A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Janeiro - 2201Carinho - Adilson EGITO Parte 3ª Adilson José Magossi - Janeiro de 2001.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Janeiro - 2201Carinho - Adilson EGITO Parte 3ª Adilson José Magossi - Janeiro de 2001."— Transcrição da apresentação:

1 janeiro Carinho - Adilson EGITO Parte 3ª Adilson José Magossi - Janeiro de 2001

2 janeiro Carinho - Adilson Templo Menor em Abu Simbel, dedicado à Deusa Hathor O conceito estabelecido pelos arqueólogos com relação à vida cotidiana dos antigos egípcios baseia-se em artefatos encontrados nos sítios. Por exemplo,sabe-se muito da vida dos faraós, rainhas e da nobreza em geral devido à riqueza de informações deixadas nas paredes dos túmulos e outros monumentos. É exatamente por este motivo que não se sabe com precisão o tipo de vida que o egípcio comum levava. Durante décadas acreditou-se que as grandes pirâmides do planalto de Gizé foram erigidas por escravos, mas achados recentes revelam que os trabalhadores eram assalariados e, quando morriam, enterrados com alguns objetos, como acontecia com a classe nobre. Logo, descobertas podem mudar toda a noção que conservamos como correta.

3 janeiro Carinho - Adilson O julgamento e o Tribunal de Osíris Nas "Casas da Vida", eram ministrados os princípios da Vida, invocação e manipulação das forças da Natureza (elementais), além de princípios Sagrados dentro de sua medicina, alquimia (aspecto transmutador tanto físico quanto mental), arquitetura, engenharia, geografia, astronomia/ astrologia - que eram uma só ciência - (sim, a astrologia é uma das "ciências completas"..

4 janeiro Carinho - Adilson A abertura de consciência para compreender suas características sutilíssimas com respeito à direta influência de outras frequências vibracionais planetárias dentro de uma ordem galáctica e cosmogônica, depende do "Horizonte" de cada um. "Casa da Vida" quanto a "Casa da Morte", serviam à "Casa do Faraó".....

5 janeiro Carinho - Adilson Os mortos eram enterrados sempre na margem esquerda do Nilo (o lado onde RÁ, o Sol, se põe) para que, durante a noite, após o "coração" do "morto" registrar leveza maior que uma pluma na balança do "Tribunal de Osíris", sua alma cruzasse o Rio Sagrado na "Barca de RÁ" a fim de "encontrar-se com RÁ" além da margem direita, onde RÁ se levanta. Anubis..

6 janeiro Carinho - Adilson Consideravam que, assim como o coração é o Altar, o corpo é o Templo de "Bah" (a Alma). Portanto, devia ser preservado até a entrada do "morto" pelo terceiro portal do Amentis até a entrada em Amduat ("Reino dos Mortos" ou plano Astral). Era incumbência da "Casa da Morte", sob os auspícios de Anúbis, o embalsamamento a mumificação do corpo. Este processo durava cerca de setenta dias que, segundo a filosofia e religião egípcia, era o tempo médio necessário para que o indivíduo "despertasse" e se conscientizasse de sua nova condição no "Reino dos Mortos"..

7 janeiro Carinho - Adilson Esfinge

8 janeiro Carinho - Adilson Templo de Abu Simbel


Carregar ppt "Janeiro - 2201Carinho - Adilson EGITO Parte 3ª Adilson José Magossi - Janeiro de 2001."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google