A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mesa 8 - Racionalização, Regulação e Visão do Consumidor de Energia no Brasil AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS COMO CONSUMIDORAS DE ENERGIA Ricardo Wargas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mesa 8 - Racionalização, Regulação e Visão do Consumidor de Energia no Brasil AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS COMO CONSUMIDORAS DE ENERGIA Ricardo Wargas."— Transcrição da apresentação:

1 Mesa 8 - Racionalização, Regulação e Visão do Consumidor de Energia no Brasil AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS COMO CONSUMIDORAS DE ENERGIA Ricardo Wargas Gerente da Área de Inovação e Acesso à Tecnologia SEBRAE/RJ Data: 28 de Outubro de 2003 Local: Hotel Glória, RJ X CONGRESSO BRASILEIRO DE ENERGIA

2 PARTICIPAÇÃO DA MPE NA ECONOMIA è 98% do total das empresas è 60% da mão-de-obra empregada è 42% da massa salarial è 20% do PIB è 2% das exportações Slide 2/12

3 PERFIL DO CONSUMO Slide 3/12 Fonte: SEBRAE, 2000.

4 R$ $ $ $ $ $ $ POTENCIAL DE ECONOMIA Slide 4/12 Ineficiência no uso e manejo da energia pelo porte dos consumidores: Grandes11,1% Grandes11,1% MPE30,0% MPE30,0% EQUIVALE A 30 MILHÕES DE MWH/ANO OU AO ABASTECIMENTO DE 30 CIDADES DE PORTE MÉDIO ( hab)

5 RESULTADOS OBTIDOS Economia de combustível = 65 t de óleo / mês (35,6%) Aumento de produção = 15% Melhora na resistência mecânica e porosidade das peças Redução das perdas = de 7,5% para 1,0% EXEMPLO 1: CERÂMICA ARGIBEM Slide 5/12 Situação Anterior Situação Posterior Produção:1.262 milheiros / mês1.550 milheiros / mês Tijolos estruturaisTijolos estruturais Equipamentos:4 fornos tipo abóboda1 forno tipo túnel 1 forno Hoffmann1 forno Hoffmann (desativado) 1 secador contínuo1 secador contínuo Combustíveis:Óleo BPFÓleo BPF SerragemSerragem (apoio à secagem) Lenha ANTES DEPOIS

6 Slide 6/12 EXEMPLO 2: PADARIA DANÚBIO AZUL Situação Anterior Situação Posterior Produção:12 t/mês de farinha12 t / mês de farinha pães (50g) /mês pães (50g) /mês Equipamentos:1 forno para pães1forno para pães e 1 forno para confeito confeitos Energético:Energia ElétricaEnergia elétrica RESULTADOS OBTIDOS Economia de energia elétrica = kWh / mês (11,4%) Redução no consumo elétrico específico geral (kWh/kg de farinha) = 11,4 % Redução no consumo elétrico específico no forno (kWh/pãozinho de 50g) =22,1%

7 Slide 7/12 Situação Anterior Situação Posterior Produção:1.000 pneus carga / mês1.200 pneus carga / mês Equipamentos:caldeira a vaporautoclave elétrico máquinas de vulcanização Energético:Energia ElétricaEnergia elétrica Óleo BPF RESULTADOS OBTIDOS Economia de óleo = kg / mês (100%) Redução no consumo elétrico específico= 13,3 % Redução na emissão de CO 2 = 100 % - relativo a eliminação do óleo combustível EXEMPLO 3: RECAUCHUTADORA BR

8 PROJEÇÃO DE ECONOMIA POR SETOR Fonte: elaboração própria, a partir dos Diagnósticos Energéticos.

9 IMPACTOS ALCANÇADOS NAS MPE Slide 9/12 A SPECTOS I NDICADORES contribuintes para Impacto Global contribuintes para Impacto Local Redução de Uso de Recursos Geração Empregos Melhoria da Saúde dos Funcionários Sociais Melhoria do Nível Educacional Aumento do Faturamento Redução de Custo Aumento de Mercado Aumento de Produtividade Econômicos Aumento de Competitividade Tecnológicos Melhoria da Gestão Gerenciais Melhoria do Treinamento de Empregados Relacionamento com Partes Interessadas Operacionais Atendimento a Regulamentos e Normas Ambientais Introdução de Novas Tecnologias mais Eficientes Redução de Emissão de Poluentes

10 Análise Quantitativa da Evolução do Faturamento A inflação elevou o preço praticado para o produto final. O comportamento do mercado induziu a redução da produção. A empresa passou a oferecer novos produtos ao mercado. Houve reajuste de preço dos produtos. Houve propaganda e maior eficiência no atendimento. Análise Qualitativa fatores externos que contribuíram para as mudanças observadas: Slide 10/12 IMPACTOS ALCANÇADOS NAS MPE

11 BARREIRAS A SEREM SUPERADAS Slide 11/12 è Desconhecimento do empresário quanto ao uso, desperdícios e representatividade da energia nos custos operacionais da empresa è Pouca prática na utilização de consultores especialistas em uso eficiente de energia è Abordagem inadequada para os empresários (pouca apresentação de custo x benefício) è Formato inadequado dos diagnósticos energéticos è Poucos exemplos conhecidos de eficiência energética (casos concretos) è Desconfiança dos fabricantes de Equipamentos è Dificuldade de acesso ao crédito (agentes financeiros entendendo a operação como de alto risco) è Falta de apoio ao empresário no momento da implementação das medidas è Baixa continuidade das ações

12 OBRIGADO PELA ATENÇÃO Slide 12/12 RICARDO WARGAS - SEBRAE/RJ TEL: (21) TEL: (21) FAX: (21) END.: RUA SANTA LUZIA, 685/7º ANDAR CEP: CENTRO RIO DE JANEIRO - RJ


Carregar ppt "Mesa 8 - Racionalização, Regulação e Visão do Consumidor de Energia no Brasil AS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS COMO CONSUMIDORAS DE ENERGIA Ricardo Wargas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google