A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O NEGRO NO ENGENHO ۩ A solução para se chegar a um custo baixo de produção foi a utilização do trabalho escravo. Os portugueses já exploravam o mercado.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O NEGRO NO ENGENHO ۩ A solução para se chegar a um custo baixo de produção foi a utilização do trabalho escravo. Os portugueses já exploravam o mercado."— Transcrição da apresentação:

1 O NEGRO NO ENGENHO ۩ A solução para se chegar a um custo baixo de produção foi a utilização do trabalho escravo. Os portugueses já exploravam o mercado africano de escravos. Para o Brasil foi só ampliar o negócio. ۩ 40% morriam nos navios; duravam de 7 a 10 anos de vida; a riqueza do Brasil vinha do trabalho escravo. ۩ No Brasil havia duas classes: Senhores (casa grande) e escravos (senzala). ۩ Os negros africanos eram habituados ao trabalho agrícola, ao pastoreio e à utilização dos metais.

2

3 No ano de 1550, chegou ao Brasil a primeira leva de escravos, que desembarcaram em Salvador. PRINCIPAIS GRUPOS AFRICANOS BANTOS: Angola, Congo e Moçambique SUDANESES: Nigéria, Daomé e Costa do Ouro MALÊS: Sudaneses islamizados

4 AS INVASÕES ESTRANGEIRAS FRANCESES: eram velhos freqüentadores do nosso litoral – exploravam o pau brasil. Chegaram a conquistar a simpatia dos índios. NA FRANÇA, havia a guerra religiosa entre católicos e protestantes (huguenotes), que foram perseguidos e fugiram para o Brasil, conquistando a região do Rio de Janeiro em 1555 – Baia da Guanabara. FRANÇA ANTÁRTICA: ocorreu na Baía de Guanabara (1555 a 1567): aliança entre franceses e os índios tamoios -Confederação dos Tamoios. Foram expulsos por Mem de Sá.

5 TRATADO DE TODESILHAS

6 Os HOLANDESES se libertaram da Espanha durante a União Ibérica, e Filipe II proibiu o comércio com os holandeses. Assim criaram a COMPANHIA DAS ÍNDIAS OCIDENTAIS, com o objetivo de garantir o comércio açucareiro – invadem e conquistam as zonas produtoras Na Bahia (1624 a 1626) – uma tentativa frustrada de invasão. Em Pernanbuco (1630 a 1654): Brasil Holandês – domínio dos Países Baixos sobre a capitania de Pernambuco e boa parte do litoral nordestino.

7 Conde Maurício de Nassau - com apoio da elite pernambucana, assegurou e expandiu os domínios da Companhia das Índias Ocidentais. Insurreição Pernambucana (1645 a 1654): expulsão dos holandeses após a demissão de Nassau (1644); principais líderes: João Fernandes Vieira (senhor engenho), André Negreiro Vidal (branco), Felipe Camarão, o Poti (índio) e Henrique Dias (negro); Declínio da lavoura açucareira: prejuízos da longa guerra, escassez de capitais e concorrência do açúcar holandês produzido nas Antilhas, onde a Companhia das Índias se instalou após a Insurreição Pernambucana.

8 Engenho de açúcar – nordeste – século XVII


Carregar ppt "O NEGRO NO ENGENHO ۩ A solução para se chegar a um custo baixo de produção foi a utilização do trabalho escravo. Os portugueses já exploravam o mercado."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google