A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Armênio Uzunian Ernesto Birner volume único 3.ª edição volume único 3.ª edição Biologia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Armênio Uzunian Ernesto Birner volume único 3.ª edição volume único 3.ª edição Biologia."— Transcrição da apresentação:

1 Armênio Uzunian Ernesto Birner volume único 3.ª edição volume único 3.ª edição Biologia

2 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Os protozoários: características ClasseMecanismo de locomoção Exemplo Rizópodes (ou sarcodíneos) Pseudópodes.Ameba. FlageladosFlagelos.Tripanossomo. CiliadosCílios.Paramécio. Apicomplexos (esporozoários) Ausente.Plasmódio.

3 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) A classificação dos protozoários é baseada no mecanismo de locomoção ClasseMecanismo de locomoção Exemplo Rizópodes (ou sarcodíneos) Pseudópodes.Ameba. FlageladosFlagelos.Tripanossomo. CiliadosCílios.Paramécio. Apicomplexos (esporozoários) Ausente.Plasmódio.

4 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Rizópodes: as amebas núcleo ectoplasma endoplasma vacúolo pulsátil pseudópode SENTIDO DO DESLOCAMENTO vacúolos digestivos

5 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Amebas: alimentação por fagocitose A emissão de pseudópodes vacúolo digestivo núcleo

6 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Reprodução sexuada nas amebas

7 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Flagelados: o tripanossomo flagelo cinetoplasto membrana ondulante núcleo

8 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Ciliados: o paramécio micronúcleo tricocistos macronúcleo vacúolo pulsátil vacúolo digestivo vacúolo alimentar sulco oral citóstoma (= boca da célula) citoprocto (= ânus da célula) canais do vacúolo pulsátil cílios

9 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Reprodução assexuada no paramécio

10 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Conjugação no paramécio: revigorar a população fusão de micronúcleos haplóides micronúcleo estacionário micronúcleo migrante exconjungante micronúcleo (2n) micronúcleos haplóides (n) macronúcleo em desintegração micronúcleo remanescente exconjungante micronúcleos em desintegração micronúcleo remanescente micronúcleo macronúcleo

11 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Apicomplexos (esporozoários) Não possuem organelas especializadas em locomoção Todos são parasitas Exemplos: plasmódios

12 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) As protozooses ParasitoseNomeCausador SangüíneaMalária. Doença de Chagas. Plasmodium sp. Trypanosoma cruzi. IntestinalAmebíase. Giardíase. Entamoeba histolytica. Giardia lamblia. Da pele e mucosasLeishmaniose.Leishmania braziliensis. Das vias genitaisTricomoníase.Trichomonas vaginalis. Diversos tecidos e órgãosToxoplasmose.Toxoplasma gondii.

13 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Malária: transmissão e prevenção parede do intestino do mosquito fígado hemácia

14 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Amebíase: ciclo, transmissão e prevenção

15 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Doença de Chagas: transmissão e prevenção tecido muscular

16 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Giardíase e tricomoníase: transmissão e prevenção Giardia lamblia Trichomonas vaginalis

17 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Outras parasitoses

18 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Algas Protoctistas unicelulares, coloniais ou pluricelulares Habitat das algas A importância do fitoplâncton Base da teia alimentar aquática Liberação de oxigênio nos ecossistemas aquáticos Papel na atenuação do aquecimento global

19 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Conhecendo os filos de algas FiloN.° de espéciesHabitat/importância Clorofíceas (verdes) Mar e água doce. Também na neve, troncos de árvores e em associação com fungos (liquens). Muitas fazem parte do fitoplâncton. Feofíceas (pardas) 1.500Maioria no mar. Algas macroscópicas (kelps). Algina utilizada na confecção de alimentos e tintas. Algumas comestíveis (kombu). Rodofíceas (vermelhas) a 6.000Maioria marinha. O ágar é utilizado para confecção de meios de cultivo ou medicamentos. Algumas comestíveis (nori). Bacilariofíceas (diatomáceas) Mar e água doce. Principais componentes do fitoplâncton.

20 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Conhecendo os filos de algas (cont.) FiloN.° de espécies Habitat/importância Bacilariofíceas (diatomáceas) Mar e água doce. Principais componentes do fitoplâncton. Haptofíceas (cocolitoforídeos) 300Marinhas, água doce e alguns terrestres. Importantes componentes do fitoplâncton. Constituem depósitos de carbono orgânico e carbonatos. Ameaçadas pela acidez da água decorrente do excesso de CO 2. Crisofíceas (douradas) 1.000Maioria na água doce. Componentes do fitoplâncton. Dinofíceas (dinoflagelados) a 4.000Maioria marinha. Em recifes de coral associam-se aos pólipos (zooxantelas). Algumas espécies causam as marés vermelhas. Euglenofíceas (euglenas) 900Maioria na água doce. As espécies heterótrofas alimentam-se de partículas orgânicas existentes na água.

21 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Importância das algas

22 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Reprodução assexuada nas algas Divisão binária: Chlamydomonas

23 filamento adulto (talo haplóide) zoósporos formados por mitose CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Reprodução assexuada nas algas (cont.) Zoósporos: Ulothrix zoósporos sendo liberados zoósporo germina e forma novo filamento

24 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Reprodução sexuada nas algas Ciclo haplobionte (haplonte): Ulothrix filamento adulto (talo haplóide) zoósporos (n) meiose fecundação gametas (n) zigoto (2n)

25 CAP. 17 O REINO PROTOCTISTA (PROTISTA) Conjugação na alga Spirogyra 25 m


Carregar ppt "Armênio Uzunian Ernesto Birner volume único 3.ª edição volume único 3.ª edição Biologia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google