A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Drogas Lícitas e Ilícitas. Drogas Lícitas – socialmente aceitas e difundidas no mercado. Ilícitas – proibidas por lei; são prejudiciais à saúde, quando.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Drogas Lícitas e Ilícitas. Drogas Lícitas – socialmente aceitas e difundidas no mercado. Ilícitas – proibidas por lei; são prejudiciais à saúde, quando."— Transcrição da apresentação:

1 Drogas Lícitas e Ilícitas

2 Drogas Lícitas – socialmente aceitas e difundidas no mercado. Ilícitas – proibidas por lei; são prejudiciais à saúde, quando utilizadas em uma dosagem acima da capacidade metabólica do indivíduo. O remédio pode ser um veneno dependendo da dosagem.

3 Drogas lícitas Álcool Cigarro Benzodiazepínicos (remédios para reduzir a ansiedade e induzir o sono) Xaropes para controlar a tosse e que podem ter codeína, um derivado opióide) Descongestionantes nasais Anorexígenos (reduzir o apetite e controlar o peso) Anabolizantes (aumentar a massa muscular)

4 Classificação das substâncias psicotrópicas Estimulantes – que aceleram a transmissão nervosa, deixando as pessoas com menos sono e mais elétricas. São as anfetaminas conhecidas por rebites ou bolinhas (presentes em remédios para emagrecer), cafeína, cocaína, crack, nicotina etc.

5 Classificação das substâncias psicotrópicas Depressoras – diminuem o ritmo da transmissão nervosa. São os opiáceos- xaropes, álcool, morfina, heroína, ansiolíticos e barbitúricos (calmantes), ervas calmantes (chás) etc. Perturbadoras – que potencializam sensações e podem alterar o funcionamento do SNC. Exemplo: maconha.

6 Classificação das substâncias psicotrópicas Alucinógenas – únicas substâncias que alteram o SNC a ponto de causar alucinações. Exemplos: ervas/flores, ácido lisérgico (LSD), alguns cipós e cogumelos encontrados em esterco. Lembre-se que cada indivíduo tem uma predisposição diferente e age de forma peculiar à sua personalidade, momento atual e história de vida.

7 Drogas ilícitas - Cocaína Extraída da coca, vegetal das regiões andinas da Ámerica do Sul, pode ser inalada na forma de pó ou injetada na veia, misturada com água.Tem grande potencial de causar dependência. Efeitos físicos: constrição nos vasos periféricos,dilatação das pupilas e aumento da temperatura, freqüência cardíaca e pressão arterial.

8 Drogas ilícitas - Cocaína O uso prolongado por inalação pode causar ulceração na mucosa do nariz e pode lesar o septo nasal gravemente. Mortes relacionadas com parada cardíaca ou convulsões seguidas de parada respiratória.

9 Drogas ilícitas - Cocaína Efeitos psíquicos : envolvimento neuropsicológico da cocaína é responsável pelo seu uso contínuo.Altas doses e/ou uso prolongado pode desencadear paranóia. Risco de morte súbita mesmo no primeiro uso. Normalmente com a suspensão do uso da cocaína ocorre depressão.

10 Drogas ilícitas - Crack É uma variação da cocaína cujo resíduo é misturado com bicarbonato de sódio e fumado. Pode produzir um comportamento agressivo.

11 Drogas ilícitas - Ecstasy Chamada de pílula do amor. O MDMA é uma droga sintética e psicoativa, composta de substâncias estimulantes e perturbadoras. Consumida usualmente na forma de comprimidos, mas alguns consomem por inalação, injeção ou supositório.

12 Drogas ilícitas - Ecstasy Efeitos físicos: neurotóxico; em altas doses pode causar aumento da temperatura corporal (hipertermia maligna), o que pode levar lesão muscular e insuficiência dos rins e sistema cardiovascular. Foi demonstrado que o MDMA causa lesão cerebral, afetando os neurônios. Outros efeitos: tensão muscular, náuseas, visão borrada, desmaio, calafrio ou sudorese, aumento na freqüência cardíaca e pressão arterial.

13 Drogas ilícitas - Ecstasy Distúrbios psíquicos: confusão, depressão, distúrbios do sono, ansiedade grave e paranóia. Lesões a longo prazo de partes do cérebro relacionadas com a memória e o prazer. Degeneração de neurônios que contém o neurotransmissor dopamina, a lesão desses neurônios é a causa de distúrbios motores vistos no mal de Parkinson (sintomas: falha de coordenação e tremores, podendo resultar em uma forma de paralisia).

14 Drogas ilícitas - Heroína Leva a dependência facilmente. É processada da morfina e apresenta-se usualmente na forma de pó branco ou marrom. Efeitos físicos: inclui overdose fatal, aborto espontâneo, colapso venoso e doenças infecciosas (HIV/AIDS, hepatite), complicações pulmonares (pneumonias); efeito depressor na respiração.

15 Drogas ilícitas - Heroína A heroína pode conter aditivos que não se dissolvem bem e resulta em obstrução dos vasos sangüíneos, dos pulmões,fígado, rins ou cérebro. Isso causa infecção ou mesmo a morte de parte desses órgãos vitais.

16 Drogas ilícitas - Inalantes São substâncias químicas voláteis que possuem efeitos psicoativos. Exemplos: solventes (thinner, removedores, fluídos de limpeza, gasolina, cola) e gases (butano, propano, aerossóis,gases anestésicos e etc). Efeitos similares aos anestésicos, pois diminuem as funções do organismo. O uso repetido pode provocar perda da consciência. Ainda pode induzir a parada cardíaca e morte em poucos minutos de uma sessão de uso prolongado.

17 Drogas ilícitas – Inalantes Altas concentrações pode causar a morte por sufocação por deslocar o oxigênio dos pulmões. O abuso crônico de solventes pode causar danos graves ao cérebro, fígado e rins.

18 Drogas ilícitas – Maconha Derivada da folha da planta Cannabis sativa. Princípio ativo é o THC ( delta-9-tetrahidrocanabiol ). O pó da folha ressecada é fumado. Tem efeito perturbador. Quando o indivíduo fuma a maconha o THC rapidamente passa dos pulmões para o sangue, que carrega para todo o organismo, incluindo o cérebro.

19 Drogas ilícitas – Maconha Efeitos a curto prazo: problemas com memória e aprendizado; percepção distorcida; dificuldade em pensar e resolver problemas; perda da coordenação; e aumento da freqüência cardíaca. Efeitos a longo prazo: mudanças no cérebro semelhantes aos vistos no abuso de outras drogas consideradas mais pesadas.

20 Drogas ilícitas – Maconha Efeitos adversos na saúde podem decorrer devido ao THC prejudicar a habilidade do sistema imune de lutar contra infecções e câncer. Depressão, ansiedade, e distúrbios da personalidade também estão associados ao uso da maconha. Quanto mais a pessoa abusa do uso da maconha mais propensa ela será ao declínio de suas atividades intelectuais, de trabalho e sociais.

21 Droga e dependência Drogas HomensMulheres Cigarro 21 %20% Tranqüilizantes 17%27% Remédios emagrecer 8%20% Maconha 34%23% Cocaína ou crack 11% afirmam ter experimentado Anabolizantes 94% nunca consumiram Pesquisa realizada pelo NEVICI (Núcleo de Estudos sobre Violência e conquista da Cidadania) no 1º sem/2005 com 1575 alunos. (1017 homens e 558 mulheres).

22 Droga e dependência Pesquisa do NECIVI: Pesquisa realizada pelo NEVICI (Núcleo de Estudos sobre Violência e conquista da Cidadania) no 1º sem/2005 com 1575 alunos. (1017 homens e 558 mulheres). Álcool em 1º lugar, seguido pelo cigarro (nicotina) e medicamentos em 2º lugar. 11% afirma nunca beber; 80% afirma ingerir bebidas al´coólicas. Tomou porre : 50% das mulheres e 65% dos homens. Bebida mais consumida é a cerveja. 39% costuma beber com amigos em bares. 24% costumam beber em casa.

23 Para refletir... Estudos recentes demonstraram que a dependência é claramente tratável. O tratamento pode ter um profundo efeito não apenas nos usuários de drogas, mas também na sociedade como uma diminuição da criminalidade e violência, redução da contaminação da AIDS, acidentes automobilísticos e outros fatores associados às drogas.

24 Fontes de consulta sobre drogas: Cartilha de Drogas Os efeitos do abuso de drogas ilícitas na saúde.


Carregar ppt "Drogas Lícitas e Ilícitas. Drogas Lícitas – socialmente aceitas e difundidas no mercado. Ilícitas – proibidas por lei; são prejudiciais à saúde, quando."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google