A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução ao Barroco Cultismo e conceptismo Lisboa, 1640.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução ao Barroco Cultismo e conceptismo Lisboa, 1640."— Transcrição da apresentação:

1

2 Introdução ao Barroco Cultismo e conceptismo

3 Lisboa, 1640

4 Traços do Barroco REFORMA Livre interpretação bíblica Moralização da Igreja Hagioclastia CONTRA-REFORMA combate às heresias purificação católica catequese

5 Renascença e Barroco Nascimento de Vênus Martírio de S. Mateus Barroco : Desequilíbrio: deslocamento central, desequilíbrio de figuras Hermetismo : claridade relativa, indefinição de contornos Tensão : intranqüilidade de movimentos

6 O Barroco em Portugal Pe. Manuel Bernardes Sermões Pe. António Vieira Sermões Sóror Violante do Céu Rimas, Fênix Renascida Francisco Rodrigues Lobo Fênix Renascida Sóror Mariana Alcoforado Cartas Portuguesas

7 Sóror Mariana Alcoforado Cartas Portuguesas Primeira mulher autora Antecipação romântica Poesia em prosa Subjetivismo

8 Cartas Portuguesas E como é possível que com tanto Amor eu não tenha podido fazer-te completamente venturoso? Lamento, por Amor de ti somente, as deleitações infinitas que perdeste... Por que fatalidade não quiseste desfrutá-las?... Ah! se as conhecesses, acharias sem dúvida que são mais sensíveis do que a satisfação de me ter seduzido, e terias experimentado que somos mais felizes, e sentimos qualquer coisa de mais fino mimo em amar ardentemente, do que em ser amados.

9 Fênix Renascida Características estéticas academicismo imitação clássica e gongorismo cultismo: figuras

10 Sóror Violante do Céu Será brando o rigor, firme a mudança, Humilde a presunção, vária a firmeza, Fraco o valor, cobarde a fortaleza, Triste o prazer, discreta a confiança; Terá a ingratidão firme lembrança, Será rude o saber, sábia a rudeza, Lhana a ficção, sofística a lhaneza, Áspero o a mor, benigna a esquivança;

11 Sóror Violante do Céu Será merecimento a indignidade, Defeito a perfeição, culpa a defensa, Intrépito o temor, dura a piedade, Delito a obrigação, favor a ofensa, Verdadeira a traição, falsa a verdade, Antes que vosso amor meu peito vença. Fênix Renascida

12 Rodrigues Lobo Fermoso Tejo meu, quão diferente Te vejo e vi, me vês agora e viste: Turvo te vejo a ti, tu a mim triste, Claro te vi eu já, tu a mim contente. A ti foi-te trocando a grossa enchente A quem teu largo campo não resiste; A mim trocou-me vista em que consiste O meu viver contente ou descontente!

13 Rodrigues Lobo Já que somos no mal participantes, Sejamo-lo no bem. Oh, quem me dera Que fôramos em tudo semelhantes! Mas lá virá a fresca Primavera: Tu tornarás a ser quem eras dantes, Eu não sei se serei quem dantes era. Fênix Renascida

14 O Barroco no Brasil Bento Teixeira Prosopopéia Manuel Botelho de Oliveira Música do Parnaso Gregório de Matos Guerra Poesias Frei M. Sta. Maria Itaparica Descrição da Ilha de Itaparica

15 Bento Teixeira Prosopopéia (1601) Primeiro texto brasileiro Imitação camoniana Poema laudatório Pretensões regionais Pera a parte do Sul, onde a pequena Ursa se vê de guardas rodeada, Onde o Ceo luminoso mais serena Tem sua influïção, e temperada; Junto da Nova Lusitânia ordena A natureza, mãe bem atentada, Um porto tão quieto e tão seguro, Que pera as curvas Naus serve de muro. Prosopopéia, XVIII

16 Manuel Botelho de Oliveira Os pobres pescadores em saveiros, em canoas ligeiros, fazem com tanto abalo do trabalho marítimo regalo; uns as redes estendem, e vários peixes por pequenos prendem; que até nos peixes com verdade pura ser pequeno no Mundo é desventura: À Ilha de Maré imitação clássica conceptismo : o gosto das comparações filosóficas, o jogo de idéias nativismo : cor local

17 Música do Parnaso outros no anzol fiados têm aos míseros peixes enganados, que sempre da vil isca cobiçosos perdem a própria vida por gulosos. À Ilha de Maré


Carregar ppt "Introdução ao Barroco Cultismo e conceptismo Lisboa, 1640."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google