A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1 Rosa Maria Galvão Biblioteca Nacional

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1 Rosa Maria Galvão Biblioteca Nacional"— Transcrição da apresentação:

1 1 Rosa Maria Galvão Biblioteca Nacional

2 2 Disponível em www: URL:http://www.ifla.org/VII/s13/pubs/isbdcr-final.pdf

3 3 Sumário 1. Antecedentes 2. Da ISBD(S) à ISBD(CR) 3. Terminologia 4. Principais alterações 5. Conclusão

4 4 1. Antecedentes IFLA - Processo de revisão: de 5 em 5 anos de dois tipos: Pequenas intervenções – introdução de mais exemplos e definições, interpretações de casos dúbios e correcção de erros; Intervenções de fundo - produção de uma nova norma ou o cessar de uma existente

5 5 1. Antecedentes Reflexão (década de 90) Análise dos FRBR – impacto nas ISBD Grau de pertinência dos dados relativamente ao modelo pesquisar, identificar, seleccionar, obter. Opcionalidade dos dados de baixa pertinência FeRBeRização da terminologia – obra, expressão, manifestação, item

6 6 2. Da ISBD(S) à ISBD(CR) Revisão da ISBD(S) Harmonização das três principais normas internacionais: ISBD(S) AACR ISSN Para minimizar as diferenças bibliográficas existentes a nível internacional

7 7 2. Da ISBD(S) à ISBD(CR) Temas de reflexão Âmbito da ISBD Definição de publicação em série Fontes para a descrição Alterações requeridas para um novo registo Publicações em múltiplos formatos Relação entre a forma de tratamento do título pela ISBD e pelo ISSN Transcrição versus identificação Título-chave como ponto de referência

8 8 2. Da ISBD(S) à ISBD(CR) ISBD(CR) Expansão do âmbito da serialidade As publicações em série e os recursos integrantes ficaram agrupados em conjunto sob a mesma designação de: recursos contínuos

9 9 2. Da ISBD(S) à ISBD(CR) Representação dos recursos Recursos finitos Recursos contínuos Partes que permanecem separadas Actualizações permanentes integradas no todo I

10 10 3. Terminologia Recurso contínuo - Recurso bibliográfico que é publicado ao longo do tempo sem conclusão predeterminada. Os recursos contínuos incluem as publicações em série e os recursos integrantes permanentes. Publicação em Série -Recurso contínuo publicado numa sucessão de fascículos ou partes separados, tendo normalmente numeração, sem conclusão predeterminada. As publicações em série incluem revistas, revistas ilustradas, revistas electrónicas, directórios publicados em partes sucessivas, relatórios anuais, jornais e séries monográficas.

11 11 3. Terminologia Publicação impressa Publicação em linha

12 12 3. Terminologia Recurso integrante - Recurso bibliográfico que se completa ou modifica por meio de actualizações que não permanecem separadas mas que se integram no todo. Os recursos integrantes podem ser finitos ou contínuos. Exemplos de recursos integrantes são as publicações em folhas móveis actualizáveis e os sítios web actualizáveis Iteração -Versão de um recurso integrante, quer esteja a ser publicado pela primeira vez, quer depois de ter sido actualizado

13 13 3. Terminologia Tipologia dos Recursos Integrantes Base de Dados actualizáveis Sítios Web actualizáveis Folhas móveis actualizáveis

14 14 2. Da ISBD(S) à ISBD(CR) Permanente Publicado usualmente numa série de iterações sem conclusão predeterminada A maior parte dos recursos integrantes são contínuos Finito Publicado usualmente com conclusão predeterminada; A ser completado num número finito de iterações. Sítios Web de eventos individualizados Recursos integrantes

15 15 3. Terminologia

16 16 3. Terminologia Recurso integrante permanente Recurso integrante finito

17 17 3. Terminologia Recurso bibliográfico Expressão ou manifestação de uma obra ou de um item que constitui a base para a descrição bibliográfica. Um recurso bibliográfico pode ser em qualquer suporte ou combinação de suportes e pode ser tangível ou intangível

18 18 3. Terminologia

19 19 4. Principais alterações Objecto da descrição Publicação em série - a estabilidade é condição essencial para a descrição e identificação do registo. O primeiro fascículo garante uma descrição estável Recurso integrante - o conceito de primeiro e de fascículo, não se aplica, podem desaparecer ou ser substituídos em cada actualização A base da descrição é a iteração corrente, excepto para data de início da publicação.

20 20 4. Principais alterações Recurso integrante O registo bibliográfico descreve a iteração corrente do documento a grande maioria das zonas de descrição são baseadas na última iteração os elementos diferentes da iteração anterior entram em notas se for requisito essencial ou se for considerado necessário

21 21 4. Principais alterações Pontos de vista distintos As consequências de uma alterações ao título são encaradas de modo diferenciado pelo editor e pelo catalogador O utilizador pretende que o sistema de pesquisa possibilite o acesso imediato e de modo unívoco à informação desejada, independentemente das alterações Estabeleceu-se um compromisso balanceado entre a conveniência de limitar o número de ocorrências de novo registo e a necessidade de garantir pontos de acesso fiáveis

22 22 4. Principais alterações Publicações em série Consideram-se alterações significativas a adição, supressão, alteração ou reordenação de qualquer das cinco primeiras palavras do título (seis se o título começar por artigo) ou a mudança do nome de uma colectividade em qualquer parte do título.

23 23 4. Principais alterações Outras alterações Título próprio constituído por um termo genérico e verificando- se a mudança de nome da colectividade editora. Alteração da menção de edição com uma mudança significativa da abrangência ou cobertura da publicação em série. Mudança de suporte físico. Títulos anteriormente dependentes que se tornam independentes. Publicação em série cumulativa em que as acumulações têm o mesmo título das edições iniciais e são na mesma língua, mas os conteúdos são significativamente diferentes Publicação em série que se funde com ou cinde de outra(s) publicação(ões) em série

24 24 4. Principais alterações Recursos integrantes Consideram-se alterações significativas para as quais é necessário proceder-se a uma nova descrição: Alteração da menção de edição que passa a indicar uma alteração significativa do âmbito ou da cobertura do recurso. Mudança de suporte físico. Recurso resulta da fusão ou da cisão de um outro(s) recurso(s)

25 25 4. Principais alterações Descrição bibliográfica baseada na última iteração O registo bibliográfico reflecte as modificações do recurso Modificação na descrição para reflectir a iteração corrente Informação anterior dada em nota Para o título próprio – geralmente Para outros elementos – se necessário Excepção : certas alterações na edição requerem um novo registo bibliográfico Quando um sítio da web se modifica de tal modo que dá origem a uma obra inteiramente nova

26 26 5. CONCLUSÃO Interoperabilidade das ISBD A ISBD(CR) introduziu a premissa de não haver a preocupação de exclusividade de uma ISBD à descrição de um recurso. Sempre que um recurso integre características de outros tipos de recurso, deve recorrer-se, em conjugação, à ISBD respectiva.

27 27 5. CONCLUSÃO Harmonização normativa Consenso entre a ISBD(CR), as AACR e o ISSN, contribui para: Maior oportunidade de partilha de dados ao nível nacional e internacional com a consequente redução de custos Aumento de possibilidade de cooperação internacional, ao nível da criação de reportórios ou outros produtos Partilha de esforços para a manutenção constante das normas respeitantes às publicações em série e, por conseguinte ao esclarecimento de casos complexos Oportunidade das agências nacionais utilizarem um único registo tanto para a base de dados como para a Rede ISSN.

28 28


Carregar ppt "1 Rosa Maria Galvão Biblioteca Nacional"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google