A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Oração do Terço. Doutrina Cristã Bastará crer para nos salvarmos? Não basta crer para nos salvarmos, pois Jesus Cristo diz-nos: «Se queres salvar-te guarda.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Oração do Terço. Doutrina Cristã Bastará crer para nos salvarmos? Não basta crer para nos salvarmos, pois Jesus Cristo diz-nos: «Se queres salvar-te guarda."— Transcrição da apresentação:

1 Oração do Terço

2 Doutrina Cristã Bastará crer para nos salvarmos? Não basta crer para nos salvarmos, pois Jesus Cristo diz-nos: «Se queres salvar-te guarda todos os meus Mandamentos».

3 Ano C- XXI Domingo do Tempo Comum

4 Eu sou o caminho a verdade e a vida Guardo no meu coração Tua palavra Para não te ofender.

5 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Ámen! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a Comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Irmãos, para celebrar dignamente os Santos Mistérios reconheçamos que somos pecadores (momento de silêncio)

6 Confessemos os nossos pecados: Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, actos e omissões, (batendo no peito) por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Ámen!

7 Senhor, tende piedade Senhor, tende piedade de nós. Cristo, tende piedade Cristo, tende piedade de nós.

8 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória.

9 Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo;

10 só Vós, o Senhor; só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Ámen

11 ORAÇÃO COLECTA Senhor Deus, que unis os corações dos fiéis num único desejo, fazei que o vosso povo ame o que mandais e espere o que prometeis, para que, no meio da instabilidade deste mundo, fixemos os nossos corações onde se encontram as verdadeiras alegrias. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amem.

12 Is 66, «De todas as nações hão-de reconduzir os vossos irmãos»

13 LEITURA I Is 66, Leitura do Livro de Isaías Eis o que diz o Senhor: «Eu virei reunir todas as nações e todas as línguas, para que venham contemplar a minha glória. Eu lhes darei um sinal e de entre eles enviarei sobreviventes às nações: a Társis, a Fut, a Lud, a Mosoc, a Rós, a Tubal e a Javã, às ilhas remotas que não ouviram falar de Mim nem contemplaram ainda a minha glória,

14 LEITURA I Is 66, para que anunciem a minha glória entre as nações. De todas as nações, como oferenda ao Senhor, eles hão-de reconduzir todos os vossos irmãos, em cavalos, em carros, em liteiras, em mulas e em dromedários, até ao meu santo monte, em Jerusalém – diz o Senhor – como os filhos de Israel trazem a sua oblação em vaso puro ao templo do Senhor.

15 LEITURA I Is 66, Também escolherei alguns deles para sacerdotes e levitas». Palavra do Senhor. Graças a Deus

16

17 Ide por todo o mundo, Salmo 116 (117), 1.2 (R. Mc 16, 15) Ide por todo o mundo, anunciai a boa nova. Louvai o Senhor, todas as nações, aclamai-O, todos os povos. Refrão

18 Ide por todo o mundo, Salmo 116 (117), 1.2 (R. Mc 16, 15) Ide por todo o mundo, anunciai a boa nova. É firme a sua misericórdia para connosco, a fidelidade do Senhor permanece para sempre. Refrão

19 Hebr 12, «O Senhor corrige aquele que ama»

20 LEITURA II Hebr 12, Leitura da Epístola aos Hebreus Irmãos: Já esquecestes a exortação que vos é dirigida, como a filhos que sois: «Meu filho, não desprezes a correcção do Senhor, nem desanimes quando Ele te repreende; porque o Senhor corrige aquele que ama e castiga aquele que reconhece como filho». É para vossa correcção que sofreis. Deus trata-vos como filhos.

21 LEITURA II Hebr 12, Qual é o filho a quem o pai não corrige? Nenhuma correcção, quando se recebe, é considerada como motivo de alegria, mas de tristeza. Mais tarde, porém, dá àqueles que assim foram exercitados um fruto de paz e de justiça. Por isso, levantai as vossas mãos fatigadas e os vossos joelhos vacilantes e dirigi os vossos passos por caminhos direitos,

22 LEITURA II Hebr 12, para que o coxo não se extravie, mas antes seja curado. Palavra do Senhor. Graças a Deus

23 Aclamação Glória, Aleluia, Aleluia, Glória Eu sou o caminho, a verdade e a vida, diz o Senhor: ninguém vai ao Pai senão por Mim. Glória, Aleluia, Aleluia, Glória

24 Jo 1, «Esforçai-vos por entrar pela porta estreita»

25 EVANGELHO Lc 13, O Senhor esteja convosco, Ele está no meio de Nós. Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Lucas Gloria a Vós, Senhor!

26 EVANGELHO Lc 13, Naquele tempo, Jesus dirigia-Se para Jerusalém e ensinava nas cidades e aldeias por onde passava. Alguém Lhe perguntou: «Senhor, são poucos os que se salvam?». Ele respondeu: «Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, porque Eu vos digo que muitos tentarão entrar sem o conseguir. Uma vez que o dono da casa se levante e feche a porta, vós ficareis fora e batereis à porta, dizendo: Abre-nos, senhor; mas ele responder-vos-á: Não sei donde sois. Então começareis a dizer: Comemos e bebemos contigo e tu ensinaste nas nossas praças. Mas ele responderá: Repito que não sei donde sois. Afastai-vos de mim, todos os que praticais a iniquidade. Aí haverá choro e ranger de dentes, quando virdes no reino de Deus Abraão, Isaac e Jacob e todos os Profetas, e vós a serdes postos fora. Hão- de vir do Oriente e do Ocidente, do Norte e do Sul, e sentar-se-ão à mesa no reino de Deus. Há últimos que serão dos primeiros e primeiros que serão dos últimos». Palavra da salvação.

27 EVANGELHO Lc 13, senhor; mas ele responder-vos-á: Não sei donde sois. Então começareis a dizer: Comemos e bebemos contigo e tu ensinaste nas nossas praças. Mas ele responderá: Repito que não sei donde sois. Afastai-vos de mim, todos os que praticais a iniquidade. Aí haverá choro e ranger de dentes, quando virdes no reino de Deus Abraão, Isaac e Jacob e todos os Profetas, e vós a serdes postos fora. Hão- de vir do Oriente e do Ocidente, do Norte e do Sul, e sentar-se-ão à mesa no reino de Deus. Há últimos que serão dos primeiros e primeiros que serão dos últimos». Palavra da salvação.

28 EVANGELHO Lc 13, Hão-de vir do Oriente e do Ocidente, do Norte e do Sul, e sentar-se-ão à mesa no reino de Deus. Há últimos que serão dos primeiros e primeiros que serão dos últimos». Palavra da salvação. Gloria a Vós Senhor.

29

30 São Lucas, no seu evangelho, apresenta Jesus como mais compreensivo, amigo dos pobres, dos desesperados. Mas no trecho de hoje Ele aparece com ameaças e condenações. Jesus, na parábola de banquete, mostra um rei que manda os servos convidar os inválidos, coxos e cegos para encher a sala. Ao contrário, no trecho de hoje o dono da casa fecha a porta e muitos ficam fora por causa de atraso. Jesus não responde directamente à pergunta: Senhor, são poucos os que se salvam?Alguns rabinos ensinavam que todo o povo de Israel tomaria parte no banquete do reino porque era um povo eleito de Deus e cumprem-se as regras. Alguns rabinos não concordavam com isso. Jesus não queria criar falsas seguranças, nem provocar desencorajamento. Ele proclamou que a salvação eterna não é monopólio dos Judeus, mas sim o resultado da luta constante para atingi-la. Compara com a porta pequena. Antigamente as cidades tinham muralhas altas e as portas grandes. Estas portas eram fechadas à noite para segurança. Tinham também portas pequenas, pelas quais os cidadãos podiam entrar desde que autorizados pelos guardas. Jesus refere- se a estas portas pequenas. Ser rejeitado é uma situação difícil, triste e dur(o)a. Ter fé em Jesus e fazer parte da Igreja pelo baptismo não garante a salvação.Quem será rejeitado? Eles choraram: Comemos e bebemos contigo e Tu ensinaste nas nossas praças. Cuidado! Os cristãos comem o pão e bebem do cálice e ouvem as palavras. Há dois caminhos: um deles dá à vida e outro conduz à morte. Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz cada dia e siga-me disse Jesus (Lc9:23) Isto significa uma constante negação do ego, a recusa dos prazeres e da perseguição de interesses pecaminosos. São Paulo fala nestes pecados na carta aos Gálatas. (5/19-21). As obras da carne são manifestas, a saber: prostituição, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçarias, ódios, discórdias, ciúmes, iras, rixas, dissensões, divisões, invejas, bebedeiras, orgias, e outras como estas. Ele enumera então as boas acções que conduzem pela estrada estreita e pela porta estreita. Estes são os actos de Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, mansidão, continência (Gal.5:22-23) Entrar pela porta pequena obriga a envolver-se seja com pobres, pacificadores, perseguidos, etc., a ser o sal e a luz do mundo e a seguir Jesus radicalmente.

31 Jesus não responde diretamente à pergunta: Senhor, são poucos os que se salvam? Alguns rabinos ensinavam que todo o povo de Israel tomaria parte no banquete do reino porque era um povo eleito de Deus e cumprem-se as regras. Alguns rabinos não concordavam com isso. Jesus não queria criar falsas seguranças, nem provocar desencorajamento. Ele proclamou que a salvação eterna não é monopólio dos Judeus, mas sim o resultado da luta constante para atingi-la. Compara com a porta pequena. Antigamente as cidades tinham muralhas altas e as portas grandes. Estas portas eram fechadas à noite para segurança. Tinham também portas pequenas, pelas quais os cidadãos podiam entrar desde que autorizados pelos guardas. Jesus refere- se a estas portas pequenas. Ser rejeitado é uma situação difícil, triste e dur(o)a. Ter fé em Jesus e fazer parte da Igreja pelo baptismo não garante a salvação.Quem será rejeitado? Eles choraram: Comemos e bebemos contigo e Tu ensinaste nas nossas praças. Cuidado! Os cristãos comem o pão e bebem do cálice e ouvem as palavras. Há dois caminhos: um deles dá à vida e outro conduz à morte. Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz cada dia e siga-me disse Jesus (Lc9:23) Isto significa uma constante negação do ego, a recusa dos prazeres e da perseguição de interesses pecaminosos. São Paulo fala nestes pecados na carta aos Gálatas. (5/19-21). As obras da carne são manifestas, a saber: prostituição, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçarias, ódios, discórdias, ciúmes, iras, rixas, dissensões, divisões, invejas, bebedeiras, orgias, e outras como estas. Ele enumera então as boas acções que conduzem pela estrada estreita e pela porta estreita. Estes são os actos de Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, mansidão, continência (Gal.5:22-23) Entrar pela porta pequena obriga a envolver-se seja com pobres, pacificadores, perseguidos, etc., a ser o sal e a luz do mundo e a seguir Jesus radicalmente.

32 Judeus, mas sim o resultado da luta constante para atingi-la. Compara com a porta pequena. Antigamente as cidades tinham muralhas altas e as portas grandes. Estas portas eram fechadas à noite para segurança. Tinham também portas pequenas, pelas quais os cidadãos podiam entrar desde que autorizados pelos guardas. Jesus refere- se a estas portas pequenas. Ser rejeitado é uma situação difícil, triste e dur(o)a. Ter fé em Jesus e fazer parte da Igreja pelo baptismo não garante a salvação.Quem será rejeitado? Eles choraram: Comemos e bebemos contigo e Tu ensinaste nas nossas praças. Cuidado! Os cristãos comem o pão e bebem do cálice e ouvem as palavras. Há dois caminhos: um deles dá à vida e outro conduz à morte. Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz cada dia e siga-me disse Jesus (Lc9:23) Isto significa uma constante negação do ego, a recusa dos prazeres e da perseguição de interesses pecaminosos. São Paulo fala nestes pecados na carta aos Gálatas. (5/19-21). As obras da carne são manifestas, a saber: prostituição, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçarias, ódios, discórdias, ciúmes, iras, rixas, dissensões, divisões, invejas, bebedeiras, orgias, e outras como estas. Ele enumera então as boas acções que conduzem pela estrada estreita e pela porta estreita. Estes são os actos de Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, mansidão, continência (Gal.5:22-23) Entrar pela porta pequena obriga a envolver-se seja com pobres, pacificadores, perseguidos, etc., a ser o sal e a luz do mundo e a seguir Jesus radicalmente.

33 dur(o)a. Ter fé em Jesus e fazer parte da Igreja pelo baptismo não garante a salvação. Quem será rejeitado? Eles choraram: Comemos e bebemos contigo e Tu ensinaste nas nossas praças. Cuidado! Os cristãos comem o pão e bebem do cálice e ouvem as palavras. Há dois caminhos: um deles dá à vida e outro conduz à morte. Se alguém quiser vir após mim, renuncie a si mesmo, tome a sua cruz cada dia e siga-me disse Jesus (Lc9:23) Isto significa uma constante negação do ego, a recusa dos prazeres e da perseguição de interesses pecaminosos. São Paulo fala nestes pecados na carta aos Gálatas. (5/19-21). As obras da carne são manifestas, a saber: prostituição, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçarias, ódios, discórdias, ciúmes, iras, rixas, dissensões, divisões, invejas, bebedeiras, orgias, e outras como estas. Ele enumera então as boas acções que conduzem pela estrada estreita e pela porta estreita. Estes são os actos de Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, mansidão, continência (Gal.5:22-23) Entrar pela porta pequena obriga a envolver-se seja com pobres, pacificadores, perseguidos, etc., a ser o sal e a luz do mundo e a seguir Jesus radicalmente.

34 Jesus (Lc9:23) Isto significa uma constante negação do ego, a recusa dos prazeres e da perseguição de interesses pecaminosos. São Paulo fala nestes pecados na carta aos Gálatas. (5/19-21). As obras da carne são manifestas, a saber: prostituição, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçarias, ódios, discórdias, ciúmes, iras, rixas, dissensões, divisões, invejas, bebedeiras, orgias, e outras como estas. Ele enumera então as boas acções que conduzem pela estrada estreita e pela porta estreita. Estes são os actos de Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, mansidão, continência (Gal.5:22-23) Entrar pela porta pequena obriga a envolver-se seja com pobres, pacificadores, perseguidos, etc., a ser o sal e a luz do mundo e a seguir Jesus radicalmente.

35 Ele enumera então as boas acções que conduzem pela estrada estreita e pela porta estreita. Estes são os actos de Espírito Santo: amor, alegria, paz, paciência, afabilidade, bondade, fidelidade, mansidão, continência (Gal.5:22-23) Entrar pela porta pequena obriga a envolver-se seja com pobres, pacificadores, perseguidos, etc., a ser o sal e a luz do mundo e a seguir Jesus radicalmente. Assim Seja.

36 «Serei eu capaz de caminhar pela porta mais estreita?»

37

38 Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra De todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos céus (Faz-se inclinação)

39 E encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. De novo há-de vir em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim.

40 Creio no Espírito Santo. Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas. Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo Para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e vida do mundo que há-de vir. Ámen.

41

42 Irmãos e irmãs: Oremos por nós e por todos os homens, pedindo ao Pai, que aqui nos reuniu, a graça de escutarmos as palavras de Jesus, e digamos, humildemente: Atendei, Senhor, a nossa prece. Pela igreja santa que vive na nossa Diocese, para que nos chame a contemplar a glória de Deus e esteja atente aos sinais de vocação entre os mais jovens, oremos irmãos Atendei, Senhor, a nossa prece.

43 Pelos responsáveis dos estados e dos governos, para que Deus lhes conceda o feliz exercício dos seus mandatos e a força de assegurem aos cidadãos o pão do corpo e do espirito, oremos irmãos Atendei, Senhor, a nossa prece. Pelos fiéis de todas as confissões cristãs, para que vivam a verdade de fé em suas obras e não se fechem nas suas tradições, oremos irmãos Atendei, Senhor, a nossa prece.

44 Por aqueles que, nos quatro cantos da terra, são considerados os últimos de todos, para que sejam os primeiros a sentar-se à mesa no reino dos Céus, oremos irmãos Atendei, Senhor, a nossa prece. Por nós aqui presentes, a quem Deus trata como filhos, e pelos ausentes que estão em maior dor ou aflição, para que todos respondamos ao apelo da palavra de Jesus, oremos irmãos Atendei, Senhor, a nossa prece.

45 Senhor, nosso Deus e nosso Pai, escutai a oração do vosso povo, para que os nossos corações possam tornar-se sinal dAquele que, na cruz, abriu a seus irmãos o caminho da Vida. Ele que é Deus convosco na unidade do Espirito santo. Ámen.

46

47 Eu venho do Sul e do Norte, do Oeste e do Leste, de todo o lugar. Estradas da vida eu percorro, levando socorro a quem precisar. Assunto de paz é o meu forte, eu cruzo montanhas, mas vou aprender. O mundo não me satisfaz: o que eu quero é paz, o que eu quero é viver. No peito eu levo uma cruz, no meu coração, o que disse Jesus.

48 Orai, Irmãos para que o meu e vosso sacrifício seja aceite por Deus Pai todo-poderoso. Todos: receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para honra e glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja

49 (Todos de pé) ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Senhor, que pelo único sacrifício da cruz, formastes para Vós um povo de adoção filial, concedei à vossa Igreja o dom da unidade e da paz. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amen.

50 V. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. V. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus. R. É nosso dever, é nossa salvação.

51 Senhor, Pai santo, Deus eterno e omnipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação dar-Vos graças, sempre e em toda a parte, por Cristo nosso Senhor. Pelo seu mistério pascal, Ele realizou a obra admirável de nos chamar do pecado e da morte, à glória de geração escolhida, sacerdócio real, nação santa, povo resgatado, a fim de que,

52 libertos do poder das trevas para a claridade da vossa luz, anunciemos por toda a parte as vossas maravilhas. Por isso, com os Anjos e os Arcanjos e todos os coros celestes, proclamamos a vossa glória, cantando numa só voz.

53

54 Santo, Santo, É o Senhor O Céu e a Terra proclamam vossa Glória Ó Hossana, Ó Hossana, Ó Hossana nas Alturas Bendito o que vem em nome do senhor, Ó Hossana, Ó Hossana, Ó Hossana nas Alturas

55 Sac. Vós, Senhor, sois verdadeiramente santo, sois a fonte de toda a santidade. Reunidos na vossa presença, em comunhão com toda a igreja, ao celebrarmos o dia santíssimo em que o Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho Unigénito, colocou à direita da vossa glória a nossa frágil natureza humana unida á sua divindade, humildemente vos suplicamos: Santificai estes dons, derramando sobre eles o Vosso Espírito, de modo a que se convertam para nós, no Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

56 (Todos ajoelham) Na hora em que Ele se entregava, para voluntariamente sofrer a morte, tomou o pão e, dando graças, partiu-o e deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós.

57 De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados. Fazei isto em memória de mim.

58 Mistério da Fé! Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

59 Sac. Celebrando agora, Senhor, o memorial da morte e ressurreição de vosso Filho nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação e Vos damos graças porque nos admitistes à vossa presença para Vos servir nestes santos mistérios. Humildemente Vos suplicamos que, participando no Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos, pelo Espírito Santo, num só corpo.

60 Lembrai-Vos, Senhor, da vossa Igreja, dispersa por toda a terra, e tornai-a perfeita na caridade em comunhão com o Papa Francisco, e o nosso Patriarca D. Manuel Clemente, os bispos auxiliares e todos aqueles que estão ao serviço do vosso povo. Lembrai-Vos também dos nossos irmãos que adormeceram na esperança da ressurreição, e de todos aqueles que na vossa misericórdia partiram deste mundo:

61 admiti-os na luz da vossa presença. Tende misericórdia de nós, Senhor, e dai- nos a graça de participar na vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, São José seu esposo, os bem-aventurados Apóstolos e todos os Santos que desde o princípio do mundo viveram na vossa amizade, para cantarmos os vossos louvores, por Jesus Cristo, vosso Filho.

62 Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre… Ámen.

63

64 Pai Nosso, que estais nos céus, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

65 Sac. Livrai-nos de todo o mal, Senhor, e dai ao mundo a paz em nossos dias, para que, ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e de toda a perturbação, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo nosso Salvador. Vosso é o reino e o poder e a glória para sempre.

66 Sac. Senhor Jesus Cristo, que dissestes aos vossos Apóstolos. Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz: não olheis aos nossos pecados mas à Fé da vossa Igreja e dai-lhe a união e a paz, segundo a Vossa vontade. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo. Amem. A paz do Senhor esteja sempre convosco. O amor de Cristo nos uniu. Sac. Saudai-vos na paz de Cristo.

67

68 CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. DAI-NOS A PAZ,

69 Sac. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo. Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo

70

71 Como o Pai me amou, Eu vos tenho amado. Permanecei no meu amor; permanecei no meu amor. Se fizerem o que vos mando e se amarem de verdade, fruto dareis em abundância, meu amor manifestar-se-á.

72 Como o Pai me amou, Eu vos tenho amado. Permanecei no meu amor; permanecei no meu amor. Não verão amor tão grande como aquele que vos dei. Por vós darei a minha vida. Amai-vos como Eu vos amei.

73

74 Jesus, ó meu Jesus viemos rezar Viemos ao teu encontro louvar. Viemos ao teu encontro pra te cantar E Juntos como irmãos festejar

75 ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO Realizai plenamente em nós, Senhor, a acção redentora da vossa misericórdia e fazei-nos tão generosos e fortes que possamos agradar-Vos em toda a nossa vida. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

76

77 Sac. O Senhor esteja convosco. Ele está no meio de nós. Sac. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Ámen. Sac. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

78 Povo teu somos Ó Senhor Pois Tu nos libertaste Pela palavra e pelo amor Com que nos resgataste.

79

80 Ficha técnica : Eucaristia Celebrada por : Fr. Jacob Puthiyaparampil Animada por : Grupo Coral Dominical Realização : A. Alberto Sousa Projeção : Luís Dias Imagens recolhidas : Via Google Projeção disponível : www. mcccastanheira. blogspot. pt www. mcccastanheira


Carregar ppt "Oração do Terço. Doutrina Cristã Bastará crer para nos salvarmos? Não basta crer para nos salvarmos, pois Jesus Cristo diz-nos: «Se queres salvar-te guarda."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google