A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – www.latinoamericano.jor.br www.latinoamericano.jor.br AULA 5 – Utilização da Comunicação Interna nas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – www.latinoamericano.jor.br www.latinoamericano.jor.br AULA 5 – Utilização da Comunicação Interna nas."— Transcrição da apresentação:

1 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – AULA 5 – Utilização da Comunicação Interna nas Organizações Estratégias para Comunicação Oficial Os textos sobre Comunicação Interna apresentam, muitas vezes, um cenário utópico. É preciso sugerir estratégias de comunicação mais próximas da realidade das empresas e que não percam o foco que patrões e empregados podem ter objetivos divergentes

2 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Meios de Comunicação Internos Para Margarida Kunsch (2005:p ). Deve existir total apoio por parte da direção da empresa, além dos profissionais envolvidos.. Compatibilizar os interesses entre capital e trabalho é um dos grandes desafios da empresa.. É preciso sair do capitalismo individualista e corporativista para um comunitário. diálogo. A tarefa da comunicação é pensar seu papel de ajuda na mudança da cultura e de promoção de diálogo entre empresários e trabalhadores.

3 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – De nada adiantarão programas maravilhosos de comunicação se os empregados não forem respeitados nos seus direitos de cidadão e nem considerados o público número 1.. É preciso sair do capitalismo individualista e corporativista para um comunitário.. A cultura empresarial individualista privilegia a concentração e o aumento dos lucros em detrimento da maioria. Por outro lado os trabalhadores não devem considerar a empresa uma inimiga, mas como um agrupamento intencionalmente constituído para alcançar objetivos que podem ser comuns.

4 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Os investimentos na comunicação eram prioritariamente voltados para a comunicação externa.. A comunicação interna não passava de retórica ou era uma comunicação fria, verticalizada e representada no house organ.. Com a maior participação política popular, os dirigentes empresariais têm de buscar novas formas para negociar e encontrar uma comunicação adequada para fazer frente à rapidez e à eficiência da comunicação sindical.

5 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – O público interno é um público multiplicador. Se a comunicação interna contribuir para o exercício da cidadania e valorização do ser humano, o empregado será um porta-voz da organização de forma positiva.. Isso também depende do seu engajamento na empresa, da credibilidade que ela desperta e da confiança nos produtos e serviços.. A comunicação interna deve envolver os empregados nos assuntos da organização e nos fatos que estão correndo no país e no mundo.

6 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – A eficácia da comunicação interna depende do trabalho de equipe entre a área de comunicação e o RH.. Para a comunicação interna conseguir seus objetivos deve-se considerar: a) POLÍTICAS E ESTRATÉGIAS: manter diálogo entre a direção e os empregados, abandonando a política do avestruz e possibilitar a existência de canais livres e eficientes. - Há empresas que substituem os house organs por jornais mais realistas

7 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – b) ADEQUAÇÃO DE CONTEÚDO E LINGUAGUEM: o profissional encarregado pela comunicação deve ser atento não só para o que ocorre internamente, mas também para os acontecimentos políticos, econômicos e sociais externos à empresa. c) QUALIDADE: passa pela disposição da organização em ser transparente até a rapidez em comunicar utilizando os meios mais eficientes. d) USO DAS NOVAS MÍDIAS: incorporar as novas mídias na comunicação interna.

8 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Meios Internos de Comunicação Para Margarida Kunsch: Meios orais diretos: reuniões, palestras, encontros com o Presidente. Meios orais indiretos: rádio Meios escritos: circulares, boletins, jronais, revistas, quadros de aviso Pictográficos: mapas, diagramas, fotos Audiovisuais: vídeos institucionais, clipes, televisão corporativa, documentários, filmes. Telemáticos: Internet, correio eletrônico, celulares.

9 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Uso construtivo da rede informal KEITH DAVIS A rede informal é atividade normal da vida em grupo. As empresas podem fazer uso construtivo da rede porque não é de todo má. Para melhor usá-la, é necessário dar aos administradores melhor treinamento nas comunicações informais assim como o são nas comunicações formais. A partir dos conhecimentos nas comunicações formais é possível estudar a rede informal

10 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Quadro de avisos -Definição da responsabilidade pela atualização - Área para identificação rápida da novidade. - Informações distribuídas sem critério de noticiabilidade

11 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Quadro de Avisos Notícia do dia Área quente do Mural em que as notícias atualizadas, novidades ou avisos urgentes devem ser colocados. Na ausência, capa dos jornais da região ou o cardápio do restaurante.

12 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Quadro de Avisos Novidades Hoje no Restaurante Hoje no Restaurante Farofa Pernil Sobremesa: pudim TR SERÁ DE R$ 18,00 A partir de 5 de julho, o TR GrêmioRH CIPA CLASSIFICADOS TORNEIO DE FUTSAL Inscrições SEGURANÇA LIMPEZA AFASTAMENTO POR DOENÇA

13 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Jornal Interno - Adequação da linguagem - Deve mostrar utilidade - Fazer referência a assuntos externos da empresa - Eficiência diante da comunicação sindical

14 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Jornal Interno

15 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa –

16 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Uso de imagens (charges, ilustrações) para facilitar a comunicação

17 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Notas e recados: notícias rápidas do Brasil e do mundo SERVIÇO: Inscrições do ProUni

18 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Intranet Leitura depende da utilidade, mesmo que seja a página inicial de todos os computadores. Deve seguir os princípios da comunicação digital: Agilidade na atualização de conteúdos e adequação do layout Pacote de informações multimídia Uso do hipertexto

19 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Novas tecnologias - Preconceito do administrativo com os quadros de aviso - Posto de trabalho transformado num quarto de adolescente - Necessidade de comunicados rápidos

20 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Intranet Área do RH Área de serviços Manchete ou notícia do dia Notícias e clipping Material de apoio ao trabalho

21 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Amostra A amostra do estudo da ABERJE refere-se a 164 companhias classificadas entre as 1000 Maiores Empresas do Brasil, de acordo com levantamento da revista Exame (edição 2007). A amostra também contempla nove bancos, que estão entre os maiores do País. Juntas, estas empresas empregam mais de um milhão de funcionários e os grupos, às quais pertencem, faturaram aproximadamente 360 bilhões de dólares no ano de Este valor representa 33,7% do PIB brasileiro de 2006, de1,066 trilhão de dólares

22 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar PERFIL DOS ENTREVISTADOS A maioria é de mulheres, mas nos cargos de chefia ainda há mais homens.

23 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar CARACTERIZAÇÃO DAS EMPRESAS Na amostra estão empresas de 20 países. As brasileiras correspondem a 50%, sendo que a proporção das empresas nacionais, entre as 500 Maiores, é de 53%. Destaque também para as empresas européias, que somam 31,1% na amostra.

24 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar CARACTERIZAÇÃO Setores: atacado, auto-indústria (autopeças e montadoras), bancos, bens de consumo (alimentos, bebidas, higiene e limpeza, cosméticos),energia, eletroeletrônicos, farmacêutico, indústria digital, indústria da construção, mineração, papel e celulose, química e petroquímica, telecomunicações, varejo. 40% das empresas pesquisadas empregam mais de 5 mil funcionários

25 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Gestão da Comunicação - Qual é o status da comunicação corporativa no organograma desta empresa? 47% das empresas que têm uma diretoria de comunicação são européias.

26 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Gestão da Comunicação - Qual é o modelo de gestão da comunicação corporativa nesta empresa? Você diria que: Não existe um plano integrado de comunicação em 49% das empresas do ramo de serviços e em 57% das indústrias. Nas empresas que não têm um plano integrado, 41% dos entrevistados afirmaram que a comunicação é vista pela alta gestão como área estratégica (67,7% na amostra), e 39% disseram que a mesma é percebida como área de apoio

27 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Quem cuida da Comunicação Interna - Na sua empresa, a Comunicação Interna está sob responsabilidad e de qual área? Em 2007 a Comunicação Interna passou a se reportar também a áreas como AssuntosCorporativos / Institucionais e até mesmo à presidência da empresa.

28 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Estrutura da equipe de Comunicação - O trabalho de Comunicação Interna de sua empresa funciona de que forma:

29 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Tamanho da equipe de Comunicação - Quantos profissionais trabalham na área de Comunicação Interna na empresa?

30 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Estrutura e tamanho da equipe de Comunicação As maiores equipes - aquelas que contam com mais de seis funcionários - estão nas empresas de serviços (35%), embora metade delas não tenha um plano integrado de comunicação. Ainda sobre o modelo de gestão da comunicação corporativa, vale registrar que as equipes de Comunicação Interna são menores nas empresas que não têm um plano integrado de comunicação: 53% contam com até 3 funcionários (40,2% na amostra). Aproximadamente 90% das empresas que têm mais de 10 funcionários na equipe de Comunicação Interna empregam mais de 5000 pessoas.

31 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Perfil do profissional - Qual é a área de formação acadêmica do profissional responsável pela Comunicação Interna?

32 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Principais veículos da Comunicação Interna Em 2007, o jornal impresso é apontado como o principal veículo de Comunicação Interna por 22,6% dos entrevistados, recuperando sua posição tradicional. Isto acontece após o crescimento da intranet - percebido na pesquisa de , que atualmente é o segundo principal veículo.

33 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Periodicidade dos veículos

34 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Acesso à Intranet A Intranet está disponível para pelo menos 50% dos funcionários em 62% das empresas. Esse percentual mantém-se ao longo dos anos em que a pesquisa foi realizada (59% em 2002 e em 2005). Sendo assim, não houve uma ampla democratização no acesso à intranet, embora ela esteja presente em 87,2% das empresas.

35 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Investimento em Comunicação - Qual é, aproximadamente, o investimento em Comunicação Interna da empresa atualmente? Você diria que é: Aumentou o percentual de empresas que investem menos de 500 mil reais por ano: 28,2% em 2005 contra 35,4% em Vale ressaltar que 20,7% dos entrevistados não sabiam qual era o investimento atual da empresa em Comunicação Interna. Desses, quase metade ocupa cargos de analista/especialista e estão concentrados nas áreas de recursos humanos.

36 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Investimento em Comunicação Nas empresas em que não há um plano integrado de comunicação, os investimentos em Comunicação Interna estão estagnados: em 31% delas continuam iguais e em 29% aumentaram um pouco, quando comparado com os últimos dois anos. Registra-se também que nessas empresas o atual investimento em Comunicação Interna encontra-se na menor faixa: 45% investem menos de 500 mil por ano. Onde há uma diretoria de Comunicação, encontra-se uma ligeira diferença no percentual de respondentes que disseram que a empresa investe menos de 500 mil por ano (29%), contra 35,4% da amostra. Observa-se ainda que, com esse status, há maior participação da Comunicação Interna nos investimentos voltados à Comunicação Corporativa. Em apenas 12% delas cabe menos de 10% do investimento (20,7% na amostra).

37 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Atendimento à necessidade de informação - Pensando na Comunicação Interna de sua empresa, do ponto de vista dos funcionários, você diria que: A Comunicação ainda não atende totalmente aos funcionários. Chama a atenção o fato que, entre os entrevistados que disseram que a área de Comunicação Interna atende completamente a essas necessidades, 77% trabalham em empresas em que a alta gestão vê a comunicação como área estratégica e, em 87% delas, há um plano integrado de comunicação.

38 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Conclusões A Comunicação Interna nas grandes empresas do Brasil está se estruturando com o passar dos anos e apresenta-se dividida entre a área de Comunicação Corporativa e Recursos Humanos. Os responsáveis pela gestão da Comunicação Interna são profissionais de Relações Públicas, Jornalismo e formação humana diversificada: Psicologia, Letras, Sociologia, Antropologia, Filosofia entre outras. A área se caracteriza por equipes enxutas, entre três e cinco funcionários. Nas empresas com grandes populações internas as equipes podem ultrapassar 10 funcionários.

39 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Conclusões A maioria das empresas conta com equipes externas de fornecedores variados para a produção de conteúdo de comunicação: revistas, jornais, intranet, campanhas motivacionais internas, vídeos etc. A maioria das empresas consultadas (68%) declara que a Comunicação Interna é parte de um Plano de Comunicação Integrada. Este conceito pressupõe o tratamento alinhado e simultâneo da comunicação para com os públicos interno e externo.

40 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Conclusões A Comunicação Interna dispõe de inúmeros canais de divulgação, sendo o jornal impresso o principal veículo de informação, recuperando o lugar ocupado na edição de 2005 pela intranet. Estudos qualitativos do DATABERJE indicam que os funcionários têm predileção pelos meios impressos, principalmente nas indústrias, cujo acesso aos meios digitais é menor. Os investimentos na área estão estabilizados e são tímidos. Uma organização que emprega funcionários e investe R$ 500 mil ao ano em Comunicação Interna, aplica R$ 100,00 per capita por ano, o que resulta em R$ 8,30 funcionário/mês.

41 Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – Pesquisa ABERJE 2007 – Comunicação Interna - Coord. Prof. Paulo Nassar Conclusões As estratégias de valorização do funcionário pelas empresas, como importante público de interesse na construção de sua reputação, ainda precisam ser incrementadas. Embora a área tenha crescido e se estruturado nos últimos anos, 65% dos profissionais investigados acredita que o trabalho de Comunicação Interna não atende completamente às necessidades de informação dos funcionários.


Carregar ppt "Conteúdo elaborado pelo Prof. Alexandre Barbosa – www.latinoamericano.jor.br www.latinoamericano.jor.br AULA 5 – Utilização da Comunicação Interna nas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google