A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Matéria: –Escoamentos não-estacionários: exemplo Introdução ao escoamento não-estacionário.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Matéria: –Escoamentos não-estacionários: exemplo Introdução ao escoamento não-estacionário."— Transcrição da apresentação:

1 2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Matéria: –Escoamentos não-estacionários: exemplo Introdução ao escoamento não-estacionário em condutas

2 2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Tanque com superfície livre de altura h (constante) esvazia através de tubagem de diâmetro d, comprimento l e comprimento equivalente (l/d) eq. Qual o caudal em regime permanente? Quanto tempo demora a tingir 99% desse caudal desde abertura da válvula (t=0)? Escoamentos não-estacionários: Exemplo A q h z válvula R: a) Equação da continuidade:

3 2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Tanque com superfície livre de altura h (constante) esvazia através de tubagem de diâmetro d, comprimento l e comprimento equivalente (l/d) eq. Qual o caudal em regime permanente? Escoamentos não-estacionários: Exemplo A QsQs h z válvula Eq. Bernoulli generalizada (regime permanente)

4 2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Quanto tempo demora a tingir 99% desse caudal desde abertura da válvula (t=0)? Escoamentos não-estacionários: Exemplo A QsQs h z válvula R: b) Eq. Bernoulli generalizada

5 2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Quanto tempo demora a tingir 99% desse caudal desde abertura da válvula (t=0)? Escoamentos não-estacionários: Exemplo A QsQs h z válvula Eq. Bernoulli generalizada

6 2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Quanto tempo demora a tingir 99% desse caudal desde abertura da válvula (t=0)? Escoamentos não-estacionários: Exemplo A QsQs h z válvula Continuação: Para V=0,99V est : 5,2933

7 2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Caso concreto: l=100m; d=10cm; =1mm; z 1 -z 3 =20m; (l/d) eq =1200 Escoamentos não-estacionários: Exemplo A QsQs h z válvula ªaproximação: escoamento completamente turbulento: f=0,038 Re=2,9 x 10 5 confirma escoamento completamente turbulento

8 2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Matéria: –Escoamentos não-estacionários: exemplo Introdução ao escoamento não-estacionário em condutas u Bibliografia: –Secção 13.4, Cap. 13, Fluid Mechanics with Engineering Applications, Robert L. Daugherty, Joseph B. Franzini, E. John Finnemore, 8ª Edição, Int. Student Ed., ISBN , 1985.


Carregar ppt "2004Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST u Matéria: –Escoamentos não-estacionários: exemplo Introdução ao escoamento não-estacionário."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google