A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Escatologia A Segunda Vinda de Jesus. A escatologia bíblica é o estudo dos fatos e eventos futuros profetizados e registrados nos livros que compõe as.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Escatologia A Segunda Vinda de Jesus. A escatologia bíblica é o estudo dos fatos e eventos futuros profetizados e registrados nos livros que compõe as."— Transcrição da apresentação:

1 Escatologia A Segunda Vinda de Jesus

2 A escatologia bíblica é o estudo dos fatos e eventos futuros profetizados e registrados nos livros que compõe as sagradas escrituras, por isso trata-se de uma doutrina da maior importância para a igreja do Senhor, e todo cristão deve estudá-la afim de que possa compreendê-la. Introdução

3 Introdução O termo ESCATOLOGIA deriva de duas palavras gregas: O termo ESCATOLOGIA deriva de duas palavras gregas: ESCATHOS que significa: ULTIMAS COISAS; LOGIA que significa ESTUDO OU TRATADO. Assim podemos traduzir ESCATOLOGIA por: ESTUDO SOBRE COISAS E EVENTOS FUTUROS ou DOUTRINA DAS ULTIMAS COISAS.

4 Motivos para estudar Escatologia Para refutar os falsos ensinamentos relacionados às últimas coisas, que estão surgindo nos dias atuais. Só podemos combater o falso se conhecermos o verdadeiro, Jesus nosso mestre por excelência certa vez disse: CONHECEREIS A VERDADE E A VERDADE VOS LIBERTARÁ. (Jo 8, 32) É o conhecimento das verdades bíblicas que elucida nossa mente para um entendimento perfeito das coisas que Deus em sua infinita sabedoria projetou para o fim dos tempos.

5 Motivos para estudar Escatologia Para revigorar a Esperança do retorno de Cristo, do fim do Mal e do triunfo da Igreja – A Escatologia antes de ser um alerta é uma mensagem de conforto; Para a Igreja não perder o foco; Para a igreja estar atenta aos sinais do fim; Para a Igreja se preparar para o dia do Encontro;

6 Jesus vai voltar? O processo da salvação se dá em diversas etapas: –Deus criou e organizou o homem na Terra (Adão); –Escolheu um povo (Abraão); –Envia a lei (Moisés); –Envia os profetas.

7 Jesus vai voltar? Jesus, o Salvador, chega: –Revela o Pai; –Redime a humanidade, na cruz; –Forma a igreja, através do envio do Espírito Santo; –Estabelece um tempo para a igreja, até que Ele volte.

8 Jesus vai voltar? Nenhuma igreja cristã duvida do retorno de Jesus Todas as vezes que comemos deste pão e bebemos deste cálice, anunciamos, Senhor, a vossa morte enquanto esperamos a vossa vinda! (O.E. I) Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus! (O.E. II, III, VII e VIII) Toda vez que se come deste Pão, toda vez que se bebe deste Vinho, se recorda a paixão de Jesus Cristo e se fica esperando sua volta. (O.E. V)

9 Podemos saber quando? Daquele dia e daquela hora, ninguém sabe, nem os anjos dos céus, nem o filho, mas só o Pai (Mt 24, 36) A respeito da época e do momento, não há necessidade, irmãos, de que vos escrevamos. Pois vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como um ladrão de noite. Quando os homens disserem: Paz e segurança!, então repentinamente lhes sobrevirá a destruição, como as dores à mulher grávida. E não escaparão. (I Ts 5, 1ss)A respeito da época e do momento, não há necessidade, irmãos, de que vos escrevamos. Pois vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como um ladrão de noite. Quando os homens disserem: Paz e segurança!, então repentinamente lhes sobrevirá a destruição, como as dores à mulher grávida. E não escaparão. (I Ts 5, 1ss) Respondeu-lhes Jesus: Não pertence a vós saber os tempos nem os momentos que o Pai fixou em seu poder (At 1, 7)

10 Podemos saber quando? Considerando apenas estes três textos, poderíamos fechar a Bíblia e encerrar o estudo. Mas é preciso continuar buscando, na própria palavra de Deus, se há outros textos que nos autorizam conhecer o tempo da volta do Senhor Jesus.

11 Podemos saber quando? Vai, Daniel, pois esses oráculos devem ficar fechados e lacrados até o tempo final. Muitos serão purificados, alvejados e provados. Os ímpios agirão com perversidade, mas nenhum deles compreenderá, enquanto que os sábios compreenderão. (Dn 12, 9s) Este texto afirma o seguinte: Todas as questões escatológicas estariam fechadas até o tempo do fim; Entre a revelação de Daniel e o tempo do fim haveria um período onde muitos seriam purificados, alvejados, provados, ou seja, seria um período em que a história da salvação teria seu curso; Deus vai revelar as coisas futuras a um grupo de pessoas que vivam santamente, sejam cheias do Espírito Santo. Elas compreenderão, ao passo, que outras não.

12 Podemos saber quando? Ele sonda o abismo e o coração humano, e penetra os seus pensamentos mais sutis, pois o Senhor conhece tudo o que se pode saber. Ele vê os sinais dos tempos futuros, anuncia o passado e o porvir, descobre os vestígios das coisas ocultas. (Eclo 42, 18s) Este texto afirma o seguinte: Deus conhece o passado, presente e futuro; Ele vê os sinais dos tempos futuros, anuncia o passado e o porvir, descobre os vestígios das coisas ocultas.

13 Podemos saber quando? Porque o Senhor Javé nada faz sem revelar seu segredo aos profetas, seus servos. (Amós 3, 7) Este texto afirma o seguinte: Podemos saber quando será a segunda vinda de Jesus

14 Podemos saber quando? Em Eclesiástico, Deus fala que revela o futuro. Em Daniel, diz que as pessoas esclarecidas compreenderão os tempos futuros e, em Amós, Ele afirma que revela a seus servos, os profetas, o que realizará no futuro. Estes textos são um indicativo de que Deus não quer esconder de sua igreja os acontecimentos finais, pelo contrário, Ele indica que quer revelá-los, porém nem todos compreenderão. Por exemplo: Destruição de Sodoma e Gomorra (Abraão e Ló - Gn 19); Dilúvio (Noé - Gn 7)

15 Podemos saber quando? Como ocorreu nos dias de Noé, acontecerá do mesmo modo nos dias do Filho do Homem. Comiam e bebiam, casavam-se e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca. Veio o dilúvio e matou a todos. Também do mesmo modo como aconteceu nos dias de Ló. Os homens festejavam, compravam e vendiam, plantavam e edificavam. No dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu fogo e enxofre do céu, que exterminou todos eles. Assim será no dia em que se manifestar o Filho do Homem. (Lc 17, 26-30)

16 As dores do parto Quando ouvirdes falar de guerras e de rumores de guerra, não temais; porque é necessário que estas coisas aconteçam, mas não será ainda o fim. Levantar-se-ão nação contra nação e reino contra reino; e haverá terremotos em diversos lugares, e fome. Isto será o princípio das dores. (Mc 13, 7s)

17 As dores do parto Terremotos PeríodoQuantidadeMortos 1800 – grandes terremotos 350 mil 1900 – grandes terremotos Mais de 2 milhões 1951 – grandes terremotos grande terremoto (Ásia) 300 mil e 5 milhões de desabrigados

18 As dores do parto Fome 1 bilhão de pessoas passam fome; Ricos mais ricos e pobres mais pobres; Em 2005, 1,6 milhão morreram de fome em todo o mundo; Pais vendem suas filhas para caminhoneiros nas estradas para comprar comida para alimentar os outros filhos

19 As dores do parto Guerra PeríodoEventoMortos 1914 – 1918 Primeira Guerra Mundial 39 milhões 1917 – 1989 Comunismo + de 100 milhões 1939 – 1945 Segunda Guerra Mundial 51 milhões Existem cerca de 70 conflitos de guerra, simultâneos, pelo mundo.

20 Por quê e para quê Jesus voltará? No princípio, Deus criou os céus e a terra. (Gn 1, 1) Então Deus disse: Façamos o homem à nossa imagem e semelhança. Que ele reine sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos e sobre toda a terra, e sobre todos os répteis que se arrastem sobre a terra. Deus criou o homem à sua imagem; criou o homem e a mulher. (Gn 1, 26s)

21 Deus criou todas as coisas e, finalmente, criou o homem para que governasse sobre tudo. O homem foi criado em estado de santidade e justiça original. Isto permitiria ao homem viver em plena comunhão com Deus, consigo, com os outros e com a natureza e não morrer. Mas, tentado por satanás, o homem pecou, perdendo esta condição e trouxe três graves condições Por quê e para quê Jesus voltará?

22 A primeira grave conseqüência trazida pelo pecado foi a morte espiritual. O homem ficou privado da glória de Deus, perdeu sua paz e deixou de gozar da harmoniosa convivência com o Senhor. E eis que ouviram o barulho (dos passos) do Senhor Deus que passeava no jardim, à hora da brisa da tarde. O homem e sua mulher esconderam-se da face do Senhor Deus, no meio das árvores do jardim. (Gn 3, 8) Por quê e para quê Jesus voltará? I – Morte Espiritual

23 O Senhor Deus fez brotar da terra toda sorte de árvores, de aspecto agradável, e de frutos bons para comer; e a árvore da vida no meio do jardim, e a árvore da ciência do bem e do mal. (Gn 2, 9) Podes comer do fruto de todas as árvores do jardim (Gn 2, 16) Por quê e para quê Jesus voltará? II – O homem passa a ser mortal (morte do corpo)

24 O desejo de Deus era que o homem vivesse para sempre com Ele; Deus não proibiu de comerem da árvore da vida. Se tivessem comido, viveriam para sempre; E o Senhor Deus disse: Eis que o homem se tornou como um de nós, conhecedor do bem e do mal. Agora, pois, cuidemos que ele não estenda a sua mão e tome também do fruto da árvore da vida, e o coma, e viva eternamente. (Gn 3, 22) Por quê e para quê Jesus voltará? II – O homem passa a ser mortal (morte do corpo)

25 Como conseqüência do pecado, o homem passou a ser mortal, foi lhe fechado o acesso à árvore da vida ou eternidade. Essa foi a segunda grave conseqüência do pecado. Porque o salário do pecado é a morte, enquanto o dom de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, nosso Senhor. (Rm 6, 23) Por quê e para quê Jesus voltará? II – O homem passa a ser mortal (morte do corpo)

26 Porque ouviste a voz de tua mulher e comeste do fruto da árvore que eu te havia proibido comer, maldita seja a terra por tua causa. Tirarás dela com trabalhos penosos o teu sustento todos os dias de tua vida. (Gn 3, 17) Por quê e para quê Jesus voltará? III – A Terra foi amaldiçoada

27 Por isso, a criação aguarda ansiosamente a manifestação dos filhos de Deus. Pois a criação foi sujeita à vaidade - não voluntariamente, mas por vontade daquele que a sujeitou - todavia com a esperança de ser também ela libertada do cativeiro da corrupção, para participar da gloriosa liberdade dos filhos de Deus. Pois sabemos que toda a criação geme e sofre como que dores de parto até o presente dia. (Rm 8, 19-22) Por quê e para quê Jesus voltará? III – A Terra foi amaldiçoada

28 A restauração espiritual Átrio exterior: todos tinham acesso Santo: Candelabro, altar do incenso e altar dos pães. Acesso somente ao sacerdote. Santo dos Santos: Altar de ouro, arca da aliança, maná, bastão de Arão e tábuas da aliança. Somente Sumo Sacerdote.

29 A restauração espiritual Jesus de novo lançou um grande brado, e entregou a alma. E eis que o véu do templo se rasgou em duas partes de alto a baixo, a terra tremeu, fenderam-se as rochas. (Mt 27, 50s) O acesso ao Pai foi restaurado, pois o véu simbolizava o pecado, que fora então destruído na cruz. Jesus devolve ao homem a possibilidade de voltar à comunhão com Deus. Para voltarmos a comunhão, basta aceitarmos a Jesus como Senhor e Salvador de nossas vidas.

30 O homem recupera a imortalidade Há duas maneiras de recuperarmos a imortalidade: Não vos maravilheis disso, porque vem a hora em que todos os que se acham nos sepulcros sairão deles ao som de sua voz: os que praticaram o bem irão para a ressurreição da vida, e aqueles que praticaram o mal ressuscitarão para serem condenados. (Jo 5, 28s) I - RESSURREIÇÃO

31 O homem recupera a imortalidade Eis que vos revelo um mistério: nem todos morreremos, mas todos seremos transformados, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao som da última trombeta (porque a trombeta soará). Os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados. É necessário que este corpo corruptível se revista da incorruptibilidade, e que este corpo mortal se revista da imortalidade. (Jo 5, 28s) II - ARREBATAMENTO

32 A restauração da terra A terra foi criada para o homem. Para que domine as obras de suas mãos, sob os seus pés tudo colocastes (Sl 8, 7) deu-lhe poder sobre tudo o que está sobre a terra (Eclo 17, 2) Ao desobedecer a Deus, o homem cai e com ele toda a natureza.

33 A restauração da terra Nós, porém, segundo sua promessa, esperamos novos céus e uma nova terra, nos quais habitará a justiça. (II Pd 3, 13) Pois eu vou criar novos céus, e uma nova terra; (Is 65, 17a) Pois, assim como os novos céus e a nova terra que vou criar devem subsistir diante de mim, declara o Senhor, assim devem subsistir vossa raça e vosso nome. (Is 66, 22)

34 Arrebatamento da igreja fiel

35 Eis o que vos declaramos, conforme a palavra do Senhor: por ocasião da vinda do Senhor, nós que ficamos ainda vivos não precederemos os mortos. Quando for dado o sinal, à voz do arcanjo e ao som da trombeta de Deus, o mesmo Senhor descerá do céu e os que morreram em Cristo ressurgirão primeiro. Depois nós, os vivos, os que estamos ainda na terra, seremos arrebatados juntamente com eles sobre nuvens ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. (I Tes 4, 15ss) Eis o que vos declaramos, conforme a palavra do Senhor: por ocasião da vinda do Senhor, nós que ficamos ainda vivos não precederemos os mortos. Quando for dado o sinal, à voz do arcanjo e ao som da trombeta de Deus, o mesmo Senhor descerá do céu e os que morreram em Cristo ressurgirão primeiro. Depois nós, os vivos, os que estamos ainda na terra, seremos arrebatados juntamente com eles sobre nuvens ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor. (I Tes 4, 15ss) Arrebatamento da igreja fiel

36 é porque o Senhor sabe livrar das provações os homens piedosos e reservar os ímpios para serem castigados no dia do juízo (II Pd 2, 9) Porque guardaste a palavra de minha paciência, também eu te guardarei da hora da provação, que está para sobrevir ao mundo inteiro, para provar os habitantes da terra. Venho em breve. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. (Ap 3, 10s)

37 Tanto Pedro quanto João afirmam que a igreja não passará pela Grande Tribulação, pois será preservada da punição do pecado. Assim como Noé e Ló. Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; quem não crê no Filho não verá a vida, mas sobre ele pesa a ira de Deus. (Jo 3, 36) Arrebatamento da igreja fiel

38 Basta aceitarmos a Jesus para não precisarmos sofrer a punição, pois fomos salvos na cruz. Quando começarem a acontecer estas coisas, reanimai-vos e levantai as vossas cabeças; porque se aproxima a vossa libertação (Lc 21, 28) Após o arrebatamento, terá início a Grande Tribulação. Arrebatamento da igreja fiel

39 A grande tribulação Naquele tempo haverá uma grande tribulação, tão grande como nunca foi vista, desde o começo do mundo até o presente, nem jamais será. Se aqueles dias não fossem abreviados, criatura alguma escaparia; mas por causa dos escolhidos, aqueles dias serão abreviados. (Mt 24, 21s)

40 A grande tribulação O espírito do Senhor repousa sobre mim, porque o Senhor consagrou-me pela unção; enviou-me a levar a boa nova aos humildes, curar os corações doloridos, anunciar aos cativos a redenção, e aos prisioneiros a liberdade; proclamar um ano da graça do Senhor, e um dia de vingança de nosso Deus (Is 61, 1s)

41 A grande tribulação A grande tribulação será o derramamento da ira de Deus sobre o pecado. Isso já aconteceu antes na época de Nóe e na de Ló. A grande tribulação será a última intervenção de Deus para punir o pecado.

42 A grande tribulação Deus não deseja que o homem passe pela grande tribulação. Deus respeitou a liberdade humana, mas o homem pecou e Deus logo começou o plano de salvação. Entregou seu filho para ser punido no nosso lugar por causa do pecado para que não sofrêssemos. Aquele que não conheceu o pecado, Deus o fez pecado por nós, para que nele nós nos tornássemos justiça de Deus (II Cor 5, 21)

43 A grande tribulação O Senhor é paciente e grande em poder, mas não deixa impune o culpado (Naum 1, 3) O Senhor conserva sua graça até mil gerações, que perdoa a iniqüidade, a rebeldia e o pecado, mas não tem por inocente o culpado (Ex 34, 7) Deus não poupou seu filho que assumiu nosso pecado e, por sua justiça, não poupará quem não se converter.

44 A grande tribulação Concluirá com muitos uma sólida aliança por uma semana e no meio da semana fará cessar o sacrifício e a oblação. (Dn 9, 27) A grande tribulação durará por uma semana de anos ou sete anos, divida em duas partes de 3 anos e meio, ou, 1260 dias (Ap 11, 3).

45 A grande tribulação No primeiro momento, todos os que não foram arrebatados, mas foram batizados em Jesus, ou seja, os cristãos, terão a oportunidade de se salvar por meio de grandes sofrimentos e perseguições. No segundo momento, será a vez dos Judeus. Durante estes sete anos, estará acontecendo nas regiões celestiais a festa das núpcias do cordeiro, o noivo (Jesus) e a noiva (Igreja) se casarão.

46 A grande tribulação Após metade da tribulação, os Judeus perceberão que foram enganados, pelo Anticristo e reconhecerão que mataram o Senhor da Glória, o Messias. Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. (Jo 1, 11) Vim em nome de meu Pai, mas não me recebeis. Se vier outro em seu próprio nome, haveis de recebê-lo (Jo 5, 43)

47 A grande tribulação Se cumprirá o que Jesus disse em Mateus 23, 39: Já não me vereis de hoje em diante, até que digais: Bendito seja aquele que vem em nome do Senhor. Então Israel em peso será salvo, como está escrito: Virá de Sião o libertador, apartará de Jacó a impiedade. E esta será a minha aliança com eles, quando eu tirar os seus pecados.Então Israel em peso será salvo, como está escrito: Virá de Sião o libertador, apartará de Jacó a impiedade. E esta será a minha aliança com eles, quando eu tirar os seus pecados. (Rm 11, 26s)

48 A manifestação do ímpio Ninguém de modo algum vos engane. Porque primeiro deve vir a apostasia, e deve manifestar-se o homem da iniqüidade, o filho da perdição, o adversário, aquele que se levanta contra tudo o que é divino e sagrado, a ponto de tomar lugar no templo de Deus, e apresentar-se como se fosse Deus. Não vos lembrais de que vos dizia estas coisas, quando estava ainda convosco? Agora, sabeis perfeitamente que algo o detém, de modo que ele só se manifestará a seu tempo. Porque o mistério da iniqüidade já está em ação, apenas esperando o desaparecimento daquele que o detém. Então o tal ímpio se manifestará. Mas o Senhor Jesus o destruirá com o sopro de sua boca e o aniquilará com o resplendor da sua vinda. A manifestação do ímpio será acompanhada, graças ao poder de Satanás, de toda a sorte de portentos, sinais e prodígios enganadores. Ele usará de todas as seduções do mal com aqueles que se perdem, por não terem cultivado o amor à verdade que os teria podido salvar. Por isso, Deus lhes enviará um poder que os enganará e os induzirá a acreditar no erro. Desse modo, serão julgados e condenados todos os que não deram crédito à verdade, mas consentiram no mal. (II Tes 2, 3-12)

49 A manifestação do ímpio Seqüência do que irá acontecer: Apostasia Aparecimento do homem ímpio Algo que o retém Alguém que o retém Manifestação do homem ímpio

50 A manifestação do ímpio Abandono público de uma religião por outra. Começa com o esfriamento da fé e a perda de sentido de sua expressão. É igual a alguém que dirige o carro com sono e não admite que está com sono e continua dirigindo até dormir de vez. Apostasia

51 A manifestação do ímpio Até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo. Para que não continuemos crianças ao sabor das ondas, agitados por qualquer sopro de doutrina, ao capricho da malignidade dos homens e de seus artifícios enganadores. Mas, pela prática sincera da caridade, cresçamos em todos os sentidos, naquele que é a cabeça, Cristo. É por ele que todo o corpo - coordenado e unido por conexões que estão ao seu dispor, trabalhando cada um conforme a atividade que lhe é própria - efetua esse crescimento, visando a sua plena edificação na caridade. (Ef 4, 13-16)Até que todos tenhamos chegado à unidade da fé e do conhecimento do Filho de Deus, até atingirmos o estado de homem feito, a estatura da maturidade de Cristo. Para que não continuemos crianças ao sabor das ondas, agitados por qualquer sopro de doutrina, ao capricho da malignidade dos homens e de seus artifícios enganadores. Mas, pela prática sincera da caridade, cresçamos em todos os sentidos, naquele que é a cabeça, Cristo. É por ele que todo o corpo - coordenado e unido por conexões que estão ao seu dispor, trabalhando cada um conforme a atividade que lhe é própria - efetua esse crescimento, visando a sua plena edificação na caridade. (Ef 4, 13-16) Apostasia

52 A manifestação do ímpio São Paulo prevê a manifestação do homem ímpio, ao mesmo tempo que, surgirá dois obstáculos ao seu aparecimento: algo e alguém que o retém. O algo que o retém é a Igreja que, uma vez arrebatada, deixará espaço livre para a manifestação do mal. Aparecimento do homem ímpio

53 A manifestação do ímpio O aquele que o retém é alguém usado por Deus para impedir ou retardar a manifestação do ímpio. Aparecimento do homem ímpio Analisaremos a ação de uma pessoa enviada por Deus no nosso tempo, que viveu na mesma época que nós.

54 A manifestação do ímpio A mãe de JPII não poderia engravidar pois tinha uma saúde muito debilitada, mesmo assim engravidou. O médico, rispidamente, a mandou abortar, mas ela não o fez; Quando tinha 10 anos, um colega aponta um revolver para ele e dispara. O tiro passa de raspão. Aparecimento do homem ímpio

55 A manifestação do ímpio Em sua juventude, durante a invasão nazista à Polônia, é levado a trabalhar forçado e é atropelado por um caminhão militar e cai na rua sem que ninguém o socorresse até que uma senhora idosa o vê e o ajuda. Em 1981, sofre um atentado e leva um tiro, mas, pela quarta vez, não morre. Aparecimento do homem ímpio

56 A manifestação do ímpio Foi escolhido bispo, depois cardeal e, sem que ninguém esperasse, é eleito papa; Afirmou verdades de fé que vinham sendo questionadas, inclusive nos seminários; Convocou, em todos os continentes, os cristãos católicos a reavivar sua fé exortando a uma nova evangelização; Aparecimento do homem ímpio

57 A manifestação do ímpio Reúne milhões de jovens; Reedita documentos, inclusive o Catecismo da Igreja Católica e o Código de Direito Canônico; Jesus diz a Santa Faustina: Ore pela Polônia, pois se ela se converter, tirarei dela aquele que vai preparar minha segunda vinda. Aparecimento do homem ímpio

58 A manifestação do ímpio Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas. Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias de dar à luz. Depois apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão vermelho, com sete cabeças e dez chifres, e nas cabeças sete coroas. Varria com sua cauda uma terça parte das estrelas do céu, e as atirou à terra. Esse Dragão deteve-se diante da Mulher que estava para dar à luz, a fim de que, quando ela desse à luz, lhe devorasse o filho. Ela deu à luz um Filho, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferro. Mas seu Filho foi arrebatado para junto de Deus e do seu trono. A Mulher fugiu então para o deserto, onde Deus lhe tinha preparado um retiro para aí ser sustentada por mil duzentos e sessenta dias. (Ap 12, 1-6) A manifestação do ímpio

59 Houve uma batalha no céu. Miguel e seus anjos tiveram de combater o Dragão. O Dragão e seus anjos travaram combate, mas não prevaleceram. E já não houve lugar no céu para eles. Foi então precipitado o grande Dragão, a primitiva Serpente, chamado Demônio e Satanás, o sedutor do mundo inteiro. Foi precipitado na terra, e com ele os seus anjos. Eu ouvi no céu uma voz forte que dizia: Agora chegou a salvação, o poder e a realeza de nosso Deus, assim como a autoridade de seu Cristo, porque foi precipitado o acusador de nossos irmãos, que os acusava, dia e noite, diante do nosso Deus. Mas estes venceram-no por causa do sangue do Cordeiro e de seu eloqüente testemunho. Desprezaram a vida até aceitar a morte. Por isso alegrai-vos, ó céus, e todos que aí habitais. Mas, ó terra e mar, cuidado! Porque o Demônio desceu para vós, cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta. (Ap 12, 7-12) A manifestação do ímpio

60

61 Não havendo mais algo e nem aquele que o retém, satanás agirá livremente, pois ele é o dragão e com ele, surgirá o falso profeta e o homem ímpio (o anticristo) A manifestação do ímpio

62 Relembrando a história da salvação Deus cria o homem em estado de santidade e justiça original; O homem, seduzido por satanás, peca: –Morre espiritualmente; –Perda da imortalidade; –A terra é amaldiçoada; Deus promete a salvação (esmagar a cabeça da serpente – Gn 3, 15); Caim mata Abel, Eva dá a luz Set;

63 Relembrando a história da salvação Da descendência de Set surge Noé, Abraão, Isaac e Jacó que gera as doze tribos de Israel; Israel chega ao Egito e, depois de 400 anos, é libertado por Moisés; O povo de Israel entra na terra prometida; É levado em cativeiro para a Babilônia e, ao retornar, reconstroem o templo e a cidade;

64 Relembrando a história da salvação Chegada a plenitude dos tempos, Deus envia seu filho nascido de uma mulher, de uma virgem; Jesus inaugura o ano da graça (Lc 4, 18) depois do qual haverá o dia da vingança de nosso Deus (Is 61, 2); O ano da graça termina com o arrebatamento da igreja (I Tes 4, 13-16);

65 Relembrando a história da salvação Após o arrebatamento e o afastamento daquele que o retém, se manifestará o homem ímpio; Tem início a grande tribulação com duração de 7 anos, mas para os judeus, será de 1260 dias ou 3 anos e meio; Ao mesmo tempo, acontece o casamento de Jesus (noivo) e da Igreja (noiva), nas regiões celestiais e o dragão é expulso para a terra;

66 Relembrando a história da salvação Ao final da grande tribulação, acontecerá o Glorioso Aparecimento: Jesus virá com os seus anjos e os santos (a esposa), tanto os que já haviam morrido como os que foram arrebatados;

67

68 Relembrando a história da salvação Nesse momento, os judeus estarão sendo perseguidos pelo anticristo, verão Jesus e eles voltarão os seus olhos para aquele que traspassaram e então clamarão (Zc 12, 10) Bendito aquele que vem em nome do Senhor (Mt 23, 39) ; As duas bestas (anticristo e o falso profeta) serão destruídas (Ap 19, 20) e o dragão (satanás) será acorrentado (Ap 20, 2); Iniciará o milênio de Cristo sobre a Terra;

69

70 Relembrando a história da salvação Ao final do milênio, satanás será solto e destruído de vez (Ap 20, 7); Haverá o julgamento final (Ap 20, 11) e o surgimento de um novo céu e uma nova terra. Vi, então, um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra desapareceram e o mar já não existia. Eu vi descer do céu, de junto de Deus, a Cidade Santa, a nova Jerusalém, como uma esposa ornada para o esposo. Ao mesmo tempo, ouvi do trono uma grande voz que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens. Habitará com eles e serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles. (Ap 21, 1ss)

71

72 Os sinais dos tempos Derramamento do Espírito Santo Acontecerá nos últimos dias - é Deus quem fala -, que derramarei do meu Espírito sobre todo ser vivo: profetizarão os vossos filhos e as vossas filhas. Os vossos jovens terão visões, e os vossos anciãos sonharão. (At 2, 17) No fim do tempo do judaísmo e no início da igreja, aconteceu o derramamento do Espírito Santo. No fim do tempo da igreja acontecerá do mesmo modo.

73 Os sinais dos tempos O pecado chega ao cúmulo Como ocorreu nos dias de Noé, acontecerá do mesmo modo nos dias do Filho do Homem. Comiam e bebiam, casavam-se e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca. Veio o dilúvio e matou a todos. Também do mesmo modo como aconteceu nos dias de Ló. Os homens festejavam, compravam e vendiam, plantavam e edificavam. No dia em que Ló saiu de Sodoma, choveu fogo e enxofre do céu, que exterminou todos eles. Assim será no dia em que se manifestar o Filho do Homem. (Lc 17, 26-30)

74 Os sinais dos tempos O pecado chega ao cúmulo Nos tempos de Ló, os homens tentaram abusar sexualmente dos anjos (Gn 19) e Deus destruiu Sodoma e Gomorra. Hoje, muitos adultos abusam, de fato, dos anjos quando cometem pedofilia. As casas de prazeres se multiplicam, assim como os bares, as drogas, o sexo, a violência, a pornografia, etc. A indústria pornográfica movimenta cerca de 8 bilhões de dólares anualmente em todo o mundo.

75 Os sinais dos tempos O pecado chega ao cúmulo Nota bem o seguinte: nos últimos dias haverá um período difícil. Os homens se tornarão egoístas, avarentos, fanfarrões, soberbos, rebeldes aos pais, ingratos, malvados, desalmados, desleais, caluniadores, devassos, cruéis, inimigos dos bons, traidores, insolentes, cegos de orgulho, amigos dos prazeres e não de Deus (II Tm 3, 1-4) O Senhor não retarda o cumprimento de sua promessa, como alguns pensam, mas usa da paciência para convosco. Não quer que alguém pereça; ao contrário, quer que todos se arrependam. (II Pd 3, 9)

76 Os sinais dos tempos Volta e restauração de Israel Israel é o povo escolhido, eleito, preferido de Deus. É o povo escolhido por Deus para cumpri o plano de salvação. Tudo começa com Abraão que cria o povo de Israel, povo do qual nasceu Jesus e povo do qual nasceu a Igreja. Os gentios (nós) só fomos salvos graças a Israel.

77 Os sinais dos tempos Volta e restauração de Israel Não quero, irmãos, que ignoreis este mistério, para que não vos gabeis de vossa sabedoria: esta cegueira de uma parte de Israel só durará até que chegue a plenitude dos pagãos. Então Israel em peso será salvo, como está escrito: Virá de Sião o libertador, apartará de Jacó a impiedade. E esta será a minha aliança com eles, quando eu tirar os seus pecados. Se, quanto ao Evangelho, eles são inimigos de Deus, para proveito vosso, quanto à eleição eles são muito queridos por causa de seus pais. Pois os dons e o chamado de Deus são irrevogáveis. (Rm 11, 25-29)

78 Os sinais dos tempos Volta e restauração de Israel No século I, os judeus foram expulsos da sua terra e proibidos de retornar e, assim, espalharam-se pelo mundo. Somente no século XIX começaram a se mobilizar para retornar a sua terra criando o movimento sionista e começaram a voltar no início do século XX. Satanás suscita Hitler para exterminar o povo judeu, eclodindo a Segunda Guerra Mundial. No início da guerra haviam 9 milhões de judeus. Restaram apenas 3 milhões no final. A palavra de Deus previu isso.

79 A mão do Senhor desceu sobre mim. Ele me arrebatou em espírito e me colocou no meio de uma planície, que estava coberta de ossos. Ele fez-me circular em todos os sentidos no meio desses ossos numerosos que jaziam na superfície. Vi que estavam inteiramente secos. Disse-me o Senhor: filho do homem, poderiam esses ossos retornar à vida? Senhor Javé, respondi, só vós o sabeis. Ele disse-me então: Profere um oráculo sobre esses ossos. Ossos dessecados, dir- lhes-ás tu, escutai a palavra do Senhor: Eis o que vos declara o Senhor Javé: vou fazer reentrar em vós o sopro da vida para vos fazer reviver. Porei em vós músculos, farei vir carne sobre vós, cobrir-vos-ei de pele; depois farei entrar em vós o sopro da vida, a fim de que revivais. E sabereis assim que eu sou o Senhor. Profetizei, pois, assim como tinha recebido ordem. No momento em que comecei, um barulho se fez ouvir, em seguida um ruído ensurdecedor, enquanto os ossos se vinham unir aos outros. Prestando atenção, vi que se formavam sobre eles músculos, que nascia neles carne e que uma pele os recobria. Todavia, não tinham espírito. A mão do Senhor desceu sobre mim. Ele me arrebatou em espírito e me colocou no meio de uma planície, que estava coberta de ossos. Ele fez-me circular em todos os sentidos no meio desses ossos numerosos que jaziam na superfície. Vi que estavam inteiramente secos. Disse-me o Senhor: filho do homem, poderiam esses ossos retornar à vida? Senhor Javé, respondi, só vós o sabeis. Ele disse-me então: Profere um oráculo sobre esses ossos. Ossos dessecados, dir- lhes-ás tu, escutai a palavra do Senhor: Eis o que vos declara o Senhor Javé: vou fazer reentrar em vós o sopro da vida para vos fazer reviver. Porei em vós músculos, farei vir carne sobre vós, cobrir-vos-ei de pele; depois farei entrar em vós o sopro da vida, a fim de que revivais. E sabereis assim que eu sou o Senhor. Profetizei, pois, assim como tinha recebido ordem. No momento em que comecei, um barulho se fez ouvir, em seguida um ruído ensurdecedor, enquanto os ossos se vinham unir aos outros. Prestando atenção, vi que se formavam sobre eles músculos, que nascia neles carne e que uma pele os recobria. Todavia, não tinham espírito.

80 Profetiza ao espírito, disse-me o Senhor, profetiza, filho do homem, e dirige-te ao espírito: eis o que diz o Senhor Javé: vem, espírito, dos quatro cantos do céu, sopra sobre esses mortos para que revivam. Proferi o oráculo que ele me havia ditado, e daí a pouco o espírito penetrou neles. Retornando à vida, eles se levantaram sobre seus pés: um grande, um imenso exército. Então o Senhor me disse: filho do homem, esses ossos são toda a raça dos israelitas. Eles dizem: nossos ossos estão secos, nossa esperança está morta; estamos perdidos! Por isso, dirige-lhes o seguinte oráculo: eis o que diz o Senhor Javé: ó meu povo, vou abrir os vossos túmulos; eu vos farei sair deles para vos transportar à terra de Israel. Sabereis então que eu é que sou o Senhor, ó meu povo, quando eu abrir os vossos túmulos e vos fizer sair deles, quando eu meter em vós o meu espírito para vos fazer voltar à vida e quando vos hei de restabelecer em vossa terra. Sabereis então que sou eu o Senhor, que o disse e o executei - oráculo do Senhor. Profetiza ao espírito, disse-me o Senhor, profetiza, filho do homem, e dirige-te ao espírito: eis o que diz o Senhor Javé: vem, espírito, dos quatro cantos do céu, sopra sobre esses mortos para que revivam. Proferi o oráculo que ele me havia ditado, e daí a pouco o espírito penetrou neles. Retornando à vida, eles se levantaram sobre seus pés: um grande, um imenso exército. Então o Senhor me disse: filho do homem, esses ossos são toda a raça dos israelitas. Eles dizem: nossos ossos estão secos, nossa esperança está morta; estamos perdidos! Por isso, dirige-lhes o seguinte oráculo: eis o que diz o Senhor Javé: ó meu povo, vou abrir os vossos túmulos; eu vos farei sair deles para vos transportar à terra de Israel. Sabereis então que eu é que sou o Senhor, ó meu povo, quando eu abrir os vossos túmulos e vos fizer sair deles, quando eu meter em vós o meu espírito para vos fazer voltar à vida e quando vos hei de restabelecer em vossa terra. Sabereis então que sou eu o Senhor, que o disse e o executei - oráculo do Senhor. (Ez 37, 1-14)

81 Os sinais dos tempos Volta e restauração de Israel Ao final da Segunda guerra, o povo judeu sentia-se derrotado, pois fora quase exterminado no maior genocídio do mundo anos antes, o profeta Ezequiel viu o que aconteceria com os israelitas. O vale de osso era como Israel se encontrava. Depois da guerra, se sentiam derrotados e sem esperança e diziampara nós está tudo acabado.

82 Os sinais dos tempos Volta e restauração de Israel Por isso, dirige-lhes o seguinte oráculo: eis o que diz o Senhor Javé: ó meu povo, vou abrir os vossos túmulos; eu vos farei sair deles para vos transportar de volta à terra de Israel. (Ez 37, 12) Por isso, dirige-lhes o seguinte oráculo: eis o que diz o Senhor Javé: ó meu povo, vou abrir os vossos túmulos; eu vos farei sair deles para vos transportar de volta à terra de Israel. (Ez 37, 12) Isso ocorreu em 14 de maio de 1948, quando a ONU proclamou Israel uma nação soberana e independente. Nesse mesmo dia, o mundo islâmico declarou guerra a Israel.

83 Os sinais dos tempos Volta e restauração de Israel Cerca de 600 mil soldados, fortemente armados, marcharam contra os judeus, que possuíam 140 mil soldados, desarmados, pois Israel estava proibida de comprar armas. A Tchecoslováquia emprestaram as armas a Israel de última hora. Assim como no Antigo Testamento, Deus, o Senhor dos Exércitos, lutou ao lado de Israel e depois de um ano, Israel saiu vitoriosa da batalha.

84 Os sinais dos tempos Volta e restauração de Israel Dar-nos-á de novo a vida em dois dias; ao terceiro dia levantar-nos-á, e viveremos em sua presença. (Os 6, 2) um dia diante do Senhor é como mil anos (II Pe 3, 8)um dia diante do Senhor é como mil anos (II Pe 3, 8) O povo de Israel perdeu o direito sobre sua terra desde o ano 63 a.C. por causa do império romano e só recuperou em 1948, ou seja, 2011 anos depois. Quando o Senhor tiver reconstruído Sião, ele aparecerá em sua glória (Sl 101, 17)

85 Os sinais dos tempos Profecia sobre Jerusalém Cairão ao fio de espada e serão levados cativos para todas as nações, e Jerusalém será pisada pelos pagãos, até se completarem os tempos das nações pagãs. (Lc 21, 24) Essa profecia se cumpriu em 1967, quando Jerusalém, após a guerra dos seis dias, foi reunificado sob o domínio de Israel.

86 Os sinais dos tempos Evangelho anunciado ao mundo inteiro Este Evangelho do Reino será pregado pelo mundo inteiro para servir de testemunho a todas as nações, e então chegará o fim. (Mt 24, 14) Com os meios de comunicações atuais, isso está cada vez mais perto de se realizar. A profecia diz que o evangelho precisa chegar ao mundo inteiro, mas não que precisará converter o mundo inteiro. Uma pesquisa recente apontou que cerca 1 bilhão de pessoas no mundo inteiro nunca ouviu ou leu o evangelho.

87 Os sinais dos tempos Paz e segurança Quando os homens disserem: Paz e segurança!, então repentinamente lhes sobrevirá a destruição, como as dores à mulher grávida. E não escaparão. (I Tes 5, 3) Hoje, todos desejam paz e segurança. Quando isso acontecer, será de maneira enganosa, então mostrará que chegou o momento.

88 Os sinais dos tempos O diário de Santa Faustina Santa Faustina foi uma freira que viveu uma profunda intimidade com Deus. Teve muitos diálogos com Jesus, Maria, anjos e santos. A primeira revelação feita a santa foi feita por Maria: A noite, quando eu rezava, Nossa Senhora me disse: Vossa vida deve ser semelhante a minha, silenciosa e oculta, continuamente unida a Deus em súplica pela humanidade e a preparar o mundo para a segunda vinda de Deus (n. 625, p. 194)

89 Os sinais dos tempos O diário de Santa Faustina A segunda revelação narrada pela santa foi dada pelo próprio Jesus e ocorreu em 26 de maio de 1938: Quando eu estava rezando pela Polônia, ouvi essas palavras: Amo a Polônia de maneira especial e se ela for obediente à minha vontade, a elevarei em poder e santidade, dela sairá a centelha que preparará o mundo para a minha vinda derradeira (n. 1732, p. 437) O terceiro segredo de Fátima fala de um atentado a um papa, que ocorreu com João Paulo II. Também foi ele quem consagrou a URSS ao coração de Maria, o que levou à derrocada do comunismo e a queda do muro de Berlim.

90 Os sinais dos tempos O diário de Santa Faustina A Polônia se converteu e, sem que ninguém esperasse, um cardeal polonês, chamado Karol Woytila, é eleito papa tornando- se João Paulo II. Porém, quando tudo isso foi revelado a Santa Faustina, Karol tinha aproximadamente dezoito anos.

91 Os sinais dos tempos Aparições de Maria São Luis Maria de Monfort, em seu livro A verdadeira devoção a Maria, afirma que Deus não muda seus métodos. Do mesmo que modo que Jesus foi precedido por Maria em sua primeira vinda, na segunda não será diferente. Jesus respondeu: Não são doze as horas do dia? (Jo 11, 9a)Jesus respondeu: Não são doze as horas do dia? (Jo 11, 9a) A primeira aparição de Maria ocorreu na França, em 1800, na cidade de Lourdes, às 6:00. A segunda ocorreu em Fátima, Portugal, em 1917 às 12:00. Em Medjugorje, na antiga Tchecoslováquia, Maria aparece desde 1981, às 17:40. Atualmente, suas aparições se dão perto das 18:00

92 Qual deve ser nossa postura? Velai sobre vós mesmos, para que os vossos corações não se tornem pesados com o excesso do comer, com a embriaguez e com as preocupações da vida; para que aquele dia não vos apanhe de improviso. Como um laço cairá sobre aqueles que habitam a face de toda a terra. Vigiai, pois, em todo o tempo e orai, a fim de que vos torneis dignos de escapar a todos estes males que hão de acontecer, e de vos apresentar de pé diante do Filho do Homem. (Lc 21, 34s)

93 Qual deve ser nossa postura? Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e me abrir a porta, entrarei em sua casa e cearemos, eu com ele e ele comigo. (Ap 3, 20) Se alguém me ama, guardará a minha palavra e meu Pai o amará, e nós viremos a ele e nele faremos nossa morada. (Jo 13, 23)

94 Qual deve ser nossa postura? Não vos inquieteis com o que haveis de comer ou beber; e não andeis com vãs preocupações. Porque os homens do mundo é que se preocupam com todas estas coisas. Mas vosso Pai bem sabe que precisais de tudo isso. Buscai antes o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas por acréscimo. (Lc 12, 29ss)Não vos inquieteis com o que haveis de comer ou beber; e não andeis com vãs preocupações. Porque os homens do mundo é que se preocupam com todas estas coisas. Mas vosso Pai bem sabe que precisais de tudo isso. Buscai antes o Reino de Deus e a sua justiça e todas estas coisas vos serão dadas por acréscimo. (Lc 12, 29ss) Se alguém me ama, guardará a minha palavra e meu Pai o amará, e nós viremos a ele e nele faremos nossa morada. (Jo 13, 23)

95 Qual deve ser nossa postura? Uma vez que todas estas coisas se hão de desagregar, considerai qual deve ser a santidade de vossa vida e de vossa piedade, enquanto esperais e apressais o dia de Deus, esse dia em que se hão de dissolver os céus inflamados e se hão de fundir os elementos abrasados! (II Pd 3, 11s) O Deus da paz vos conceda santidade perfeita. Que todo o vosso ser, espírito, alma e corpo, seja conservado irrepreensível para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo! (I Tes 5, 23)

96 Qual deve ser nossa postura? Sermos santos Ler a Bíblia Ir a Eucaristia Amar Nossa Senhora e seguir seu exemplo Orar e Vigiar

97 Conclusão Homens da Galiléia, por que ficais aí a olhar para o céu? Esse Jesus que acaba de vos ser arrebatado para o céu voltará do mesmo modo que o vistes subir para o céu. (At 1, 11) Quem é, pois, o servo fiel e prudente que o Senhor constituiu sobre os de sua família, para dar-lhes o alimento no momento oportuno? Bem-aventurado aquele servo a quem seu senhor, na sua volta, encontrar procedendo assim! Em verdade vos digo: ele o estabelecerá sobre todos os seus bens. Mas, se é um mau servo que imagina consigo: - Meu senhor tarda a vir, e se põe a bater em seus companheiros e a comer e a beber com os ébrios, o senhor desse servo virá no dia em que ele não o espera e na hora em que ele não sabe, e o despedirá e o mandará ao destino dos hipócritas; ali haverá choro e ranger de dentes. (Mt 24, 45-51)

98 A espera de Nosso Senhor não supõe uma fuga ou desprezo pelas realidades nobres desta vida: família, trabalho, relações sociais, mas um estímulo poderoso para enfrentar essas tarefas com amor, conscientes de que, à sua volta, Cristo nos examinará sobre o amor, a seriedade e competência com que teremos empregado os talentos recebidos. Conclusão

99 Maranatha, vem, Senhor Jesus

100 Autor: Domingos Coelho Contato: Fonte: jupec.com.br Dezembro de 2011


Carregar ppt "Escatologia A Segunda Vinda de Jesus. A escatologia bíblica é o estudo dos fatos e eventos futuros profetizados e registrados nos livros que compõe as."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google