A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SEJAMTODOSBEM-VINDOS P ASTORAL F AMILIAR. ORAÇÃO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz! Onde houver ódio, que eu leve o.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SEJAMTODOSBEM-VINDOS P ASTORAL F AMILIAR. ORAÇÃO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz! Onde houver ódio, que eu leve o."— Transcrição da apresentação:

1 SEJAMTODOSBEM-VINDOS P ASTORAL F AMILIAR

2 ORAÇÃO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz! Onde houver ódio, que eu leve o amor; Onde houver ofensa, que eu leve o perdão; Onde houver discórdia, que eu leve a união; Onde houver dúvidas, que eu leve a fé; Onde houver desespero, que eu leve a esperança; Onde houver tristeza, que eu leve a alegria; Onde houver trevas, que eu leve a luz! Mestre, fazei com que eu procure mais Consolar que ser consolado; Mais compreender, que ser compreendido; Mais amar, que ser amado. Pois é dando que se recebe; É perdoando que se é perdoado; É morrendo que se vive para a vida eterna!

3 Em todas as famílias, independentemente da sociedade, cada membro ocupa determinada posição ou tem determinado estatuto, como por exemplo, marido, mulher, filho ou irmão, sendo orientados por papéis definidos. Papéis estes, que não são mais do que, as expectativas de comportamento, de obrigações e de direitos que estão associados a uma dada posição na família ou no grupo social. (DUVALL ; MILLER cit. por STANHOPE, 1999; p. 502). Definição de Família

4 F AMÍLIA, OBRA P REDILETA Deus, criador de tudo, criou o homem e a mulher como efusão do seu amor. Amou-os infinitamente e lhes deu uma vocação ao amor e a comunhão. A Família, conseqüência dessa vocação, é dentre as suas obras, a obra predileta de Deus nesse seu projeto de Amor, não é uma criação humana( DPF 45 ).

5 A Família, santuário da vida A Família é – por definição – o local privilegiado onde se ensinam e aprendem virtudes sociais, onde as novas gerações aprendem a conhecer o rosto da sociedade, a pequena Igreja Doméstica onde os Pais devem ser para os filhos os primeiros anunciadores da Fé, ensinando-lhes a descobrir o rosto de Deus para O servir nos pobres, nos doentes, nos marginalizados.

6 *A Família nos tempos de hoje, mais que outras instituições, tem sido posta em questão pelas amplas, profundas e rápidas transformações da sociedade e da cultura. Muitas famílias vivem esta situação na fidelidade àqueles valores que constituem o fundamento do instituto familiar. Outras tornaram-se incertas e perdidas frente a seus deveres, ou ainda mais, duvidosas e quase esquecidas do significado último e da verdade da vida conjugal e familiar (aceita influencias // 85%-MCS)-(FC1). A Família nos tempos de hoje

7 LUZ E SOMBRAS NO MATRIMÔNIO A situação em que se encontra a Família apresenta aspectos positivos e aspectos negativos: sinal naqueles,da Salvação de Cristo operante no mundo: sinal, nestes da recusa que o homem faz ao amor de Deus(FC.6).

8 LUZ E SOMBRAS NO MATRIMÔNIO Pontos Positivos Consciência mais viva da liberdade pessoal; maior qualidade nas relações interpessoais do matrimônio promoção da dignidade da mulher e da criança ; procriação responsável ; melhora na educação dos filhos; ajuda recíproca entre as Famílias no aspecto material e espiritual;descoberta da missão eclesial própria da Família, senso maior de responsabilidade da Família na construção de uma sociedade mais justa ( FC 6).

9 PONTOS NEGATIVOS : Uma errada concepção teórica e prática da independência dos cônjuges entre si; as graves ambigüidades acerca da relação de autoridade entre pais e filhos; dificuldade na transmissão dos valores cristãos; número crescente de divórcios; a praga do aborto; a esterilização; a mentalidade contraceptiva, a falta dos meios fundamentais para a sobrevivência da família como: trabalho, habitação, medicamentos e falta de políticas públicas que possam mudar esta situação negativa na qual se encontra a família. Nos países ricos destaca-se como ponto negativo a baixa taxa de natalidade (FC 6). LUZ E SOMBRAS NO MATRIMÔNIO

10 Voltar as Origens !! Autoridade sem Autoritarismo ! Voltar ao «princípio» do gesto criativo de Deus é então uma necessidade para a família, se quiser conhecer e realizar segundo a verdade interior não só do seu ser mas também do seu agir histórico. E porque, segundo o plano de Deus, é constituída qual «íntima comunidade de vida e de amor», a família tem a missão de se tornar cada vez mais aquilo que é, ou seja, comunidade de vida e de amor.(FC17).

11 Nossa Missão - Transmissão da Fé Transmitir a fé na família não é mera herança cultural, mas uma ação contínua da graça de Deus que chama, e da liberdade humana que pode ou não aderir a este chamado ( Vocação ).

12 A primeira vocação é o chamado á vida. Através de nossos pais Deus nos chama á vida. Antes que fosse formado no ventre de tua mãe, antes do teu nascimento, te conhecia e te consagrei, para ser meu profeta entre as nações te escolhi.(Jr 1,5) I- VOCAÇÃO À VIDA

13 Através do batismo Deus nos chama a ser profetas, sacerdotes e reis, a ser sinal de sua presença no meio do mundo. A ser templo vivo onde habita o Espírito do próprio Deus. Somos chamados a sermos Santos ( marcados, selo). II- VOCAÇÃO A SER IGREJA

14 O casamento é um chamado cheio de amor que Deus faz a um homem e a uma mulher para viverem juntos em uma perfeita comunhão de vida e de amor. É no sacramento do Matrimônio que Jesus assume o amor dos dois como sinal e comunicação do seu amor. Não temos o direito ser Pais (medíocres). SAL e LUZ na vida das novas Famílias. III- VOCAÇÃO MATRIMONIAL

15 A Família Cristã nasce do sacramento do matrimônio e, por isso mesmo, por desígnio de Deus, realiza com Ele, uma aliança de amor e de fidelidade. É assim vocacionada para transmitir a fé aos seus filhos, ser sinal do amor de Deus no mundo e procurar no seu dia a dia, responder ao apelo de santidade, a que são chamados todos os batizados. A transmissão da Fé na Família

16 * Primeira Escola de virtudes Sociais. * Célula vital da Sociedade // Comunidade de Pessoas. * Igreja Doméstica. TESTEMUNHO DO BATISMO Valores Humildade, Mansidão, Paciência, Paz, Justiça, Verdade, Partilha,Compaixão, Misericórdia, Respeito, Ética, Amor. FAMÍLIA CRISTÃ

17 FAMÍLIA, I GREJA D OMÉSTICA. A família cristã, porque constituída por batizados, é uma igreja doméstica, chamada a ser um foco de fé viva e irradiante na comunidade paroquial. A casa da família é um espaço privilegiado para congregar e unir as pessoas, para a vivência da fé e escuta da Palavra de Deus, para a oração conjugal e familiar, para a ação de graças, de partilha de vida.

18 TRANSMISSÃO DA FÉ NA FAMÍLIA É DOM do Amor puro e gratuito de Deus à humanidade. COMPROMISSO Sentido de dever e de responsabilidade. Recebeste de graça, dai também de graça(Mt).

19 FAMÍLIA E CATEQUESE A principal responsável e primeiro lugar da catequese é a família. São eles, pai e mãe, os primeiros educadores. catequistas da fé.

20 A F AMÍLIA TRANSMITE A FÉ É no colo da mãe e do pai que a criança se começa a abrir para Deus, a pronunciar o nome de Jesus, a aprender o sinal da cruz as primeiras orações, a tomar consciência de um Deus que é Pai e a ama.

21 EMERGÊNCIA EDUCATIVA DO AMOR A hora presente é de "emergência educativa" para todos e de todos os membros da família e dos jovens, em particular, promovendo-se e apoiando a descoberta dos valores humanos e cristãos, necessários à vida em família e em sociedade. Desta emergência resultará o que se chama "a conversão dos pais aos filhos ", deixando os pais de estarem " ausentes ", como tantas vezes acontece, para se tornarem " presentes " aos filhos, com mais tempo para eles e maior esforço de compreensão do "mundo cultural deles e religioso (levar e convidar à freqüentar a eucaristia dominical, participarem da catequese, Comunidade, DAR TESTEMUNHO PESSOAL, EXEMPLO !!!!!!

22 F AMÍLIA COMO COMPROMISSO Compromisso parental Gerar, acolher, proteger e promover a vida Os filhos são um Dom, uma promessa e uma tarefa. Ser fecundos na educação para os valores Dignidade, respeito recíproco, liberdade, fidelidade, igualdade, diferença, comunhão, partilha, serviço, co-responsabilidade. Gerar homens e mulheres ( BONS CIDADÃOS ) com espírito, formando a personalidade e o carácter segundo a lógica do Evangelho (Justo, bom, fraterno, solidário, misericordioso).

23 A F AMÍLIA TRANSMITE A FÉ Quando os filhos sentem a generosidade e o sentido cristão da vida, através das palavras e do comportamento dos pais e dos avós, aprendem gradualmente a seguir o seu exemplo, e orientam-se para os valores religiosos e para a vida sacramental: o sentido da paternidade de Deus, o amor pela Eucaristia, a devoção à Santíssima Virgem, o amor ao próximo, etc."

24 A F AMÍLIA TRANSMITE A FÉ transmitem a fé mediante o seu ser e o seu viver como cristãos. A VIDA QUESTIONA A FÉ A FÉ QUESTIONA A VIDA

25 PARÓQUIA A paróquia colabora, depois, neste desenvolvimento através da catequese. Porém, os pais continuam a ser educadores da fé, por intervenções ocasionais atentas, pelo testemunho da sua própria vida, como testemunho de batizado, filhos de Deus, pelo ambiente cristão que proporcionam no seu lar.

26 DINÂMICA DA FAMÍLIA CRISTÃ FÁMÍLIA CRISTÃ CRÊ CELEBRA VIVE REZA É preciso reconhecer a importância e o valor do testemunho das famílias cristãs na nova evangelização, como pequenas "Igrejas Domésticas", e a necessidade delas viverem uma experiência de Igreja na Igreja.

27 A família cristã transmite a fé quando os pais ensinam seus filhos a rezar e rezam com eles. (cf. F. C, 60); quando os aproximam dos sacramentos e os vão introduzindo na vida da Igreja; quando todos se reúnem para ler a Bíblia, iluminando a vida familiar à luz da fé e louvando a Deus como Pai. A família cristã transmite a fé quando os pais ensinam seus filhos a rezar e rezam com eles. (cf. F. C, 60); quando os aproximam dos sacramentos e os vão introduzindo na vida da Igreja; quando todos se reúnem para ler a Bíblia, iluminando a vida familiar à luz da fé e louvando a Deus como Pai. Família Cristã

28 Orar é Respirar se não respiro eu morro recebo oxigênio (respiração é oração). Ambiente (ar contaminado) no qual respiramos acabamos definhando quem não reza se EMBRUTECE (vira bicho feio)! Temos a necessidade de atmosfera pura devemos procurar Oração Implícita e Explícita Deve ser Espontânea e Constante, deve ser um Diálogo de amigos. O QUE É ORAÇÃO ( Diálogo) e COMO ORAR?

29 Oração não é só emoção, sentimentos. Deve envolver nossa razão, vontade, verdade, ação. (Ex: Sim de Maria). Nossa mentalidade muitas vezes é raquítica, porque não pensamos em Deus somos Duros Cabeça, Coração. *Orar é Pensar – Fé e Razão

30 Orar é amar Oração em linguagem doce e íntima é uma viagem que dura a vida Toda. Palavra de Deus não é somente aquela que se diz, é Tb aquela que Deus quer ouvir de nós, mas sempre a ação é de Deus que fala (Epifania).O primado é dele (ele dá 1º passo). Nossa resposta é Fé ( Dom )- oração.

31 COMO REZAR Pergunta que os Discípulos fizeram a Jesus Cristo e Nós também podemos perguntar como devemos fazer ( LC 11). Resposta foi o Pai Nosso nasce de um choque da experiência que Jesus Cristo vive na relação com o Pai. Os discípulos ficaram IMPRESSIONADOS !!!!!!!! Reconhecemo-nos como homens de oração? COMO REZAR ??

32 A Oração Familiar A oração familiar tem como conteúdo original a própria vida de Família, que em todas as suas diversas fases é interpretada como vocação de Deus e atua como resposta filial ao seu apelo: alegrias e dores, esperanças e tristezas, nascimento e festas de anos, aniversários de núpcias dos pais, partidas, ausências e regressos, escolhas importantes e decisivas, a morte de pessoas queridas, etc., e assinalam a intervenção do amor de Deus, na história da família( FC 59).

33 A ORAÇÃO FAMILIAR Uma família cristã deve ter momentos de oração, para que todos os seus membros tomem consciência do lugar de Deus na vida da sua família.

34 Quando a oração familiar é feita em comum, pais e filhos apresentam a Deus a própria vida da família em suas diversas circunstâncias. Onde estiverem reunidos em meu nome dois ou três, eu estarei no meio deles. (Mt 18, 20). A Oração Familiar

35 ORAÇÃO DA FAMÍLIA EM FAMÍLIA Na medida do possível, a família tenha todos os dias um momento de oração. Talvez semanal // mensal // datas comemorativas. Pode ser no momento da refeição, quando todos estão juntos, ou em qualquer outra altura, por todos acordada. uma leitura meditada da Palavra de Deus, - a leitura dos textos da missa dominical, - a recitação do terço, um salmo, Pai Nosso e Ave Maria, rezado calmamente e com alguma intenção de louvor, de gratidão ou de petição.

36 A Educação dos Filhos. Sem a educação dos filhos a geração é um ato imperfeito. Os pais tem uma gravíssima obrigação de educar a prole, por isso os pais são os primeiros e principais educadores, e a família, a primeira escola das virtudes(F.C n.36). Procriação e educação são dimensões complementares. O direito-dever educativo dos pais qualifica-se como essencial, ligado como está à transmissão da vida humana; e ainda, como original e primário, como insubstituível e inalienável, e portanto, não delegável.

37 O lar é um centro de formação, uma escola dos mais altos valores. Os filhos têm o direito de ver nos pais uma coerência entre as palavras e as atitudes; os filhos também têm uma obrigação cristã de retribuir todo o trabalho que os pais fizeram em seu benefício; Honrar pai e mãe. Os pais devem viver entre eles o que querem transmitir aos filhos; todos os valores não vem de fora, mas vem de dentro da família Os pais são os melhores mestres de seus filhos, e seu testemunho vivo é o melhor sistema pedagógico. Deve haver também uma parceria entre a escola e os pais; organizar associações de pais para ajudar na integração das famílias; oferecer cursos, oficinas, seminários sobre educação dos filhos e a família. A Educação dos Filhos

38 A disciplina é um elemento por vezes ausente da educação. A disciplina é necessária para a formação do caráter. Os pais precisam colocar os limites. Sem eles as crianças e jovens se sentem perdidos. Para isso muitas vezes os próprios pais necessitam se reeducar. A Educação dos Filhos.

39 SOMOS AS PRIMEIRAS GERAÇÕES DE PAIS DECIDIDOS A NÃO REPETIR COM OS FILHOS, OS ERROS DE NOSSOS PROGENITORES... Limites

40 P ARECE QUE, EM NOSSA TENTATIVA DE SERMOS OS PAIS QUE QUERÍAMOS SER, PASSAMOS DE UM EXTREMO AO OUTRO.

41 ASSIM, SOMOS A ÚLTIMA GERAÇÃO DE FILHOS QUE OBEDECERAM A SEUS PAIS e a primeira geração de pais que obedecem a seus filhos.

42 E SÃO OS FILHOS, QUEM AGORA, ESPERAM RESPEITO DE SEUS PAIS, PRETENDENDO DE TAL MANEIRA QUE RESPEITEM SUAS IDEIAS, SEUS GOSTOS, SUAS PREFERÊNCIAS E SUA FORMA DE AGIR E VIVER. Quer dizer ; os papéis se inverteram ?

43 Os pais não podem colocar uma redoma em seus filhos, mas provocá- los para voos mais altos, com uma presença atenta, tranquila, estimulante e alegre. Educar é mais do que instruir, é construir uma consciência crítica iluminada pela razão e a razão iluminada por uma luz mais forte: a Fé. A Educação dos Filhos.

44 A família é o centro e o coração da civilização do amor e por isso deve ser uma escola de convivência fraterna e cristã. O modo como os pais tratam as demais pessoas: parentes, vizinhos, amigos, empregados, é observado e absorvido pelos filhos. ABSORVE O EXEMPLO

45 A família cristã é chamada a oferecer a todos o testemunho de uma dedicação generosa e desinteressada pelos problemas sociais, mediante a opção preferencial pelos pobres e marginalizados. (FC, 47) ABSORVE O EXEMPLO

46 O maior erro diante de um mundo que nos invade por todos os poros com o hedonismo, o consumismo, a droga, a destruição é achar que não podendo fazer muito então não fazemos nada. Combater o bom combate é isso: lutar contra a maré sabendo que o Senhor já venceu e com Ele também venceremos. Lutar contra a Maré

47 A cruz partilhada é mais suave. Quando partilhada dentro da família pelos pais e filhos, seu peso não esmaga mas se torna força de união. A dor partilhada diminui a tristeza e a alegria partilhada aumenta, contagia a todos. A CRUZ PARTILHADA

48 Na Sagrada Família Deus exaltou cada família humana. Jesus quis ser um de nós assumindo também uma família. Peçamos a Jesus, Maria e José que abençoem todas as nossas atividades pastorais, as famílias de nossa Cidade que atingiremos com nosso trabalho, e as do mundo inteiro. Não nos esqueçamos de que só há um modo de testemunhar a fé com credibilidade: é através de um caminho de Santidade !!!

49

50 ANO DA FÉ Pedir perdão a Deus pelas infidelidades contra a fé.

51 Que DEUS abençoe todas as Famílias e a PAZ esteja sempre convosco. Amém!!! Obrigado !!!!!


Carregar ppt "SEJAMTODOSBEM-VINDOS P ASTORAL F AMILIAR. ORAÇÃO DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz! Onde houver ódio, que eu leve o."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google