A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Renato Dietrich de Azevedo Universidade Federal Fluminense Rio, 21 de julho de 2003 58.º CONGRESSO ANUAL DA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Renato Dietrich de Azevedo Universidade Federal Fluminense Rio, 21 de julho de 2003 58.º CONGRESSO ANUAL DA."— Transcrição da apresentação:

1 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Renato Dietrich de Azevedo Universidade Federal Fluminense Rio, 21 de julho de º CONGRESSO ANUAL DA ABM III ENEMET

2 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução da Metalurgia e de seus Cursos Evolução dos Cursos de Materiais Similaridades entre os Cursos Situação da Metalurgia no Brasil Futuro

3 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução da Metalurgia e de seus Cursos Minas Minas e Metalurgia Metalurgia Metalurgia e Materiais Materiais e Metalurgia Engenharia dos Materiais

4 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução da Metalurgia e de seus Cursos Metal / liga SurgimentoOperação Metalúrgica Ouro 6000 AC Martelamento Cobre 4200 AC Redução, recozimento Chumbo 3500 AC Separação de fases Bronze 2500 AC Mistura de minérios de cobre Etc... Aplicações Utilização em jóias, ferramentas, armas, utensílios agrícolas, objetos

5 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução da Metalurgia e de seus Cursos Problemas encontrados e solucionados de forma prática Prospecção, separação e classificação granulométrica Reação com redutores sob certas temperaturas e atmosferas Metal líquido tem que ser coletado e solidificado sob certa forma Metal tem que ser trabalhado para se obter forma e propriedades finais Conclusão No passado a metalurgia desenvolveu-se sob forma eminentemente prática

6 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução da Metalurgia e de seus Cursos Até Colcha de retalhos Décadas de 1930 / 40- Integralização dos currículos da Metalurgia Chipman, Mehl e Richardson Ciências BásicasEstudos Aplicados Metalurgia QuímicaMetalurgia Extrativa Metalurgia FísicaMetalurgia de Transformação Engenharia de ProcessoMetalurgia de Aplicação

7 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução da Metalurgia e de seus Cursos INTEGRALIZAÇÃO DOS CURRÍCULOS Extrativa Transformação Metalurgia Química Engenharia de Processos Metalurgia Física Ciências Básicas Estudos Aplicados

8 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução da Metalurgia e de seus Cursos Evolução dos conhecimentos fundamentais: Termodinâmica, Cinética, Metalurgia Física, durante a 2ª Guerra e logo após, levam à consolidação dos currículos integralizados. Estrutura e Propriedades Decréscimo do interesse do 1º mundo na metalurgia extrativa, face a conscientização acerca do meio-ambiente. Conseqüência: Cursos de metalurgia no 1º mundo perdem ênfase na extrativa e concentram-se em metalurgia física e aplicações.

9 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução dos Cursos de Materiais MATERIAIS Metálicos Cerâmicos Polímeros Conjugados Semicondutores Biomateriais

10 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução dos Cursos de Materiais Gênese Indústria demandantePapelÉpoca NuclearPrecursora 1940 Aeronáutica / AeroespacialCriadora 1960 EletrônicaConsolidadora 1970 Exigências Amplitude de comportamento Qualidade e desempenho

11 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução dos Cursos de Materiais Currículos Desafio Integração da abordagem das diferentes classes de materiais Rota da evolução esperada: GeraçãoCurrículo 1ªMetalurgia + decorações 2ªNúcleo genérico + eletivas restritas 3ªTotalmente integrados – genérico, pluralista, unificado

12 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Evolução dos Cursos de Materiais

13 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Similaridade entre os Cursos Integração dos Ensinos de Metalurgia e Materiais Ciência e Entendimento Básico Necessidades e Experiências Sociais Estrutura-Propriedades-Desempenho Processamento Conhecimento Científico Conhecimento Empírico

14 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Situação da Metalurgia no Brasil - Aços Capacidade produtiva em 2007: 38Mt Expectativa de consumo interno de 30Mt em 2010 Investimentos de US$ 5 a 6 bilhões no período 2003 / 2007

15 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Situação da Metalurgia no Brasil - Alumínio Produtor de 7% de Al 2 O 3 e de 6% do alumínio primário mundial 3º produtor mundial de bauxita, com 11% da produção mundial Aumento previsto da ordem de 10% na produção de Al primário até 2005 Investimentos no período da ordem de US$ 1 bilhão

16 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Situação da Metalurgia no Brasil - Cobre O Brasil é, atualmente, grande importador de concentrado de cobre e do metal refinado Expectativa para Brasil auto suficiente e exportador, com a conclusão de projetos em Carajás Investimentos de US$ 2,5 bilhões até 2007

17 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Situação da Metalurgia no Brasil - Outros ZINCO Produção de tpa; exporta 30% Votorantim é o 11º produtor mundial Expectativa de mais tpa até 2005 Investimentos de US$ 130 milhões NÍQUEL Expectativa de mais tpa até 2007 Investimento de US$ 700 milhões NIÓBIO Brasil é o 1º produtor mundial; detém 93% da produção de concentrado de nióbio; exporta 30000tpa de FeNb

18 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Futuro Investimentos previstos de US$ 10 bilhões... Posição de destaque do Brasil como produtor e exportador de metais e ligas... Atualização e eficiência de suas instalações industriais deixam claro que a metalurgia continuará sendo uma das principais atividades econômicas do país e, consequentemente, os engenheiros metalurgistas continuarão em demanda.

19 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Automóvel Bloco do Motor Rodas Para-choques Estrutura Silenciador A 50 anos Ferro Fundido Aço Aço carbono Aço Hoje Alumínio Magnésio Polímero Aço ARBL Cerâmico Futuro (e presente...)

20 CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Futuro Os cursos de Metalurgia devem manter sua vocação porém uma leve oxigenação em Materiais deve ser bem vinda. O Projeto Pedagógico Institucional - PPI dos cursos de Engenharia em desenvolvimento, é um bom momento para um aprofundamento sobre materiais não metálicos nos cursos de Metalurgia. Independente se Metalurgia ou Materiais, uma forte aproximação Universidade – Indústria, enfatizando o aprender fazendo, é fundamental para todas as partes.

21 Muito Obrigado. CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS


Carregar ppt "CURSOS DE METALURGIA NO BRASIL EXPECTATIVAS Renato Dietrich de Azevedo Universidade Federal Fluminense Rio, 21 de julho de 2003 58.º CONGRESSO ANUAL DA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google