A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO DE GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA ISC/UFBA Rio de Janeiro 2013 Universidade Federal da Bahia Instituto de Saúde Coletiva Marcelo Castellanos

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO DE GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA ISC/UFBA Rio de Janeiro 2013 Universidade Federal da Bahia Instituto de Saúde Coletiva Marcelo Castellanos"— Transcrição da apresentação:

1 CURSO DE GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA ISC/UFBA Rio de Janeiro 2013 Universidade Federal da Bahia Instituto de Saúde Coletiva Marcelo Castellanos Colegiado CGSC

2 Graduação em Saúde Coletiva no ISC-UFBA Antecedentes: Linha do Tempo Mestrado Profissional 03/ / / / /2002 Comissão formulação Proj. Político-Pedagógico. Seminário Anual dez Projeto CGSC para o Campus em VC Pós-Graduação Mestrado, Residência 1989 Pós-Graduação em Saúde Coletiva - Doutorado Fundação do ISC – Graduação em SC Oficina de Salvador: ISC/UFBA-UFRJ-Abrasco- Opas Plano Diretor ISC Plano Diretor ISC /2003 Oficina -VII Cong. Abrasco Brasília Projeto do Campus Avançado Vitória da Conquista Programa Reuni. Projeto CGSC 08/2008 Reunião de Salvador Início do Curso 08/2009 Oficina Recife 08/ /2010 Lançamento Fórum Coord 1º. Encontro Fórum Coord 04/ /2012 2º. Encontro Fórum Coord 3º. Encontro Fórum Coord 11/2012 4º. Encontro Fórum Coord

3 InstiuiçãoNome do Curso UFACBacharelado em Saúde Coletiva UFBABacharelado em Saúde Coletiva UnB - FCEBacharelado em Saúde Coletiva UnB-Darcy RibeiroBacharelado Gestão em Saúde Coletiva UFPE - V. Sto. AntãoBacharelado em Saúde Coletiva UPEBacharelado em Saúde Coletiva UFPRBacharelado em Saúde Coletiva UFRJBacharelado em Saúde Coletiva UFRGSAnálise de Políticas e Sistemas de Saúde UFUBacharelado em Gestão em Saúde Ambiental USPBacharelado em Saúde Pública UFMTBacharelado em Saúde Coletiva UFRNBacharelado em Gestão de Sistemas e Serviços de Saúde UNILABacharelado em Saúde Coletiva UFMGGestão em Sistemas e Serviços de Saúde

4 Implicações A história de criação da GSC é recente, porém, rica e desafiadora (portanto, requisita reflexão atenta, diálogo respeitoso e ousadia institucional), envolvendo diversos atores sociais do campo da SC; O ISC/UFBA tem um íntimo e profícuo envolvimento com essa história, desde o seu princípio, exigindo daqueles que entraram nela a partir de 2009 uma aproximação rápida e uma apropriação intensa de muitas ideias e posicionamentos.

5 Graduação em Saúde Coletiva Profissional em Saúde Coletiva com formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, qualificado para o exercício de atividades do campo da Saúde Coletiva em todos os níveis de gestão e de atenção à saúde. Desafio: intensificar foco no eixo formação/trabalho, a partir de uma perspectiva interdisciplinar que priorize a incorporação de saberes e práticas da Saúde Coletiva Perfil do Egresso

6 SEMESTRE ISEMESTRE IISEMESTRE IIISEMESTRE IVSEMESTRE VSEMESTRE VIVIIVIII ISCA45 – INTRODUÇÃO À CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS EM SAÚDE 34HS ISCA44 – TEORIAS SOCIAIS EM SAÚDE 68HS ISCB20 – EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO 34HS ISCB21 – EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO 34HS EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO 34HS EDUCAÇÃO E COMUNICAÇÃO 34HS ESTÁGIO 300HS ESTÁGIO 300HS ISCA46 – ESTUDO MORFOFUNCIONAL HUMANO I 34HS ISCA96 – ESTUDO MORFOFUNCIONAL HUMANO II 68HS ISCB04 – SOCIEDADE, CULTURA E SAÚDE I 34HS ISCB05 – SOCIEDADE, CULTURA E SAÚDE II 34HS SOCIEDADE, CULTURA E SAÚDE III 34HS SOCIEDADE, CULTURA E SAÚDE IV 34HS ISCA47 – INFORMÁTICA EM SAÚDE 68HS ISCA97 – ESTATÍSTICA EM SAÚDE 68HS ISCB12 – EPIDEMIOLOGIA E INFORMAÇÃO I 34HS ISCB13 – EPIDEMIOLOGIA E INFORMAÇÃO II 34HS EPIDEMIOLOGIA E INFORMAÇÃO III 34HS EPIDEMIOLOGIA E INFORMAÇÃO IV 34HS ISC001 – INTRODUÇÃO À SAÚDE COLETIVA 68HS OPTATIVA 34HS ISCB16 – VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO DA SAÚDE I 34HS ISCB17 – VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO DA SAÚDE II 34HS VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO DA SAÚDE III 34HS VIGILÂNCIA E PROMOÇÃO DA SAÚDE IV 34HS ISCA48 – SAÚDE-DOENÇA- CUIDADO 34HS OPTATIVA 34HS ISCB08 – POLÍTICA, PLANEJAMENTO E GESTÃO 34HS ISCB09 – POLÍTICA, PLANEJAMENTO E GESTÃO 34HS POLÍTICA, PLANEJAMENTO E GESTÃO 34HS POLÍTICA, PLANEJAMENTO E GESTÃO 34HS OPTATIVA 34HS ISCA98 – PRÁTICAS INTEGRADAS 34HS ISCB80 – PRÁTICAS INTEGRADAS 68HS ISCA99 – PRÁTICAS INTEGRADAS 68HS PRÁTICAS INTEGRADAS 68HS PRÁTICAS INTEGRADAS 68HS ISCA49 – SEMINÁRIOS INTERDISCIPLINARES EM SAÚDE 34HS ISCA49 – SEMINÁRIOS INTERDISCIPLINARES EM SAÚDE 34HS ISCA49 – SEMINÁRIOS INTERDISCIPLINARES EM SAÚDE 34HS ISCA49 – SEMINÁRIOS INTERDISCIPLINARES EM SAÚDE 34HS ISCA49 – SEMINÁRIOS INTERDISCIPLINARES EM SAÚDE 34HS ISCA49 – SEMINÁRIOS INTERDISCIPLINARES EM SAÚDE 34HS OPTATIVA 34HS OPTATIVA 34HS OPTATIVA 34HS OPTATIVA 34HS TCC 34HS TCC 34HS OPTATIVA 34HS OPTATIVA 34HS ATIVIDADES COMLEMENTARES 102HS

7 FLUXO DISCENTE NO CURSO 73% do total de vagas ofertadas foram preenchidas 16% de abandono Quinze (48%) dos 32 alunos da turma de 2009 estão formados Desafios: Melhorar a entrada Diminuir tempo médio de integralização.

8 Docentes 7 em 2009 => 12 atualmente Faltam 3 vagas REUNI Ampla inserção e atuação no ISC: ensino, pesquisa, extensão/gestão Compromisso com ensino outras graduações (1000 vagas por semestre) Consequências: Sobrecarga de trabalho X Tempo e energia para avaliar, rever e inovar as práticas de ensino Ampliação e amadurecimento experiência profissional

9 COLEGIADO 6 representantes docentes e 2 discentes Contexto UFBA: autonomia do colegiado e participação no Conselho Acadêmico de Ensino e no GT de campo de práticas Diferentes tipos de reuniões Discussões no ISC sobre ensino em SC Secretarias de saúde Pautas do FGSC

10 Colegiado Ações desafiadoras: Implementar PPP: conteúdos, estratégias avaliativas, articulações e temáticas transversais Aprender e consolidar atuação normativa/deliberativa do colegiado Regulamento de curso Área de concentração BI Ampliação da oferta de componentes optativos Articulação entre componentes teóricos e práticos.

11 Práticas Integradas Fragilidade da APS em Salvador Turno noturno Grupos temáticos: Doenças crônicas: HAS e DM Vigilância Sanitária Controle social

12 Estágio bem-sucedido Definição dos focos, estratégias e regras; Dedicação dos docentes e compromisso dos discentes; Preceptores voluntários com perfil adequado; Relações de parcerias entre a coordenação do estágio e o staff das secretarias estadual e municipal de saúde.

13 Aprendizagem ativa Espaços extra-curriculares: Fórum Acadêmico de Saúde; DCE; estágio de vivência no SUS; PMAQ; atividades de pesquisa e cooperação técnica, congressos, FGSC, CONESC, ERESC-NE... Decisões compartilhadas especialmente em seminários interdisciplinares, práticas integradas e estágio Estratégias avaliativas como portifolio reflexivo, autoavaliação, produtos acadêmicos com relevância social (rádio, vídeos, oficinas...) Formato de TCC mais flexível (artigos, etc)

14 Desafios atuais avançar no processo de reconhecimento; atuar a favor da regulamentação da carreira de sanitarista; acompanhar a inserção dos egressos no mundo do trabalho, apoiando e promovendo essa inserção; consolidar os campos de prática e articular as dinâmicas de ensino com o contexto do trabalho em saúde; fortalecer as relações existentes entre os programas desses diferentes níveis de formação

15 OBRIGADO!!!


Carregar ppt "CURSO DE GRADUAÇÃO EM SAÚDE COLETIVA ISC/UFBA Rio de Janeiro 2013 Universidade Federal da Bahia Instituto de Saúde Coletiva Marcelo Castellanos"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google