A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O século XIX no Rio de Janeiro: O Século dos Cortiços.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O século XIX no Rio de Janeiro: O Século dos Cortiços."— Transcrição da apresentação:

1 O século XIX no Rio de Janeiro: O Século dos Cortiços.

2 A destruição do Cortiço Cabeça de Porco Cortiço como valhacouto de doenças Política de Higienização X Direito à Propriedade. Por que derrubar se é possível melhorar? Política de habitação X Política de expulsão O processo de especulação imobiliária relacionado a política de higienização.

3

4

5

6 As Doenças no Rio de Janeiro. Tuberculose!!! A doença que mais matava? Política de Combate à Febre Amarela O lixo e o esgoto – criadores da Peste Bubônica. As epidemias de Varíola.

7 Como a Tuberculose é transmitida?

8 Sintomas da Tuberculose:

9 Pulmão Tomado Pela Tuberculose:

10 Pessoa com Tuberculose:

11 Transmissão da Febre Amarela:

12 Brigadas de Combate aos Mosquitos:

13 A Peste Bubônica:

14 Os Vilões:

15 A Varíola:

16 A Vacina (varíola da vaca))

17 A Revolta da Vacina – mortos – dezenas de feridos e quase mil presos. As Historiografias. Novas Pesquisas: A Revolta esteve ligada a uma antiga tradição de desconfiança dos populares em relação à vacinação e as práticas da medicina ofiicial em geral.

18 Origem da Vacinação: Técnica Hindu: Pedaços de roupas contaminadas, aplicadas nos ferimentos. Técnica Chinesa: Aplicar nas narinas, pó de casca de machucado. Método Jenneriano: extrair líquido dos úberes das vacas e inocular o homem. Depois introduzir líquido variólico, para comprovar a imunidade.

19 A Historiografia sobre a Revolta da Vacina: Velha: coisa de desordeiros e vagabundos, manobras de políticos ou como sintoma da ignorância da população. A vacinação como pretexto ou apenas o estopim. Sevcenko: a revolta é decorrente de uma resistência da população ao processo de aburguesamento e cosmopolitização da cidade. A população não age e sim reage. José Murilo: revolta fragmentada de uma sociedade fragmentada, ou seja, havia diversos setores e interesses variados, que teriam levado a ocorrência da revolta. Porém haveria uma justificativa moral para a revolta. (Porém não havia um único pressuposto moral na sociedade). Novos pesquisadores: A revolta como uma resistência as ações do poder público.

20 A obrigatoriedade da vacina estava ligada as ações e pesquisas que avançavam (Oswaldo Cruz). As origens da repulsa da vacina, ligada a uma tradição dos cultos afro (Nigéria e benin), devido a crença no orixa sagtabá (omulu), somente ele poderia retirar este mal.

21 As Reformas Urbanas: Alargamento de avenidas Derrubada de cortiços Relação da Reforma Pereira Passos com a Reforma Rodrigues Alves.


Carregar ppt "O século XIX no Rio de Janeiro: O Século dos Cortiços."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google