A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG Behaviorismo: Rompe com enfoques prescritivos ingênuos da Administração Científica e Relações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG Behaviorismo: Rompe com enfoques prescritivos ingênuos da Administração Científica e Relações."— Transcrição da apresentação:

1 Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG Behaviorismo: Rompe com enfoques prescritivos ingênuos da Administração Científica e Relações Humanas Incorpora a sociologia da Burocracia em todas as organizações (não mais restrita à empresa) Distinção entre o behaviorismo na teoria das organizações e na psicologia (estímulo-resposta) Características: Cuidado na análise do processo de tomada de decisões Preocupação com os limites da racionalidade impostos por qualificações, hábitos, valores e conhecimento

2 Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG Pensadores do Behaviorismo: Herbert Simon: Abordou o processo de tomada de decisões e os limites da racionalidade Chester Barnard: Centrou a Administração na tomada de decisões Rensis Likert: Mostrou que supervisores bem sucedidos não utilizam controles rígidos (contradizendo conceitos da Administração Científica) Douglas McGregor: Conceituou a teoria X (o ser humano é avesso ao trabalho) e a teoria Y (o trabalho é algo natural ao ser humano, como o descanso ou o lazer)

3 Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG Idéias centrais: Homem administrativo: Foca o aspecto racional do comportamento humano, mas rejeita o modelo do homem econômico A partir dos elementos humanos (Escola de Relações Humanas), dá atenção à adaptabilidade Comportamento racional demanda: Conhecimento de eventos futuros e distribuição de probabilidades Conhecimento das alternativas de ação Conhecimento das conseqüências Princípios de ordem de preferência

4 Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG A elaboração da decisão é entremeada por complexos processos afetivos e cognitivos (o que sente influencia o que vê; o que vê influencia o que sente) O processo decisório: Envolve a seleção consciente ou inconsciente de ações Existe na organização uma hierarquia de decisões Decisões relativas a objetivos últimos são chamadas de juízos de valor Decisões relativas a implementações são chamadas de juízos de fato Uma decisão pode ser no máximo a melhor solução contingencial (não a melhor geral, a ótima)

5 Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG A organização com maior capacidade de decisão terá maiores possibilidades de sobrevivência e desenvolvimento A organização decide quanto: A especificação de funções Aos limites da ação Distribui autoridade para novas decisões Autoridade: fenômeno onde as pessoas aceitam ordens e decisões de outras; possui aspectos legais e psicológicos

6 Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG A aceitação da autoridade pode se dar, segundo Simon: Em concordância com o mérito da proposição Em concordância parcial com o mérito da proposição Em discordância com o mérito da proposição Os motivos da aceitação de ordens e decisões de outros, segundo Simon, se baseiam na: Confiança (reputação) Identificação (projeção) Sanções (recompensas e punições) Legitimação (condicionamento social)

7 Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG Condições para aceitação de ordens, segundo Barnard: Ser inteligível Harmonizar com os interesses do executor Estar dentro da capacidade do indivíduo O Behaviorismo entende a organização como um sistema de: Cooperação racional Esforço cooperativo planejado Atividades conscientemente coordenadas Comunicação, coesão e proteção Dependência formal e informal Comportamento informal

8 Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG Cooperação: os indivíduos estão dispostos a cooperar quando há recompensas pessoais (SIMON) Formas de recompensas: A partir dos objetivos da organização (cliente) A partir do sucesso da organização (acionista) Indiretas (salários e incentivos psicossociais) O Behaviorismo entende a organização como um sistema de: Cooperação racional Esforço cooperativo planejado Atividades conscientemente coordenadas Comunicação, coesão e proteção Dependência formal e informal Comportamento informal

9 Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG Equilíbrio: aspecto fundamental na organização demandando capital e trabalho, oferecendo alicientes Críticas: Restrição do foco nos objetivos ligados aos fundadores ou dirigentes das organizações Utilização de dicotomias (inteligente e não- inteligente, racional e não-racional, satisfeitos e não- satisfeitos, eficientes e não-eficientes, etc) Desconsideração das influências indiretas da hierarquia, comunicação, treinamento, etc no processo de decisão Questionamento da concepção de busca de resultados satisfatórios em oposição a resultados máximos

10 Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG Notas: Grade gerencial (management grid) É composta de dois eixos graduados de 1 a 9 que representam a preocupação com a produção e com as as pessoas sendo utilizada para induzir a mudança planejada Treinamento de sensibilidade Técnica de grupo usada para descongelar atitudes consideradas inadequadas das pessoas e torná- las mais dispostas à mudanças


Carregar ppt "Behaviorismo Jessé Alves Amâncio UFMG Behaviorismo: Rompe com enfoques prescritivos ingênuos da Administração Científica e Relações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google