A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento Ramo da matemática.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento Ramo da matemática."— Transcrição da apresentação:

1 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento Ramo da matemática Ramo da medicina/ biologia Ramo da filosofia

2 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento De onde saiu a pesquisa quantitativa? Como a saúde entrou nessa? Por que a ética apareceu nessa história?

3 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento De onde saiu a pesquisa quantitativa? a maioria dos cientistas (só os que pararam para pensar nisso) reconhece quatro métodos para se chegar a verdade: i. Indutivo ii. Dedutivo iii. Hipotético dedutivo iv. Dialético

4 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento De onde saiu a pesquisa quantitativa? indutivo dedutivo condições gerais conclusões particulares condições particulares conclusões gerais

5 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento De onde saiu a pesquisa quantitativa? Pensamento indutivo Tem por objetivo levar a conclusões mais amplas do que as premissas que lhes deram origem Tem 3 elementos fundamentais – observação dos fenômenos; descoberta (ou não) de relação entre eles; generalização da relação

6 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento De onde saiu a pesquisa quantitativa? Pensamento indutivo Principais inferências: da amostra p/a população da população p/a amostra (desta mesma população) da amostra p/a amostra preditiva padrão preditiva estatística preditiva singular

7 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento De onde saiu a pesquisa quantitativa? Pensamento indutivo Como garantir que as generalizações são confiáveis? Quem garante que os resultados do meu experimento/pesquisa podem ser generalizados? A Estatística !

8 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento Estatística Por meio de diversas técnicas matemáticas, foram criados e desenvolvidos os chamados testes de hipótese, cuja função é identificar a probabilidade de uma determinada hipótese ser aceita ou rejeitada.

9 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento Teste de hipótese Não há erroErro tipo I Erro tipo IINão há erro realidade Experimento Aceita rejeita Aceita rejeita Erro tipo I – nível de significância ou α Erro tipo II ou β

10 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Teste de hipótese Portanto, aplicar um teste estatístico e concluir a partir da significância observada quer dizer: tenho pelo menos 95% de chances de acertar ao afirmar que X é diferente de Y Na prática dizemos que: X é diferente de Y Sempre que aparecer a expressão cabalística p < 0,05

11 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Teste de hipótese Portanto, aplicar um teste estatístico e concluir a partir da significância observada quer dizer: tenho menos de 95% de chances de acertar, ao afirmar que X é diferente de Y. É melhor não afirmar nada. Na prática dizemos que: X é igual a Y Sempre que aparecer a expressão cabalística n-s

12 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética uma ferramenta para o pensamento e para a prática da ciência; um meio e não um fim descritiva inferencial Bioestatística testa hipóteses tira conclusões organiza dados descreve frequências

13 amostras experimentos Bioestatística Ensaios clínicos e laboratoriais Estudos populacionais/ epidemiológicos Transversais e longitudinais Ensaios experimentais

14 Noções de Amostragem Amostra - parcela de uma população, que deve ser representativa das características deste universo com um mínimo de discrepâncias. Amostragem - técnica utilizada para obtenção de amostras representativas.

15 Classificação de amostras permitem generalizar as conclusões válidas apenas para o estudo da qual faz parte o estudo da qual faz parte

16 Classificação de amostras voluntários voluntários intencional intencional fácil acesso fácil acesso Não-probabilísticas Amostras

17 Tipos de amostras probabilísticas Amostra aleatória ou ao acaso - mais simples de se obter, mais sujeita a erros. Indicada para dados homogêneos. Amostra sistemática - indicada para populações finitas. Amostra estratificada - mais complexa, indicada para dados pouco homogêneos ou para obtenção de variáveis que se pretende analisar em uma população.

18 Amostra casual simples (aleatória): Todos os elementos da população tem igual chance de pertencer à amostra. Processo de sorteio dos elementos amostrais na população.

19 Amostra sistemática: Utiliza uma ordenação natural existente nos elementos da população, que tem tamanho conhecido. Utiliza uma ordenação natural existente nos elementos da população, que tem tamanho conhecido. Os elementos são definidos através de intervalos regulares na população, com sorteio do primeiro.

20 Amostra estratificada: A população é dividida em subgrupos homogêneos, e o sorteio da amostra é conduzido em cada um dos grupos. Os subgrupos (estratos) servem para garantir a representatividade das características que se deseja estudar.

21 Principais elementos da amostra Nível de confiança - Significa que os resultados de uma amostra tem esta probabi- lidade de ocorrer, em caso de repetição da amostra. Os níveis mais usados são os de 95% e 99%. Erro amostral - Indicam a margem de erro prevista, quando comparados os resultados. Em pesquisas na área médica, geralmente variam de 2% a 5%

22 Principais elementos da amostra Probabilidade de ocorrência do fenômeno - obtida através de estudo piloto ou de dados existentes na literatura. É um estimador que presume a diferença máxima entre os resultados da população e da amostra. Para dados discretos: p-q = 100 Para dados contínuos : X - x

23 Vantagens da amostra © custo menor © resultado em menor tempo © objetivos mais amplos © dados mais fidedignos

24 TAMANHO DA AMOSTRA: variável discreta

25 N => TAMANHO DA POPULAÇÃO P => PROPORÇÃO DE CASOS Q => 100-P e => ERRO AMOSTRAL entre 2 e 5% - definido pelo pesquisador z => 1,96 para 95% 2,58 para 99%

26 TAMANHO DA AMOSTRA: variável contínua

27 N => TAMANHO DA POPULAÇÃO s => VARIABILIDADE CONHECIDA (X-X) => PRECISÃO DESEJADA diferença considerada mínima significante definido pelo pesquisador z => 1,96 para 95% 2,58 para 99%

28 EXEMPLOS: Considerando uma prevalência conhecida de 20% para sobrepeso e obesidade, calcular o tamanho da amostra para 95% de confiança e precisão de 4%.

29 Z = 1,96 P = 20 Q = 80 E = 4% (1,96 2 x 20 x 80) / 4 2 = 3,84 x 1600 / 16 = 384

30 EXEMPLOS: Considerando uma população de alunos na UFSC, calcular o tamanho da amostra para 95% de confiança e 0,5 mg de precisão, para investigar os valores de hemoglobina. O desvio padrão de uma amostra piloto foi de 3 mg.

31 Z = 1,96 s = 3 (x-x) = 0,5 (1,96 2 x 3 2 ) / 0,5 2 = 3,84 x 9 / 0,25 = 138,2

32 E a ética? As situações mais comuns, parcialmente definida pelos aspectos quantitativos, são: 1.Planejar uma amostra muito grande (e afetar pessoas desnecessariamente) 2.Planejar uma amostra muito pequena (e afetar pessoas inutilmente)

33 E a ética? Planejar uma amostra muito grande, do ponto de vista metodológico, é um pecado venial. Amostras maiores trazem resultados mais consistentes (aumentam o grau de confiabilidade das pesquisas ) Não se deixa de testar uma hipótese por excesso de amostra, exceto se não se conseguir colher os dados de maneira decente

34 E a ética? Planejar uma amostra muito pequena, do ponto de vista metodológico, é um pecado venial, mas pode se tornar mortal. Amostras pequenas podem impedir a assunção de significância estatística Pode-se deixar de testar uma hipótese por falta de amostra

35 Técnicas de coleta de dados Indireta Pesquisa documental Obtida de fontes primárias Pesquisa bibliográfica Obtida de fontes secundárias Direta Observação Entrevista Questionário Formulário Medidas de opinião e atitudes Dados obtidos pela própria pesquisa, em geral no momento e/ou local em que ocorre

36 Técnicas diretas Questionário: série ordenada de perguntas, respondidas sem interferência do pesquisador; vantagens – economia, alcance, anonimato, comparabilidade, interpretação desvantagens – incompreensão, não-resposta, distorções do instrumento sequência operacional: elaboração pré-teste escolha do tipo * (abertas, fechadas) e da ordem de perguntas avaliação da distorções

37 Técnicas diretas Questionário: * Os tipos de perguntas tem outras classificações, conforme sua intenção - com mostruário - de avaliação - de fato - de ação - de intenção - de opinião - pergunta-teste

38 Técnicas diretas Formulário: forma mista, entre o questionário e a entrevista, geralmente visando maior complexidade nas respostas. vantagens e desvantagens – as mesmas dos modelos anteriores Medidas de opinião e atitudes: caracterizados por tentativa de mensuração das respostas, por meio de escalas. principais escalas de ordenação – pontos, classificação direta, pares de intensidade de Lickert

39 Técnicas diretas Exame clínico/ físico/psicológico: procedimentos sistematizados protocolos bem discutidos e pré-testados calibração prévia

40 Lógica da calibração Precisão validade

41 Técnicas diretas As técnicas de coletas de dados podem interferir nos aspectos de uma pesquisa: 1.geralmente, são pecados mortais; 2.Os problemas mais comuns ocorrem a.na formulação das perguntas (planejamento) b.no treinamento dos aplicadores (planejamento) c.no preenchimento das respostas (execução) d.na tabulação das respostas (execução)

42 Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Mais aplicada Mais efetiva Mais consistente Comitês e pesquisadores mais conscientes e engajados


Carregar ppt "Pesquisa quantitativa Aspectos relacionados a ética Uma base para compreender os aspectos de ligação entre estes campos de conhecimento Ramo da matemática."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google