A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fisiologia Humana Sistema endócrino (glândulas e hormônios)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fisiologia Humana Sistema endócrino (glândulas e hormônios)"— Transcrição da apresentação:

1 Fisiologia Humana Sistema endócrino (glândulas e hormônios)

2 Hormônios substâncias produzidas e liberadas por determinadas células, que atuam sobre outras células, modificando seu funcionamento substâncias produzidas e liberadas por determinadas células, que atuam sobre outras células, modificando seu funcionamento mensageiros químicos que viajam pelo sangue mensageiros químicos que viajam pelo sangue

3 Glândulas endócrinas órgãos que produzem hormônios órgãos que produzem hormônios lançados diretamente no sangue lançados diretamente no sangue atuam nas células alvo (receptores hormonais) atuam nas células alvo (receptores hormonais) * combinação correta = estimulação hormonal

4 Principais glândulas endócrinas humanas hipófise hipófise tireóide tireóide paratireóidea paratireóidea pâncreas pâncreas supra-renais (adrenais) supra-renais (adrenais) gônadas (testículos e ovários) gônadas (testículos e ovários) * hipotálamo (região do encéfalo) * tecido gorduroso (hormônio lipsina)

5

6 Hipotálamo papel importante na integração entre os sistemas nervoso e endócrino papel importante na integração entre os sistemas nervoso e endócrino secreta hormônios que atuam sobre a hipófise secreta hormônios que atuam sobre a hipófise 2 grupos de células 2 grupos de células hormônios armazenados na neuroipófise hormônios armazenados na neuroipófise hormônios reguladores da adenoipófise hormônios reguladores da adenoipófise

7 Hipófise tamanho de um grão de ervilha tamanho de um grão de ervilha glândula mestra hormônios reguladores de outras glândulas glândula mestra hormônios reguladores de outras glândulas localizada na base do encéfalo localizada na base do encéfalo 2 tipos de células 2 tipos de células adenoipófise (lobo anterior) tecido epitelial adenoipófise (lobo anterior) tecido epitelial Neuroipófise (lobo posterior) tecido nervoso Neuroipófise (lobo posterior) tecido nervoso

8 Neuroipófise OXITOCINA OXITOCINA aceleração das contrações uterinas aceleração das contrações uterinas contração da musculatura lisa das glândulas mamárias expulsão do leite durante a amamentação (estímulo é a sucção do bebê) contração da musculatura lisa das glândulas mamárias expulsão do leite durante a amamentação (estímulo é a sucção do bebê) Obs.: função desconhecida nos homens Obs.: função desconhecida nos homens

9 ADH (ANTIDIURÉTICO) VASOPRESSINA ADH (ANTIDIURÉTICO) VASOPRESSINA liberado quando [H 2 O] sangue liberado quando [H 2 O] sangue diminui o volume de urina excretado diminui o volume de urina excretado promove a contração das artérias mais finas, PA, permeabilidade dos túbulos distais dos néfrons, reabsorção de água promove a contração das artérias mais finas, PA, permeabilidade dos túbulos distais dos néfrons, reabsorção de água se a pessoa produz <[ADH], elimina mais urina, sente muita sede e corre o risco de desidratação diabetes insípido se a pessoa produz <[ADH], elimina mais urina, sente muita sede e corre o risco de desidratação diabetes insípido

10 Adenoipófise hormônios tróficos estimula o funcionamento de outras glândulas hormônios tróficos estimula o funcionamento de outras glândulas TIREOTRÓFICO (TSH) TIREOTRÓFICO (TSH) regula atividade da glândula tireóidea regula atividade da glândula tireóidea ADRENOCORTICOTRÓFICO (ATCH) ADRENOCORTICOTRÓFICO (ATCH) regula atividade do córtex da supra-renal regula atividade do córtex da supra-renal FOLÍCULO ESTIMULANTE (FSH) FOLÍCULO ESTIMULANTE (FSH) atua sobre as gônadas atua sobre as gônadas LUTEINIZANTE (LH) LUTEINIZANTE (LH) atua sobre as gônadas atua sobre as gônadas

11 hormônios não-tróficos SOMATOTROFINA (CRESCIMENTO) SOMATOTROFINA (CRESCIMENTO) crescimento de cartilagens e ossos aumento do tamanho corporal crescimento de cartilagens e ossos aumento do tamanho corporal excesso quando jovem = gigantismo excesso quando jovem = gigantismo deficiência quando jovem = nanismo deficiência quando jovem = nanismo produção retomada no adulto = acromegalia produção retomada no adulto = acromegalia tratamento: extração em cadáveres ou produção por engenharia genética tratamento: extração em cadáveres ou produção por engenharia genética

12 PROLACTINA PROLACTINA atua sobre os ovários secreção de progesterona atua sobre os ovários secreção de progesterona estimula a produção de leite nas mulheres estimula a produção de leite nas mulheres Obs.: função desconhecida no homem

13 Glândula tireóidea localizada no pescoço, logo abaixo das cartilagens da glote localizada no pescoço, logo abaixo das cartilagens da glote produz 2 hormônios produz 2 hormônios Triiodotiroxina Triiodotiroxina Tiroxina Tiroxina

14 TRIIODOTIROXINA/TIROXINA TRIIODOTIROXINA/TIROXINA contêm iodo na sua constituição contêm iodo na sua constituição papel no desenvolvimento e maturação dos animais vertebrados papel no desenvolvimento e maturação dos animais vertebrados papel fundamental na homeostase papel fundamental na homeostase aumento da atividade metabólica aumento da atividade metabólica deficiência durante a infância = cretinismo deficiência durante a infância = cretinismo

15 Hipertireoidismo produção de hormônios em excesso produção de hormônios em excesso eleva a temperatura corporal eleva a temperatura corporal intensa sudorese e irritabilidade intensa sudorese e irritabilidade perda de peso (alta taxa metabólica) perda de peso (alta taxa metabólica) aumento da pressão sangüínea aumento da pressão sangüínea crescimento anormal da glândula tireóidea, papo = bócio crescimento anormal da glândula tireóidea, papo = bócio bócio exoftálmico = olhos arregalados bócio exoftálmico = olhos arregalados

16 Hipotireoidismo produção de pouco hormônio produção de pouco hormônio baixa temperatura corporal baixa temperatura corporal pele ressecada pele ressecada baixa pressão sangüínea baixa pressão sangüínea pessoa apática pessoa apática tendência a engordar ( metabolismo) tendência a engordar ( metabolismo) falta iodo = tireóide = bócio carencial (adição de iodo no sal de cozinha) falta iodo = tireóide = bócio carencial (adição de iodo no sal de cozinha)

17 CALCITONINA CALCITONINA hormônio tireoidiano hormônio tireoidiano diminui a [Ca +2 ] no sangue diminui a [Ca +2 ] no sangue atua em conjunto com a glândula paratireóidia atua em conjunto com a glândula paratireóidia

18 Glândulas paratireóideas em número de 4, aderidas à glândula tireóidea em número de 4, aderidas à glândula tireóidea produzem o PARATORMÔNIO, responsável pelo aumento do nível de cálcio no sangue produzem o PARATORMÔNIO, responsável pelo aumento do nível de cálcio no sangue

19

20 Controle da taxa de Ca +2 no sangue taxa normal = 9 a 11 mg/100 mL sangue taxa normal = 9 a 11 mg/100 mL sangue controle = calcitonina + paratormônio controle = calcitonina + paratormônio se [Ca +2 ] sangue = paratormônio se [Ca +2 ] sangue = paratormônio liberação de cálcio pelos ossos liberação de cálcio pelos ossos absorção de cálcio no intestino absorção de cálcio no intestino reabsorção de cálcio pelos rins reabsorção de cálcio pelos rins [Ca +2 ] no sangue [Ca +2 ] no sangue

21 se [Ca +2 ] sangue = calcitonina se [Ca +2 ] sangue = calcitonina deposição de cálcio nos ossos deposição de cálcio nos ossos absorção de cálcio no intestino absorção de cálcio no intestino reabsorção de cálcio pelos rins reabsorção de cálcio pelos rins [Ca +2 ] no sangue [Ca +2 ] no sangue

22

23 Pâncreas glândula mista glândula mista exócrina = suco pancreático exócrina = suco pancreático endócrina = hormônios endócrina = hormônios parte endócrina (ilhota de Langerhans) parte endócrina (ilhota de Langerhans) células beta (70%) = insulina células beta (70%) = insulina células alfa = glucagon células alfa = glucagon

24 INSULINA INSULINA facilita a absorção de glicose pelos músculos esqueléticos, fígado e tecido gorduroso, levando a [glicose] sangue facilita a absorção de glicose pelos músculos esqueléticos, fígado e tecido gorduroso, levando a [glicose] sangue no fígado = estocagem de glicose na forma de glicogênio no fígado = estocagem de glicose na forma de glicogênio no intervalo entre as refeições, o glicogênio é quebrado em glicose no intervalo entre as refeições, o glicogênio é quebrado em glicose

25 GLUCAGON GLUCAGON efeito inverso ao da insulina efeito inverso ao da insulina [glicose] sangue [glicose] sangue estimula a transformação de glicogênio em glicose no fígado estimula a transformação de glicogênio em glicose no fígado

26 Controle da taxa de glicose no sangue nível normal (normoglicemia) 90 mg glicose/100 mL sangue (0,9 mg/mL) nível normal (normoglicemia) 90 mg glicose/100 mL sangue (0,9 mg/mL) valor mantido pela ação conjunta entre a insulina e o glucagon valor mantido pela ação conjunta entre a insulina e o glucagon

27

28 Diabetes melito: [glicose] no sangue, excreção na urina [glicose] no sangue, excreção na urina volume de urina reabsorção de H 2 O volume de urina reabsorção de H 2 O há a degradação de gordura e proteína para obtenção de energia emagrecimento e fraqueza há a degradação de gordura e proteína para obtenção de energia emagrecimento e fraqueza

29 Diabetes melito tipo 1 (juvenil) desenvolve-se antes dos 40 anos desenvolve-se antes dos 40 anos causada pela redução acentuada de células beta, com deficiência na produção de insulina causada pela redução acentuada de células beta, com deficiência na produção de insulina 10% dos diabéticos 10% dos diabéticos necessitam de injeções diárias de insulina necessitam de injeções diárias de insulina

30 Diabetes melito tipo 2 (tardia) desenvolve-se após os 30 anos desenvolve-se após os 30 anos níveis de insulina praticamente normais níveis de insulina praticamente normais redução do número de receptores para insulina nas células musculares e adiposas capacidade de absorção da glicose do sangue redução do número de receptores para insulina nas células musculares e adiposas capacidade de absorção da glicose do sangue obesidade grande risco! obesidade grande risco!

31 Supra-renais localizam-se sobre os rins localizam-se sobre os rins medula adrenal (mais interna) produz os hormônios ADRENALINA e NORADRENALINA medula adrenal (mais interna) produz os hormônios ADRENALINA e NORADRENALINA córtex adrenal (mais externa) produz o CORTISOL e ALDOSTERONA córtex adrenal (mais externa) produz o CORTISOL e ALDOSTERONA

32 ADRENALINA (EPINEFRINA) ADRENALINA (EPINEFRINA) liberada em situação de estresse liberada em situação de estresse contração dos vasos sangüíneos da pele contração dos vasos sangüíneos da pele condução de sangue para músculos e órgãos internos (resposta vigorosa) condução de sangue para músculos e órgãos internos (resposta vigorosa) taquicardia taquicardia aumento da pressão arterial aumento da pressão arterial maior excitabilidade do sistema nervoso maior excitabilidade do sistema nervoso respostas rápidas à situações de emergência respostas rápidas à situações de emergência

33 NORADRENALINA (NOREPRINEFRINA) NORADRENALINA (NOREPRINEFRINA) liberadas em doses constantes liberadas em doses constantes mantém a pressão sangüínea em níveis normais (independente da atuação da adrenalina) mantém a pressão sangüínea em níveis normais (independente da atuação da adrenalina)

34 CORTISOL (HIDROCORTISONA) CORTISOL (HIDROCORTISONA) é um glicocorticóide é um glicocorticóide produz glicose a partir de proteínas e gorduras = [glicose] como combustível em situações estressantes produz glicose a partir de proteínas e gorduras = [glicose] como combustível em situações estressantes permeabilidade dos capilares = utilizado no tratamento de inflamações permeabilidade dos capilares = utilizado no tratamento de inflamações uso prolongado = deprime o sistema de defesa corporal uso prolongado = deprime o sistema de defesa corporal

35 ALDOSTERONA ALDOSTERONA regula o balanço de água e sais no organismo regula o balanço de água e sais no organismo retenção de Na + pelos rins retenção de água no corpo e pressão arterial retenção de Na + pelos rins retenção de água no corpo e pressão arterial Obs.: manutenção prolongada de cortisol no sangue (estresse crônico)

36

37 Ciclo menstrual

38 Gravidez


Carregar ppt "Fisiologia Humana Sistema endócrino (glândulas e hormônios)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google