A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Entrevistas e Outras Técnicas de Selecção Marta Silva 29 de Março de 2014.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Entrevistas e Outras Técnicas de Selecção Marta Silva 29 de Março de 2014."— Transcrição da apresentação:

1 Entrevistas e Outras Técnicas de Selecção Marta Silva 29 de Março de 2014

2 2 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014 Programa de Apresentação 1 Os Processos de Selecção As diferentes técnicas de selecção Aspectos a ter em conta nas diferentes fases de selecção 2 Simulação de Dinâmicas de Grupo e Entrevistas Role Plays

3 O Processo de Recrutamento e Selecção Pré-Selecção Leitura e Análise de CV Entrevista Telefónica Selecção Testes de Aptidões ou de Potencial Testes de conhecimentos específicos Exercícios de simulação Exercícios de Grupo Entrevista Biográfica / Curricular Entrevista de Competências Outras 3 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

4 O papel das Dinâmicas de Grupo Construída com base no perfil de competências. Simula situações reais, potenciando respostas genuínas mais reveladoras dos indicadores comportamentais presentes no perfil de competências. O timing de utilização durante o processo avaliativo e o seu impacto na utilização da informação gerada na dinâmica. 4 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

5 Dinâmica de Grupo Exemplo de Checklists Exercício Final Dinâmicas de Grupo 5 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

6 Exemplo de Check-List de Evidências Competência: Iniciativa Identifica os problemas existentes? Dá resposta aos problemas colocados? Propõe soluções alternativas? Introduz novas ideias? Identifica oportunidades? Vai mais além da informação dada no enunciado? 6 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

7 Comportamentos de Influência Quem são os que participam mais vs. participam menos? Encontra algumas mudanças na participação? Encontra alguma razão para que isto aconteça no grupo? Como são tratadas as pessoas mais caladas, pelos restantes membros do grupo? Qual o significado do silêncio? (Consentimento, Discordância, Desinteresse, Receio, etc...) Quem fala com quem? Encontra nas interacções do grupo alguma razão particular para isso? Quais os membros do grupo mais influentes? Isto é, quando falam os outros parecem ouvi-los. Há alguma mudança na influência? Quem mudou? Quem mantém a bola a girar? Porquê? Encontra nas interacções do grupo alguma razão para isso? Há alguma rivalidade no grupo? Há lutas pela liderança? 7 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

8 Comportamentos Desejáveis Aguardar a vez para verbalizar as suas opiniões/ideias; Apresentar capacidade de escuta activa, disponibilizando-se para ouvir os pontos de vista dos outros; Apresentar capacidade de negociação de posições, regulando a assertividade com a capacidade de abdicar das suas ideias em relação às posições assumidas pelos outros; Revelar capacidade de trabalho em equipa/grupo; Manter a calma mesmo quando o clima de grupo é de excitação ou de descontrolo; Mostrar empenho e envolvimento nas tarefas propostas; Aceitar as próprias limitações e exibir sentido de crítica e de autocrítica. 8 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

9 Comportamentos Indesejáveis Mostrar indiferença e pouca disponibilidade para o processo avaliativo e para o grupo; Revelar inflexibilidade relativamente às opiniões dos demais, denotando fraca capacidade de escuta; Tomar atitudes defensivas em relação aos demais; Revelar reactividade e mágoa perante as criticas/observações que lhes fazem; Desprezar as opiniões dos outros mostrando pouca disponibilidade para ouvir o outro; Pretender manipular e/ou monopolizar o grupo; Agir com agressividade; Interromper constantemente; Não intervir. 9 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

10 A Entrevista Objectivos 1. Can you do the job?- Competências 2. Will you love the job?- Motivação 3. Can we tolerate working with you?- Fit 10 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

11 Aspectos a ter em conta na fase de Entrevista Início e Abertura Pontualidade e justificação de atrasos (se ocorrerem); Apresentação cuidada e profissional; Capacidade de escuta activa; Registar contacto do entrevistador (poderá haver necessidade de o contactar ao longo do processo). 11 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

12 Aspectos a ter em conta na fase de Entrevista Desenvolvimento Discurso claro e estruturado; Esclarecer e pormenorizar toda a informação curricular articulando com pré-requisitos da função; Fundamentar motivação/interesse na oportunidade; Focar os seus pontos fortes e áreas de melhoria; Não tentem ser perfeitos; Comunicação não verbal (estabelecer contacto visual, cuidar a imagem que transmite ao interlocutor, detectar feedback não verbal). 12 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

13 Aspectos a ter em conta na fase de Entrevista Fecho e Despedida Colocar dúvidas acerca do processo de selecção ( próximas etapas, timings envolvidos ). Clarificar aspectos da própria função e da empresa a que se candidata. Despedida cordial. 13 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

14 Simulação de entrevistas Exercício Final Simulação de Entrevistas 14 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

15 O candidato 15 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2014

16 Provas online login:IST Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2011

17 17 Ray Human Capital | IST - Instituto Superior Técnico | 2011 LISBOA Av. Praia da Vitória, 48 – 5º Dt Lisboa Portugal Tel: +(351) Fax: +(351) © 2013 RAY Human Capital All rights reserved. OBRIGADO


Carregar ppt "Entrevistas e Outras Técnicas de Selecção Marta Silva 29 de Março de 2014."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google