A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Oração do Terço. Apresentação do Senhor Ano A Cântico de entrada.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Oração do Terço. Apresentação do Senhor Ano A Cântico de entrada."— Transcrição da apresentação:

1 Oração do Terço

2 Apresentação do Senhor Ano A

3 Cântico de entrada

4 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Amén! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a Comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Caríssimos irmãos: Celebrámos com muita alegria, há quarenta dias, a solenidade do Natal do Senhor.

5 Exteriormente cumpria as prescrições da lei, mas na realidade vinha ao encontro do seu povo fiel. Aqueles dois santos velhos, Simeão e Ana, tinham vindo ao templo sob a inspiração do Espírito Santo; iluminados pelo Espirito Santo, reconheceram o Senhor e anunciavam-no a todos com entusiasmo. Também nós, aqui reunidos pelo Espirito Santo, caminhemos para a casa do Senhor ao encontro de Cristo. Aí O encontramos e O reconheceremos na fração do pão, enquanto aguardamos a sua vinda gloriosa.

6 Bênção das Velas

7 Oremos. Senhor nosso Deus, fonte e origem de toda a luz, que neste dia mostrastes ao santo velho Simeão a luz que veio para se revelar às nações, humildemente Vos suplicamos: santificai com a vossa bênção estas velas e ouvi a oração do vosso povo que se reuniu para as levar solenemente em honra do vosso nome, de modo que, seguindo sempre o caminho da virtude, chegue um dia á luz que jamais se extingue. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. (Asperge as velas com água benta)

8 Gloria a Deus

9 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória.

10 Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo;

11 só Vós, o Senhor; só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Amén

12 ORAÇÃO COLECTA Deus eterno e omnipotente, humildemente Vos suplicamos que, assim como o vosso Filho Unigénito foi neste dia apresentado no templo, revestido da natureza humana, assim também, de alma purificada, nos apresentemos diante de Vós. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amén.

13 Mal 3, 1-4 «Entrará no seu templo o Senhor a quem buscais»

14 LEITURA I Mal 3, 1-4 Leitura da Profecia de Malaquias Assim fala o Senhor Deus: «Vou enviar o meu mensageiro, para preparar o caminho diante de Mim. Imediatamente entrará no seu templo o Senhor a quem buscais, o Anjo da Aliança por quem suspirais. Ele aí vem – diz o Senhor do Universo –.

15 LEITURA I Mal 3, 1-4 Mas quem poderá suportar o dia da sua vinda, quem resistirá quando Ele aparecer? Ele é como o fogo do fundidor e como a lixívia dos lavandeiros. Sentar-Se-á para fundir e purificar: purificará os filhos de Levi, como se purifica o ouro e a prata, e eles serão para o Senhor os que apresentam a oblação segundo a justiça.

16 LEITURA I Mal 3, 1-4 Então a oblação de Judá e de Jerusalém será agradável ao Senhor, como nos dias antigos, como nos anos de outrora. Palavra do Senhor Graças a Deus

17

18 Salmo 23 (24), (R. 10b)Refrão: O Senhor do Universo é o Rei da glória.

19 Hebr 2, «Devia tornar-Se semelhante em tudo aos seus irmãos»

20 LEITURA II Hebr 2, Leitura da Epístola aos Hebreus Uma vez que os filhos dos homens têm o mesmo sangue e a mesma carne, também Jesus participou igualmente da mesma natureza, para destruir, pela sua morte, aquele que tinha poder sobre a morte, isto é, o diabo, e libertar aqueles que estavam a vida inteira sujeitos à servidão, pelo temor da morte.

21 LEITURA II Hebr 2, Porque Ele não veio em auxílio dos Anjos, mas dos descendentes de Abraão. Por isso devia tornar-Se semelhante em tudo aos seus irmãos, para ser um sumo sacerdote misericordioso e fiel no serviço de Deus, e assim expiar os pecados do povo.

22 LEITURA II Hebr 2, De facto, porque Ele próprio foi provado pelo sofrimento, pode socorrer aqueles que sofrem provação. Palavra do Senhor. Graças a Deus

23 AclamaçãoALELUIA Luz para se revelar às nações e glória de Israel, vosso povo.

24 Lc 2, «Os meus olhos viram a vossa salvação»

25 EVANGELHO Lc 2, O Senhor esteja convosco, Ele está no meio de Nós. Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Lucas Gloria a Vós, Senhor!

26 EVANGELHO Lc 2, Ao chegarem os dias da purificação, segundo a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, para O apresentarem ao Senhor, como está escrito na Lei do Senhor: «Todo o filho primogénito varão será consagrado ao Senhor», e para oferecerem em sacrifício um par de rolas ou duas pombinhas, como se diz na Lei do Senhor.

27 EVANGELHO Lc 2, Vivia em Jerusalém um homem chamado Simeão, homem justo e piedoso, que esperava a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava nele. O Espírito Santo revelara-lhe que não morreria antes de ver o Messias do Senhor; e veio ao templo, movido pelo Espírito. Quando os pais de Jesus trouxeram o Menino para cumprirem as prescrições da

28 EVANGELHO Lc 2, Lei no que lhes dizia respeito, Simeão recebeu-O em seus braços e bendisse a Deus, exclamando: «Agora, Senhor, segundo a vossa palavra, deixareis ir em paz o vosso servo, porque os meus olhos viram a vossa salvação, que pusestes ao alcance de todos os povos: luz para se revelar às nações e glória de Israel, vosso povo».

29 EVANGELHO Lc 2, O pai e a mãe do Menino Jesus estavam admirados com o que dEle se dizia. Simeão abençoou-os e disse a Maria, sua Mãe: «Este Menino foi estabelecido para que muitos caiam ou se levantem em Israel e para ser sinal de contradição; – e uma espada trespassará a tua alma – assim se revelarão os pensamentos de todos os corações».

30 EVANGELHO Lc 2, Havia também uma profetiza, Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Era de idade muito avançada e tinha vivido casada sete anos após o tempo de donzela e viúva até aos oitenta e quatro. Não se afastava do templo, servindo a Deus noite e dia, com jejuns e orações. Estando presente na mesma ocasião, começou também a louvar a Deus e a falar acerca do Menino a todos os que

31 EVANGELHO Lc 2, esperavam a libertação de Jerusalém. Cumpridas todas as prescrições da Lei do Senhor, voltaram para a Galileia, para a sua cidade de Nazaré. Entretanto, o Menino crescia e tornava-Se robusto, enchendo-Se de sabedoria. E a graça de Deus estava com Ele. Palavra da salvação. Gloria a Vós, Senhor.

32

33 Homilia

34 «Os meus olhos viram a vossa salvação»

35

36 Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra De todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação

37 desceu dos céus (Faz-se inclinação) E encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai.

38 De novo há-de vir em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo. Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas.

39 Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo Para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e vida do mundo que há-de vir. Amén.

40

41 Convocados pelo Espírito Santo para celebrar a Apresentação do Senhor, unamo-nos a Maria e a José, a fim de sermos nós também apresentados a Deus Pai, dizendo com alegria: Iluminai-nos, Senhor, com a luz de Cristo Para que a Igreja, templo santo do Senhor e sinal do encontro entre Deus e o homem, leve às nações o Evangelho e a luz de Cristo, oremos, irmãos. Iluminai-nos, Senhor, com a luz de Cristo

42 Para que Maria, mulher atenta à voz de Deus, Esposa dedicada e Mãe solícita, nos ensine a ser fiéis como ela, oremos, irmãos. Iluminai-nos, Senhor, com a luz de Cristo Para que os responsáveis pelas nações e suas leis respeitem a igualdade dos cidadãos e promovam o bem-estar de todos, oremos, irmãos. Iluminai-nos, Senhor, com a luz de Cristo

43 Para que os idosos das nossas comunidades (paroquiais) vejam em Cristo a salvação que Deus nos deu e recebam o carinho dos seus filhos, oremos, irmãos. Iluminai-nos, Senhor, com a luz de Cristo Para que as jovens mães cristãs de todo o mundo saibam oferecer os seus filhos ao Senhor e ser para eles o que Maria foi para Jesus, oremos, irmãos. Iluminai-nos, Senhor, com a luz de Cristo

44 Para que os membros da nossa família paroquial e os que já partiram deste mundo cantem sempre os louvores do Rei da glória, oremos, irmãos. oremos, irmãos. Iluminai-nos, Senhor, com a luz de Cristo

45 Senhor, nosso Deus, que em vosso Filho, apresentado no templo, manifestastes ao mundo a luz das nações, fazei que a vossa Igreja, iluminada pelo Espírito Santo, cresça em santidade e se encha de sabedoria. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amén.

46

47 Cântico Ofertorio

48 Orai, Irmãos para que o meu e vosso sacrifício seja aceite por Deus Pai todo-poderoso. Todos: receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para honra e glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja

49 (Todos de pé) ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Senhor, que na vossa bondade quisestes que o vosso Filho Unigénito Se oferecesse a Vós como Cordeiro sem mancha pela vida do mundo, fazei que Vos seja agradável a oblação da vossa Igreja em festa. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amén.

50 Prefácio V. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. V. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus. R. É nosso dever, é nossa salvação.

51 Senhor, Pai santo, Deus eterno e omnipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação dar-Vos graças, sempre e em toda a parte. Hoje o vosso Filho, eterno como Vós, é apresentado no templo e proclamado pelo Espírito Santo glória de Israel e luz das nações.

52 Por isso, vamos com alegria ao encontro do Salvador e com os Anjos e os Santos proclamamos a vossa glória, cantando numa só voz: Santo, Santo, Santo.

53

54 Sac: Vós, Senhor, sois verdadeiramente santo, sois a fonte de toda a santidade. Reunidos na vossa presença, em comunhão com toda a Igreja, ao celebrarmos o primeiro dia da semana, em que Nosso Senhor Jesus Cristo ressuscitou dos mortos, humildemente Vos suplicamos: Santificai estes dons, derramando sobre eles o Vosso Espírito, de modo a que se convertam para nós, no Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

55 (Todos ajoelham) Na hora em que Ele Se entregava, para voluntariamente sofrer a morte, tomou o pão e, dando graças, abençoou-o partiu-o e deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós.

56 De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados. Fazei isto em memória de mim.

57 Mistério da Fé! Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

58 Sac. Celebrando agora, Senhor, o memorial da morte e ressurreição de vosso Filho nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação e Vos damos graças porque nos admitistes à vossa presença para Vos servir nestes santos mistérios. Humildemente Vos suplicamos que, participando no Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos, pelo Espírito Santo, num só corpo.

59 Lembrai-Vos, Senhor, da vossa Igreja, dispersa por toda a terra, e tornai-a perfeita na caridade em comunhão com o Papa Francisco, e o nosso Patriarca Manuel, os bispos auxiliares e todos aqueles que estão ao serviço do vosso povo. Lembrai-Vos também dos nossos irmãos que adormeceram na esperança da ressurreição, e de todos aqueles que na vossa misericórdia partiram deste mundo:

60 admiti-os na luz da vossa presença. Tende misericórdia de nós, Senhor, e dai- nos a graça de participar na vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, São José seu esposo, os bem-aventurados Apóstolos e todos os Santos que desde o princípio do mundo viveram na vossa amizade, para cantarmos os vossos louvores, por Jesus Cristo, vosso Filho.

61 Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre… Amén.

62

63 Pai Nosso, que estais nos céus, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

64 Sac. Livrai-nos de todo o mal, Senhor, e dai ao mundo a paz em nossos dias, para que, ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e de toda a perturbação, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo nosso Salvador. Vosso é o reino e o poder e a glória para sempre.

65 Sac. Senhor Jesus Cristo, que dissestes aos vossos Apóstolos. Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz: não olheis aos nossos pecados mas à Fé da vossa Igreja e dai-lhe a união e a paz, segundo a Vossa vontade. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo. Amén. A paz do Senhor esteja sempre convosco. O amor de Cristo nos uniu. Sac. Saudai-vos na paz de Cristo.

66

67 CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. DAI-NOS A PAZ,

68 Sac. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo. Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma só palavra e serei salvo

69

70 Cântico Comunhão

71

72 Cântico Ação de Graças

73 Oração depois da comunhão Deus de bondade, que respondestes à esperança do santo Simeão, confirmai em nós a obra da vossa graça: assim como lhe destes a alegria de receber em seus braços,antes de morrer, a Cristo vosso Filho, concedei que também nós, fortalecidos por estes sacramentos, caminhemos ao encontro do Senhor e alcancemos a vida eterna.

74 Oração depois da comunhão Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amén.

75 4T S. João de Brito, Reunião de Catequistas 21:00 5Q S: Águeda; 6Q SS. Paulo Miki e Companheiros 7S Cinco Chagas do Senhor 8S Missa animada pelo 1º ano da Catequese

76 Sac. O Senhor esteja convosco. Ele está no meio de nós. Sac. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amén. Sac. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

77 Cântico Final

78 Ficha técnica : Eucaristia Celebrada por : Fr. Jacob Puthiyaparampil Animada por : Projectada por : Realização : A. Alberto Sousa Imagens recolhidas : Via Google Projeção disponível : www. mcccastanheira. blogspot. pt www. mcccastanheira


Carregar ppt "Oração do Terço. Apresentação do Senhor Ano A Cântico de entrada."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google