A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MATERIAIS DE TREINAMENTO DA AVALIAÇÃO EMPRESARIAL DE SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS Um produto da Parceria Empresarial pelos Serviços Ecossistêmicos (PESE) Photo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MATERIAIS DE TREINAMENTO DA AVALIAÇÃO EMPRESARIAL DE SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS Um produto da Parceria Empresarial pelos Serviços Ecossistêmicos (PESE) Photo."— Transcrição da apresentação:

1 MATERIAIS DE TREINAMENTO DA AVALIAÇÃO EMPRESARIAL DE SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS Um produto da Parceria Empresarial pelos Serviços Ecossistêmicos (PESE) Photo Courtesy of Flickr : markg6 MÓDULO 2

2 Questões abordadas neste Módulo 1. Quem devo envolver na ESR?2. Qual o objetivo do Passo 1 da ESR?3. Qual o objetivo do Passo 2 da ESR?6. Qual o objetivo do Passo 3 da ESR?

3 Questões abordadas neste Módulo 1. Quem devo envolver na ESR?2. Qual o objetivo do Passo 1 da ESR?3. Qual o objetivo do Passo 2 da ESR?6. Qual o objetivo do Passo 3 da ESR?

4 Possíveis membros de uma equipe de ESR: Sustentabilidade / Meio Ambiente Gestores da unidade ou linha de produção (foco da ESR) Marketing Finanças Relações Públicas Peritos Externos Formando uma equipe ESR

5 5.Desenvolver estratégias 4.Identificar riscos e oportunidades de negócio 3.Analisar as tendências dos serviços prioritários 2.Identificar os serviços ecossistêmicos prioritários 1.Selecionar o escopo Escolher os limites dentro dos quais a ESR é conduzida: Unidade de negócio Produto Mercado Propriedade Cliente Fornecedor Avaliar sistematicamente o grau de dependência e impacto da empresa quanto aos serviços ecossistêmicos e determinar os serviços prioritários para o desempenho da empresa Avaliar as condições e tendências dos serviços ecossistêmicos prioritários, bem como as principais causas dessas tendências Identificar e avaliar os riscos e oportunidades de negócios que possam surgir devido às tendências dos serviços prioritários Delinear e priorizar estratégias para gerir riscos e oportunidades Os 5 Passos da Ecosystem Services Review

6 Questões abordadas neste Módulo 1. Quem devo envolver na ESR?2. Qual o objetivo do Passo 1 da ESR?3. Qual o objetivo do Passo 2 da ESR?6. Qual o objetivo do Passo 3 da ESR?

7 Definir os limites claros da condução da análise Questionamentos: Qual a fase da cadeia de valor? Quem e onde especificamente? O escopo é estratégico, oportuno e suportado pelo candidato? Passo 1 - Selecionar o escopo que dará o direcionamento à ESR

8 FornecedoresEmpresaClientes Qual estágio da cadeia de: Qual(is) fornecedor(es)? Em qual(is) mercado(s) geográfico(s)? Em qual aspecto da empresa? Unidade de negócios Linha de produtos Planta Projetos Propriedades Qual(is) cliente(s)? Em qual(is) mercado(s) geográfico(s)? Passo 1 - Considerações quanto à seleção do escopo

9 O escopo deve… Ser estratégico Ser oportuno Ter apoio da alta administração da empresa Ser necessário Ter dados disponíveis Formando uma equipe ESR

10 Esteja preparado para refinar o escopo conforme a ESR prossegue Considere alinhar o período de condução de uma ESR O conhecimento obtido a partir de uma ESR conduzida em uma divisão da empresa pode ser aplicável a outras divisões à medida que estas sejam semelhantes Dicas úteis para o Passo 1 da ESR

11 Exemplo: Yves Rocher Passo 1 Photo Courtesy of Flickr : wizan

12 5.Desenvolver estratégias 4.Identificar riscos e oportunidades de negócio 3.Analisar as tendências dos serviços prioritários 2.Identificar os serviços ecossistêmicos prioritários 1.Selecionar o escopo Escolher os limites dentro dos quais a ESR é conduzida: Unidade de negócio Produto Mercado Propriedade Cliente Fornecedor Avaliar sistematicamente o grau de dependência e impacto da empresa quanto aos serviços ecossistêmicos e determinar os serviços prioritários para o desempenho da empresa Avaliar as condições e tendências dos serviços ecossistêmicos prioritários, bem como as principais causas dessas tendências Identificar e avaliar os riscos e oportunidades de negócios que possam surgir devido às tendências dos serviços prioritários Delinear e priorizar estratégias para gerir riscos e oportunidades Os 5 Passos da Ecosystem Services Review

13 Questões abordadas neste Módulo 1. Quem devo envolver na ESR?2. Qual o objetivo do Passo 1 da ESR?3. Qual o objetivo do Passo 2 da ESR?6. Qual o objetivo do Passo 3 da ESR?

14 Objetivos do passo 2: Avaliar impactos e dependências Priorizar serviços ecossistêmicos Requisitos para desenvolver o passo 2: Escopo definido (passo 1 concluído) Conhecimento das relações do escopo com o meio ambiente Produto final do passo 2: Lista de serviços ecossistêmicos prioritários Passo 2 - Identificar Serviços Ecossistêmicos Prioritários

15 1. Selecionar o escopo 3. Analisar as tendências dos serviços prioritários 1. Serve de insumo ou favorece o desempenho da empresa? Baixa dependência não Avaliando a dependência da empresa em relação a um serviço ecossistêmico 2. Tem substitutos custo-eficazes? sim não sim Média dependência Alta dependência 3. Uso afeta quantidade ou qualidade? 4. O impacto é positivo ou negativo? 5. O impacto interfere nos benefícios de outros? Baixo impacto sim Negativo Alto impacto Médio impacto não Avaliando impactos da empresa em um serviço ecossistêmico Positivo Passo 2 - Análise de impactos e dependências

16 Testes para a Questão 5: 3. Afeta quantidade ou qualidade? 4. O impacto é positivo ou negativo? 5. O impacto interfere nos benefícios de outros? Baixo impacto sim PositivoNegativo Alto impacto Médio impacto não Avaliando impactos da empresa em um serviço ecossistêmico Qualquer resposta sim: ALTO IMPACTO O impacto da empresa é parte significativa do impacto total? A oferta desse serviço já é escassa? O impacto pode levar a escassez ou gerar medidas regulatórias? Passo 2 - Análise de impactos e dependências

17 ABRIR A PLANILHA Passo 2 - Análise de impactos e dependências: sistematizando os dados

18 Estude a relação do escopo escolhido para a sua ESR com o meio ambiente Consulte previamente alguns Stakeholders Complemente a lista de serviços ecossistêmicos que serão avaliados Avalie cada serviço ecossistêmico Sistematize suas respostas com a ferramenta Excel Valide o resultado de sua análise com Stakeholders Processo recomendado para o Passo 2

19 Não se prenda aos detalhes e siga sua análise Não se limite a impactos e dependências atuais, avalie potenciais impactos e dependências futuras Não considere medidas de mitigação de impactos, pois elas não são serviços ecossistêmicos Registre lacunas de conhecimento e justificativas para suas respostas no espaço Comentários da ferramenta Excel Dicas úteis para o Passo 2 da ESR

20 Exemplo: Mondi Passo 2

21 Questões abordadas neste Módulo 1. Quem devo envolver na ESR?2. Qual o objetivo do Passo 1 da ESR?3. Qual o objetivo do Passo 2 da ESR?6. Qual o objetivo do Passo 3 da ESR?

22 5.Desenvolver estratégias 4.Identificar riscos e oportunidades de negócio 3.Analisar as tendências dos serviços prioritários 2.Identificar os serviços ecossistêmicos prioritários 1.Selecionar o escopo Escolher os limites dentro dos quais a ESR é conduzida: Unidade de negócio Produto Mercado Propriedade Cliente Fornecedor Avaliar sistematicamente o grau de dependência e impacto da empresa quanto aos serviços ecossistêmicos e determinar os serviços prioritários para o desempenho da empresa Avaliar as condições e tendências dos serviços ecossistêmicos prioritários, bem como as principais causas dessas tendências Identificar e avaliar os riscos e oportunidades de negócios que possam surgir devido às tendências dos serviços prioritários Delinear e priorizar estratégias para gerir riscos e oportunidades Os 5 Passos da Ecosystem Services Review

23 Objetivos do Passo 3: Identificar tendências dos serviços prioritários, e equipar gestores com informações suficientes para identificar riscos e oportunidades relacionados às mesmas Produto final do Passo 3: Escopo definido (Passo 1 concluído) Conhecimento das relações do escopo com o meio ambiente Passo 3 - Analisar as tendências dos serviços prioritários

24 1.Condição e tendências do serviço ecossistêmico Oferta e demanda Quantidade e qualidade Presente e futuro 2. Vetores diretos Mudanças no uso da terra Consumo excessivo Mudanças climáticas Poluição Espécies invasoras, não nativas Outros 4. Atividades de outros Quem? Como? Onde? Em que grau? 5. Vetores indiretos Governamental Demográfico Econômico Tecnológico Cultural e religioso 3. Atividade da empresa Como? Onde? Em que grau? Passo 3 - Sobre o Quadro de Análise

25 Dados quantitativos do Serviço Ecossitêmico (raro) Opiniões de peritos Dados corporativos Relatórios externos (universidades, ONGs, governo) Dados que sirvam como proxy Informação qualitativa pode ser útil Inputs de dados

26 NomeOrganizaçãoÁrea de Conhecimento Dr. RJ (Bob) ScholesCSIR - Pretoria Naturais & Meio Ambiente Dr. Brian van WilgenCSIR - Stellenbosch Plantas Invasoras Dr. Russell WiseCSIR - Pretoria Pagamentos para Serviços Ecossistêmicos (Captação) Dr. Marius ClaassenCSIR - Pretoria Políticas de Recursos Hídricos Ralph E H SimsInternational Energy Agency (Renewable Energy Unit) Biomassa e Energias Renováveis Dr. Timm TennigkeitUNIQUE forestry consultants Biomassa e Bioenergia Dr. Anna SpenceleyPrivate Consultant Ecoturismo Prof. Roland SchulzeUKZN Mudanças Climáticas e Hidrologia Dr. Chris DickensInstitute of Natural Resources Gestão de Bacia Hidrográfica Mark GushCSIR & UKZN Direcionamento de Água Arthur ChapmanCSIR - Stellenbosch Mudanças Climáticas e Hidrologia Dr. Donovan KotzeUKZN Pantanais Jeremy GoodallPlant Protection Research Institute Soluções para Água Myles ManderFuture Works! Pastoreio de Gado, PES Monique SalomonCentre for Environment, Agriculture, and Development Pastoreio de Gado Andrew PottClear Pure Water Negócios de Água Exemplo: Opiniões de peritos Mondi Passo 3

27 FONTE: National Water Resource Strategy, First Edition, September Appendix D Page D11.1 (Mvoti to Umzimkulu WMA) and Appendix D Page D6.1 (Usutu to Mhlatuze WMA). Exemplo: Dados corporativos e relatórios externos Mondi Passo 3

28 Condição e tendências 6 de 7 bacias em déficit Déficit projetado em todas as bacias até Vetores diretos Consumo excessivo Mudança climática reduzindo chuvas e umidade do solo Espécies invasoras de alto consumo de água 4. Atividades de outros Maiores usos – Irrigação: 62% – Urbano: 27% Manejo ruim em fazendas no entorno (irrigação, escolha de lavoura para cada solo) 3.Atividade da empresa Eucalipto e pinho aumentam demanda por água Manejo de várzeas, e matas ciliares melhoram a qualidade da água 5. Vetores indiretos Direitos de uso cada vez mais confusos Crescimento populacional ~ 0.4% /ano Crescimento econômico 5.0%ano Água Doce Exemplo: Quadro de Análise Mondi Passo 3

29 PESE e este documento foram viabilizados pelo generoso apoio do povo norte americana através da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). Os conteúdos são da responsabilidade do WRI, GVces e CEBDS e não refletem necessariamente as opiniões da USAID ou do Governo dos Estados Unidos.


Carregar ppt "MATERIAIS DE TREINAMENTO DA AVALIAÇÃO EMPRESARIAL DE SERVIÇOS ECOSSISTÊMICOS Um produto da Parceria Empresarial pelos Serviços Ecossistêmicos (PESE) Photo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google