A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

12. A Comunhão da Família de Deus Nesta lição você vai aprender: A importância de manter vínculos de comunhão na Igreja. O que é uma célula da igreja.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "12. A Comunhão da Família de Deus Nesta lição você vai aprender: A importância de manter vínculos de comunhão na Igreja. O que é uma célula da igreja."— Transcrição da apresentação:

1 12. A Comunhão da Família de Deus Nesta lição você vai aprender: A importância de manter vínculos de comunhão na Igreja. O que é uma célula da igreja. Como ter comunhão com os santos.

2 O cristianismo não é para ser vivido sozinho. A vida em comunidade é a forma bíblica de vivermos a vida cristã. Quanto mais você crescer em Deus e alcançar intimidade com Ele, mais próximo você estará das pessoas, dos irmãos. Imagine um círculo. Agora pense que Deus está no meio desse círculo e nós estamos na periferia, na beirada. Pode ser que eu esteja de um lado do círculo e você do outro, mas, na medida em que nos aproximamos de Deus, surpreendentemente, nos aproximamos um do outro (exemplo do Trono de Deus). Por isso, a única maneira de demonstrarmos nossa intimidade com Deus é na comunhão com os irmãos.

3 1. Por que a comunhão é tão importante? Não importa a sua teologia correta, os seus dons extraordinários ou sua visão ampla e estratégica: se você é individualista e não tem comunhão com a igreja, você está fora da vontade de Deus. Sem comunhão você é um tijolo fora da construção, um membro fora do corpo, um soldado perdido no campo de batalha, ou seja, uma incoerência, uma contradição, uma vida sem propósito. Você precisa se relacionar na igreja por inúmeras razões:

4 1. Por que a comunhão é tão importante? a. Você é parte de uma mesma família Gl 6:10 diz que somos a família da Deus: Por isso, enquanto tivermos oportunidade, façamos o bem a todos, mas principalmente aos da família da fé. O que une você a seus irmãos naturais é muito mais que viver debaixo do mesmo teto. Você possui uma mesma vida e, conseqüentemente, carrega a mesma carga genética da sua família. O mesmo se aplica à igreja. Nós somos uma família, não só porque freqüentamos o mesmo prédio para cultuar a Deus, mas porque temos a mesma vida, a mesma carga genética espiritual: somos filhos de Deus. Nós compartilhamos da vida do mesmo Cristo. Um cão não pode ter comunhão com um gato e nem um rato com um elefante. Não possuem o mesmo tipo de vida. Você também não pode mais ter comunhão com as trevas porque agora é luz. Você não consegue mais ter comunhão com aquele que não possui a vida de Deus dentro de si. Você precisa da sua família.

5 1. Por que a comunhão é tão importante? b. Você não pode crescer sozinho Assim como os filhos aprendem com seus pais e com os irmãos mais velhos, você também precisa de irmãos mais velhos e pais espirituais, para crescer em Deus. Existem igrejas onde as pessoas vão apenas para fazer campanhas e buscar uma bênção. Isto não é errado, mas não é isso que é ser Igreja e apenas isso não o levará a crescer. Você precisa ser eventualmente exortado, corrigido, motivado, algumas vezes carregado, outras vezes encorajado e, provavelmente, muitas vezes, perdoado. Para crescer você precisa ter compromisso com Deus e, a única forma de ter compromisso com Deus é tendo compromisso com o seu corpo, a Igreja.

6 1. Por que a comunhão é tão importante? c. A comunhão é segurança para você Não é difícil imaginar o que acontece com uma brasa sozinha fora do braseiro. Nem tampouco é preciso discutir a inutilidade de ir para a guerra sozinho. A comunhão da Igreja é segurança espiritual para você. Por meio dela seu fogo é mantido e sua batalhas são vencidas. Eclesiastes diz que o cordão de três dobras não se rompe facilmente. Melhor é serem dois do que um... Porque se caírem, um levanta o companheiro; ai, porém, do que estiver só; pois, caindo, não haverá quem o levante. Também, se dois dormirem juntos, eles se aquentarão; mas um só, como se aquentará? Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade (Ec. 4:9-12).

7 1. Por que a comunhão é tão importante? d. Cristo se manifesta na comunhão Qualquer pessoa se expressa por meio do próprio corpo. O mesmo princípio se aplica a Cristo e à Igreja. A Igreja é o corpo de Cristo, assim a única forma de Cristo se expressar é por meio da Igreja. É por isso que ele disse que onde houver dois ou três reunidos no nome dele ali ele estará no meio deles (Mt. 18:20). Estar fora da comunhão, de certa forma, é estar distante da presença do Senhor.

8 1. Por que a comunhão é tão importante? e. Há poder quando estamos juntos Jesus disse que se dois dentre nós, sobre a Terra, concordarmos a respeito de qualquer coisa que, porventura, pedirmos, ser-nos-á concedida pelo nosso Pai, que está nos Céus (Mt. 18:19). Existem certas orações que somente serão atendidas se orarmos juntos, em concordância, em comunhão. Há muita coisa que você poderá fazer sozinho, mas as maiores e as mais importantes você sempre fará em equipe, seja na célula ou na igreja.

9 1. Por que a comunhão é tão importante? f. A comunhão convence o mundo de que Jesus é Deus Uma das orações mais fantásticas da História está em Jo 17. Ali, Jesus pede ao Pai algo simplesmente espantoso: Ele pede para que os irmãos na igreja sejam um, assim como Ele e o Pai são um. Você consegue imaginar isso? Jesus é um só Deus junto com o Pai. Mas, o mais extraordinário é o motivo pelo qual ele fez essa oração. Ele disse: E como és tu, ó Pai, em mim e eu em ti, também sejam eles em nós; para que o mundo creia que tu me enviaste (Jo. 17:21 e 23). O mundo somente crerá em Jesus se vivermos uma vida de comunhão e unidade. A comunhão ganha mais gente do que o evangelismo. Na verdade, Ele disse que somente seríamos reconhecidos como seus discípulos se amássemos uns aos outros (Jo.13:35). A comunhão nos ajuda a expressarmos esse amor ao mundo.

10 1. Por que a comunhão é tão importante? g. Somos membros uns dos outros A ordem de Deus para nós é que sirvamos uns aos outros. Servi uns aos outros, cada um conforme o dom que recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus (I Pe. 4:10). A Igreja é o sonho que estava oculto no coração de Deus, desde a eternidade. Você tem o privilégio de ser parte do sonho de Deus. A palavra comunhão, no original grego, é Koinnonia. E, literalmente significa vida compartilhada. Nenhum de nós possui a plenitude de Cristo dentro de si, mas quando temos comunhão é como se as diversas partes se ajuntassem e formassem um todo.

11 2. Como ter comunhão numa igreja tão grande? Comunhão é muito mais que ir ao culto e sentar-se ao lado de um irmão cujo nome possivelmente você nem sabe. Existe uma comunhão espiritual que une todos os crentes de todas as épocas. Isto é real e muito bom, mas, como pessoas, nós também precisamos de uma comunhão viva que envolva comunicação. Eu tenho necessidade de conhecer e ser conhecido, de compartilhar da minha vida e me sentir parte de uma comunidade. Por isso, o tamanho da igreja pode, a princípio, assustar você. Mas não se preocupe. Apesar de enormes, nós somos uma igreja bem pequena. Nós somos uma igreja em células. Nas celebrações de domingo, você terá comunhão com toda a igreja, no espírito. Mas, durante a semana, nas células, você desfrutará da vida da igreja, da comunhão dos irmãos de forma prática e íntima.


Carregar ppt "12. A Comunhão da Família de Deus Nesta lição você vai aprender: A importância de manter vínculos de comunhão na Igreja. O que é uma célula da igreja."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google