A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ser coroinha é estar a serviço: a serviço do altar e do próximo. Servir ao altar não é apenas ajudar o padre, transportar os objetos litúrgicos ou executar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ser coroinha é estar a serviço: a serviço do altar e do próximo. Servir ao altar não é apenas ajudar o padre, transportar os objetos litúrgicos ou executar."— Transcrição da apresentação:

1

2 Ser coroinha é estar a serviço: a serviço do altar e do próximo. Servir ao altar não é apenas ajudar o padre, transportar os objetos litúrgicos ou executar as funções que lhe são próprias. Servir ao altar é muito mais: é participar do Mistério Pascal de Cristo, ou seja, da Paixão-Morte-Ressureição de Cristo. Servir ao altar é estar aos pés da cruz, é contemplar o Cristo ressuscitado com os olhos da fé e viver alegremente o Evangelho. Estar a serviço do próximo é estar pronto para a doação e a entrega, é ser amparo e consolo para os que necessitam, é saber amar e viver a caridade. A vida de Cristo foi dedicada a servir o próximo. Da mesma, forma o coroinha é chamado a servir como Cristo.

3 No seu serviço o coroinha deve buscar sempre a alegria e a disposição, o contato fraterno e amigo, o respeito e a dedicação às coisas sagradas. O jovem deve demonstrar que vive sua fé, que observa os Mandamentos de Deus e que procura sempre ser justo e correto. Deve continuamente dar testemunho de que Cristo é o seu Senhor e Mestre. Na vida do coroinha a oração é fundamental. É pela oração que o jovem aprende a se relacionar com Deus, a se tornar íntimo do Senhor. Na oração recebem-se as graças de Deus, o auxílio para os momentos difíceis e a força para superar o pecado e as falhas pessoais. Sem oração não se pode servir ao altar, pois como vamos estar com Cristo se não temos intimidade com Ele? É a oração que permite ao coroinha exercer o seu serviço ao próximo e ao altar de forma digna. Ser coroinha é viver a Eucaristia, é viver Cristo em todos os momentos da vida. A Eucaristia é a fonte de todas as graças, é alimento que fortalece a alma e nos conduz ao Pai. Ao viver a Eucaristia, o coroinha vive o seu ministério de serviço com mais dignidade, dedicação, oração e amor e, assim, santifica-se e aproxima-se cada vez mais de Deus.

4 1. Basta ter boa vontade 2. ser disponível para Deus e para sua comunidade. 3. Esforçar-se para ser bom, procurando viver o que Jesus viveu.

5 1. A santa missa, parte por parte; 2. Os lugares da igreja; 3. Os livros sagrados; 4. Os utensílios usados na celebração; 5. As vestes litúrgicas;

6 O termo coroinha vem do latim e significa menino do coro. A origem deste termo vem da antiga celebração da missa, no ano de 313, onde parte do ritual era cantada em coro e, ocasionalmente, alguns dos meninos do coro eram solicitados para auxiliar os padres no altar. Daí, surgiu o termo coroinha, designando os meninos do coro que auxiliavam os sacerdotes.

7 Antigamente o povo somente assistia às celebrações da Santa Missa e partes do ritual eram cantadas em coro. Os coroinhas surgiram neste ambiente, eram chamados meninos do coro, de onde veio o nome coroinha. Ocasionalmente alguns dos meninos do coro eram solicitados para auxiliar os padres no altar. Atuação O coroinha não é apenas um enfeite, ele tem uma função importante, ele desempenha um ministério. São Tarcísio é considerado Padroeiro dos coroinhas. Nasceu em Roma no ano de 258, auxiliava nos serviços da comunidade como coroinha, acompanhava o próprio Papa nas celebrações eucarísticas. No decorrer da terrível perseguição do imperador Valeriano, muitos cristãos estavam sendo presos, processados e condenados a morte. Nas prisões esperavam à hora da sua execução. São Tarcísio ofereceu-se para levar comunhão aos presos, mas no caminho foi descoberto e ali mesmo apedrejado por adolescentes. Que o seu exemplo de dedicação, coragem e serviço a Deus inspirem hoje nossos Coroinhas e Assessores! No dia 15 de Agosto comemora-se São Tarcisio. Atividades Os anos foram passando e a liturgia ganhou formas novas de participação, o povo começou a participar mais ativamente nos cantos, nas leituras, nas orações e nas respostas, todos puderam se aproximar mais do altar. O ministério dos coroinhas também evoluiu, o coroinha passou a servir mais ao altar e acompanhar o celebrante prestando auxílio quando necessário.

8 Quando Deus te chamar a teu serviço, não fuja, não pare para pensar nas consequências. A exemplo de Samuel (fala Senhor que o teu servo te escuta), Maria (Eis aqui a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra) e o próprio Jesus (Contudo, seja feita sua vontade e não a minha) saibamos nós também, dar nossa resposta a Deus em nosso serviço e em toda nossa vida.

9 CHEGANDO AO TEMPLO: Ao chegar a igreja, o coroinha deve dirigir- se à capela do Santíssimo Sacramento, ou ao altar em que o sacrário contempla Jesus sacramentado. Aí deve fazer uma genuflexão e permanecer em oração por alguns instantes, numa conversa com Jesus Cristo. Só então ele deverá dirigir-se à sacristia, para iniciar as atividades da celebração. Do coroinha exige-se piedade, postura, respeito para com os ministérios, respeito para com o sacerdote, e atenção para com os fiéis da assembléia, respeito para com o templo, (pois é um lugar sagrado). Juntos os coroinhas formam um grupo muito importante, no qual poderão encontrar união, compreensão confiança e estima, coisas de que tanto precisam. O Pároco deverá, dentro do possível, acompanhar cada um deles em sua realidade pessoal, ajudando-os no que for possível. Ser coroinha exige responsabilidade, e devem assumir todos juntos, e cada um em particular, com amor, este serviço a Cristo e sua Igreja.

10 1. Participe das reuniões, missas e demais compromissos assumidos. 2. Seja pontual. Chegue a tempo para as reuniões e celebrações. 3. Seja asseado.Esteja sempre limpo, cabelos penteados, calçados e roupas bem arrumados. 4. Seja cuidadoso com as coisas da igreja e do altar. Trate os utensílios litúrgicos com respeito, como objetos destinados ao culto Divino. 5. Seja humilde e preste atenção ao que lhe for ensinado pelas pessoas encarregadas de sua formação. 6. Durante os atos litúrgicos, evite conversas, risos ou brincadeiras. 7. Seja educado com relação aos colegas e todas as pessoas da comunidade. 8. Cultive o gosto pela oração e leia um trecho da Bíblia cada dia. 9. Dedique-se ao estudo da liturgia, a fim de celebrar cada vez melhor. 10. Observe o silencio na igreja e na sacristia. E mantenha a concentração, principalmente antes de começar algum ato litúrgico.

11 "Ser Coroinha não é um privilégio. É um serviço... um ministério!


Carregar ppt "Ser coroinha é estar a serviço: a serviço do altar e do próximo. Servir ao altar não é apenas ajudar o padre, transportar os objetos litúrgicos ou executar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google