A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Atnágoras Lopes. . Estamos diante de um novo ciclo histórico de reorganização do movimento operário brasileiro aberto com chegada do PT ao governo central.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Atnágoras Lopes. . Estamos diante de um novo ciclo histórico de reorganização do movimento operário brasileiro aberto com chegada do PT ao governo central."— Transcrição da apresentação:

1 Atnágoras Lopes

2 . Estamos diante de um novo ciclo histórico de reorganização do movimento operário brasileiro aberto com chegada do PT ao governo central.

3 1º - Inicio do século passado: Anarquistas e Sindicatos Livres; 2º - Anos 20: Ruptura e origem do PCB (Vai de 30 à 60/ o CGT...); Golpe de 64, decadência 3º -Final dos anos 70, início dos anos 80: Surgimento do PT e da CUT. 4º Novo ciclo: Chegada de Lula ao poder, PT/CUT abandona a estratégia socialista, atrelamento da direção aos aparatos do Estado Fatos internacionais A queda do maior aparato burocrático do mundo (o Stalinismo do Leste) A ausência de uma direção com estratégia socialista A restauração do capitalismo nos ditos países operários

4 Consequência e política do Imperialismo para ampliar sua dominação: a- A ofensiva ideológica: o fim da historia! Francis Fukuyama (Chicago, 27 de outubro de 1952) é um filósofo e economista político nipo-estadunidense. Fukuyama desenvolveu uma linha de abordagem da História, desde Platão até Nietzsche, passando por Kant e pelo próprio Hegel, a fim de revigorar a teoria de que o capitalismo e a democracia burguesa constituem o coroamento da história da humanidade. Na sua ótica, após a destruição do fascismo e do socialismo, a humanidade, à época, teria atingido o ponto culminante de sua evolução com o triunfo da democracia liberal ocidental sobre todos os demais sistemas e ideologias concorrentes. Em oposição à proposta capitalista liberal, restavam apenas os vestígios de nacionalismos (sem possibilidade de significarem um projeto para a humanidade) e o fundamentalismo islâmico (restrito ao Oriente e a países periféricos). Desse modo, diante da derrocada do socialismo, o autor concluiu que a democracia liberal ocidental firmou-se como a solução final do governo humano, significando, nesse sentido, o "fim da história" da humanidade.

5 b- O consenso de washington (1989): O neoliberalismo Disciplina fiscal, através da qual o Estado deve limitar seus gastos à arrecadação, eliminando o déficit público; Focalização dos gastos públicos em educação, saúde e infra-estrutura; Reforma tributária que amplie a base sobre a qual incide a carga tributário, com maior peso nos impostos indiretos e menor progressividade nos impostos diretos; Liberalização financeira, com o fim de restrições que impeçam instituições financeiras internacionais de atuar em igualdade com as nacionais e o afastamento do Estado do setor; Taxa de câmbio competitiva; Liberalização do comércio exterior, com redução de alíquotas de importação e estímulos á exportação, visando a impulsionar a globalização da economia; Eliminação de restrições ao capital externo, permitindo investimento direto estrangeiro; Privatização, com a venda de empresas estatais; Desregulação, com redução da legislação de controle do processo econômico e das relações trabalhistas; Propriedade intelectual. (Do livro: Para conhecer o Neoliberalismo, João José Negrão, pág , Publisher Brasil, 1998)

6 GOVERNOS DIRETAMENTE NEOLIBERAIS AMÉRICA LATINA Domingo Cavalo, Manem – Argentina Collor, FHC- Brasil Carlos Perez – Venezuela Fujimori– Peru · Com vários resquícios das ditaduras · A reação da classe trabalhadora contra o neoliberalismo derruba vários presidentes: · Direções do movimento canalizam tudo para o regime democrático burguês

7 Os Governos de Frente Popular Equador - Rafael Correa Bolívia - Evo Morales Paraguai - Fernando Lugo Venezuela -Hugo Cháves Lula Brasil Chile - Micheli Bachlet Brasil – Lula/ Dilma

8 Uma política de ataques aos trabalhares : A reforma da Previdência em 2003 O primeiro choque de Lula é com funcionalismo público Federal Desconto de dias de greve, interditos, mortes no campo, acidentes... Leilões do Petróleo; Fator previdenciário;

9 A macro-estrutura à serviço dos banqueiros e das multinacionais: R$ 635 bilhões

10 A dívida externa atingiu a marca de US$ 279,2 bilhões em março de 2011 e a dívida interna R$ 1,7 trilhão. Banqueiros estão levando toda renda nacional do Brasil. Somente no mês de abril de 2011, a dívida interna cresceu R$ 39,6 bilhões, mesmo montante que foi gasto com Educação em todo o ano de 2010.

11 Os lucros das 500 maiores empresas do Brasil tiveram uma média de U$ 10,7 bilhões ao ano durante o segundo mandato de FHC e de U$ 41,7 bilhões no primeiro mandato do governo Lula, representando um crescimento de 290%. Em termos reais, a massa de lucros dos bancos subiu 468% em 16 anos.

12 Estado como gestor das grandes empresas multinacionais. Governo Lula como agente da recolonização do Brasil. Ano Investimentos das montadoras - US$ Desembolsos BNDES U$ Remessas de lucros das montadoras - US$ TOTAL Fonte: BNDES. BACEN e Guia Automotivo brasileiro ANFAVEA

13 Vale: Citibank, HSBC, J. P. Morgan Chase, Barclays, Fidelity Management, Vanguard Emerging Markets, Morgan Stanley, Templeton, Black Rock. GM: Citibank, J. P. Morgan, Fidelity Investments e Franklin Templeton Investments, entre outros. Embraer: Fidelity Management, Oppenheimer Funds, Templeton Investiments, Janus Capital, American Express, J.P. Morgan.

14 O Brasil está se especializando em fornecimento de matérias- primas, alimentos e fontes renováveis de energia. O Brasil já é o maior fornecedor de minério de ferro do mundo e um dos maiores produtores de alimentos do planeta. Somos os maiores exportadores de minério de ferro para a China e estamos importando trilhos de trem a um preço 7 vezes maior que o minério enviado. Exportações brasileiras: produtos básicos (azul) X manufaturados (vermelho) 1964/2009 – em % Fonte: Ministério da Indústria e do Comércio – SECEX – IBGE

15 Uma análise do Censo do Capital Estrangeiro no Brasil, analisando 28 mil empresas nacionais e estrangeiras, realizado pelo Banco Central do Brasil em 2005, revelou o domínio do capital estrangeiro na economia brasileira: Fonte: Banco Central do Brasil – Censo do Capital Estrangeiro no Brasil

16 Com Lula, CUT avança no atrelamento ao aparelho do Estado Participação de sindicalistas no governo lula Uma pesquisa coordenada por Maria Celina DAraújo, da Fundação Getúlio Vargas, indica que 45% dos cargos de alto comando dentro do governo estão hoje nas mãos de sindicalizados. PT mantém filiados e sindicalistas em altos cargos. Burocracia sindical no poder. Reconhecimento das centrais e imposto sindical

17 Nesse fase está em discussão o resgate e construção de uma nova ferramenta de luta para a classe trabalhadora brasileira baseada nos princípios do sindicalismo classista: A independência de Classe; A mobilização como prioridade; A democracia operária; A estratégia socialista; A autonomia frente aos partidos; A organização por local de trabalho; O internacionalismo.

18 Os momentos de construção e afirmação dessa alternativa de direção O encontro de Luziania – Coordenação Nacional O congresso de Sumaré – Fundação da Conlutas O congresso de Betim e Santos A plenária de Salvador (BA) Seminário em São Paulo O CONCLAT

19 Ato contra a Reforma da Previdência em 2007

20 Marcha dos servidores a Brasília, 16 de junho 2011

21 Ato dos bombeiros no Rio de Janeiro 2011

22 Greve nas obras do PAC 2011

23 Um permanente chamado a unidade de ação e a unidade organizativa do movimento Sindical, Popular e Estudantil.

24 Vídeo de 1 ano da CSP-Conlutas


Carregar ppt "Atnágoras Lopes. . Estamos diante de um novo ciclo histórico de reorganização do movimento operário brasileiro aberto com chegada do PT ao governo central."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google