A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, 2000. Todos os direitos reservados. Físi ca Rodrigo Hjort Redescobrindo a Natureza.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, 2000. Todos os direitos reservados. Físi ca Rodrigo Hjort Redescobrindo a Natureza."— Transcrição da apresentação:

1 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. Físi ca Rodrigo Hjort Redescobrindo a Natureza matéria prima Coleção Volume Único

2 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 2 Cinemática Escalar I Definição: estudo do movimento sem se preocupar com suas causas Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Velocidade Média Equação Horária Vm: Velocidade Média (m/s) x: Variação do Espaço (m) t: Variação do Tempo (s) x: Posição Final (m) x 0 : Posição Inicial (m) v: Velocidade (m/s) t: Tempo (s)

3 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 3 Cinemática Escalar II Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Aceleração Média Equação da Velocidade a m : Aceleração Média (m/s 2 ) v: Variação da Velocidade (m/s) t: Variação do Tempo (s) v: Velocidade Final (m/s) v 0 : Velocidade Inicial (m/s) a: Aceleração (m/s 2 ) t: Tempo (s)

4 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 4 Cinemática Escalar III Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Equação Horária Equação de Torricelli x: Posição Final (m) x 0 : Posição Inicial (m) v 0 : Velocidade Inicial (m/s) t: Tempo (s) a: Aceleração (m/s 2 ) v: Velocidade Final (m/s) v 0 : Velocidade Inicial (m/s) a: Aceleração (m/s 2 ) x: Variação do Espaço (m)

5 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 5 Cinemática Escalar IV Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Gráficos do Movimento Retilíneo Uniforme t v A A = x (área = deslocamento) t x v = tg (progressivo) t x v = tg (progressivo) x0x0 t x v = tg tg (retrógrado) x0x0

6 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 6 Cinemática Escalar V Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Gráficos do Movimento Retilíneo Uniformemente Variado

7 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 7 Cinemática Vetorial VI Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Queda Livre V 0y V 0x V0V0 V VyVy VxVx g V0V0 V

8 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 8 Cinemática Vetorial VII Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Composição de Movimentos

9 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 9 Cinemática Vetorial VIII Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Lançamento Oblíquo x y V 0y V 0x V0V0 V VyVy VxVx V y = 0 V = V 0x hmhm

10 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 10 Cinemática Vetorial IX Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Lançamento Horizontal A (alcance) h v y = v 0 v h = v 0 v v = v 0

11 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 11 Cinemática Vetorial X Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Alcance Máximo

12 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 12 Cinemática Vetorial XI Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Movimento Circular Uniforme v anan R anan v x T: Período (Hz) f: Freqüência (Hz) v: Velocidade Tangencial (m/s) : Velocidade Angular (rad/s) a n : Aceleração Normal (m/s 2 ) x: Comprimento do Arco (m) : Ângulo (º) t: Tempo (s) R: Raio (m)

13 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 13 Cinemática Vetorial XII Movimento Retilíneo Uniforme Movimento Retilíneo Uniformemente Variado Gráficos do MRU Gráficos do MRUV Queda Livre Princípio de Galileu Movimento Parabólico Movimento Circular Uniforme Movimento Circular Uniformemente Variado Engrenagens e Polias A B A B B AA B

14 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 14 Mecânica Dinâmica I Definição: estudo da relação entre o movimento e suas causas Segunda Lei de Newton Força Centrípeta Trabalho Energia Potência Atrito Choque Mecânico Gravitação Universal Pêndulo Simples Segunda Lei de Newton Peso de um corpo F: Força (N) m: Massa (kg) a: Aceleração (m/s 2 ) P: Peso (N) m: Massa (kg) g: Gravidade (m/s 2 )

15 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 15 Mecânica Dinâmica II Segunda Lei de Newton Força Centrípeta Trabalho Energia Potência Atrito Choque Mecânico Gravitação Universal Pêndulo Simples Força Centrípeta F: Força (N) m: Massa (kg) a n : Aceleração Normal (m/s 2 ) v: Velocidade Escalar (m/s) : Velocidade Angular (rad/s) R: Raio (m)

16 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 16 Mecânica Dinâmica III Segunda Lei de Newton Força Centrípeta Trabalho Energia Potência Atrito Choque Mecânico Gravitação Universal Pêndulo Simples Plano Horizontal P T N A Movimento ou tendência de movimento Se T > A, então:

17 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 17 Mecânica Dinâmica IV Segunda Lei de Newton Força Centrípeta Trabalho Energia Potência Atrito Choque Mecânico Gravitação Universal Pêndulo Simples Plano Inclinado Se P sen > A, então: Movimento ou tendência de movimento P PxPx N A PyPy

18 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 18 Mecânica Dinâmica V Segunda Lei de Newton Força Centrípeta Trabalho Energia Potência Atrito Choque Mecânico Gravitação Universal Pêndulo Simples Movimento Vertical PMPM TT 2T mM PmPm M > m

19 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 19 Mecânica Estática I Definição: parte da mecânica que estuda o equilíbrio Força Resultante Momento Binário Teorema de Varignon Centro de Gravidade Leis de Newton Equilíbrio Força Resultante F1F1 F2F2 FRFR Resultante é a força única capaz de produzir o mesmo efeito que o sistema F1F1 F2F2 FRFR

20 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 20 Mecânica Estática II Força Resultante Momento Binário Teorema de Varignon Centro de Gravidade Leis de Newton Equilíbrio Equilíbrio de Ponto Material F1F1 F3F3 F2F2

21 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 21 Mecânica Estática III Força Resultante Momento Binário Teorema de Varignon Centro de Gravidade Leis de Newton Equilíbrio Equilíbrio de Corpo Rígido (Momento e Binário) F1F1 F3F3 F2F2

22 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 22 Hidrostática I Definição: estudo dos fluidos em equilíbrio Massa Específica Densidade Relativa Peso Específico Pressão Teorema de Stevin Vasos Comunicantes Teorema de Pascal Teorema de Arquimedes Peso Aparente Massa Específica ou Densidade Absoluta Densidade Relativa : Massa Específica (kg/m 3 ) m: Massa (kg) V: Volume (m 3 )

23 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 23 Hidrostática II Massa Específica Densidade Relativa Peso Específico Pressão Teorema de Stevin Vasos Comunicantes Teorema de Pascal Teorema de Arquimedes Peso Aparente Pressão p: Pressão (N/m 2 ) F: Força (N) A: Área (m 2 )

24 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 24 Hidrostática III Massa Específica Densidade Relativa Peso Específico Pressão Teorema de Stevin Vasos Comunicantes Teorema de Pascal Teorema de Arquimedes Peso Aparente Princípio de Arquimedes (Empuxo) E: Empuxo (N) f : Massa Específica do Fluido (kg/m 3 ) g: Gravidade (m/s 2 ) V f : Volume do Fluido Deslocado (m 3 ) Todo corpo imerso em um fluido (total ou parcialmente) sofre a ação de uma força vertical (empuxo), de baixo para cima e igual ao peso do fluido deslocado pelo corpo.

25 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 25 Hidrostática IV Massa Específica Densidade Relativa Peso Específico Pressão Teorema de Stevin Vasos Comunicantes Teorema de Pascal Teorema de Arquimedes Peso Aparente Princípio de Pascal (Prensa Hidráulica) E: Empuxo (N) f : Massa Específica do Fluido (kg/m 3 ) g: Gravidade (m/s 2 ) V f : Volume do Fluido Deslocado (m 3 ) O acréscimo de pressão em um ponto de um líquido em equilíbrio transmite-se integralmente a todos os pontos do líquido.

26 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 26 Hidrodinâmica I Definição: estudo do escoamento dos fluidos Vazão Tensão Superficial Capilaridade Viscosidade Manômetros Velocidade Média Equação Horária Vm: Velocidade Média x: Variação do Espaço t: Variação do Tempo x: Posição Final x 0 : Posição Inicial v: Velocidade t: Tempo

27 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 27 Termologia I Definição: parte da física que estuda o calor e a temperatura Termometria Calorimetria Mudança de Estado Físico Calor Latente Dilatação Térmica Termodinâmica Transmissão de Calor Velocidade Média Equação Horária Vm: Velocidade Média x: Variação do Espaço t: Variação do Tempo x: Posição Final x 0 : Posição Inicial v: Velocidade t: Tempo

28 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 28 Ótica I Definição: parte da física que estuda o calor e a temperatura Reflexão da Luz Espelhos Planos Espelhos Associados Espelhos Esféricos Equações de Gauss Velocidade Média Equação Horária Vm: Velocidade Média x: Variação do Espaço t: Variação do Tempo x: Posição Final x 0 : Posição Inicial v: Velocidade t: Tempo

29 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 29 Ondulatória I Definição: parte da física que estuda o calor e a temperatura Ondas Classificação Elementos da Onda Fenômenos Ondulatórios Velocidade Média Equação Horária Vm: Velocidade Média x: Variação do Espaço t: Variação do Tempo x: Posição Final x 0 : Posição Inicial v: Velocidade t: Tempo

30 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 30 Acústica I Definição: parte da física que estuda o calor e a temperatura Som Velocidade do Som Qualidades Fisiológicas do Som Fenômenos Sonoros Fontes Sonoras Velocidade Média Equação Horária Vm: Velocidade Média x: Variação do Espaço t: Variação do Tempo x: Posição Final x 0 : Posição Inicial v: Velocidade t: Tempo

31 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 31 Ótica Física I Som Velocidade do Som Qualidades Fisiológicas do Som Fenômenos Sonoros Fontes Sonoras Dispersão Vermelho Laranja Amarelo Verde Azul Anil Violeta PRISMA

32 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 32 Eletrodinâmica I Definição: parte da física que estuda o calor e a temperatura Corrente Elétrica Lei de Ohm Resistividade Potência Associação de Resistores Geradores Receptores Leis de Kirchoff Medidores Elétricos Velocidade Média Equação Horária Vm: Velocidade Média x: Variação do Espaço t: Variação do Tempo x: Posição Final x 0 : Posição Inicial v: Velocidade t: Tempo

33 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 33 Eletrostática I Definição: parte da física que estuda o calor e a temperatura Eletrização Lei de Coulomb Campo Elétrico Potencial Elétrico Trabalho Campo Elétrico Uniforme Equilíbrio Eletrostático Capacidade Capacitores Associação de Capacitores Velocidade Média Equação Horária Vm: Velocidade Média x: Variação do Espaço t: Variação do Tempo x: Posição Final x 0 : Posição Inicial v: Velocidade t: Tempo

34 matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, Todos os direitos reservados. 34 Eletromagnetismo I Definição: parte da física que estuda o calor e a temperatura Pólo Magnético Campo Magnético Magnetismo Terresrtre Campo Magnético da Corrente Lei de Faraday Velocidade Média


Carregar ppt "Matéria prima Copyright © Rodrigo Hjort, 2000. Todos os direitos reservados. Físi ca Rodrigo Hjort Redescobrindo a Natureza."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google