A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Henri Marie Raymond de Toulouse-Lautrec Monfa Nascido na nobreza francesa. Seu pai era o conde Aphonse de Toulouse-Lautrec-Monfa, e sua mãe Adéle Tapié.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Henri Marie Raymond de Toulouse-Lautrec Monfa Nascido na nobreza francesa. Seu pai era o conde Aphonse de Toulouse-Lautrec-Monfa, e sua mãe Adéle Tapié."— Transcrição da apresentação:

1

2 Henri Marie Raymond de Toulouse-Lautrec Monfa Nascido na nobreza francesa. Seu pai era o conde Aphonse de Toulouse-Lautrec-Monfa, e sua mãe Adéle Tapié de Céleyran. Queriam seus pais que o filho seguisse com esmero o mesmo caminho nobre de toda a sua família, tanto materna quanto paterna. Porém, desde jovem, o rapazinho desprezava a opulência, considerando-a enfadonha. Albi, 24 de Novembro de Saint-André-du-Bois, 9 de Setembro de 1901 Pintor pós-impressionista e litógrafo francês. Foto: 1887, aos 23 anos. Arquivo de família

3 Toulouse-Lautrec sofria de uma doença desconhecida em sua época. Certamente uma distrofia poli-hipofisária, ou seja, um desenvolvimento insuficiente de certos tecidos ósseos. Sofre dois acidentes em sua juventude e acaba fraturando o fémur esquerdo e direito respectivamente. Os ossos mal soldados fazem com que Henri não ultrapasse a altura de 1,52m. Porém, o jovem não se deixa abater por tal infortúnio. Em seus longos períodos de cama, Toulouse-Lautrec faz desenhos e pinta aquarelas, abrindo espaço para seu incrível talento que ainda se desfraldaria. Foto: Aos 7 anos. Arquivo de família

4 Freqüentador assíduo do Moulin Rouge e outros prostíbulos, o pequeno nobre acaba se acomodando muito bem aquele ambiente tão estranho aos pais, que nunca aceitaram. O tema principal das pinturas de Toulouse- Lautrec era a vida boêmia parisiense, que ele representava através de um desenho que lembra a espontaneidade do desenho satírico de Honoré Daumier, e uma composição dinâmica que poderia ter sido influenciada pela fotografia e as gravuras japonesas, dois fatores de grande importância cultural no fim do século XIX. Poster; Moulin Rouge, 1891

5 Testemunha da vida noturna de Montmartre, Henri não apenas faz pinturas, como também cartazes promocionais dos prostíbulos e teatros, fazendo-se presente na revolução da publicidade do século XIX. O cartaz litográfico colorido é uma nova ferramenta de divulgação de locais de lazer parisienses. Trilhando o caminho de Jules Chéret, assim como Alfons Mucha, Toulouse-Lautrec revolucionou o design gráfico dos cartazes, definindo o estilo que seria conhecido como Art Nouveau. La Revue Blanche, 1895

6 Em 1899, a vida desregrada e o excesso de álcool finalmente cobram seu preço. Lautrec sofre de crises e é internado numa clínica psiquiátrica. Ao sair é constantemente vigiado para que não beba e não volte a freqüentar os bordéis, vigilância que ele consegue burlar. Sua saúde vai-se deteriorando cada vez mais, até que em 1901 não é mais capaz de viver sozinho. Henri despede-se de Paris com a certeza de que está com os dias contados. Sofre ataques de paralisia e quase não consegue mais pintar. Em 9 de setembro de 1901, às duas horas e quinze minutos da manhã, Henri de Toulouse-Lautrec morre nos braços de sua mãe. E o mundo perde um pequeno gigante no domínio da arte. 1895, arquivo de família

7

8 Les deux petites amies, 1894; huile sur carte, Toulouse- Lautrec

9 Deux femmes valsent, Moulin Rouge, 1892; huile sur carte, Narodni Galerie Prague.

10 La ballerine Loïe Fuller, Vue de la Coulisse, 1893; gouache sur carton.

11 Nudité inclinée, 1897; huile sur le bois, Barnes Foundation

12 Désiré Dihau qui lit un journal dans le jardin, 1890; huile sur carte, Musée Toulouse-Lautrec, Albi.

13 Dans le salon de la rue def Moulins, 1894; Huile sur toile, Musée Toulouse-Lautrec, Albi.

14 Femme qui tire son bas, 1894; huile sur carton, Musée d'Orsay, Paris.

15 Mademoiselle May Belfort à l'Irish american bar de la rue Royale, 1895; Musée Toulouse-Lautrec, Albi.

16 Gueule de bois; la buveuse, ; Musée Toulouse-Lautrec, Albi.

17 Napoleon Bonaparte, 1895; lithographie, Musée Free Library, Philadelphia.

18 Nunca descobri o que me encanta na obra de Toulouse-Lautrec. Talvez seja a boêmia. José Luiz Foto: 1894, aos 30 anos. Arquivo de família.

19 Música: Laigle Noir - Patricia Kaas; do CD: Rendez-Vous Un beau jour Ou peut-etre une nuit Près d'un lac Je m'étais endormi Quand soudain semblant crever le ciel Et venant de nulle part surgit un aigle noir Lentement ses ailes déployées Lentement je le vis tournoyer Près de moi dans un bruissement d'ailes Comme tombé du ciel L'oiseau vint se poser Il avait les yeux couleur rubis Et des plumes aux couleurs de la nuit A son frond brillait de mille feux L'oiseau roi couronné Portait un diamant bleu De son bec, il a touché ma joue Dans ma main, il a glissé son cou C'est alors que je l'ai reconnu Surgissant du passé il m'était revenu! Dis l'oiseau, oh dis emmène moi! Revenons au pays d'autrefois Comme avant dans mes rêves d'enfants Pour cueillir en tremblant des étoiles, des étoiles.

20 FIM


Carregar ppt "Henri Marie Raymond de Toulouse-Lautrec Monfa Nascido na nobreza francesa. Seu pai era o conde Aphonse de Toulouse-Lautrec-Monfa, e sua mãe Adéle Tapié."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google