A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estudo Prospectivo do Setor Siderúrgico Oportunidades Estratégicas

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estudo Prospectivo do Setor Siderúrgico Oportunidades Estratégicas"— Transcrição da apresentação:

1 Estudo Prospectivo do Setor Siderúrgico Oportunidades Estratégicas
Fernando Rizzo Diretor do CGEE Centro de Gestão e Estudos Estratégicos

2 Oficinas Temáticas e Notas Técnicas
Temas Relevantes Oficinas Temáticas e Notas Técnicas Documentos Propositivos

3 Comitê Executivo Comitê de Coordenação
Temas Relevantes Comitê Executivo ABM /CGEE/IBS Oficinas Temáticas e Notas Técnicas Comitê de Coordenação ABDI ABM Aços Villares Arcelor Mittal BNDES CSN CGEE FINEP GERDAU IBRAM IBS MDIC MME SAMARCO USIMINAS Valourec-Mannesmann Villares Metal Votorantim Documentos Propositivos

4 Oficinas Temáticas e Notas Técnicas
Gestão da Qualidade Inovações em Aços Temas Relevantes Aciaria LD Gestão Ambiental Logística de Transportes Aciaria Elétrica Gestão de Produtos Laminação Oficinas Temáticas e Notas Técnicas Mercado e Produtos Metálicos para Aciarias Financiamento e Incentivos Fundentes e Escorificantes Temas Relevantes Quadros-Técnicos Carvão e Coque Documentos Propositivos Engenharia de Montagem Outros Insumos Engenharia de Projetos Biomassa para Siderurgia Sustentabilidade Setorial Minério de Ferro e Pelotas Eficiência Energética Gás Natural

5 Oficinas Temáticas e Notas Técnicas
Oficina - 06/2008,SP Fernando Rizzo, Elyas Medeiros, Lélio Fellows, Horacídio Leal, Gilberto Pereira, Rudolf Buhler, Marcelo Matos, Sérgio Bajay , Pedro Braga,Mauro Ottoboni, Oficina -07/2008,SP Aroldo Ceotto, Carlos Bremer, Raimundo Braga,Hamilton Pimenta, Carlos Gastaldoni, Carlos Nobre, Fabiano Vallim, Gilberto Jannuzzi, José Galizia, Roberto Vermulm Temas Relevantes Oficina - 07/2008,SP Joel Dutra, Sérgio Pereira, Luis Claudio Oliveira, Luiz Biasoto, Nilton Sacenco, Marcos Alecrin , Aristidis Betzios, Cassio Rabelo, Raimundo Braga, Hamilton Pimenta Notas Técnicas Boaventura Filho, Eduardo Osório, Antônio Vilela, WelligtonCeciliano, CarlosHoffmann, Katsujiro Susaki, Patrícia Bóson, Carlos Augusto Oliveira, André Silva, Lauro Chevrand, Ivani Bott Oficinas Temáticas e Notas Técnicas Oficina-09/2008-Embu,SP Miguel Bentes, Tólio Ribeiro , José Carlos D’Abreu, Ronaldo Sampaio Jacques Marcovitch, Paulo Ludmer, Ernandes da Silveira Oficina I - 06/2009,SP Antonio Gorni, Sebastião Merij Sérgio Andrade, Samir Vaz, Eugênio Zampini, Evando Mirra, Fernando Lins, Guilherme Plonski, José F. Filho Documentos Propositivos Oficina -12/2008,SP José Murilo Mourão, Pedro Sérgio Landim, Catia Cord, Celso Barbosa,Cláudio Lazzari, Coletano Benigno, Daniel Marques, Ed Mendes Taiss Oficina I I - 06/2009,SP Walcir Rodrigues, Antonio Laitano , Antônio Vilela, Eugênio Zampini, Felipe Reinaux, Fernando Lins, Nilton Sacenco, Sebastião Merij, Sergio Andrade, Wellington Ceciliano

6 Pilares estratégicos do EPSS

7 Documento do Panorama do Setor Siderúrgico
Temas Relevantes Oficinas Temáticas e Notas Técnicas Roadmap Estratégico (recomendações político-institucionais) Em Execução Roadmap Tecnológico (recomendações para inovação) Documentos Propositivos Agenda Setorial Tecnológica (política industrial)

8 Focos para ação Inovação Tecnológica Eficiência Energética
Energia da Biomassa Quadros Técnicos Aço no Conceito MDL Consumo Interno

9 Novas tecnologias com baixos valores líquidos de consumo
Alianças estratégicas com empresas de insumos e de equipamentos Programas cooperativos com clientes para inovação em produtos Estabelecimento de um observatório tecnológico Inovação Tecnológica tir

10 Current Automotive Sheet Steel Families
Elongation (%) 10 20 30 40 50 60 70 400 600 1000 200 800 1200 IF Mild HSLA DP, CP TRIP BH CMn IS MART Yield Strength (MPa)

11

12

13 Eficiência Energética
Implantação de programas de eficiência energética Melhor aproveitamento do gás produzido durante a fabricação de carvão vegetal Injeção de carvão e de resíduos plásticos nos altos-fornos Oportunidades na reciclagem para eficiência energética Aproveitamento do gap entre o consumo de energia teórico e o real na fabricação do aço Aplicação do uso das fontes de energias renováveis Aproveitamento de produtos no consumo global de energia Uso das normas ISO 9000 e ISO pelas associações setoriais para gestão aprimorada de energia na indústria Eficiência Energética

14

15

16 Industrial Final Energy Use 1971-2004
Key point: Industrial final energy use increased by 61% between 1971 and 2004, na average annual growth of 2% Note: The discontinuity around 1990 is caused by developments in Eastern Europe and the FSU that resulted in a rapid decline of industrial production. Source: IEA data.

17 Este gráfico mostra o aumento da eficiência energética dos LEDs
Este gráfico mostra o aumento da eficiência energética dos LEDs. Espera-se que os LEDs orgânicos brancos (WOLEDs) passem de 100 lm/W quando começarem a chegar no mercado. 17

18

19 Mostramos aqui a economia proporcionada pela iluminação de estado sólido (LED). A vida média de um LED é da ordem de 40X maior que de uma lâmpada incandescente. Como se vê do gráfico, a economia (quando comparado com a incandescente) é quase de 85% 19

20 Revisão dos currículos universitários com fomento de intercambio empresa/academia buscando a economia baseada no conhecimento Quadros Técnicos Construção de um sistema nacional de capacitação de pessoas para a siderurgia a partir de um mapa de RH

21

22 Adequação da legislação florestal às especificações da siderurgia
Ajustes dos mecanismos de financiamentos de florestas aos pequenos e médios produtores Carvão de Biomassa Desenvolvimento de programas agrosilvopastoris para uso sustentável de pequenos e médios produtores Desenvolvimento de tecnologias de carbonização e aproveitamento da energia de coprodutos voláteis

23

24

25 Average CO2 Emissions from Steel Production in Brazil, 2005
t CO2 / t steel Mineral Coal 0.92 Charcoal from native forests 0.30 – 0.55 Limestone and dolomite 0.09 Natural gas 0.08 Fuel oil 0.01 Electricity Total 1.41 – 1.66 Source: Bajay, et al, 2007

26 Fomento do conceito de disposição “zero de resíduos” (escórias e portadores de ferro e carbono)
Aço no Conceito MDL Fomento da atividade de P&D para reciclagem e recuperação de coprodutos

27 Aumento do consumo interno de aço
Estratégias tecnológicas para redução de custos de produção Aumento do consumo interno de aço Estratégias educativas para estabelecimento de uma cultura do aço

28 Consumo interno de aço Regiões Consumo (mil t) População (mil hab)
Consumo per Capita (kg produto/hab) Norte 344 14.619 23,5 Nordeste 1.475 51.530 28,6 Centro-Oeste 616 13.221 46,6 Minas Gerais 2.955 19.273 153,3 Espírito Santo 587 3.351 175,2 Rio de Janeiro 1.244 15.420 80,7 São Paulo 10.595 39.827 266,0 Sul 4.224 26.732 158,0 Total 22.040 119,8 Fonte: CGEE. Mercado e Produtos: Quantificações e Projeções. Nota técnica

29 Consumo de produtos siderúrgicos no mundo
País Japão Coréia China Itália Alemanha EUA Argentina México kg/hab 650 1.050 86 659 607 444 128 233 Fonte: CGEE. Mercado e Produtos: Quantificações e Projeções. Nota técnica

30 Desdobramentos do exercício prospectivo
MCT (Recomendações para um processo sustentável de inovação tecnológica com foco no fortalecimento da competitividade e da responsabilidade sócio-ambiental) MDIC (Construção da ATS para a gestão da política industrial - PDP) Instituições setoriais, de fomento/financiamento e a cadeia produtiva (38 documentos apontadores de oportunidades e desafios)

31 Obrigado! Fernando Rizzo


Carregar ppt "Estudo Prospectivo do Setor Siderúrgico Oportunidades Estratégicas"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google