A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução: a minha apresentação de slides de 1940 até hoje O que você precisa de entender: Um outro caso francês como o de Irmãos Finalmente, órfãos e.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução: a minha apresentação de slides de 1940 até hoje O que você precisa de entender: Um outro caso francês como o de Irmãos Finalmente, órfãos e."— Transcrição da apresentação:

1 Introdução: a minha apresentação de slides de 1940 até hoje O que você precisa de entender: Um outro caso francês como o de Irmãos Finalmente, órfãos e sobreviventes, cativos nos anos Raptado pelo governo francês em 1946, ainda sou cativo!

2 Wladimir conta - New York foi a minha cidade desde 1945, mas raptado por França… Descobri que sou judeu só aos 60 anos... Tornado órfão aos 5 anos em 1945, depois da deportação da minha mãe Perla, vivi em França como católico numa família francesa. Francês, como se fosse nascido na terra Francesa. A minha identidade católica foi Guy BOBICHON da família dos BOBICHON Lá, eu vivi o inferno dos goyim (gentios): Violência, abuso sexual, roubos, Raptos - todo isto em cumplicidade com o governo francês, Todos os governos franceses! De 1945 até hoje!

3 Desculpem os meus erros Peço desculpa pelo meu inglês. Estudei inglês aos 60 anos. Sendo um órfão de holocausto, privado da família em França, não tinha pessoas para me ensinarem. Só falo inglês com a minha família judia norte-americana durante as estadas nos EUA, 4 vezes por ano, e pelo telefone e Skype. Encontrei parentes do lado materno (relações de sangue, com o meu DNA) em Abril 2002, graças à Internet, enfim! Mas eu falo tambem alemão, italiano, português e espanhol. Sou sobrevivente ao Holocausto e orador profissional durante os últimos 12 anos. Compartilhando minhas recordações com 5 continentes - Centros do Holocausto, universidades, Associações judaicas e jornalistas. Elie Wiesel, galardoado com premio Nobel da Paz, disse: O nosso dever de memória é uma obrigação nossa, dos sobreviventes!"

4 Cada 3 meses tenho 12 encontros (um ciclo de 3 capitulos diferentes) em Centros do Holocausto, universidades e organizações judaicas Cada 3 meses sou convidado a Centros do Holocausto, universidades e associações judaicas Dirijo-me a grupos de 500 pessoas: Estudantes, professores, jornalistas e políticos. Encontrando-os em todo o mundo. Um orador profissional voluntário convidado e recebido em todos os continentes, Para lhes apresentar um ciclo de conferências de 3 capítulos.

5 Primeiro capítulo Um slideshow de 1 hora e 30 minutos para me apresentar e responder às suas perguntas, que recebi através da Internet antes de chegar.

6 Capítulo 2 : duas horas. Exibição do filme A Maternidade suiça de Elne apresentando os meus voluntários que salvaram vida a 600 Mães e 600 crianças em 4 anos A Maternidade onde fui nascido em 30 de Dezembro, Um filme com legendas em inglês e espanhol. Um filme no qual eu apareço como órfão testemunha ocular com outras mães e suas crianças, 60 anos depois do seu nacsimento, e com os meus voluntários sobrevividos Elisabeth, Celia, Maria Respostas às suas perguntas individuais.

7 Capítulo 3 Exibição do Filme O campo de Internamento de Rivesaltes e o campo de deportação francês França Meridional, muito perto da fronteira com Espanha. o Campo francês de vergonha para os judeus! Respostas às suas perguntas individuais.

8 Wladimir Zandt, orador profissional Sobrevivente ao Holocausto. 5 continentes, 6 línguas. Apresentando o meu ciclo de 3 capítulos cada 3 meses. O que você precisa de entender: Canadá, EUA, America Latina, Israel, China, Japão, Europa… Meus filmes estão no Youtube: Holocaust Survivor Wladimir Zandt

9 Para saber mais em Google: Associação de Organizações de Holocausto (5 continentes), Home About AHO Members Directory affiliated Members Archives Traveling Exhibits ÍNDICE GEOGRÁFICO DE ORGANIZAÇÕES ASSOCIADAS 28 países diferentes Home About AHO Members Directoryffiliated Members Archives Traveling Exhibits

10 Os voluntários maravilhosos que salvaram a minha vida:

11 Elisabeth e outros…esquecidos! Elisabeth (Austria), Maria (México), Nanny Renée, Nanny Maquet (França) Friedel e August (Suiça), Edith (Suiça), Simone (EUA), Celia (Espanha).

12 Crianças judias escondidas, nunca se deve esquecer delas! Voluntários não-judeus maravilhosos alguns nunca chegaram a ser reconhecidos, virtuosos entre os premiados com a medalha das Nações. Tão modestos e tão… humanos.

13 Para todos os genocídios, os do passado, do presente e os do futuro, os genocídios de crianças inocentes, de todas as culturas porque sou sobrevivente ao genocídio europeu: O que você precisa de saber: Aquele que salva uma única alma é como se tivesse salvado todo o mundo (O Talmude) Como foi dito por Elie WIESEL, sobrevivente de Auschwitz, vencedor do Prémio Nobel da Paz e por Simone VEIL, sobrevivente de Auschwitz, membro da Academia Francesa.

14 O que você precisa de compreender: Elisabeth EIDENBENZ fundou a Maternidade Suiça onde salvou a vida de 600 mães e de 600 crianças

15 De 1830 a 1940: a famíla Zandt Jornalistas internacionais: aqui está um resumo dos 50 anos da pesquisa com objetivo de encontrar a minha família judaica: na Polônia, Rússia, Europa, França, EUA... E a busca continua!

16 1852 Rachel Gosherowsky, a minha bisavó, a mãe de Sheba, da minha avó – a mãe da minha mãe Perla…

17 1929: a minha família em Varsóvia O que você precisa de saber: de esquerda à direita, Sheba, Moshe, Sarah, Perla, Solomon, antes do Gueto

18 1914: Os seus 3 filhos O que você precisa de saber, de esquerda à direita: MOSHE, meu pai adotivo desde 1945, um judeu norte-ameriano, roubado a mim por França, SARAH, minha tia, deportada de França em 1943 com o seu marido Robert KAFFENBAUM, PERLA, minha mãe, deportada por França, em um comboio 77 de SNCF, 31 July 1944, 3 semanas antes da liberação de Paris pelo exército norte-americano!

19 A minha mãe Perla, de 1913 (Varsóvia) a 1940 (França) O que você precisa de saber: De esquerda à direita, Perla 1924 (Varsóvia), 1929 (Varsóvia), 1940 (grávida no campo de internamento francês de Argelès e depois na Maternidade suiça de Elne).

20 Julho de 1940, França, Perla está grávida em campo francês de Argelès O que você precisa de saber: É um campo francês para espanhois e judeus, guardados pela policia francesa, não por nazistas. França foi a maoir cúmplice de Hitler entre todos os países da Europa (Robert O. Paxton). França deportou crianças judias pela vontade de Hitler! (Robert Paxton) nomes estão no meu livro ! judeus: crianças, adultos e idosos.

21 30 de dezembro de 1940, o meu nascimento com Edith, a minha obstetriz O que você precisa de saber: O meu nascimento na Maternidade Suiça de Elne para mães espanolas e judias refugiadas Voluntárias Elisabeth, Edith (a minha obstetriz, encontrada em 1968), Maria (encontrada no México em 2003). Todos estavam vivas em Gravadas pela minha camera! 600 Mulheres e 600 crianças foram salvadas em 4 anos… Em primeira linha Elisabeth Eidenbenz, 25 aos anos (1940)... depois aos 90. Segunda linha (de esquerda): a minha obstetriz Edith e a minha ama espanhola Maria. Desde o primeiro dia. Hoje no México no seu computador.

22 Perla e Wladimir em 1941 : internados em campo francês de Rivesaltes O que você preisa de saber: De esquerda a direita: Fui nascido em Elne e depois internado pela policia francesa (não os nazistas) desde maio de 1941 até janeiro de A gente escapou graças à Friedel Bohny Reiter e Simone Veil-Lipman que mora hoje nos EU.

23 O campo francês de internamento e deportação de Rivesaltes, julho de 1941 O que você precisa de saber: Celia (Espanhola) ainda viva em 2010, salvou-me, levando ao creche de Banyuls-Rivesaltes (julho de 1941). Depois ela voltou ao campo de Rivesaltes (agosto de 1941), onde foi internada durante 7 meses! Segundo os arquivos de Cruz Vermelha Suiça. À direita: Frau Kohne ao chegar da Alemanha, e meses depois do internamento em França. Arquivos da Prefeitura de Perpignan. Presidentes Franceses sabiam destes arquivos! Roubaram-nos de mim e depois tentaram irnorar a existência deles, durante 61 anos, de 1946 até 2007.

24 9 de janeiro, 1942: Perla foge comigo, Wladimir, nos seus braços O que você precisa de saber: Friedel BOHNY-REITER – uma voluntária suiça protestante, gravei um video com ela em Bâle em 2001, descrevendo a nossa fuga: Um livro e um filme em inglês, alemão e francês: Le Journal de Rivesaltes legendas em inglês e alemão Fotos: à esquerda em À direita (comigo): 2001.

25 1942 : Aix les Bains, França O que você precisa de saber: Escondido na infância em Aix-les-Bains, graças à minha mãe, Perla, com Nanny RENEE. Nanny foi a mulher de um gendarme e membro da Resistència. Eu tinha 2 ou 3 anos e lembro-me deles. O jardim. Uma mota…a neta! Graças à familia RENEE, evitei ser deportado de França com outras crianças judias.

26 13 de junho de 1944: O que você precisa de saber: Perla foi presa por Paul TOUVIER, em Sinagoga TILSITT em Lyon, 13 de junho de 1944 (testemunha Rosa VOGEL, sobrevivente de 13 anos). Tambem é testemunha do processo judicial contra TOUVIER, o criminoso perdoado por George POMPIDOU, presidente francês! O melhor filme: nazistas hunters por Cineflix Production, Toronto. No Youtube:

27 Julho de 1944: O que você precisa de saber: Comboio 77 de SNCF 31 de julho: Lyon – Paris - Drancy - Auschwitz… O presidente da Republica Francesa, Marechal Philippe Petain veio visitar os judeus internados em campo de Drancy (perto de Paris) antes da sua deportação.

28 31 de julho de 1944 – Comboio 77 de Paris-Drancy a Auschwitz: O que você precisa de saber: SNCF - os vagões estavam repletos de judeus - idosos, adultos e crianças. Uma centena de pessoas numa carruagem destinada a transportar cavalos. A viagem" de 4 dias e 4 noites, sem comida, sem água. A minha mãe, Perla, agradeça-te, França! O governo francês avaliou este transporte como o de 3ª classe: O mesmo preço que os franceses pagavam pelas suas férias desde 1936.

29 De Paris-Drancy, 31 de julho de 1941, até Auschwitz, 4 de agosto de 1944: O que você precisa de saber: Perla, a rampa (Auschwitz), 4 de agosto de 1944, o chuveiro, o forno e as cinzas da minha mão no céu da Polônia! Arquivos alemães e da Cruz Vermelha.

30 Nova York em 1945, Rua Arden 35: O que você precisa de saber: O meu tio Morris, irmão da Perla, quis adotar me legalmente. Cumplicidade, encobrimento e falcificação por parte do serviço público francês! 1600 arquivos de 1945 a intervistas gravadas pela minha camera com 7 voluntárias, que salvaram-me a vida, entre os anos 1940 e Prova da minha nacionalidade norte-americana. 7 testemunhas (para o procedimento) estão vivas, aparecem no filme. 7 voluntárias a quem devo a minha vida. Em baixo: arquivos franceses, Jospin (2000) governo de Jacques Chirac e de François Fillon e Rachida DATI (Justiça) Nicolas SARKOZY arquivos (2009). 1945:minha família judia americana.

31 França: 1946 : O que você precisa de saber: O julgamento da minha tutela francesa foi ilegal: Tenho família judia americana do lado materno. São meus parentes biológicos – relações de sangue, temos o mesmo ADN ! Mas desde 1945, os governos franceses recusaram o meu regresso à famíla judia americana – ao meu Tio, irmão da Perla, querendo me adotar. Assim me tornei francês, Guy BOBICHON, um católico. Tinha o direito internacional a ser adotado como tinham sido muitos órfãos judeus escondidos. Um roubo de identidade, de cultura, de raizes... O meu inferno, vivendo num país anti-semita, em França com os ditos Direitos Humanos!

32 França, 1947, muito tempo depois de partida dos nazistas, então já não houve perigo: Meu batizado católico…do neto da família dos rabinos em Varsóvia O que você precisa de saber: O batizado católico contra natureza sob uma identidade falsa! Guy BOBICHON. Mais um assunto ENFIM! Então em 2001 enviei uma carta à Papa com uma comprovação do recebimento, com o objetivo de anular o meu batizado católico ilegal, realizado após a circuncisão. Tinha 63 anos, sem apoio de qualquer organização judaica e sem tribunal!

33 de 1945 a 1961 : O meu inferno com a família francesa católica os BOBICHON O que você precisa de saber: A minha vida com a família dos BOBICHON: violência, abuso sexual, raptos, roubos materiais e espirituais, em cumplicidade com o Estado francês! Durante 16 anos: de 5 anos de idade até 21, quando atingi a maioridade e fugi legalmente a Paris. Finalmente estive longe dos BOBICHON – como dos Tenardiers em Os Miseraveis" de Victor Hugo, que compram uma criança para usar-lhe como um escravo.

34 França, Côte dAzur, Nice, França Meridional 1954 : O que você precisa de saber: Fui chamado Guy BOBICHON desde Depois de terminar a escola eu recebi um Certificado de Estudos. Um funcionário público francês, não preparado para falsificar um documento, deu-me o certificado em um nome que eu não reconhecia - "Wladimir Zandt." Eu tinha 13 anos de idade! Descobri que a minha mãe não era Sra BOBICHON mas sim, Perla ZANDT. Tive uma amnesia durante um ano, depois uma revolta – rejeição da religião católica, fugas, tentativas de suicídio, álcool e raiva.

35 1958: França, Tribunal de Grasse perto de Nice, Côte d'Azur. O presidente do tribunal - fraudes e encobrimento! O que você precisa de saber: A adoção completa ilegal (em cumplicidade com o presidente do Supremo Tribunal de Grasse). Não fui informado, nem consultado e nem foi a minha família judia americana! Durante o curso do tribunal, foi obrigado a ficar em um colégio técnico, nem sequer em uma universidade. Não estive presente no tribunal, como é óbvio. Aos 18 anos, tornei-me um filho biológico dos BOBICHONS, nunca seria um judeu de novo! Esta é a justiça francesa com tais cúmplices como são os BOBICHON. Foi parado com a identidade de Guy BOBICHON até Francês e católico! Um perfeito exemplo da Justiça francesa para com crianças, com uma faca na mão!

36 1968: Suiça, Geneva O que você precisa de saber: 1968: Tenho 28 anos. Não tenho alguns arquivos…sem raizes judeus … A Cruz Vermelha Suíça ajudou-me encontrar a minha obstetriz, Edith WILD (1940), que tinha guardado umas fotos de Perla comigo no colo (1941). FINALMENTE soube como era a cara de Perla. O meu trauma começa aqui, com os soníferos e tentativas de suicídio.

37 1999: O.S.E. Paris, 15 de julho O que você precisa de saber: França ENFIM devolveu-me arquivos sobre a minha mãe, roubados em Escondidos de mim durante 45 anos! 45 anos da mentira francesa. França deixou-me sem saber da minha família judia americana. O meu próprio ADN!

38 2000: um ano na Internet, em busca da minha família, do meu ADN judio americano roubado há 45 anos: O que você precisa de saber: Depois de um ano de pesquisa na Internet, a minha garrafa no mar da Internet levou-me até a minha famíla judia americana! Forte (como declarado por Boris Tsirulnik), nunca desisti de realizar meus projetos e de pesquisar. França zombou de mim, Você está procurando uma agulha em palha". Mas acabei por encontrar a minha família verdadeira! Laços de sangue! Prova de ADN!

39 França 2000: comissão do primeiro-ministro francês. O que você precisa de saber: Estou descobrindo o tamanho do roubado a mim por França … Identidade, cultura, famíla, bilhete de internado, a minha fuga do campo, a minha pensão alemão… Quanto é que França ficou a dever- me até hoje ? Roubo espiritual desde 1945: Identidade, família, cultura, raizes, religião. Quanto isto tudo vale em dolares? Roubaram-me a minha pensão alemão desde 1956 (para órfãos e vítimas). França: roubando a minha pensão de um Órfão da Guerra desde 1948, 708 pagamentos mensais roubados pelo Estado Francês, 300,000 de prejuízos ($368,000 roubado). Acrescentando prejuízo de mais de 70 anos de trauma.

40 2001: California, Nova York, Nevada, Florida, Chicago : 56 anos depois da adoção pela minha família judia americana: Morris, Emma anos roubados por França e pelos seus presidentes... até hoje! O que você precisa de saber: Vi a minha tia EMMA 3 veses em California, a minha verdadeira mãe adotiva, gravei-a 3 veses com a minha camera. Emma, a mulher de Morris ZANDT, do meu tio materno, está falecida. Morris, o irmão de Perla, querendo adotar-me legalmente em 1945, com o assentimento do Estado norte-americano.

41 Em 5 continentes desde 2001: O que você precisa de saber: A minha atividade individual em Universidades e Centros do Holocausto em 5 continentes, em 5 línguas, como orador profissional, Com o meu site em inglês no Youtube (busque em Google Holocaust Survivor Wladimir Zandt) E o meu livro em inglês…600 páginas, 400 arquivos, imagens e 150 filmes, feitos com uma camera na mão nos EUA, na America Latina e na Europa! 200 horas de video.

42 Concluindo: Somos sobreviventes de campos, crianças escondidas e salvadas por voluntários em toda a Europa, somos seus herdeiros para sempre… O que você precisa de saber: Os nossos traumas estão nos genes para sempre e são transmitidos às futuras gerações, como no caso de Nathalie ZADJE. À esquerda, Nathalie ZADJE, Jerusalem e França. À direita, Boris CIRULNIK. Silvia Guthmann – está dividindo a dor da sua irmã durante toda a sua vida. As duas foram internadas em campo francês de Rivesaltes, as duas sobreviveram e são oradoras hoje.


Carregar ppt "Introdução: a minha apresentação de slides de 1940 até hoje O que você precisa de entender: Um outro caso francês como o de Irmãos Finalmente, órfãos e."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google