A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS VIII INTERAÇÃO FRATERNA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS VIII INTERAÇÃO FRATERNA."— Transcrição da apresentação:

1 PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS VIII INTERAÇÃO FRATERNA

2 Foi desenvolvido um relacionamento singelo entre os usuários, os funcionários dos postos médicos, e nós. Um relacionamento fraterno. Alguns pacientes quando me vêem chegar acompanhado de minha esposa, ajeitam-se sorridentes nos bancos, como se estivessem nos esperando.

3 Estes postos de saúde não atendem somente doentes do bairro de Val-de-Cães, mas, embora esporadicamente, de quase toda Belém. Conheci uma senhora do bairro Bengui, outra da Terra Firme, um senhor da Pratinha, outro do Jurunas, todos esperando a vez da consulta médica. Claro, conheci-os em dias diferentes. Digo isto, apenas para mostrar como caminha a Palavra no coração humano partindo destes postos médicos...

4 Em dias programados, muitas mocinhas gestantes, umas carregando bebê no colo e outras amamentando. Algumas parecem que ainda brincam com boneca, tal a idade que aparentam. Fato que revela o aumento da população e a família cada vez mais precisando de sustentação cristã para melhorar sua estrutura e dar um rumo de harmonia na caminhada da sociedade! Pedimos bênçãos aos filhos e às mães, e às gestantes, bom parto.

5 Estávamos nos dirigindo a uma outra aglomeração, ainda dentro do posto, quando um senhor falou: - Até que enfim se lembraram de nós, a gente só vê protestantes trançando pernas por aqui. Eu até cheguei a lhe confundir com um. Respondi-lhe: - Não é que vocês estejam esquecidos, mas porque a Igreja carece de operários para trabalhar na Messe do Senhor a campo aberto. Mas vocês estão sempre em suas orações. Ela é uma mãe preocupada com os filhos, ansiosa em reuni-los sob seu manto protetor... Antes que eu terminasse de falar, chegou sua vez e ele entrou no consultório...

6 Certo dia, depois da proclamação, quis saber dentre os presentes quem sabia onde ficava a igreja da Mãe da Divina Providência e o nome do pároco. A igreja fica às proximidades. Aleatoriamente, perguntei às pessoas que estavam espalhadas pelo corredores dos postos, algumas na rua. Perguntei a 20 pessoas. 70% delas não sabiam onde ficava a Igreja, algumas já ouviram falar dela (estou falando seu nome todo dia), e apenas 2 pessoas sabiam o nome do pároco, e estas eram legionárias de Maria que, por obrigação, deviam mesmo saber para informar os outros; 30%, quando assistem Missa, só assistem aos domingos, ninguém vai de livre e espontânea vontade louvar Deus, dizer que O ama ou alimentar-se de sua Palavra ou do seu Corpo, simplesmente vão como uma obrigação ou com medo de pecar se não forem. Esta amostragem é apenas de um posto...

7 Quando o ambiente é propício, depois da proclamação do Evangelho, estimulo os ouvintes a rezarem comigo as preces da Assembléia. Além das que estão na Liturgia Diária, muitos fazem espontaneamente as suas próprias, incluindo o bom desempenho do Papa, do arcebispo e do pároco à frente da Igreja; iluminação ao médico e às enfermeiras durante a consulta ou operação; saúde a todos na comunidade e paz na família; Todos respondemos com vigor: - Senhor, escutai a nossa prece! No final, exclamo: - Que o Espírito Santo trabalhe esta mensagem no coração de cada um de vocês, tenham uma boa consulta e caminhem sob um dia harmonioso!... Eliezer de Oliveira Martins Obs: O autor é diácono da Arquidiocese de Santa Maria de Belém do Grão Pará, Amazônia do Brasil. Esses fatos são uma adaptação dos narrados em link FONTE DE VIDA, Em Águas Profundas. Musical: Only A Memory, Yanni


Carregar ppt "PESCA EM ÁGUAS PROFUNDAS VIII INTERAÇÃO FRATERNA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google