A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Diferenças entre DER e Engenharia de Informações URCAMP – Curso de Informática - Banco de Dados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Diferenças entre DER e Engenharia de Informações URCAMP – Curso de Informática - Banco de Dados."— Transcrição da apresentação:

1 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Diferenças entre DER e Engenharia de Informações URCAMP – Curso de Informática - Banco de Dados

2 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Na notação Engenharia de Informações, relacionamentos são representados apenas por uma linha que liga os símbolos representativos das entidades associadas. Isso têm as seguintes conseqüências: A notação admite apenas relacionamentos binários, já que uma linha conecta apenas duas entidades. Relacionamentos ternários ou de grau maior são modelados através de uma entidade, que é associada através de relacionamentos binários, a cada uma das entidades que participam do relacionamento ternário. Atributos aparecem exclusivamente em entidades. Com isto, objetos que seriam modelados como relacionamentos n:n na notação de Chen tendem ser modelados como entidades na notação de Engenharia de Informações. A denominação de um relacionamento é escrito na forma de verbos em ambas direções de leitura. A notação para cardinalidade máxima e mínima é gráfica. O símbolo mais próximo do retângulo representativo da entidade corresponde a cardinalidade máxima, o mais distante a cardinalidade mínima. A generalização/especialização é chamada de subconjunto de entidades e é representada através do aninhamento dos símbolos de entidade conforme

3 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Empregado Processador de Textos EngenheiroSecretária Departamento Gerente Projeto Lotação Gerência Participação Domínio Exemplo de um E-R p Figura 1

4 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Generalização/especialização Pode ser Classificada em dois tipos: Tipo Total: para cada ocorrência de entidade genérica existe sempre uma ocorrência em uma das entidades especializadas. No exemplo a seguir, toda ocorrência da entidade Cliente corresponde uma ocorrência em uma das duas especializações. Este tipo de generalização/especialização é simbolizado por um t.

5 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Cliente Pessoa JurídicaPessoa Física t Indica que todo Cliente é ou Pessoa Física ou Pessoa Jurídica

6 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Continuação... Tipo Parcial: nem toda ocorrência da entidade genérica possui uma ocorrência correspondente em uma entidade especializada. Esse é o exemplo, no qual nem toda entidade Funcionário possui uma entidade correspondente em uma das especializações (nem todo funcionário é motorista ou secretária). Este tipo de generalização/especialização é simbolizado por um p

7 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Funcionário SecretáriaMotorista p Indica que nem todo Funcionário é Motorista ou Secretária

8 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Múltiplos Níveis Um entidade especializada pode ser genérica em uma outra generalização/especialização. É admissível, inclusive, que uma mesma entidade seja especialização de diversas entidades genéricas (herança múltipla)

9 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Veículo Veículo AquáticoVeículo Terrestre Veículo AnfíbioAutomóvelBarco

10 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Esquemas Textuais A descrição de um modelo é chamada de esquema de banco de dados. O esquema ER Textual é mais rica que a notação gráfica, pois inclui a possibilidade de definir um tipo de atributo.

11 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Dependente Empregado EMP-DEP Código Nome Número Nome (1,1)(0,n) Exemplo de Esquema Textual

12 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Exemplo de Esquema Textual: Esquema: EMP_DEP Entidade: EMPREGADO Atributos: CÓDIGO:inteiro Nome: texto(50) Identificador: CÓDIGO Entidade: DEPENDENTE Atributos:NÚMERO:inteiro Nome:texto (50) Identificadores:NÚMERO RELACIONAMENTO: EMP_DEP Entidades:(1,1) EMPREGADO (0,n) DEPENDENTE

13 Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Exercícios 1.A figura 1 apresenta um DER de parte de um sistema de recursos humanos em uma organização. Descreva em português tudo que está representado neste diagrama. 2.Para cada entidade e cada relacionamento do DER da figura1 defina, quando possível, atributos. Para cada entidade, indique o(s) atributo(s) identificador(es). 3.Escreva um esquema ER Textual para o esquema diagramático da figura 1. 4.De acordo com o DER da figura 1, que ações devem ser alterada para que um empregado tenha uma ocorrência nas especializações? 5.De acordo com o DER da figura 1, uma secretária ou um engenheiro não podem ser gerentes.Porque? Como o DER deveria ser modificado para permitir que tanto uma secretária, quanto um engenheiro pudessem ser também gerentes?


Carregar ppt "Banco de Dados I - Prof.Alfredo Parteli Gomes Diferenças entre DER e Engenharia de Informações URCAMP – Curso de Informática - Banco de Dados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google