A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sirlei Bortolini agosto

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sirlei Bortolini agosto"— Transcrição da apresentação:

1 Sirlei Bortolini agosto - 2011
A Tecnologia Assistiva e sua utilização no IF RS – Campus Bento Gonçalves Sirlei Bortolini agosto

2 O contato e uso das ferramentas informáticas por algumas pessoas pode ser opcional e causal, para outras, necessário, mas para outras ainda, é imprescindível, abrindo-lhes portas, ou talvez apenas janelas, para um convívio mais respeitoso e satisfatório com seus semelhantes". (Hogetop & Santarosa, 2002) "Para as pessoas, a tecnologia torna as coisas mais fáceis. Para as pessoas com deficiência, a tecnologia torna as coisas possíveis." Mary Pat Radabaugh

3 Tecnologia Assistiva Nem todas as pessoas têm possibilidade de acessar os recursos de hardware e software que o mundo digital oferece, devido a deficiências que podem ser visuais, auditivas, físicas, entre outras (Hogetop e Santarosa, 2002). Para isso existem sistemas/dispositivos que apresentam algumas soluções, são as chamadas Tecnologia Assistiva/Adaptativa ou Auto Ajudas/Ajudas Técnicas, dependendo da influência norte-americana ou européia respectivamente.

4 DEFICIÊNCIA AUDITIVA/SURDEZ

5 Observação A Tecnologia existente nessa área baseia-se em três concepções: Oralização LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais) Escrita da Língua de Sinais Nosso intuito é apenas o de apontar algumas tecnologias existentes associadas à limitação auditiva sem entrar na discussão de qual das concepções seja a mais adequada

6 Seqüência de animação Falibras
Capta a fala em português (microfone) e exibe no monitor a interpretação em Libras na forma gestual e animada em tempo real (Projeto Falibras, 2006) <http://www.falibras.tci.ufal.br/> Seqüência de animação Falibras

7 Dicionário Acessibilidade Brasil
Dicionários de Libras Dicionário Acessibilidade Brasil

8 Fonte: http://www.rybena.org.br/rybena/produtos/webplayer.htm
Player Rybená Desenvolvido pelo Centro de Tecnologia de Software (CTS – Brasília/DF) Selecionando texto de páginas da Internet e clicando no selo, o software fornece a interpretação em Libras Fonte:

9 Digitando o texto desejado no campo de edição e clicando na bandeira do Brasil, o programa devolve a interpretação em Libras

10 Vídeos em libras http://www.cefetbg.gov.br/

11 Telefone Público para Surdos
Conforme a Lei nº , de 19 de dezembro de 2000: O Poder Público promoverá a eliminação de barreiras na comunicação e estabelecerá mecanismo e alternativas técnicas que tornem acessíveis os sistemas de comunicação e sinalização às pessoas portadoras de deficiência sensorial e com dificuldade de comunicação, para garantir-lhes o direito de acesso à informação, à comunicação, ao trabalho, à educação, ao transporte, à cultura, ao esporte e ao lazer. (BRASIL, 2000) Fonte:http://www.koller.com.br/novosite/Imagens/telefone_para_surdos-Tps03.gif

12 DEFICIÊNCIA VISUAL

13 Deficiência Visual Baixa Visão:
Ampliadores de Tela: LentePro, Magic, Open Book Ampliadores de Imagens: lupas eletrônicas Cegos: Impressoras Braille / Thermoform Braille Falado / Braille Light Terminal (linha) Braille Programas: Virtual Vision, Jaws, Dosvox, Braille Fácil, Open Book, dentre outros.

14 Baixa visão Ampliadores de Imagens: Lupa eletrônica para televisão. Aparelho acoplado a um televisor que amplia, eletronicamente, material impresso. Pode-se utilizar este dispositivo para ler livros e mapas comuns, ampliando em até 60 vezes o tamanho do material. Lupa eletrônica para televisão Fonte:

15 Ampliadores de Imagem Figura 2: box do software ampliador de telas Magic 8.0. Sites de revendedores: ou Figura 1: janela de configuração do software ampliador de telas LentePró Download do programa (freeware):

16 Baixa visão Magic – Ampliador de imagens da Freedom Scientific, (EUA). Tem uma capacidade de ampliação de 2 a 16x para ambiente Windows e todos os aplicativos compatíveis. Suas ferramentas permitem alteração de cores e contrastes, rastreamento do cursor ou mouse, localização do foco do documento e personalização da área da tela antes ou após a ampliação. O aplicativo também pode fazer a leitura da tela através de voz sintetizada. Sites de revendedores:

17 LentePro Word ampliado através do LentePro
Download do programa (freeware):

18 Uso de Ampliador de Imagem
Fonte:NAPNE/IFRS –Campus BG/RS

19 Dosvox O Dosvox é uma interface especializada que se comunica com o usuário (em português) por meio de síntese de voz, viabilizando, desse modo, o uso de computadores por deficientes visuais. Vem sendo desenvolvido desde 1993 pelo Núcleo de Computação Eletrônica da Universidade Federal do Rio de Janeiro, sob a Coordenação do Professor Antônio Borges Foi desenvolvido com tecnologia totalmente nacional e adaptado à realidade brasileira Disponibiliza um sistema completo, incluindo desde edição de textos, jogos, browser para navegação na Internet e utilitários falados, sendo de baixa complexidade, de processamento rápido e gratuito.

20 Interface Especializada Dosvox (http://intervox.nce.ufrj.br/dosvox)

21 Leitores de Telas Os Leitores de Tela são programas que interagem com o Sistema Operacional, reproduzindo, de forma sonora, os eventos ocorridos no computador. São interfaces entre os sintetizadores e os programas em geral, permitindo ao usuário escolher quais informações serão lidas e quando. Essa união permite a construção de ambientes falados personalizáveis, utilizando programas de uso geral. Essas interfaces lêem para o usuário as informações, botões, enfim, todos os eventos que se apresentam em forma de texto ou equivalente (imagens etiquetadas) na tela do computador. Virtual Vision e Jaws são os leitores de tela mais utilizados no Brasil.

22 Leitor de Telas Virtual Vision
Painel de Controle do Virtual Vision Site do fabricante: Gratuito para correntistas deficientes visuais do Bradesco ( ) ou do Banco Real ( )

23 Leitor de Telas Jaws Download demo: Sites de revendedores: ou

24 Leitor de Telas NVDA Desenvolvido pela NV Access (Austrália)
Sw com código aberto, para Windows. Disponibiliza síntese em diversos idiomas, incluindo o português-Brasil. Além da versão para instalação, possui também uma versão para viagem, que pode ser executada de um CD ou PenDrive, por exemplo. Download gratuito em:

25 Download gratuito em: http://live.gnome.org/Orca
Leitor de Telas Orca (Linux) Download gratuito em:

26 Fonte: http://www.acessibilidade.net/trabalho/computador.htm
OpenBook Permite acesso e edição de materiais impressos mediante um processo de escaneamento e digitalização. O software com voz sintetizada faz a leitura de todos os textos e dá informações ao usuário sobre imagens e legendas, estrutura de colunas, cabeçalhos e outras informações de layout. Permite ainda mudar tipos de fontes, cores e contraste para usuários com baixa visão. Fonte: Sites de revendedores: ou

27 Download freeware: http://www.ibc.gov.br/Texto/meios_programastxt.html
Braille Fácil Programa que transcreve automaticamente documentos em texto para braille, para posterior impressão. O texto pode ser digitado diretamente no Braille Fácil ou importado a partir de um editor de textos convencional. Download freeware:

28 Impressoras Braille Impressora Braille: seguem o mesmo conceito das impressoras de impacto comuns e podem ser ligadas ao computador através das portas paralelas ou seriais. Há no mercado uma grande variedade de tipos, quais sejam: de pequeno ou grande porte; com velocidade variada; com impressão em ambos os lados do papel (braille interponto) ou não; algumas imprimem também desenhos e já existem modelos que imprimem simultaneamente caracteres Braille e comuns em linhas paralelas. (http://www.epub.org.br/informed/defic.htm) Blazer Juliet Romeo

29 Fonte: http://www.ibcnet.org.br/Paginas/fotos/Nossa_Historia/Museu.htm
Thermoform: Espécie de xerocadora para material adaptado - matriz (desenhos, mapas, gráficos) empregando calor e vácuo para produzir relevo em película de PVC. Fonte:

30 Braille Falado Sistema portátil de armazenamento e processamento de informação. A entrada de dados é feita mediante um teclado Braille de 6 pontos, e a saída é efetuada através de um sintetizador de voz. Possui um editor de texto, agenda, calendário, cronômetro e calculadora. Seu peso é de aproximadamente 450 gramas, dispondo de 7 teclas (uma para cada ponto braille e uma para o espaço).

31 Fonte: http://www.acesso.mct.pt/abc/Manualv1.doc
Terminal Braille Possui uma linha régua de células Braille, cujos pinos se movem para cima e para baixo e que representam uma linha de texto da tela do computador. O número de células braille da régua pode ir de 20 a 80. Geralmente são encaixados a um teclado comum de computador, podendo ser manipulados como se fossem uma linha a mais de teclas na parte superior ou inferior do teclado. Fonte:

32 LIMITAÇÕES MOTORAS E/OU NA FALA

33 Limitações Motoras e/ou na Fala
Softwares Simuladores de mouse Simuladores de teclado Teclados de Conceito Motrix Sistemas Aumentativos Alternativos de Comunicação

34 Teclado Virtual: UC/PR
Simuladores de Teclado Teclado Amigo: NCE/UFRJ e Projeto da Rede SACI. Download freeware: Teclado Virtual: UC/PR

35 Simulador de Mouse – Acesso Mediado
Programas que permitem simular, através do teclado numérico, as ações e movimentos do mouse. Importante para pessoas espásticas ou que acessam o computador através de um acionador. Exemplos: Mouse Keys, Dragger (Hogetop & Santarosa, 2002).

36 Uso do Simulador de Teclado no CRPD-BA
Fonte:

37 Área Motora Desenvolvido pelo NCE/UFRJ
MOTRIX Desenvolvido pelo NCE/UFRJ Permite acesso ao computador por pessoas com tetraplegia ou limitações motoras severas que impeçam o uso efetivo dos membros superiores Comandar com a voz a maior parte das funções do computador (reconhecimento de voz) Tela do Motrix

38 Motrix Download freeware: Usuária do Motrix:

39 HeadDev Manual do programa e Download freeware:

40 Mouse Ocular - FPF Utiliza movimentos oculares p/ controlar o cursor do mouse Movimentos são detectados por sensores fixados na face Movimentos oculares e piscadas correspondem ao movimento e clique do mouse Permite utilização do computador (editor de texto, , chat, ce,...) além do acionamento de equipam. eletro-eletrônicos Vem com o Teclado Virtual (sw desenvolvido p/ trabalhar com o MO) Fundação Paulo Feitosa - Material Iconográfico

41 Limitações Motoras e/ou na Fala
Hardware: Teclados alternativos Sobre-teclados (Colméia) Mouses alternativos Pulsadores/apontadores/acionadores Telas sensíveis (ao toque/sopro)

42 Adaptações Físicas (órteses)
Pulseira e Teclado Fixado - AD Pulseira c/ ponteira p/ digitação - AD Haste fixada na cabeça - AD Sopro pelo microfone - AM

43 Adaptação de Hardware: Máscara de Teclado
Colméia Encaixada Colméia Sobreposta Com poucas teclas expostas Fonte:

44 Fonte: http://www.tecnum.net/teclados.htm
Teclados Reduzido De Conceitos Ampliado Para uma mão Ergonômico Fonte:

45 Teclados de Conceitos O teclado IntelliKeys USB muda de aparência, vem com 7 lâminas básicas. Acompanha um software que permite que as configurações de cada usuário sejam salvas. Controle: via tela ou lâmina. Mouse e teclado convencionais funcionam em paralelo Teclado Intellikeys com Lâminas Fonte:

46 Lâminas que acompanham o Teclado IntelliKeys
Acesso a Internet Matemática Funções do Mouse Configurável Fonte:

47 Acionadores de Mouse TASH - AM
Mouse e Acionadores Roller Mouse - AD Plug Mouse - AD (http://www.clik.com.br/clik_01.html#acionador) Switch Mouse - AD (http://www.clik.com.br/shs_01.html) Acionadores de Mouse TASH - AM (http://www.clik.com.br/clik_01.html#acionador) Acionador PuxeClik Acionador de Pedal - AM

48 Fonte: Napne IFRS-Campus BG/RS
Uso de roller mouse Fonte: Napne IFRS-Campus BG/RS

49 Sistemas Aumentativos/Alternativos de Comunicação
CAA (Comunicação Aumentativa Alternativa): comunicação expressiva e receptiva de pessoas sem fala ou com limitações da mesma. Ex: pranchas de comunicação, vocalizadores,... Permite que pessoas com limitações na fala construam suas mensagens e se comuniquem de forma independente. PLAPHOONS: Software espanhol de comunicação para pessoas com limitações motoras graves, que não conseguem se comunicar pela fala e possuem um controle muito limitado de sua motricidade.

50 Fonte: http://www.clik.com.br/attainment_01.html#vocalizador
Vocalizadores GoTalk Vocalizador: recurso eletrônico de gravação/reprodução que ajuda a comunicação das pessoas em seu dia-a-dia. O usuário pressiona uma mensagem adequada pré-gravada. As mensagens são acessadas por teclas sobre as quais são colocadas imagens (fotos, símbolos, figuras) ou palavras, que correspondem ao conteúdo sonoro gravado. Peso aproximado: 350g. Acionamento: pilhas Fonte:

51 Plaphoons Sw espanhol de comunicação
para pessoas com limitações motoras graves, que não conseguem se comunicar pela fala e possuem um controle muito limitado de sua motricidade. Software Plaphoons Download

52 Produtos de Tecnologia Assistiva de baixo custo desenvolvidos em nosso núcleo
Mouses e adaptadores produzidos com sucatas e material descartável

53 Produtos de Tecnologia Assistiva de baixo custo desenvolvidos em nosso núcleo
Bengala adaptada para vibrar em poças d’água

54 MUITO OBRIGADA! sirlei.bortolini@bento.ifrs.edu.br www.bento.ifrs.edu.br/acessibilidade


Carregar ppt "Sirlei Bortolini agosto"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google