A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Oração do Terço. INTRODUÇÃO AS PRINCIPAIS VERDADES DA FÉ Doutrina Cristã És cristão? És cristão? Sim, sou cristão porque Deus me chamou e recebi o sacramento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Oração do Terço. INTRODUÇÃO AS PRINCIPAIS VERDADES DA FÉ Doutrina Cristã És cristão? És cristão? Sim, sou cristão porque Deus me chamou e recebi o sacramento."— Transcrição da apresentação:

1 Oração do Terço

2 INTRODUÇÃO AS PRINCIPAIS VERDADES DA FÉ Doutrina Cristã És cristão? És cristão? Sim, sou cristão porque Deus me chamou e recebi o sacramento da Fé, que é o Baptismo. Quem é bom cristão? Quem é bom cristão? É bom cristão aquele que está batizado, crê em Jesus Cristo, vive a Sua doutrina e O segue, aceitando tudo quanto Ele instituiu. Onde se encontram as verdades reveladas por Deus? Onde se encontram as verdades reveladas por Deus? As verdades reveladas por Deus encontram-se na Sagrada Escritura e na Tradição Divina. O que é a Sagrada Escritura? O que é a Sagrada Escritura? A Sagrada Escritura é a palavra de Deus escrita no Antigo e no Novo Testamento.

3 Pentecostes

4 Entrada

5 VEM ESPIRITO DE AMOR, ILUMINA A MINHA VIDA VEM ENCHER DE CALOR ESTA ALMA SOFRIDA

6 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. R. Amen! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do pai e a comunhão do espírito santo estejam convosco. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Irmãos, para celebrar dignamente os santos mistérios reconheçamos que somos pecadores (momento de silêncio)

7 Confessemos os nossos pecados: Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, actos e omissões, (batendo no peito) por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Ámen!

8 Senhor, tende piedade de nós.Cristo, tende piedade de nós.Senhor, tende piedade de nós.

9 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Gloria a Deus, na terra e nos céus, Gloria, Gloria, Paz na Terra. Senhor Deus, Rei dos Céus, Deus Pai Todo-Poderoso, nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças, por Vossa imensa glória.

10 Gloria a Deus, na terra e nos céus, Gloria, Gloria, Paz na Terra. Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós.

11 Gloria a Deus, na terra e nos céus, Gloria, Gloria, Paz na Terra Só Vós sois o Santo; só Vós, sois o Senhor; só Vós, o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Ámen! A –A –A -Ámen!

12 ORAÇÃO COLECTA Deus do universo, que no mistério do Pentecostes santificais a Igreja dispersa entre todos os povos e nações, derramai sobre a terra os dons do Espírito Santo, de modo que também hoje se renovem nos corações dos fiéis os prodígios realizados nos primórdios da pregação do Evangelho. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

13

14 LEITURA I Actos 2, 1-11 Leitura dos Actos dos Apóstolos Quando chegou o dia de Pentecostes, os Apóstolos estavam todos reunidos no mesmo lugar. Subitamente, fez-se ouvir, vindo do Céu, um rumor semelhante a forte rajada de vento, que encheu toda a casa onde se encontravam. Viram então aparecer uma espécie de línguas de fogo, que se iam dividindo, e poisou uma sobre cada um deles. Todos ficaram cheios do Espírito Santo e começaram a falar outras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que se exprimissem.

15 Residiam em Jerusalém judeus piedosos, procedentes de todas as nações que há debaixo do céu. Ao ouvir aquele ruído, a multidão reuniu-se e ficou muito admirada, pois cada qual os ouvia falar na sua própria língua. Atónitos e maravilhados, diziam: «Não são todos galileus os que estão a falar? Então, como é que os ouve cada um de nós falar na sua própria língua? Partos, medos, elamitas, habitantes da Mesopotâmia, da Judeia e da Capadócia, do Ponto e da Ásia, da Frígia e da Panfília, do Egipto e das regiões da Líbia,

16 vizinha de Cirene, colonos de Roma, tanto judeus como prosélitos, cretenses e árabes, ouvimo-los proclamar nas nossas línguas as maravilhas de Deus». Palavra do Senhor. Graças a Deus

17

18 Salmo Salmo 103 (104), 1-2a.24.35c bc-30 (R. 30) Refrão: Mandai, Senhor, o vosso Espírito e renovai a terra. Bendiz, ó minha alma, o Senhor. Senhor, meu Deus, como sois grande! Como são grandes, Senhor, as vossas obras! A terra está cheia das vossas criaturas. Refrão

19 Salmo Salmo 103 (104), 1-2a.24.35c bc-30 (R. 30) Refrão: Mandai, Senhor, o vosso Espírito e renovai a terra. Se lhes tirais o alento, morrem e voltam ao pó donde vieram. Se mandais o vosso espírito, retomam a vida e renovais a face da terra. Refrão

20 Salmo Salmo 103 (104), 1-2a.24.35c bc-30 (R. 30) Refrão: Mandai, Senhor, o vosso Espírito e renovai a terra. Glória a Deus para sempre! Rejubile o Senhor nas suas obras. Grato Lhe seja o meu canto e eu terei alegria no Senhor. Refrão

21 Salmo Salmo 103 (104), 1-2a.24.35c bc-30 (R. 30) Refrão: Mandai, Senhor, o vosso Espírito e renovai a terra. Se lhes tirais o alento, morrem e voltam ao pó donde vieram. Se mandais o vosso espírito, retomam a vida e renovais a face da terra. Refrão

22

23 LEITURA II 1 Cor 12, 3b Leitura da Primeira Epístola do apóstolo S. Paulo aos Coríntios Irmãos: Ninguém pode dizer «Jesus é o Senhor» a não ser pela acção do Espírito Santo. De facto, há diversidade de dons espirituais, mas o Espírito é o mesmo. Há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. Há diversas operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. Em cada um se manifestam os dons do Espírito para o bem comum. Assim como o corpo é um só e tem muitos membros e todos os membros,

24 apesar de numerosos, constituem um só corpo, assim também sucede com Cristo. Na verdade, todos nós – judeus e gregos, escravos e homens livres – fomos batizados num só Espírito, para constituirmos um só Corpo. E a todos nos foi dado a beber um único Espírito. Palavra do Senhor. Graças a Deus

25

26 Vinde, ó santo Espírito, vinde, Amor ardente, acendei na terra vossa luz fulgente. Vinde, Pai dos pobres: na dor e aflições, vinde encher de gozo nossos corações. Benfeitor supremo em todo o momento, habitando em nós sois o nosso alento.

27 Descanso na luta e na paz encanto, no calor sois brisa, conforto no pranto. Luz de santidade, que no Céu ardeis, abrasai as almas dos vossos fiéis. Sem a vossa força e favor clemente, nada há no homem que seja inocente.

28 Lavai nossas manchas, a aridez regai, sarai os enfermos e a todos salvai. Abrandai durezas para os caminhantes, animai os tristes, guiai os errantes. Vossos sete dons concedei à alma do que em Vós confia: Virtude na vida, amparo na morte, no Céu alegria.

29 Aclamação Aleluia. Repete-se Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Refrão

30

31 EVANGELHO Jo 20, O Senhor esteja convosco, Ele está no meio de Nós. Evangelho se nosso Senhor Jesus Cristo Segundo S. João Gloria a Vós, Senhor

32 EVANGELHO Jo 20, Na tarde daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas as portas da casa onde os discípulos se encontravam, com medo dos judeus, veio Jesus, apresentou-Se no meio deles e disse-lhes: «A paz esteja convosco». Dito isto, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos ficaram cheios de alegria ao verem o Senhor. Jesus disse-lhes de novo: «A paz esteja convosco. Assim como o Pai Me enviou, também Eu vos envio a vós». Dito isto, soprou sobre eles e disse-lhes:

33 EVANGELHO Jo 20, «Recebei o Espírito Santo: àqueles a quem perdoardes os pecados ser-lhes-ão perdoados; e àqueles a quem os retiverdes ser-lhes-ão retidos». Palavra da salvação. Gloria a Vós, Senhor.

34

35 Pentecostes, era uma festa hebraica muito antiga, celebrada cinquenta dias depois da Páscoa. Comemorava a chegada do povo de Israel ao Monte Sinai onde recebeu as tábuas da lei, símbolo de predileção, porque a nenhum outro povo foram reveladas as regras de Deus. Para agradecer esta predileção, os Israelitas instituíram esta festa. No momento da morte de Jesus, São João escreve inclinando a cabeça, entregou o Espirito.

36 A vinda do Espirito no próprio dia da ressurreição mostra que é o dom do Ressuscitado. A seguir à ressurreição Jesus entrou pela porta fechada da casa onde os apóstolos estavam reunidos. Ele tem uma existência completamente nova. Lázaro voltou à mesma vida de antes, não atravessava portas fechadas. O Espirito Santo entrou no cenáculo onde as portas permaneceram fechadas.

37 Onde chega o Espirito acontecem sempre perturbações e transformações radicais, desaparece o medo, a passividade, o quietismo, desenvolvem-se iniciativas e fazem- se escolhas corajosas. Os apóstolos, exceto João, que fugiram por medo na noite da crucificação, abraçaram o martírio; João que permaneceu ao pé de cruz, morreu naturalmente com idade avançada. As imagens que indicam a irrupção do Espírito Santo, o vento e o fogo, recordam o Sinai, onde Deus se tinha revelado ao povo de Israel e lhe tinha

38 concedido sua aliança. Depois da ressurreição de Jesus, o medo dos discípulos não desapareceu repentinamente. Mas eis que no Pentecostes, quando o Espírito Santo pairou sobre eles, eles saíram sem temor e começaram a anunciar a todos a boa nova! Permanecer juntos foi a condição que pôs Jesus para acolher o dom do Espírito Santo; o pressuposto da sua concórdia foi a oração prolongada. Há, de facto, uma espantosa desproporção, entre o pequeno grupo dos Doze e a multidão do vasto mundo, a quem são enviados.

39 Nossa Senhora, sobre quem o Espírito Santo havia descido uma primeira vez, recebe-O de novo e inaugurou outro carisma entre os primeiros Cristãos – a comunidade de Oração. `Sair da porta do cenáculo significa uma nova vida, um novo estilo de pensamento e um novo modo de atuar.

40 Conhecemos O Pai e O Filho, mas não sentimos a presença do Espirito. Ele é que dá os 7 dons - Sabedoria, entendimento, conselho, fortaleza, ciência, piedade e temor de Deus e os 12 frutos - caridade, gozo, paz, paciência, benignidade, longanimidade, bondade, mansidade, fé, modéstia, continência e castidade. Vivamos num mundo onde há muita falta da fé, paz, paciência, castidade, piedade, etc. O Espirito Santo que entrou na porta fechada de Senáculo não consegue entrar no coração fechado.

41 S. Paulo, fala dos conceitos opostos ao Espirito Santo: refere-os como obras da carne: bebedeiras, orgias, ira, contendas, partidarismo, ciúme, ódio, inveja, adultério e fornicação. Quando escolhemos estes vícios o Espirito não consegue trabalhar em nós. São Paulo disse: "Os que praticarem tais coisas, não herdarão o Reino de Deus" (Gal 5, 19-21). E, acrescentando, "Devemos viver segundo o Espírito e não segundo a carne" (Gal. 5,16). "Quem vive da carne colherá a morte, mas quem vive segundo o Espírito colherá a Vida Eterna" (Gal 6, 8).

42 A manifestação do Espírito Santo é dada a cada um para proveito comum. A um, o Espírito Santo dá uma palavra de sabedoria, a outro, uma palavra de ciência, a outro a fé, a outro o dom das curas, a outro o dom de operar milagres, a outro a profecia, a outro o discernimento do Espírito, a outros, o dom das línguas e a outros a interpretação dessas mesmas línguas. Todo o dom é dado, não para proveito pessoal mas sim para proveito dos outros, para que os filhos de Deus beneficiem desses dons.

43 Não é dado porque a pessoa o merece mas para que o utilize em favor do bem comum. Quando alguém recebe um dom tem que exigir de si mesmo muitos sacrifícios, muitas renúncias e muitas canseiras porque tem de fazer render o dom que foi recebido.

44 Reunida junto a Maria, como em seu nascimento, a Igreja hoje implora: Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor!. Amém Assim seja.

45

46 O mistério da Santíssima Trindade - três Pessoas divinas que partilham a mesma natureza divina num só Deus é uma doutrina fundamental do Cristianismo que foi aprovada no concilio de Niceia e reafirmada no concílio de Constantinopla. Este dogma distingue o Cristianismo das outras religiões. Deus revelou-nos as três funções distintas de cada uma das três Pessoas. Deve-se atribuir ao Pai a obra da criação; ao Filho a obra da Redenção - através da reconciliação e do perdão - e ao Espírito Santo o trabalho de nos guiar na verdade - ensinando e santificando.

47 A epístola aos Coríntios revela uma antiga bênção apostólica em nome da Santíssima Trindade. A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco A palavra graça refere-se ao favor divino revelado à humanidade através da pessoa de Cristo. O amor de Deus lembra-nos que Deus Pai nos amou primeiro; a nossa resposta só poderá então ser amar a Deus e ao nosso próximo. A comunhão no Espírito Santo significa que Ele anima e modela a nossa vida e a da nossa comunidade.

48 Há algumas imagens do Santíssima Trindade no novo testamento. A Anunciação (Lc.1:26-38) descreve como Deus Pai, enviou o Arcanjo São Gabriel a Maria para lhe anunciar que Deus Espírito Santo viria sobre ela, e que Deus Filho se tornaria carne no seu seio. Durante o batismo de Jesus (Mt.3:16-17) o Espírito Santo desce sobre Ele sob a forma de uma pomba enquanto se ouve a voz do Pai por entre as nuvens.

49 Todas as orações oficiais da Igreja começam em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo. Somos batizados, absolvidos dos nossos pecados e ungidos em nome da Trindade. Benzemo-nos com o sinal da cruz, invocando o nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo e terminamos as nossas orações glorificando a Santíssima Trindade. Jesus manda os Apóstolos batizar as pessoas em nome do Pai do Filho e do Espírito Santo (Mt.28:19; Jo.10:30).

50 Qual é significado de Trindade na nossa vida? Deus amou tanto o mundo que entregou o seu Filho Unigénito. Deus é amor disse São João. Pela Sua natureza, o amor, não pode ficar só, mas deve amar alguém. A Trindade é o modelo para as famílias cristãs. Somos criados no amor para ser uma comunidade de pessoas que se amam, tal como o Pai, o Filho e o Espírito Santo estão unidos no amor.

51 Sagrada Família é modelo disso. Houve dúvidas, sofrimentos, pobreza, fuga em procuro da segurança, perda do filho único, viuvez, morte cruel do filho em frente de mãe etc. Mas a família sempre ficou unida.

52 Tal como Deus Pai, somos chamados a ser pessoas produtivas e criativas contribuindo para construir a nossa família, a igreja, a comunidade e as nações. Tal como Deus Filho, somos chamados a reconciliar, a fazer a paz entre todos, a reparar o que foi estragado. Tal como Deus Espírito Santo devemos mostrar a verdade, fazer desaparecer a ignorância e ensinar. Oremos á Santíssima Trindade para que nos una, para que trabalhemos juntos, e partilhemos e suportemos a nossa vida juntos.

53

54 Creio em Deus Pai, todo poderoso criador do céu e da te-e-rra. Creio em Jesus Cristo, No-o-sso Senhor, pelo Espírito Santo concebido. Nasceu da Virgem Mari-i-i-ia, padeceu sob Pôncio Pilatos. Foi crucificado, morto e sepultado e desceu à mansão dos mo-ortos. Ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos céus à direita de Deus Pai. De onde há-de vir pá-a-ra julgar. Para julgar o-os vivos e os mortos.

55 Creio no Espirito San-an-an-anto. Creio na Santa Igreja Católica. Na comunhão dos San-an-an-antos, Creio na remissão dos peca-a-dos. Na ressurreição da cá-a-a-ame. Creio também na vida eter-er-na. a-a-a-men a-a-a-amen a-a-amen a-amen

56 Creio em um só Deus, Pai Todo-Poderoso, Criador do céu e da terra, de todas as coisas visíveis e Invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação desceu dos céus. (Faz-se inclinação)

57 E encarnou pelo Espírito Santo, no selo da Virgem Maria, e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras, e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai. De novo há-de vir em Sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o Seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo,

58 Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas. Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo para a remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e a vida do mundo que há-de vir. Amen!

59

60 Caríssimos cristãos: Imploremos a Deus nosso Pai que envie o Espirito Santo sobre a Igreja, para confirmar a sua renovação pascal, cantando com alegria Mandai Senhor o vosso Espirito e renovai a terra 1.Pela Santa Igreja de Deus para que, cheia dos dons do Espirito Santo, seja reunida e confirmada na unidade, oremos irmãos Mandai Senhor o vosso Espirito e renovai a terra 2.Pelo papa Francisco, pelo nosso Bispo, seu presbítero e diáconos, para que Deus lhes conceda em abundância o espirito de sabedoria e de santidade, oremos irmãos Mandai Senhor o vosso Espirito e renovai a terra

61 3.Pelos responsáveis políticos dos povos, para que promovam a solidariedade entre as nações e a justa distribuição dos bens em toda a terra, oremos irmãos Mandai Senhor o vosso Espirito e renovai a terra 4.Pelos que são vítimas da fraqueza humana e dos extravios do próprio coração, para que o Espirito do Senhor os ilumine, oremos irmãos Mandai Senhor o vosso Espirito e renovai a terra 5.Pelo povo de Deus aqui reunido e pelos fiéis da nossa diocese, para que o espirito nos faça crescer na caridade, oremos irmãos. Mandai Senhor o vosso Espirito e renovai a terra

62 Deus eterno e omnipotente, que, na manhã do Pentecostes, enviastes o Espirito Santo sobre os Apóstolos, tornai-nos, como eles, testemunhas do Evangelho, para proclamarmos, com alegria, as vossas maravilhas. Por Nosso Senhor Jesus Cristo Vosso Filho que é Deus convosco na unidade do Espirito Santo.

63

64 INUNDA MEU SER, INUNDA MEU SER, ESPÍRITO INUNDA MEU SER COM FOGO DE AMOR, Ó VEM SOBRE MIM, SANTO ESPÍRITO INUNDA MEU SER ENSINA-ME A AMAR, ENSINA-ME A AMAR, ESPÍRITO ENSINA-ME A AMAR COMO AMA JESUS, Ó VEM SOBRE MIM, ESPÍRITO ENSINA-ME A AMAR AUMENTA-ME A FÉ,AUMENT A-ME A FÉ. ESPÍRITO AUMENTA-ME A FÉ COM FOGO DE AMOR Ó VEM SOBRE MIM, ESPÍRITO AUMENTA-ME A FÉ

65 Orai, Irmãos para que o meu e vosso sacrifício seja aceite por Deus Pai todo-poderoso. Todos: receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja

66 ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Concedei-nos, Senhor nosso Deus, que o Espírito Santo, segundo a promessa do vosso Filho, nos revele plenamente o mistério deste sacrifício e nos faça conhecer toda a verdade. Por Nosso Senhor.

67 V. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. V. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus. R. É nosso dever, é nossa salvação.

68 Senhor, Pai santo, Deus eterno e omnipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação dar-Vos graças, sempre e em toda a parte. Hoje manifestastes a plenitude do mistério pascal e sobre os filhos de adopção, unidos em comunhão admirável ao vosso Filho Unigénito, derramastes o Espírito Santo, que no princípio da Igreja nascente revelou o conhecimento de Deus a todos os povos da terra e uniu a diversidade das línguas na profissão duma só fé.

69 Por isso, na plenitude da alegria pascal, exultam os homens por toda a terra e com os Anjos e os Santos proclamam a vossa glória, cantando numa só voz:

70

71 SANTO SANTO SANTO SENHOR DEUS UNIVERSO O CÉU E A TERRA PROCLAMAM A VOSSA GLÓRIA HOSSANA NAS ALTURAS BENDITO AQUELE QUE VEM EM NOME DO SENHOR HOSSANA NAS ALTURAS

72 Sac. Vós, Senhor, sois verdadeiramente santo, sois a fonte de toda a santidade. Reunidos na vossa presença, em comunhão com toda a igreja, ao celebrarmos o dia santíssimo em que o Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho Unigénito, colocou à direita da vossa glória a nossa frágil natureza humana unida á sua divindade, humildemente vos suplicamos: Santifiquei estes dons, derramando sobre eles o Vosso Espírito, de modo a que se convertam para nós, o Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

73 (Todos ajoelham) Na hora em que Ele se entregava, para voluntariamente sofrer a morte, tomou o pão e, dando graças, partiu-o e deu-o aos seus discípulo, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós.

74 De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados.

75 Mistério da Fé! Todos: Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

76 Sac. Celebrando agora, Senhor, o memorial da morte e ressurreição de vosso Filho nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação e Vos damos graças porque nos admitistes à vossa presença para Vos servir nestes santos mistérios. Humildemente Vos suplicamos que, participando no Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos, pelo Espírito Santo, num só corpo. Lembrai-Vos, Senhor, da vossa Igreja, dispersa por toda a terra, e tornai-a perfeita na caridade em comunhão com o Papa Francisco,

77 o nosso Patriarca Manuel os bispos auxiliares e todos aqueles que estão ao serviço do vosso povo. Lembrai-Vos também dos nossos irmãos que adormeceram na esperança da ressurreição, e de todos aqueles que na vossa misericórdia partiram deste mundo: admiti-os na luz da vossa presença. Tende misericórdia de nós, Senhor, e dai-nos a graça de participar na vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, os bem-aventurados Apóstolos e todos os Santos que desde o princípio do mundo viveram na vossa amizade, para cantarmos os vossos louvores, por Jesus Cristo, vosso Filho.

78 Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre… TodosÁmen.

79

80 Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos daí hoje. Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixei cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

81 Sac. Livrai-nos de todo o mal, Senhor, e dai ao mundo a paz em nossos dias, para que, ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e de toda a perturbação, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo nosso Salvador. Todos: Vosso é o reino e o poder e a glória para sempre.

82 Sac. Senhor Jesus Cristo, que dissestes aos vossos Apóstolos. Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz: não olheis aos nossos pecados mas à fé da vossa Igreja e dai-lhe a união e a paz, segundo a vossa vontade. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo. A paz do Senhor esteja sempre convosco. Todos: O amor de Cristo nos uniu. Sac. Saudai-vos na paz de Cristo.

83 SOMOS UM NO ESPÍRITO. SOMOS UM NO SENHOR E ORAMOS PRA QUE HAJA A MAIS PERFEITA UNIÃO E QUE TODOS NOS CONHEÇAM COMO IRMÃOS COMO IRMÃOS E QUE TODOS NOS CONHEÇAM COMO IRMÃOS

84

85 Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo Tem piedade de nós Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo Tem piedade de nós Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo Dá-nos a Tua paz

86 Sac. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo. Todos: Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo

87

88 JESUS CRISTO PÃO DA NOSSA PAZ, JESUS CRISTO PÃO DA UNIDADE TRANSFORMA A NOSSA VIDA, DÁ-NOS A TUA ETERNIDADE 1 - JESUS SE FAZ PÃO E VINHO, AUMENTO E FORÇA, PARA O LONGO CAMINHO 2 - DEUS É BONDADE E AMOR, ALIMENTO E VERDADE. CERTEZA DE UM MUNDO MELHOR 3 - A VIDA QUE, HABITA EM MIM, AUMENTO ETERNIDADE. MINHA FELICIDADE SEM FIM

89

90 EU NAVEGAREI NO OCEANO DO ESPÍRITO E AÍ ADORAREI O DEUS DO MEU AMOR ESPÍRITO ESPÍRITO. QUE DESCES COMO FOGO VEM COMO EM PENTECOSTES E ENCHE-ME DE NOVO EU ADORAREI O DEUS DA MINHA VIDA QUE ME COMPREENDEU SEM NENHUMA EXPLICAÇÃO

91 ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO Senhor nosso Deus, que concedeis com abundância à vossa Igreja os dons sagrados, conservai nela a graça que lhe destes, para que floresça sempre em nós o dom do Espírito Santo, e o alimento espiritual que recebemos nos faça progredir no caminho da salvação. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

92

93 Sac. O Senhor esteja convosco. Todos:Ele está no meio de nós. Sac. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Todos:Ámen. Sac. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Aleluia. Todos:Graças a Deus. Aleluia. Aleluia.

94

95 BENDIZEMOS O TEU NOME, MÃE DO CÉU VIRGEM MARIA BENDIZEMOS À PORFIA O TEU FILHO SALVADOR AQUI VIMOS MÃE QUERIDA CONSAGRAR-TE O NOSSO AMOR

96 Ficha técnica : Eucaristia Celebrada por : Fr. Jacob Puthiyaparampil Aminada por : Grupo Coral Dominical da Castanheira Realização da projeção por : A. Alberto Sousa


Carregar ppt "Oração do Terço. INTRODUÇÃO AS PRINCIPAIS VERDADES DA FÉ Doutrina Cristã És cristão? És cristão? Sim, sou cristão porque Deus me chamou e recebi o sacramento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google