A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LA Ah o amor! Como pode ser tão maravilhoso num momento e no momento seguinte ser tão doloroso? Chega de mansinho, nos pega desprevenido (desarmado) e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LA Ah o amor! Como pode ser tão maravilhoso num momento e no momento seguinte ser tão doloroso? Chega de mansinho, nos pega desprevenido (desarmado) e."— Transcrição da apresentação:

1 LA Ah o amor! Como pode ser tão maravilhoso num momento e no momento seguinte ser tão doloroso? Chega de mansinho, nos pega desprevenido (desarmado) e transforma a nossa vida por completo: Num momento nos leva até ao paraíso onde tudo é encanto, beleza, felicidade, entrega, leveza, pureza, natureza e tudo que de bom possa existir no universo. No momento nos tira o chão debaixo dos nossos pés, nos faz sofrer pela saudade, mas também que nos faz enxergar que a nossa realidade nada tem de perfeita.

2 LA Ah o amor! Nos faz sentir como se fõssemos um personagem de um conto de fadas como tão depressa retira a venda dos nossos olhos para que vejamos a realidade. Nos faz acreditar que é infinito, eterno, mas no momento seguinte termina e achamos que nunca mais voltaremos a sentí-lo novamente. Quando acreditamos que o que sentimos é para sempre, de repente nos damos conta que não é assim, sofremos e quando estamos já fortalecidos e achando que estamos imunizados ele volta a se apoderar de nós

3 LA Ah o amor! Justamente neste momento de pseudo imunização Chega o furacão LA vindo de um passado que ficou no além mar por 30 anos, tão encantador, tão envolvente, tão maravilhoso e atencioso, com uma energia gostosa e num espaço de 1 mês fez com que os dias fossem se modificando, preenchendo os pensamentos, tornando a vida menos pesada do que tem sido neste últimos tempos, acrescentando energia a vida, gerando motivação e entusiasmo aos dias!

4 LA Ah o amor! Um mês depois se revela tão surpreendente, fazendo acreditar que durante esses anos uma fantasia/ sonho/desejo acalentado, não confessado, começava a se tornar realidade, apesar de estarmos num mundo virtual, foi como se chegasse um fósforo a um barril de pólvora, causando a erupção do vulcão de emoções, acumuladas gradativamente, através dos contactos anteriores, que estava prestes a explodir, culminando numa total entrega ao momento, tudo a volta deixou de existir, só o fluir das emoções e sensações do momento, como num mar revolto, uma onda crescente de emoção até atingir a máxima potência, para em curto espaço de tempo surgir uma nova onda atingir o máximo e mais outra levando a uma sensação de plenitude e bem estar.

5 LA Ah o amor! Lentamente a realidade se instalou, mas basta um nada que lembre o envolvimento pleno, para o estado de êxtase voltar a surgir, para depois a realidade se instalar abruptamente e ficarmos perdidos num mar de dúvidas, incertezas, mas em momento algum de arrependimento ou sentimento de culpa, a única certeza é que foi um maravilhoso e raro momento de encontro, entrega de corpo e alma, de plenitude e completo bem estar que para sempre ficará gravado no coração e no espírito, até a eternidade, que a realidade jamais conseguirá apagar.

6 LA Ah o amor! Tão depressa nos leva ao paraíso como tão depressa atira a realidade em cima como um balde de água fria na cabeça e nos faz repensar que a vida é feita de momentos, há que aproveitá-los, quando o amor nos bate à porta, há que deixá-lo entrar, tratá-lo com carinho, compreensão, respeito e nos entregar de corpo e alma, deixar ser levado e guiado por ele até quando e onde for permitido, sem pensar que o amanhã o levará embora e deixará uma enorme dor e saudade em seu lugar.

7 LA Ah o amor! Se for vivido em sua plenitude e um dia o amanhã o levar, existirá sempre dentro de nós o tesouro deixado por ele, quando a saudade apertar e ficar insuportável basta revê-lo para que o estado de êxtase volte a surgir, mesmo que ele tenha partido.


Carregar ppt "LA Ah o amor! Como pode ser tão maravilhoso num momento e no momento seguinte ser tão doloroso? Chega de mansinho, nos pega desprevenido (desarmado) e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google