A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cuidado com a criação Estudo do Livro: O discípulo radical de John Stott Marcos Alejandro Badra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cuidado com a criação Estudo do Livro: O discípulo radical de John Stott Marcos Alejandro Badra."— Transcrição da apresentação:

1 Cuidado com a criação Estudo do Livro: O discípulo radical de John Stott Marcos Alejandro Badra

2 John Stott aborda o cuidado com o meio ambiente como um dever nosso com Deus e com nosso próximo.

3 ecossiste ma cultura oceanos atmosfera chuva legislação água transito pobreza flora conhecimento terremotos cresciment o energia ar ozônio oxigénio elementos tecnologia ciência vulcões indústria agricultura cidade economia arvores produção vento O que é meio ambiente ou ambiente? clima fauna diversidad e bosques energia comercio sol o território saúde demografia alimentos precipitações lagos geleiras selva

4 Meio Ambiente Podemos definir ao meio ambiente como a resultante das interações entre os sistemas ecológicos e os sistemas antrópicos, susceptíveis de provocar efeitos sobre os seres vivos e as atividades humanas (Brailovsky, 1991). Meio Ambiente Podemos definir ao meio ambiente como a resultante das interações entre os sistemas ecológicos e os sistemas antrópicos, susceptíveis de provocar efeitos sobre os seres vivos e as atividades humanas (Brailovsky, 1991).

5 Elementos do Meio Ambiente Sistemas antrópicos Sistemas ecológicos Meio ambiente Industria; Cultura; Economia; Cidades; Legislação; Tecnologia; Ciência; Agricultura; Comercio; Etc. Fauna; Flora; Bosques; Geologia; Etc. Clima; Ciclo dos elementos; Atmosfera; Precipitações; Interações – Interrelações constantes e permanentes entre os sistemas e subsistemas. A nossa mordomia compreende a conservação do meio ambiente.

6 DEu S homemMeio ambiente Os três relacionamentos foram distorcidos pelo pecado do homem. Adão e Eva foram banidos da presença do Senhor no jardim......culparam um ao outro pelo que aconteceu e a boa terra foi amaldiçoada devido à desobediência.

7 Os problemas ambientais estão fundados: Na alienação do homem por causa do pecado; No analfabetismo ambiental (alienado da criação); Na incapacidade de se relacionar com o Criador; Nos relacionamentos distorcidos do proposito original de Deus (glorificar a Deus).

8 ...Porque sabemos que toda a criação geme e está juntamente com dores de parto até agora... (Romanos 8.22) Tsunami – Japão 2010

9 Qual deveria ser nossa atitude para com a terra? 1.A criação pertence ao Senhor; o homem é um administrador em nome do Criador....porque nele (Cristo) foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele e para ele. E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele. Colossenses 1.16-17 Do Senhor é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. Salmos24.1 Os céus são os céus do Senhor; mas a terra, deu-a ele aos filhos dos homens. Salmos 115.16...porque meu é todo animal da selva e as alimárias sobre milhares de montanhas. Conheço todas as aves dos montes; e minhas são todas as feras do campo. Salmos 50.10-11

10 Qual deveria ser nossa atitude para com a terra? 2.Desde o principio os seres humanos fomos dotados de uma dupla unicidade: Somos imagem e semelhança de Deus (com qualidade s morais, racionais, sociais e espirituais... Biologicamente somos semelhantes aos animais (respiramos, comemos, nos reproduzimos, entre outras características)... Gozamos de um nível superior de existência, somos diferentes dos animais e semelhantes a Deus: capazes de escolher, amar, pensar, criar, orar, exercer domínio. O caráter único de nosso domínio sobre a terra se deve ao caráter único de nosso relação com Deus.

11 DEu S homemMeio ambiente...porque foi do agrado do Pai que toda a plenitude nele habitasse e que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra como as que estão nos céus. Colossenses 1.19-20

12 Como então devemos nos relacionar com a terra? 1.Evitar deificação da natureza Neoreligiões onde a natureza é colocada em lugar de Deus: Wicca, Nova Era, entre outras.

13 Como então devemos nos relacionar com a terra? 2. Evitar a exploração exaustiva Exploração além da capacidade da resiliência dos ecossistema naturais atuais. E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou. E Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai- vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra. Como então devemos nos relacionar com a terra? 2. Evitar a exploração exaustiva Exploração além da capacidade da resiliência dos ecossistema naturais atuais. E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou. E Deus os abençoou e Deus lhes disse: Frutificai, e multiplicai- vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.

14 Como então devemos nos relacionar com a terra? 2. Evitar a exploração exaustiva. Earth Overshoot Day: 22 de agosto de 2012. A humanidade consumiu os recursos naturais disponibilizados para um ano. 22 de agosto de 2012 Earth Overshoot Day

15 Mandato cultural: E tomou o Senhor Deus o homem e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar. Genesis 2.15. O que Deus nos deu foi a natureza, e o que fazemos com ela é cultura. Como então devemos nos relacionar com a terra? 3. O relacionamento correto entre os seres humanos e a natureza é a de cooperação com Deus.

16 Em termo gerais o homem tem obedecido o mandato de Deus de encher a terra e sujeita- la. Desde a simples recolecção de frutos até a incrível desenvolvimento da nano tecnologia. Na pesquisa, no descobrimento e na investigação; em biologia, química, física e em outras áreas; e em todos os triunfos da tecnologia o homem tem obedecido a Deus e exercido o domínio que recebeu dele. No seu progressivo controle da terra o homem não arrebatou a esfera privada de Deus para lhe arrebatar o poder. Como então devemos nos relacionar com a terra? 3. O relacionamento correto entre os seres humanos e a natureza é a de cooperação com Deus.

17 E disse Deus: Eis que vos tenho dado toda erva que dá semente e que está sobre a face de toda a terra e toda árvore em que há fruto de árvore que dá semente; ser-vos-ão para mantimento. E a todo animal da terra, e a toda ave dos céus, e a todo réptil da terra, em que há alma vivente, toda a erva verde lhes será para mantimento. E assim foi. E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom; e foi a tarde e a manhã: o dia sexto. Genesis 1.27-31. Como então devemos nos relacionar com a terra? 3. O relacionamento correto entre os seres humanos e a natureza é a de cooperação com Deus.

18 Como então devemos nos relacionar com a terra? 3. O relacionamento correto entre os seres humanos e a natureza é a de cooperação com Deus. Não devemos apenas conservar o ambiente, mas também desenvolver ser recursos para o bem comum.

19 A crise ecológica Demográficos (aumento da população, pobreza e população em grandes centros urbanos). Resíduos Mudança climáticas Perda da diversidade cultural (degradação humana), Depleção dos recursos naturais, etc.

20

21 Como seguidores de Jesus Cristo, cremos que a Bíblia nos leva a responder de quatro formas: Primeira – Deus chamou-nos para que confessássemos e nos arrependêssemos das nossas atitudes que desvalorizam a criação, e que torcem ou ignoram a revelação bíblica para apoiar o mau uso que fazemos dela. Esquecendo que a terra é do Senhor, temos frequentemente usado a criação sem nos lembrarmos da nossa responsabilidade pelo seu cuidado.

22 Segunda – As nossas ações e atitudes para com a terra têm de vir do centro da nossa fé, e estar enraizadas na plenitude da revelação de Deus em Cristo e nas Escrituras. Resistimos a ideologias que: a) presumem que o Evangelho nada tem a ver com o cuidado com as criaturas que não são humanas e b) ideologias que reduziriam o Evangelho a nada mais que cuidado com a criação. Como seguidores de Jesus Cristo, cremos que a Bíblia nos leva a responder de quatro formas:

23 Terceira – Procuramos diligentemente aprender tudo quanto a Bíblia nos diz acerca do Criador, criação e tarefa humana. Na nossa vida e nas nossas palavras declaramos que as Boas Novas são para toda a criação que ainda espera a manifestação dos filhos de Deus (Romanos 8:19). Como seguidores de Jesus Cristo, cremos que a Bíblia nos leva a responder de quatro formas:

24 Quarta – Procuramos entender o que a criação revela acerca de divindade de Deus, Sua presença sustentadora, e poder eterno, e o que a criação nos ensina sobre a ordem apontada por Deus e os princípios segundo os quais se rege. Como seguidores de Jesus Cristo, cremos que a Bíblia nos leva a responder de quatro formas:

25 Bibliografia: O discípulo radical – John Stott La fe cristiana frente a los desafios contemporaneos – John Stott Foot Print Network - http://www.footprintnetwork.org Uma Declaração Evangélica sobre o Cuidado com a Criação – Aliança Evangélica Europeia. Memoria verde de la Argentina - Brailovsky www.marcosbadra.com


Carregar ppt "Cuidado com a criação Estudo do Livro: O discípulo radical de John Stott Marcos Alejandro Badra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google