A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NACE NACE NÚCLEO DE ARTES, CULTURA E EVENTOS O NACE, com o objetivo de difundir a arte entre os alunos do IFPB e a comunidade em geral, vem realizando,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NACE NACE NÚCLEO DE ARTES, CULTURA E EVENTOS O NACE, com o objetivo de difundir a arte entre os alunos do IFPB e a comunidade em geral, vem realizando,"— Transcrição da apresentação:

1

2 NACE NACE NÚCLEO DE ARTES, CULTURA E EVENTOS

3 O NACE, com o objetivo de difundir a arte entre os alunos do IFPB e a comunidade em geral, vem realizando, ao longo de sua existência, inúmeros cursos, oficinas, palestras, exposições, festivais e eventos artísticos, por entender que é através da arte e da cultura que se forma o cidadão. Além de todas estas atividades, inseridos no NACE estão também os cursos Técnico Integrado em Instrumento Musical e Técnico Subseqüente em Instrumento Musical, que vêm formando jovens músicos e capacitando-os para o mercado de trabalho, enquanto instrumentista, e para a vida enquanto ser humano Coral Luzia Simões Bartolini e alunos de Técnica Vocal e Instrumento durante apresentação Artística sob a regência da professora Angélica Lacerda Camerata do IFPB junto aos alunos de Instrumento em apresentaçãoartística sob a regência da Professora Marina Tavares

4 O NACE DISPÕE PARA COMUNIDADE EXTERNA E/OU INTERNA, INÚMERAS OFICINAS, CURSOS E GRUPOS ARTÍSTICOS. SÃO ELAS: - OFICINA VIOLÃO E GUITARRA; - OFICINA DE SAX E CLARINETE; - OFICINA DE ACORDEOM, PIANO E TECLADO; - OFICINA DE BATERIA - OFICINA DE TÉCNICA VOCAL; - CORAL JOVEM; - CORAL DA MELHOR IDADE; - ORQUESTRA DE CÂMARA; - REGIONAL DO IFPB - GRUPO DE TEATRO - GRUPO DE SAX.

5 GRUPO REGIONAL Formado pela professora de acordeom e técnica vocal do IFPB, a educadora Angélica Lacerda, além de alunos de vários instrumentos do Curso Técnico em Instrumento Musical, compõe o grupo também aluguns alunos de extensão do NACE. O grupo Regional do IFPB nasceu em maio de 2010 para a prática de conjunto dos alunos, apresentando um repertório de baiões, forrós, xotes, marchinhas, sambas de roda e muito mais do vasto cancioneiro nordestino, trabalhando o ensino da música e primando pelas raízes da nossa música sob as influências de grandes ícones da música popular brasileira como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Gordurinha, Carmélia Alves, Antônio Barros e Cecéu, João do Vale, Maria Bethânia, Clara Nunes etc. O grupo é formado por dois acordeões, percussão, zabumba, guitarra/violão e contra baixo. Todos alunos de música do IFPB além da professora supra mencionada.

6 CORAL BEM VIVER O Coral Bem Viver nasceu em 2001, Hoje, sob a regência da maestrina Marinalva Firmino Ferreira, é composto por 38 jovens senhoras que mostram dedicação e alegria em um repertório eclético que abrange músicas sacras, populares, eruditas e folclóricas. Estas coralistas explicitam de forma ímpar a alegria de bem viver na terceira idade. Formado por pessoas da comunidade em geral, o coral Bem Viver já realizou diversas apresentações na cidade de João Pessoa e em algumas cidades brasileiras, tendo participado de vários festivais, representando o IFPB com alegria e beleza, ajudando na formação de jovens e na propagação da arte através do canto coral. O projeto Bem Viver trabalha com pessoas da terceira idade e classes sociais diversas, difundindo o canto coral e melhorando o relacionamento humano, dando noções de técnica vocal, percepção, musicalização, ética, cidadania, além de elevar a auto estima dos coralistas através das apresentações em importantes eventos musicais, melhorando a qualidade de vida de todos os participantes e acima de tudo, levando alegria a platéias que podem perceber que a felicidade é um estado de espírito presente por toda vida, independente da faixa etária e dos problemas relacionados a este período da vida. O Objetivo geral do coral é difundir a arte do canto-coral junto a toda população, além de contribuir na formação cidadã e na formação musical de forma geral, através de noções de musicalização, percepção, técnica vocal e estética musical. Por outro lado, o Coral Bem Viver proporciona uma melhor qualidade de vida a seus coralistas, através do convívio social, do relacionamento entre todos e das apresentações.

7 CORAL LUZIA SIMÕES BARTOLINNI O Coral Luzia Simões Bartolinni nasceu em 1968, pelas mãos da então Coordenadora da área da antiga Escola Técnica Federal da Paraíba, professora Luzia Simões Bartolinni. Hoje, sob a coordenação das maestrina Marinalva Firmino Ferreira e a regência da professora Angélica Lacerda, o coral é composto por 20 pessoas e traz um repertório que abrange músicas sacras, populares, eruditas e folclóricas. Formado por alunos e ex-alunos da Instituição, além de pessoas da comunidade em geral, o coral já realizou diversas apresentações na cidade de João pessoa e em inúmeras cidades brasileiras, tendo participado de vários festivais, representando o IFPB com alegria e beleza, ajudando na formação de jovens e na propagação da arte através do canto coral. O Objetivo geral do coral é difundir a arte do canto-coral junto a toda população, além de contribuir na formação cidadã e na formação musical de forma geral, através de noções de musicalização, percepção, técnica vocal e estética musical, proporcionando uma melhor qualidade de vida aos coralistas através do convívio social, do relacionamento entre todos e das apresentações. O Coral Luzia Simões Bartolinni nasceu em 1968, pelas mãos da então Coordenadora da área da antiga Escola Técnica Federal da Paraíba, professora Luzia Simões Bartolinni. Hoje, sob a coordenação da maestrina Marinalva Firmino Ferreira e a regência auxiliar da professora Angélica Lacerda, o coral é composto por 30 pessoas e traz um repertório que abrange músicas sacras, populares, eruditas e folclóricas. Formado por alunos e ex-alunos da Instituição, além de pessoas da comunidade em geral, o coral já realizou diversas apresentações na cidade de João pessoa e em inúmeras cidades brasileiras, tendo participado de vários festivais, representando o IFPB com alegria e beleza, ajudando na formação de jovens e na propagação da arte através do canto coral. O Objetivo geral do coral é difundir a arte do canto-coral junto a toda população, além de contribuir na formação cidadã e na formação musical de forma geral, através de noções de musicalização, percepção, técnica vocal e estética musical, proporcionando uma melhor qualidade de vida aos coralistas através do convívio social, do relacionamento entre todos e das apresentações.

8 NOSSA EQUIPE: Acordeom e Técnica Vocal - Profª: Angélica Lacerda Contra baixo elétrico e acústico e Cello - Profº. Adriano Ismael Sax e clarinete - Profº. Draylton Siqueira Percussão e Bateria - Profº. Bruno Torres Canto Coral - Professores Marinalva Firmino Ferreira e Angélica Lacerda Teatro – Palmira Palhano Violino e Viola – Professores Marina Zenaide e Elias Carneiro - Coordenação do Curso técnico de Música: Prof. Francisco Barbosa (Bebé) - Coordenação do Núcleo de Artes, Cultura e Eventos - NACE: Regina Coeli Araújo Negreiros

9 O Curso Técnico em Instrumento Musical

10 Através da arte manifestamos significados, sensibilidades, modos de criação e comunicação sobre o mundo da natureza e da cultura. Todo cidadão tem o direito de se comunicar através de suas potencialidades criadoras, e o ensino da arte ministrada com qualidade nas escolas públicas torna-se uma das formas de oportunizar este direito. Dentre as linguagens da arte, a música, encontra-se indiscutivelmente presente na vida da sociedade contemporânea, que se caracteriza como um período social de mudanças. Nessa sociedade a música se encontra como um dos meios eficazes para a manifestação da cultura e uma possibilidade para a expressão e comunicação humana. A música que se ouve, no teatro, no cinema, na rádio, na televisão; em eventos, manifestações públicas, política, esportiva; nas apresentações profissionais, empresariais, no âmbito da religião, ou nos atos de cunho cívico, através de hinos pátrios é sempre composta e interpretada por alguém. É impossível pensar separadamente o elemento humano da criação e execução da música. Se a música está intensamente presente no cotidiano da sociedade atual sob várias formas, ocorre uma pressão de demanda por profissionais bem preparados e que estejam sintonizados com o intenso movimento de evolução tecnológica verificado no campo musical comercial.

11

12

13

14 PERFIL PROFISSIONAL DE CONCLUSÃO DO TÉCNICO EM MÚSICA A produção artístico-musical caracteriza-se pela aquisição e interpretação como também pela preservação e utilização da linguagem musical. Esta se destina a informar e a promover a cultura e o lazer. O Técnico de Música em Músico Instrumentista deverá apresentar um perfil de conclusão que compreenda atividades de criação, desenvolvimento, produção e difusão da linguagem musical. De acordo com o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos o egresso do Curso Técnico de Música em (Músico Instrumentista), desenvolve atividades de performance instrumental (concertos, recitais, shows, eventos, programas de rádio e televisão, gravações). Colabora em atividades de ensino de música e artes cênicas. Também poderá atuar em bandas, orquestras, conjuntos de música popular e folclórica, grupos de câmara, estúdios de gravação, rádio, televisão, multimídia e espaços alternativos de interação social, lazer e cultura. Esclarecemos que esse curso assume linha de formação distinta de acordo com o(s) instrumento(s) eleito(s) para a formação.

15 PECULIARIDADES DO NACE E DO CURSO DE MÚSICA: Um diferencial nos cursos oferecidos é o trabalho voltado para a música brasileira e em especial a nordestina. É nesse contexto que oferecemos aos discentes o curso de acordeom (sanfona), pioneiro enquanto curso oficial dentro da rede federal de ensino no Brasil. Além desse instrumento também é oferecido o curso de guitarra, contrabaixo elétrico e bateria, instrumentos da música popular incomuns em estabelecimentos oficiais de ensino. Outrossim, inseridas no currículo do curso de Instrumento musical estão, além das disciplinas comuns a qualquer curso de música, as disciplinas de música brasileira, música nordestina e paraibana

16 Apresentações Artísticas Inesquecíveis


Carregar ppt "NACE NACE NÚCLEO DE ARTES, CULTURA E EVENTOS O NACE, com o objetivo de difundir a arte entre os alunos do IFPB e a comunidade em geral, vem realizando,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google