A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REFLEXÕES SOBRE A FAMÍLIA Não adiantam os manuais para alcançar a felicidade; o segredo está no amor e no carinho do ambiente familiar. É comum encontrarmos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REFLEXÕES SOBRE A FAMÍLIA Não adiantam os manuais para alcançar a felicidade; o segredo está no amor e no carinho do ambiente familiar. É comum encontrarmos."— Transcrição da apresentação:

1

2 REFLEXÕES SOBRE A FAMÍLIA Não adiantam os manuais para alcançar a felicidade; o segredo está no amor e no carinho do ambiente familiar. É comum encontrarmos pessoas que perguntam: Tudo bem com você? E a família, está bem? A resposta é sempre: está tudo bem ou tudo certo. Geralmente é nestas ocasiões que fazemos uma pausa para refletir sobre o assunto. Quantas vezes respondemos tudo bem com um nó na garganta, porque há poucos instantes discutimos com o parceiro ou com o filho. A crescente competitividade do mundo moderno exige dos profissionais um esforço quase heróico.

3 Graças a esse corre-corre do dia- a-dia a família tem ficado de lado. Quando foi que você sentou com um filho para bater um papo ou saiu com o seu cônjuge para namorar? Há quanto tempo você não diz para um membro da sua família: eu te amo? ou eu gosto de você? Será que é babaquice como alguns apregoam por aí? Outros dizem que o mais importante é demonstrar. Mas, demonstrar com um brinquedo novo, com um carro zero, ou com uma viagem ao exterior?

4 As pessoas costumam, muitas vezes, dar mais atenção a conhecidos, colegas e amigos que se dizem carentes e nem percebem que, dentro do próprio lar pode ter alguém deprimido e carente de afeto. Muitos chegam até a adoecer por falta de um carinho ou de uma palavra de conforto. As carícias verbais são essenciais em qualquer relacionamento. No entanto, percebe-se que a maioria das pessoas foi treinada desde a infância a apenas demonstrar o afeto. Por isso, tanta gente encobre a dificuldade pessoal de verbalizar o que sente e ainda justifica: Ele me conhece, porque vou ficar falando que gosto a todo o instante; só falo eu te amo em ocasiões especiais; se eu ficar dizendo que gosto ela poderá se desinteressar por mim...

5 Muitos pais são capazes de fazer uma super festa no aniversário do filho, mas incapazes de dar um abraço carinhoso, um beijo ou dizer: que bom que você existe. Existe um consenso entre os estudiosos de diversas áreas apontando para a crise que avassala a instituição familiar. Jovens completamente perdidos e desorientados, sem noção clara do certo e do errado, sem responsabilidade, sem diálogo com os pais, bebendo além da conta e, sem o calor familiar diário são alvos fáceis da violência urbana. Muito se fala e pouco se faz. A sociedade reconhece a situação, a imprensa divulga as cenas exaustivamente e os pais que um dia se uniram pelo casamento com a intenção de educar os filhos parecem alheios a tudo isso, acreditando que isto só acontece na casa ao lado.

6 Numa época competitiva como a que vivemos, a luta por um lugar no mercado de trabalho tem feito os pais abraçarem o mundo. Trabalham demais para poder oferecer aos filhos uma boa estrutura e um padrão de vida digno. Não é fácil encontrar o ponto de equilíbrio para conciliar a vida profissional, pessoal e familiar. O casal precisa se unir para compartilhar as responsabilidades financeiras, para educar os filhos e suprir as suas necessidades de afeto e de carinho. Nessa correria toda alguém sai perdendo. Perde o próprio casal e estes com os filhos que tanto desejaram ter. O estresse da vida moderna tem se transformado em uma verdadeira neurose e até as crianças sofrem com isso.

7 O tempo é todo cronometrado: deitar tarde, acordar cedo, trabalhar, na volta ajudar um nas tarefas escolares, banho, dar atenção para o menor, preparar o jantar e, ambos vão deitar exaustos. As crianças, por sua vez, têm a agenda lotada: aula de línguas, ballet, judô ou informática. Muitas vezes, os pais esquecem o quanto é importante o investimento de tempo com qualidade. Os pais separados geralmente têm esse tipo de preocupação para compensar a dor da ruptura do vínculo familiar. Tem gente que usa a falta de tempo como desculpa.

8 A felicidade de um pai e de uma mãe está intimamente ligada à felicidade de seus filhos. Um filho feliz sente-se amado, querido e escutado. Na família todos se alegram com o sucesso individual de seus membros e os apóiam em caso de dificuldades ou derrotas. É na família que os filhos aprenderão os valores e os comportamentos necessários para a vida em sociedade: a solidariedade, a confiança, a generosidade, o respeito, a respeitar as diferenças de gostos de temperamento, de desejos e de necessidades.

9 Uma família unida e feliz é fruto da consciência de que a felicidade é decorrente de pequenos atos do cotidiano. E, os pais têm uma responsabilidade enorme na condução de sua família. Cabe a cada um encontrar o equilíbrio necessário para construir as bases para a felicidade da própria família. Colégio O Bosque Setembro / 2008


Carregar ppt "REFLEXÕES SOBRE A FAMÍLIA Não adiantam os manuais para alcançar a felicidade; o segredo está no amor e no carinho do ambiente familiar. É comum encontrarmos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google