A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Bacteriófagos. Viroses Doenças causadas por vírus.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Bacteriófagos. Viroses Doenças causadas por vírus."— Transcrição da apresentação:

1 Bacteriófagos

2

3

4

5

6 Viroses Doenças causadas por vírus

7 Viroses sexualmente transmissíveis

8 Herpes genital Vírus HSV-1 E HSV-2 Vírus HSV-1 E HSV-2 O HSV-1 pode ser transmitido por secreções orais O HSV-1 pode ser transmitido por secreções orais Em grávidas poder causar abortos Em grávidas poder causar abortos Lesões vaginais bolhosas e doloridas que acometem a uretra e ânus na mulher Lesões vaginais bolhosas e doloridas que acometem a uretra e ânus na mulher

9 Vírus da Herpes

10 No homem as lesões acometem o pênis e uretra. No homem as lesões acometem o pênis e uretra. As lesões formam crostas e curam sem deixar cicatrizes As lesões formam crostas e curam sem deixar cicatrizes

11

12 Hepatite tipo B Infecção do fígado e sangue Infecção do fígado e sangue Transmissão vertical Transmissão vertical É caracterizada por fraqueza, náuseas, vômito, desconforto abdominal, febre e icterícia É caracterizada por fraqueza, náuseas, vômito, desconforto abdominal, febre e icterícia Em alguns pacientes o vírus persiste no organismo por alguns anos Em alguns pacientes o vírus persiste no organismo por alguns anos

13 Vírus da Hepatite B

14

15 HPV Vírus que infecta células da pele e das mucosas genitais tais como vulva, vagina, colo de útero, e pênis Vírus que infecta células da pele e das mucosas genitais tais como vulva, vagina, colo de útero, e pênis Alguns subtipos de alto risco estão relacionados a tumores malignos Alguns subtipos de alto risco estão relacionados a tumores malignos São encontrados na maioria das verrugas genitais e papilomas laríngeos São encontrados na maioria das verrugas genitais e papilomas laríngeos Os vírus de alto risco estão associados a lesões pré-cancerígenas. Os vírus de alto risco estão associados a lesões pré-cancerígenas.

16

17 Viroses transmitidas pelo ar (perdigotos)

18 Resfriado comum Infecção simples do trato respiratório superior, durando de poucos dias a poucas semanas Infecção simples do trato respiratório superior, durando de poucos dias a poucas semanas Ocorre a destruição do revestimento interno das vias respiratórias Ocorre a destruição do revestimento interno das vias respiratórias Bactérias oportunistas produzem muco (catarro) purulento que pode ser expelido pelo nariz ou pela boca. Bactérias oportunistas produzem muco (catarro) purulento que pode ser expelido pelo nariz ou pela boca.

19

20 Influenza - Gripe A penetração do vírus no organismo ocorre através da mucosa do nariz ou da garganta. A penetração do vírus no organismo ocorre através da mucosa do nariz ou da garganta. Multiplica-se no canal nasal e faringe Multiplica-se no canal nasal e faringe Após a incubação ataca nariz, garganta seis nasais e brônquios Após a incubação ataca nariz, garganta seis nasais e brônquios A é elaborada a partir de vírus influenza cultivados em ovos de galinha A é elaborada a partir de vírus influenza cultivados em ovos de galinha

21

22 GRIPE CORONAVÍRUS

23 Os coronavirus infectam aves e mamíferos, incluindo o homem.Os coronavirus infectam aves e mamíferos, incluindo o homem. Os órgãos alvo mais frequentes são o trato respiratório, órgãos do trato gastrointestinal e tecidos neurológicos.Os órgãos alvo mais frequentes são o trato respiratório, órgãos do trato gastrointestinal e tecidos neurológicos. Os coronavírus apresentam restrição de hospedeiros, infectando em geral, seu hospedeiro natural e espécies relacionadas.Os coronavírus apresentam restrição de hospedeiros, infectando em geral, seu hospedeiro natural e espécies relacionadas. pode ocorrer infecção inter-espécies.pode ocorrer infecção inter-espécies.

24 Varicela - Catapora Multiplica-se no trato respiratório e linfonodos regionais, alcançando o sangue e o corpo inteiro Multiplica-se no trato respiratório e linfonodos regionais, alcançando o sangue e o corpo inteiro Aparecem pequenas pápulas avermelhadas com prurido intenso que evoluem rapidamente para pequenas vesículas. Aparecem pequenas pápulas avermelhadas com prurido intenso que evoluem rapidamente para pequenas vesículas. A vacina é recomendada após o primeiro ano de idade em dose única A vacina é recomendada após o primeiro ano de idade em dose única

25

26 Sarampo Multiplica-se no trato respiratório superior e na conjuntiva ocular Multiplica-se no trato respiratório superior e na conjuntiva ocular No sangue, ataca o trato intestinal e urinário, a pele e SNC No sangue, ataca o trato intestinal e urinário, a pele e SNC Observa-se febre muito alta, tosse intensa, coriza, conjuntivite e exantema máculo-papular (pele com placas ásperas avermelhadas). Observa-se febre muito alta, tosse intensa, coriza, conjuntivite e exantema máculo-papular (pele com placas ásperas avermelhadas).

27

28 Rubéola Os vírus passam do trato respiratório para sangue, pele, linfonodos e articulações Os vírus passam do trato respiratório para sangue, pele, linfonodos e articulações É muito grave quando acomete mulheres grávidas, pois pode causar mal-formações no feto É muito grave quando acomete mulheres grávidas, pois pode causar mal-formações no feto Vacinação é recomendada de rotina aos 15 meses de idade (vacina MMR) Vacinação é recomendada de rotina aos 15 meses de idade (vacina MMR)

29

30 Caxumba Multiplica-se no trato respiratório superior e atinge todo o corpo Multiplica-se no trato respiratório superior e atinge todo o corpo Ocorre inchaço da (s) parótida(s), atrás da mandíbula, aparece uma massa rígida, com consistência de borracha e contornos mal definidos. Ocorre inchaço da (s) parótida(s), atrás da mandíbula, aparece uma massa rígida, com consistência de borracha e contornos mal definidos. O doente apresenta dificuldade para abrir a boca, virar a cabeça e se alimentar ou mesmo conversar O doente apresenta dificuldade para abrir a boca, virar a cabeça e se alimentar ou mesmo conversar

31 Das complicações da caxumba a mais temida entre os homens é a Orquite (inflamação dos testículos). Das complicações da caxumba a mais temida entre os homens é a Orquite (inflamação dos testículos).

32 Viroses transmitidas por água e alimentos

33 Poliomielite Os vírus são eliminados nas fezes de pessoas contaminadas. Os vírus são eliminados nas fezes de pessoas contaminadas. Podem ocorrer no nariz e garganta e serem transmitidos por vias aéreas Podem ocorrer no nariz e garganta e serem transmitidos por vias aéreas Multiplica-se na mucosa intestinal ou faríngea Multiplica-se na mucosa intestinal ou faríngea Infecta o sistema nervoso, onde a sua multiplicação pode ocasionar a destruição de células (neurônios motores), o que resulta em paralisia flácida. Infecta o sistema nervoso, onde a sua multiplicação pode ocasionar a destruição de células (neurônios motores), o que resulta em paralisia flácida.

34 A poliomielite pode ser evitada através de vacinação e medidas de prevenção contra doenças transmitidas por contaminação fecal de água e alimentos. A poliomielite pode ser evitada através de vacinação e medidas de prevenção contra doenças transmitidas por contaminação fecal de água e alimentos.

35 Hepatite A Produz inflamação e necrose hepática. Produz inflamação e necrose hepática. Pode ocorrer também entre pessoas que utilizam piscinas com água mal tratada e compartilham toalhas e lençóis imperceptivelmente contaminados por fezes. Pode ocorrer também entre pessoas que utilizam piscinas com água mal tratada e compartilham toalhas e lençóis imperceptivelmente contaminados por fezes. A pele adquire coloração amarelada da mucosa e da pele e a icterícia A pele adquire coloração amarelada da mucosa e da pele e a icterícia

36 A urina fica escura, amarronzada, semelhante a chá forte ou coca-cola. A urina fica escura, amarronzada, semelhante a chá forte ou coca-cola.

37 Viroses transmitidas por artrópodes (vetores)

38 Febre amarela A transmissão da febre amarela ocorre pela picada da fêmea do Aëdes aegypti, que então pode iniciar a transmissão da febre amarela em área urbana. A transmissão da febre amarela ocorre pela picada da fêmea do Aëdes aegypti, que então pode iniciar a transmissão da febre amarela em área urbana. A fêmea do mosquito põe os ovos em qualquer coleção de água limpa A fêmea do mosquito põe os ovos em qualquer coleção de água limpa

39 O vírus afeta o fígado, o rim e outros órgãos internos O vírus afeta o fígado, o rim e outros órgãos internos O doente fica com ictirícia, pois ocorre o derramamento da bilirrubina em diversos tecidos do corpo. O doente fica com ictirícia, pois ocorre o derramamento da bilirrubina em diversos tecidos do corpo. Quando espalha-se pela corrente sanguínea, a pessoa fica com uma cor amarelada na pele e também nos olhos. Quando espalha-se pela corrente sanguínea, a pessoa fica com uma cor amarelada na pele e também nos olhos.

40 A vacina contra a febre amarela (17D) é elaborada com o vírus vivo atenuado, sendo produzida inclusive no Brasil (Rio de Janeiro). A vacina contra a febre amarela (17D) é elaborada com o vírus vivo atenuado, sendo produzida inclusive no Brasil (Rio de Janeiro).

41 Dengue Quem contamina é fêmea do Aedes aegypti. Quem contamina é fêmea do Aedes aegypti. O mosquito apenas transmite a doença, mas não sofre seus efeitos. O mosquito apenas transmite a doença, mas não sofre seus efeitos. O vírus se dissemina pelo sangue. O vírus se dissemina pelo sangue. Um dos locais preferidos do vírus para se instalar no corpo humano é o tecido que envolve os vasos sangüíneos. Um dos locais preferidos do vírus para se instalar no corpo humano é o tecido que envolve os vasos sangüíneos.

42 A multiplicação do vírus sobre o tecido que provoca a inflamação dos vasos. A multiplicação do vírus sobre o tecido que provoca a inflamação dos vasos. A circulação lenta prejudica a oxigenação e nutrição ideal dos órgãos. A circulação lenta prejudica a oxigenação e nutrição ideal dos órgãos.

43 Febre hemorrágica Em função da inflamação dos vasos (por causa da instalação dos vírus no tecido que os envolve), há um consumo exagerado de plaquetas. Em função da inflamação dos vasos (por causa da instalação dos vírus no tecido que os envolve), há um consumo exagerado de plaquetas. O organismo passa a apresentar uma forte tendência a ter hemorragias. O organismo passa a apresentar uma forte tendência a ter hemorragias.

44 Viroses adquiridas por lesões na pele

45 Raiva - Hidrofobia É uma doença transmitida para o homem através da mordida de um animal infectado ou pelo contato da saliva do animal contaminado com a pele lesada É uma doença transmitida para o homem através da mordida de um animal infectado ou pelo contato da saliva do animal contaminado com a pele lesada Ataca o sistema nervoso central causando espasmos musculares,ansiedade extrema, convulsões, impulso incontrolável de morder e bater nos outros Ataca o sistema nervoso central causando espasmos musculares,ansiedade extrema, convulsões, impulso incontrolável de morder e bater nos outros

46 O paciente tem dificuldade de engolir e o estímulo luminoso bem como a visão da água podem estimular espasmos musculares dolorosos na garganta e no peito, resultando em sufucamento e tremor. O paciente tem dificuldade de engolir e o estímulo luminoso bem como a visão da água podem estimular espasmos musculares dolorosos na garganta e no peito, resultando em sufucamento e tremor. A morte é devido ou deficiência cardíaca. A morte é devido ou deficiência cardíaca.

47


Carregar ppt "Bacteriófagos. Viroses Doenças causadas por vírus."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google