A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A VALORAÇÃO DO CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA NA AVALIAÇÃO DE PROJETOS PELO BNDES 64º Congresso da ABM Belo Horizonte 16/07/2009 João Carlos Ferraz.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A VALORAÇÃO DO CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA NA AVALIAÇÃO DE PROJETOS PELO BNDES 64º Congresso da ABM Belo Horizonte 16/07/2009 João Carlos Ferraz."— Transcrição da apresentação:

1 A VALORAÇÃO DO CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA NA AVALIAÇÃO DE PROJETOS PELO BNDES 64º Congresso da ABM Belo Horizonte 16/07/2009 João Carlos Ferraz

2 - Crise Internacional - O Antes, o Durante e o Depois: Fundamentos da Competitividade - Implicações para o BNDES Sumário

3 Crise Internacional

4 Crise: profunda, intensa e sincronizada… Variação, 3m/3m, ajuste sazonal (ambos eixos) Fonte: Bradesco Taxa de crescimento da produção industrial Um vírus mutante e adaptativo ataca e expõe fragilidades de cada país

5 Fragilidade diferenciada entre países Maior fragilidade Mercado interno limitado e baixa renda Setor financeiro frágil Altos níveis de endividamento Fundamentos econômicos frágeis Pouca experiência com crises Momento econômico de baixo crescimento Política econômica de baixa resposta Baixa capacidade de realizar investimentos públicos Menor fragilidade Mercado interno amplo, diversificado Setor financeiro saudável Baixo endividamento Fortes fundamentos econômicos Experiência em crises Momento econômico de alto crescimento Política econômica pró-ativa Alta capacidade de realizar investimentos públicos

6 Maior fragilidade Estrutura especializada Exportação de poucos produtos (recursos naturais) Desvantagens de custo Cadeias produtivas internas de baixa complexidade Inserção secundária em circuitos internacionais Empresas estrangeiras fly by night Baixo investimento em inovação Menor fragilidade Estrutura diversificada Exportação diversificada (produtos e países) Vantagens de custo Cadeias produtivas internas bem estabelecidas Inserção internacional no comando de cadeias Empresas estrangeiras com bases produtivas estabelecidas Alto investimento em inovação Fragilidade diferenciada entre estruturas produtivas

7 O Antes, o Durante e o Depois: Fundamentos da Competitividade

8 O Antes Exuberância irracional dos mercados => Ineficiências escondidas por um sistema de preços crescentes (empresariais, de políticas públicas e de referências teóricas) O Durante Busca de flexibilidade => capacidade de rapidamente mudar posições O rei está (e ficará) nu!

9 Voltam os fundamentos da competitividade... O depois (talvez...) Tendências competitivas e tecnológicas –Pressão de custos x difusão de tecnologias (TICs) eficientes e diferenciadoras –+ intensidade de conhecimento c/emergência de novas tecnologias (bio/nano) => novos segmentos de mercado, novos competidores, substituição de produtos e processos –Sustentabilidade energética e ambiental como rotina Estratégias corporativas –Prudentes => baixo endividamento, novos mercados, competição por custos e diferenciação (muito forte!) –Pró-ativas => investimento para consolidar posições (fixo, F&A e em inovação)

10 ... mitigando debilidades... Importante avançar sobre nossa maior debilidade: COMPETÊNCIAS! -Capacidade de Inovação -Governança corporativa -Sustentabilidade Energética e Ambiental -Capital Intelectual -Relacionamento com outros agentes – Cliente, Fornecedores, ITs, Governo -Habilidades para gerir Riscos Financeiros

11 Implicações para o BNDES

12 Financia diretamente grandes projetos de investimento em praticamente todos os setores da economia BNDES: Ampla presença na economia Desembolsos de R$ 96.6 bi entre jun/2008 e jun/2009

13 1950 Infra-estrutura Econômica - Siderurgia 1960 Indústrias de Base - Bens de Consumo - MPME 1970 Insumos Básicos - Bens de Capital Energia – Agricultura – Integração Social Infraestrutura privada - Exportações Privatização Infraestrutura – Estrutura Produtiva Exportação – Inovação - Inclusão Social Hoje Prioridades BNDES Instituição do Estado com compromisso do desenvolvimento, que se adapta às necessidades de cada período

14 Implicações Operacionais Importante estender esta lógica e esforço para diferentes modalidades de financiamento -No Apoio à Inovação: Foco na geração de valor. Desenvolvimento de capacidades para inovar incluindo a construção de ativos intangíveis. Incentiva parcerias entre empresas e ICTs (Funtec) Apóia esforços para a introdução de novas tecnologias

15 Estendendo para diferentes modalidades de financiamento…. VALORIZAR AS COMPETÊNCIAS E HABILIDADES DA EMPRESA NA DECISÃO DE FINANCIAMENTO - Avaliar as competências já constituídas -Considerar o esforço e a capacidade para desenvolver novas competências -Considerar Perspectiva Setorial: Padrão de Concorrência e Posicionamento Competitivo Nova Metodologia de Avaliação de Empresas

16 INDUZINDO A CONSTITUIÇÃO OU MELHORIA DE COMPETÊNCIAS Prêmio para aquelas que seguirem trajetória de construção / aperfeiçoamento de competências. Critérios como: Melhor governança corporativa, maior Responsabilidade Sócio-ambiental, menos danos ambientais, melhores processos, etc. Estendendo para diferentes modalidades de financiamento…. - Desenvolvimento de mecanismos para incentivar que empresas brasileiras se voltem aos fundamentos da competitividade:

17


Carregar ppt "A VALORAÇÃO DO CAPITAL INTELECTUAL DA EMPRESA NA AVALIAÇÃO DE PROJETOS PELO BNDES 64º Congresso da ABM Belo Horizonte 16/07/2009 João Carlos Ferraz."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google