A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

2 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ? www.trescincocorretora.com.br/storage/dicas/69/duvidas_1.jpg.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "2 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ? www.trescincocorretora.com.br/storage/dicas/69/duvidas_1.jpg."— Transcrição da apresentação:

1

2 2 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ?

3 3 Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. Nova Versão Internacional NVI Efésios 6:17 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ?

4 4 O exercício da observação como forma de entendermos o que a Bíblia diz.

5 5 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ? Exame; verificação acurada; analisar com atenção e minúcia.

6 6 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ? Não temos o costume de empregar tempo observando...

7

8 8 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ? O exercício da interpretação coerente como forma de entendermos o que a Bíblia diz.

9

10 10

11 11 Pense que você está em casa, pronto(a) para sair e irá ler e meditar em um texto, a fim de que lhe inspire e incentive no dia que se descortina.

12 12

13 13 A valorização das narrativas mitológicas em Lévy-Strauss: Enquanto a ciência racionalista e positivista do século XIX desprezava a mitologia, a magia, o animismo e os rituais fetichistas em geral, Lévi-Strauss entendeu-as como recursos de uma narrativa da história tribal,

14 14 A valorização das narrativas mitológicas em Lévy-Strauss: como expressões legitimas de manifestações de desejos e projeções ocultas, todas elas merecedoras de serem admitidas no papel de matéria-prima antropológica.

15 15 A valorização das narrativas mitológicas em Lévy-Strauss: Como é o caso do seus estudos sobre o mito (Mythologiques), cuja narrativa oral corria da esquerda para a direita num eixo diacrônico, num tempo não-reversível, enquanto que a estrutura do mito sobe e desce num eixo sincrônico, num tempo que é reversível.

16 16 Colaboração: Marcos Calil.

17 17 Síntese de população estelar de galáxias Starburst através de espectroscopia no infravermelho próximo: As Galáxias Starburst (SBs) são galáxias com intensa formação estelar, geralmente na região nuclear (r = pc),

18 18 Síntese de população estelar de galáxias Starburst através de espectroscopia no infravermelho próximo: e estão entre os melhores laboratórios para estudar a evolução de estrelas massivas, assim como os processos físicos que estão associados com os primeiros estágios de formação de galáxias.

19 19 As taxas de formação estelar nesta região excedem as encontradas ao longo do restante da galáxia hospedeira. O espectro das SBs é caracterizado por linhas de emissão brilhantes, como as linhas de recombinação do hidrogênio e hélio e linhas de transições proibidas do enxofre, oxigênio e nitrogênio. Síntese de população estelar de galáxias Starburst através de espectroscopia no infravermelho próximo:

20 20 Acredita-se que o infravermelho (IR) proporcione meios para detectar estrelas de idade jovem a intermediária ( × 109 anos). Um exemplo disto são as estrelas na fase dos pulsos térmicos do ramo assintótico das gigantes (TP-AGB)... Síntese de população estelar de galáxias Starburst através de espectroscopia no infravermelho próximo:

21 21

22 22 A HEMATÚRIA: A hematúria pode representar a única manifestação de diversas doenças do TGU. Logo é um sinal clínico de grande significado.

23 23 O objetivo da investigação é afastar o diagnóstico de afecções graves e potencialmente curáveis mediante intervenção precoce. A HEMATÚRIA:

24 24 A HEMATÚRIA: Aproximadamente 5 a 20% das hematúrias microscópicas e assintomáticas ocorrem por doenças significantes e 13% são representados por neoplasias.

25 25

26 26

27 27 Eu oro. Eu escolho o texto e leio. Sequência? Abre aleatoriamente? Texto da mensagem de domingo? O pão diário? Outro?

28 28 Eu oro. Eu leio. O que eu entendo desse texto? Como praticar o que entendi?

29 29 O que eu entendo desse texto? Como praticar o que entendi?

30 30 1 Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! 2 É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes. 3 É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre.

31 31 Responda: Quem são os irmãos e onde se reúnem? Por que a união é preciosa como o óleo sobre Arão?

32 32 Responda: Que bênção Deus ordena e onde devo buscá-la?

33 33 Respostas: irmãos: israelitas. A unção do sumo sacerdote reporta à segurança do perdão de pecados da nação.

34 34 Resposta: Tudo de bom está no templo, em Sião, Jerusalém. Era lá que Deus morava, abençoando e guardando Israel (Peregrinação).

35 35 Eu oro. Eu leio. O que eu entendo desse texto? Como praticar o que entendi?

36 36 Eu oro. Eu leio. O que eu entendo desse texto? Como praticar o que entendi? O que eu entendo desse texto? Como praticar o que entendi? Quais critérios usamos para definir o significado do texto?

37 37 Quais critérios usamos para definir o significado do texto? As notas de rodapé da Bíblia? O que faz sentido para mim? O que se encaixa na minha realidade? Minha tradição eclesiástica? O que me dá mais conforto? Outro?

38 38 Eu oro. Eu leio. O que eu entendo desse texto? Como praticar o que entendi? Eu oro. Eu vou à luta...

39 39

40 Corrente Espiritualista Corrente Humanista Corrente Reformada

41 Corrente Espiritualista 1. A interpretação Alegórica 2. A interpretação Intuitiva 3. A interpretação Existencialista

42 Corrente Espiritualista 1. A interpretação Alegórica

43 43 Leitura devocional é uma forma disciplinada de devoção e não mais um método de estudo bíblico. É feita pura e simplesmente para conhecer a Deus, colocar-se diante da Sua Palavra e ouvi-lo.

44 44 Esta atitude de silêncio, reverência, meditação e contemplação define a postura de quem deseja aproximar-se da Palavra de Deus... O Rev. Eugene Peterson clamava esta leitura de exegese contemplativa.

45 45 Encontre um lugar calmo e recolha- se para a leitura. Deixe de lado sua percepção crítica, acadêmica, analítica e coloque-se numa atitude de expectativa.

46 46 A leitura devocional é uma forma de absoluta submissão, de deixar acontecer (...) É um exercício espiritual que requer um pouco mais de imaginação.

47 47 Por isso, devemos deixar de lado nosso academicismo racional para uma abordagem mais efetiva e pessoal (...)

48 48 É dessa postura que nasce, não apenas o prazer pela Palavra de Deus, mas também a experiência transformadora do poder da Graça Divina. A leitura devocional, por Ricardo Barbosa de Souza

49 49

50 50 Corrente Espiritualista 2. A interpretação intuitiva A prática de abrir as Escrituras ao acaso para pregar ou encontrar uma mensagem para uma ocasião específica, sem o devido estudo do texto e do seu contexto histórico.

51 51 Corrente Espiritualista 2. A interpretação intuitiva

52 52 Corrente Espiritualista 3. A interpretação Existencialista O importante não é a intenção do autor, nem o que o texto falou aos seus leitores originais, mas o que fala a nós, hoje, no nosso contexto: esse é o sentido do texto.

53 53 Corrente Espiritualista 3. A interpretação Existencialista As Escrituras não são objetivamente a Palavra de Deus, elas se tornam Palavra de Deus, quando nos falam subjetivamente.

54 54 Corrente Espiritualista 3. A interpretação Existencialista Ou seja, o que sinto que é, o que acho que é, o que me fala ao coração... Isso é a Bíblia se tornando Palavra de Deus para mim.

55 Corrente Espiritualista Corrente Humanista Corrente Reformada

56 56 Corrente Humanista A ênfase dessa corrente está no método, na técnica, nos aspectos literários ou históricos das Escrituras, em detrimento do seu caráter divino, espiritual e sobrenatural.

57 57 Corrente Humanista A razão e o intelecto passaram a ser determinantes, sendo rejeitado como erro, fábula ou mito tudo o que não puder ser explicado ou harmonizado com a razão.

58 58 Corrente Humanista EXEMPLO: A passagem pelo Mar vermelho, O livro de Jó, a experiência de Jonas, a água em vinho, a ressurreição, a comunicação de Cristo com Sua Igreja hoje.

59 59 Corrente Humanista Essa corrente pode ser confundida com a nossa, pois também lida com ferramentas. A diferença está em que a Bíblia é um cadáver a ser examinado, não tem a vida de Deus.

60 Corrente Espiritualista Corrente Humanista Corrente Reformada

61 61 Corrente Reformada A Bíblia é a Palavra de Deus! Estudá-la e entendê-la dentro de seu texto e contexto é deixar o Espírito Santo falar!

62

63 63 Não podemos simplesmente ler a Bíblia e interpretá-la sem antes dar atenção ao estudo lúcido que considera o texto dentro de seu contexto.

64 64 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ?

65 65 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ? 4.bp.blogspot.com/_-R_eXXQP2gA/TOAh6SS0a6I/AAAAAAAAAwk/duLtppK3ZK0/s400/pilha_de_livros.jpg

66 66 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ?

67 67 pawtuxetbaptist.com Leia-me!

68 68 BEM- VINDO À IGREJA. VOCÊ NÃO VAI PRECISAR DISSO!


Carregar ppt "2 QUANDO IREMOS ENTENDER O QUE A BÍBLIA DIZ? www.trescincocorretora.com.br/storage/dicas/69/duvidas_1.jpg."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google