A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER IMPACTO SOBRE A SAÚDE. Violência - do que se trata? São ações realizadas por indivíduos, grupos, classes, nações, que ocasionam.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER IMPACTO SOBRE A SAÚDE. Violência - do que se trata? São ações realizadas por indivíduos, grupos, classes, nações, que ocasionam."— Transcrição da apresentação:

1 VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER IMPACTO SOBRE A SAÚDE

2 Violência - do que se trata? São ações realizadas por indivíduos, grupos, classes, nações, que ocasionam danos físicos, emocionais e ou espirituais a si próprios ou a outros, apresentando profundo enraizamento nas estruturas sociais, políticas, bem como nas consciências individuais e coletivas (Cecília Minayo)

3 Violência e Socialização É ato que desumaniza as relações entre as pessoas e os sujeitos que a praticam É tratar o outro como objeto A violência é uma construção social, cultural, econômica e histórica É um fenômeno relacional A violência é evitável

4 VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER É TODA AÇÃO OU CONDUTA, BASEADA NO GÊNERO, QUE CAUSE MORTE, DANO FÍSICO, SEXUAL OU PSICOLÓGICO, TANTO NO ÂMBITO PÚBLICO QUANTO PRIVADO Convenção de Belém do Pará, 1995

5 TIPOS DE VIOLÊNCIA E CONSEQÜÊNCIAS A Violência Física Tapas, empurrões, murros, queimaduras puxões de cabelo, etc Ela pode provocar: Dores crônicas, hemorragias, hematomas, cicatrizes, limitação de movimentos, perda de função de algum membro ou órgão, paralisias e até mesmo a morte Agressões fatais = assassinatos

6 Violência Psicológica Humilhações, agressões verbais, palavrões, referências preconceituosas a determinadas condições da vítima, como por exemplo a cor ou algum tipo de deficiência; isolamento, maquinações hostis, não- ditos, culpabilização. Nem sempre deixa marcas visíveis, dissimulada ou explícita, a violência psicológica desmonta pouco a pouco as defesas da vítima, que freqüentemente assume a culpa pelas agressões recebidas. Pode provocar problemas de saúde, físicos e mentais, depressão e até mesmo tentativas e / ou suicídio TIPOS DE VIOLÊNCIA E CONSEQÜÊNCIAS

7 A umenta a probabilidade da mulher ter muitos filhos, gestações indesejadas, abortamentos, partos prematuros e outras complicações no parto e puerpério As adolescentes têm maior risco de serem agredidas durante a gestação O abuso sexual infantil parece aumentar o risco de gravidez na adolescência Também pode ser causa de: Retardo na busca do pré-natal, Dificuldade no aleitamento materno e na execução de tarefas com o bebê Violência contra a Mulher e Impacto na Saúde Reprodutiva

8 UM EVENTO TRAUMÁTICO É DEFINIDO COMO TAL, PELA SUA CAPACIDADE DE PROVOCAR: MEDO, DESAMPARO E HORROR A GUERRA, AS CATÁSTROFES NATURAIS, O ESTUPRO E OUTROS ATOS DE VIOLÊNCIA SEXUAL, OU NÃO, ENQUADRAM-SE NA DEFINIÇÃO DE EVENTO TRAUMÁTICO

9 Evento traumático e Impacto sobre a Saúde Mental Reação aguda e/ ou crônica Risco elevado de desenvolver a Síndrome do Stress Pós-traumático Lembranças ou pesadelos – que provocam reações de pânico; Negação de fatos, pessoas, sentimentos relacionados à violência Perda do interesse em atividades sociais Afastamento dos familiares, amigos, colegas de trabalho Perda do interesse em fazer planos para o futuro Insônia ou dificuldade de permanecer alerta, irritabilidade, raiva, Dificuldade de concentração Reações exacerbadas a sons ou movimentos inesperados; Perda ou abandono de emprego, rebaixamento no padrão de vida, Dificuldades de estabelecer contatos amorosos, ou outros tipos de contato físico, mesmo com pessoas próximas Observação É necessário fazer diagnóstico diferencial com a depressão – sendo o evento traumático fundamental nessa diferenciação

10 CONSTRUINDO REDES DE ATENDIMENTOÀ MULHER EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA

11 PASSOS PARA IMPLANTAÇÃO DA REDE INTEGRADA DE ATENÇÃO A VÍTIMA DE VIOLÊNCIA I - Identificação e articulação – de pessoas, serviços e instituições interessadas na formação da rede II - Consolidação – do processo de articulação: discussão de estratégias e definição de ações conjuntas – estabelecer a coordenação e suas atribuições III - Oferta de serviço com enfoque integral – capacitação e supervisão de pessoal em todos os serviços envolvidos IV - Acompanhamento e avaliação da rede – atividade a ser realizada em conjunto pelos componentes da rede e com subsídios fornecidos pelas pessoas atendidas

12 PORQUE INTERVIR ESTRATEGICAMENTE EM REDES? AS REDES TÊM MAIOR POTENCIAL PARA: Gerar movimento de opinião pública Intervenção mais abrangentes Compromisso de todas as partes envolvidas Soluções inovadoras para os problemas emergentes Realizar campanhas educativas e de sensibilização Envolver homens e mulheres nas atividades desenvolvidas Formar lideranças no âmbito governamental e não governamental Intervir na agenda política local, nacional e internacional na medida em que for reconhecida e tenha liderança

13 CONSULTE RHAMAS

14 A TRAMA DOS CONCEITOS BIBLIOTECA CRÔNICAS DEPOIMENTOS ENDEREÇOS ÚTEIS COMO ATENDER? ENTREVISTAS RHAMAS RESPONDE FALE CONOSCO PASSOS PARA ORGANIZAÇÃO DE REDES LOCAIS


Carregar ppt "VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER IMPACTO SOBRE A SAÚDE. Violência - do que se trata? São ações realizadas por indivíduos, grupos, classes, nações, que ocasionam."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google