A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O solo é resultado da decomposição das rochas, que ao sofrer intemperismo, adquire maior porosidade e, como decorrência, há penetração de ar e água, o.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O solo é resultado da decomposição das rochas, que ao sofrer intemperismo, adquire maior porosidade e, como decorrência, há penetração de ar e água, o."— Transcrição da apresentação:

1

2 O solo é resultado da decomposição das rochas, que ao sofrer intemperismo, adquire maior porosidade e, como decorrência, há penetração de ar e água, o que cria condições propícias para o desenvolvimento de formas vegetais e animais. Estas, por sua vez, passam a fornecer matéria orgânica a superfície do solo, aumentando.

3 Horizonte O - Camada superficial, escura, constituída de matéria orgânica (cerca de 20%). Horizonte A - Contém matéria orgânica decomposta misturada com minerais. Apresenta grande atividade biológica e muitas raízes dos vegetais. Horizonte B - Com menor quantidade de matéria orgânica e acúmulo de compostos de ferro, argila e quartzo. De cor amarela ou vermelha. Horizonte C - Camada com predomínio de minerais e rocha fragmentada. Horizonte R - Substrato rochoso ou camada mineral, constituído da rocha matriz com algumas fendas.

4 Solo, a camada superficial da crosta terrestre, é um complexo composto de materiais minerais e orgânicos. Quanto á origem, os solos podem ser ELUVIAIS: quando são formados no próprio local, a partir da desagregação e da decomposição das rochas (terra roxa, por exemplo) ALUVIAIS: quando são formados pela acumulação de materiais transportados pelas águas correntes (solos de várzeas e de deltas fluviais, por exemplo ) e pelos ventos ( solos de Loess, entre outros ).

5 Solos da Amazônia: Arenosos e frágeis Rico em matéria orgânica. Solos da Caatinga: Frágeis e rasos; Pedregosos; Litossolos.

6 Massapê: Zona da Mata; Solos férteis; Plantio de cana-de-açúcar. Solos do Serrado: Lateríticos (rico em ferro); Baixo ph (solo ácido)

7 Terra Roxa: Planalto Meridional; Rochas basálticas – grande fertilidade; Profundo (facilita o enraizamento das plantas); Laterítico. Brunizens: Campanha gaúcha; Solos frágeis; Horizonte orgânico baixo.

8 LIXIVIAÇÃO: ocorre principalmente nas áreas equatoriais (clima úmido), os solos são lixiviados, ou seja, são lavados e muitos de seus minerais são escoados pelas águas das chuvas, abundantes nessas regiões. ASSOREAMENTO DOS RIOS: depósito de sedimentos em seu leito. LATERIZAÇÃO: Em áreas de clima intertropical (com estações chuvosas e secas alternadas) e relevo plano, verifica-se o processo de laterização. Tal processo associado com a lixiviação intensa dos solos, muitos minerais são levados pelas águas, ocorrendo uma concentração de hidróxidos de alumínio e de ferro. Este último dá ao solo uma coloração avermelhada e um pH alto. Como resultado desse processo, forma-se a laterita (crosta endurecida), e os solos ficam pouco férteis.

9 SALINIZAÇÃO DOS SOLOS: que ocorre principalmente em áreas de clima árido e semiárido ou em regiões cobertas por oceanos em eras geológicas passadas. A constante irrigação utilizada na agricultura também pode deixar os solos improdutivos. Quando a água evapora, deixa depósitos de sal. POLUIÇÃO: ocorre principalmente nas áreas rurais. Restos desses agrotóxicos usados nas plantações ficam no solo e são carregados pelas chuvas para os cursos fluviais (rios), contaminando-os. Em outros casos os resíduos sólidos (lixo urbano) causam prejuízos, nas áreas urba­nas através de doenças e contaminação do lençol freático.

10 Adubo mineral ou orgânico Massa verde Corrigir a acidez do solo Máquinas agrícolas apropriadas Manter o solo coberto com vegetação

11 Perdem-se milhões de toneladas de solo fértil todos os anos devido à falta de cuidados e à erosão pluvial (das chuvas), sobretudo nas encostas que não contam com proteção vegetal. Para minimizar tais perdas, podem ser feitos plantios em curvas de nível ou o replantio de vegetação

12 Plantio direto - técnica que consiste em plantar diretamente sobre os restos de plantas da colheita anterior (no Brasil, tem sido muito utilizado nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste). No entanto, esse tipo de técnica exige maior quantidade de herbicidas. Rotação de culturas - cultivo alternado de pro­dutos (por exemplo: soja, depois tremoço, depois milho). Curvas de nível - linhas que ligam pontos de mesma cota altimétrica, sobre as quais se faz a semeadura, estabelecendo-se, assim, fileiras de plantas. Isso permite que a água escorra mais lentamente. Terraceamento: consiste em fazer cortes formando degraus nas encostas das montanhas.

13 Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do texto abaixo, na ordem em que aparecem. Nas áreas de declividade acentuada, os solos são mais porque a velocidade de escoamento das águas a infiltração; assim, a água fica pouco tempo em contato com as rochas, a intensidade do intemperismo. a) profundos - alta - aumenta - diminuindo b) rasos - alta - aumenta - aumentando c) profundos - baixa - diminui - diminuindo d) rasos - alta - diminui - diminuindo e) profundos - baixa - aumenta – aumentando

14 Em relação à formação, erosão e conservação do solo, assinale verdadeira (V) ou falsa (F) em cada afirmativa a seguir. ( ) O clima é um importante fator de formação do solo, já que a umidade e a temperatura exercem papel decisivo nessa formação. ( ) O homem, ao interferir no meio ambiente, pode provocar e agravar a erosão, que tem a própria ação da natureza como elemento desencadeador dela. ( ) O acesso da maioria dos países da África, da Ásia e da América Latina à modernização do campo e a novas técnicas de proteção ao meio ambiente teve como consequência uma maior proteção ambiental e um aumento na produção de alimentos. A sequencia correta é a) V - V - F.b) F - V - F.c) V - F - V. d) F - F - Ve) V - V - V

15 Observe os perfis de solo 1, 2 e 3, característicos de três dos domínios morfoclimáticos existentes no Brasil. Eles são, respectivamente, representações esquemáticas de solos dos domínios morfoclimáticos: a) amazônico, da caatinga e dos mares de morro. b) amazônico, dos mares de morro e do cerrado. c) da caatinga, do cerrado e amazônico. d) do cerrado, da caatinga e amazônico. e) do cerrado, amazônico e da caatinga.

16 Observe o gráfico, que representa diferentes condições para o intemperismo. Com base no gráfico, avalie as afirmativas a seguir. I. O intemperismo físico predomina nas áreas onde a temperatura e a precipitação pluvial são baixas. II. Quanto menor a disponibilidade de água (precipitação pluvial), mais completo e mais intenso será o intemperismo químico. III. Temperatura e precipitação pluvial altas favorecem o intemperismo químico. Está(ão) correta(s): a) apenas I, b) apenas II c) apenas l e III. d) apenas II e IlI e) I, II a lII


Carregar ppt "O solo é resultado da decomposição das rochas, que ao sofrer intemperismo, adquire maior porosidade e, como decorrência, há penetração de ar e água, o."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google