Passivo não circulante, se tiverem vencimento em prazo maior. CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL

31 As obrigações da companhia com terceiros a serem pagas no Curto Prazo: Fornecedores Salários a pagar Encargos sociais a pagar Tributos a pagar Aluguéis a pagar Água, energia elétrica e telefone a pagar Passivo Circulante

32 Compreende as obrigações da empresa, inclusive financiamentos para aquisição de bens e direitos do Ativo Permanente, cujo vencimento ocorrerá no Longo Prazo: Financiamentos (+ 365 dias) Títulos a Pagar (+ 365 dias) Passivo Não Circulante

33 Serão classificados como reservas de lucros as contas constituídas pela apropriação de lucros da companhia. As ações em tesouraria deverão ser destacadas no balanço como dedução da conta do patrimônio líquido que registrar a origem dos recursos aplicados na sua aquisição. CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL

34 Grupos de contas do Passivo; PASSIVO CIRCULANTE: Obrigações de Curto Prazo. NÃO – CIRCULANTE Obrigações a Longo Prazo; PATRIMÔNIO LÍQUIDO: Capital; Reservas; Prejuízos acumulados Ações em Tesouraria CONTAS DO BALANÇO PATRIMONIAL

35 Considerações finais O Balanço Patrimonial deverá conter: o nome completo da empresa título da demonstração (Balanço Patrimonial), data de encerramento.

36 Considerações Finais Segundo a Lei das S.A. as demonstrações de cada exercício deverão ser publicadas com a indicação dos valores correspondentes do exercício anterior. O Balanço Patrimonial, bem como todas as Demonstrações Financeiras, serão apresentados em duas colunas: Exercício Atual e Exercício Anterior. Com essa apresentação os usuários das demonstrações contábeis poderão observar os valores de um ano para o outro propiciando uma comparação entre os dois exercícios ajudando muito no processo de tomada de decisão.

37 Portanto, o Balanço Patrimonial é uma ferramenta muito importante e indispensável para todas as empresas independente do seu ramo de atividade e forma de tributação. O Balanço Patrimonial evidencia qualitativa e quantitativamente a posição patrimonial e financeira da entidade em um determinado período contribuindo para o processo de tomada de decisão. Considerações Finais

38 1- Sabe-se que em junho de X4 foram realizadas as seguintes operações da Cia Rio Branco: Dia 5 – Integralização do capital social em dinheiro no banco no valor de R$ ; Dia 7 – Compra a prazo de mercadorias no valor de R$ 2.817; Dia 10 – Compra a vista de mercadorias no valor de R$ 927; Dia 18 – Compra de um terreno por R$ 6.250, sendo R$ a vista e R$ a pagar em 90 dias; Dia 22 – Compra de mercadorias a prazo no valor de R$ 1.128; Dia 25 – Pagamento das mercadorias adquiridas no dia 07; Dia 27 – Compra de terreno por R$ 7.800, pagando em dinheiro R$ e o restante em 30 dias; Dia 30 – Pagamento de R$ 500 referente a compra de mercadorias realizada no dia 22; Dia 30 – Aumento do capital social em R$ sendo 30% no caixa e o restante no banco; Dia 30 – Compra de terreno a vista no valor de R$ ; Fazer os lançamentos, levantar o Balancete de verificação, o Balanço Patrimonial. Exercício


Carregar ppt "Aulas 04 e 05 Assunto: Balanço Patrimonial (BP). Balanço Patrimonial."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google