A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Disciplina: Poluição Ambiental Professor: Msc. Ricardo Molto Pereira Curso: Engenharia Ambiental Escola de Engenharia de Lins – UNILINS - Fund. Paulista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Disciplina: Poluição Ambiental Professor: Msc. Ricardo Molto Pereira Curso: Engenharia Ambiental Escola de Engenharia de Lins – UNILINS - Fund. Paulista."— Transcrição da apresentação:

1 Disciplina: Poluição Ambiental Professor: Msc. Ricardo Molto Pereira Curso: Engenharia Ambiental Escola de Engenharia de Lins – UNILINS - Fund. Paulista de Tecn e Educação

2 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - COMPORTAMENTO DOS POLUENTES NO MEIO AQUÁTICO. POLUENTESPOLUENTES MEIO AMBIENTE AQUÁTICO AÇÃO DE MECANISMOS QUÍMICOSQUÍMICOSBIOLÓGICOSBIOLÓGICOSFÍSICOSFÍSICOS

3 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: DILUIÇÃODILUIÇÃO

4 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA CORPOS DE ÁGUA NÃO SÃO ESTÁTICOS CORPOS DE ÁGUA NÃO SÃO ESTÁTICOS A CONCENTRAÇÃO VARIA AO LONGO DO TEMPO E DO ESPAÇO A CONCENTRAÇÃO VARIA AO LONGO DO TEMPO E DO ESPAÇO TRANSPORTE – CAMPO DE VELOCIDADE – ADVECÇÃOTRANSPORTE – CAMPO DE VELOCIDADE – ADVECÇÃO PROCESSOS DIFUSOS (MOLECULAR E TURBULENTA) PROCESSOS DIFUSOS (MOLECULAR E TURBULENTA)

5 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

6 AULA 03 – CLASSIFICAÇÃO DE POLUENTES E TIPOS DE POLUIÇÃO POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

7 AULA 03 – CLASSIFICAÇÃO DE POLUENTES E TIPOS DE POLUIÇÃO POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

8 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

9 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

10 AULA 03 – CLASSIFICAÇÃO DE POLUENTES E TIPOS DE POLUIÇÃO POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

11 AULA 03 – CLASSIFICAÇÃO DE POLUENTES E TIPOS DE POLUIÇÃO POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

12 AULA 03 – CLASSIFICAÇÃO DE POLUENTES E TIPOS DE POLUIÇÃO POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

13 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

14 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

15 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

16 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

17 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

18 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULAR DIFUSÃO MOLECULAR

19 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO TURBULENTA DIFUSÃO TURBULENTA

20 AULA 03 – CLASSIFICAÇÃO DE POLUENTES E TIPOS DE POLUIÇÃO POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO TURBULENTA DIFUSÃO TURBULENTA

21 AULA 03 – CLASSIFICAÇÃO DE POLUENTES E TIPOS DE POLUIÇÃO POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO TURBULENTA DIFUSÃO TURBULENTA

22 AULA 03 – CLASSIFICAÇÃO DE POLUENTES E TIPOS DE POLUIÇÃO POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO TURBULENTA DIFUSÃO TURBULENTA

23 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO TURBULENTA DIFUSÃO TURBULENTA

24 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO TURBULENTA DIFUSÃO TURBULENTA

25 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO TURBULENTA DIFUSÃO TURBULENTA

26 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO TURBULENTA DIFUSÃO TURBULENTA

27 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: AÇÃO HIDRODINÂMICAAÇÃO HIDRODINÂMICA DIFUSÃO MOLECULARDIFUSÃO MOLECULAR SEM AÇÃO EXTERNASEM AÇÃO EXTERNA PROCESSO LENTOPROCESSO LENTO DIFUSÃO TURBULENTADIFUSÃO TURBULENTA COM AÇÃO EXTERNACOM AÇÃO EXTERNA PROCESSO RÁPIDOPROCESSO RÁPIDO

28 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: GRAVIDADEGRAVIDADE PROCESSOS DE SEDIMENTAÇÃO PROCESSOS DE SEDIMENTAÇÃO PROCESSOS DE FLOTAÇÃO PROCESSOS DE FLOTAÇÃO

29 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: LUZLUZ LUZ – ALGAS – FONTE BÁSICA DE ALIMENTO LUZ – ALGAS – FONTE BÁSICA DE ALIMENTO PRODUÇÃO ENDÓGENA DE OXIGÊNIO PRODUÇÃO ENDÓGENA DE OXIGÊNIO PROFUNDIDADE X ILUMINAÇÃO PROFUNDIDADE X ILUMINAÇÃO TURBIDEZ X ILUMINAÇÃOTURBIDEZ X ILUMINAÇÃO

30 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS:

31 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS:

32 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: TEMPERATURATEMPERATURA ALTERAÇÃO DE SOLUBILIDADE ALTERAÇÃO DE SOLUBILIDADE

33 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: TEMPERATURATEMPERATURA ALTERAÇÃO DE SOLUBILIDADE ALTERAÇÃO DE SOLUBILIDADE ALTERA CINÉTICA DAS REAÇÕES QUÍMICAS ALTERA CINÉTICA DAS REAÇÕES QUÍMICAS DIFICULTA OU FACILITA O PROCESSO DE DIFUSÃO MOLECULAR E TURBULENTA.DIFICULTA OU FACILITA O PROCESSO DE DIFUSÃO MOLECULAR E TURBULENTA.

34 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS FÍSICOS: PRESSÃOPRESSÃO ALTERAÇÃO DE SOLUBILIDADE ALTERAÇÃO DE SOLUBILIDADE S x = SP x where: S x = Solubility at pressure Px 760 S = Solubility at 760 mm Hg P x = Observed pressure im mm Hg

35 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS QUÍMICOS: pHpH PROMOVE A PRESENÇA E A ACUMULAÇÃO DE SUBSTÂNICAS NO AMBIENTE AQUÁTICO. PROMOVE A PRESENÇA E A ACUMULAÇÃO DE SUBSTÂNICAS NO AMBIENTE AQUÁTICO.

36 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS BIOLÓGICOS: MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOS ALGAS – PRODUTORES FOTOSSINTETIZANTES ALGAS – PRODUTORES FOTOSSINTETIZANTES FORNECEM ALIMENTO PARA OS DEMAIS ORGANISMOS FORNECEM ALIMENTO PARA OS DEMAIS ORGANISMOS ORGANISMOS CONSUMIDORESORGANISMOS CONSUMIDORES CONSOMEM ALIMENTO PRODUZIDO PELOS FOTOSSINTETIZANTES CONSOMEM ALIMENTO PRODUZIDO PELOS FOTOSSINTETIZANTES

37 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS BIOLÓGICOS: MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOS EQUILÍBRIO NATURAL EQUILÍBRIO NATURAL PRODUTORES E CONSUMIDORESPRODUTORES E CONSUMIDORES FOTOSSÍNTESE E RESPIRAÇÃOFOTOSSÍNTESE E RESPIRAÇÃO PARA O EQUILÍBRIO É NECESSÁRIO: PARA O EQUILÍBRIO É NECESSÁRIO: CARBONO, OXIGÊNIO E HIDROGÊNIOCARBONO, OXIGÊNIO E HIDROGÊNIO NITROGÊNIO (FORMADOR DE PROTEÍNAS), FÓSFORO, POTÁSSIO, FERRO, ETC.NITROGÊNIO (FORMADOR DE PROTEÍNAS), FÓSFORO, POTÁSSIO, FERRO, ETC.

38 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS BIOLÓGICOS: MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOS SOBREVIVÊNCIA DO ECOSSISTEMA SOBREVIVÊNCIA DO ECOSSISTEMA OS ELEMENTOS DEVEM SER DEVOLVIDOS, MESMO QUE EM OUTRA FORMA OS ELEMENTOS DEVEM SER DEVOLVIDOS, MESMO QUE EM OUTRA FORMA RETORNO DOS ELEMENTOS NA CADEIA ALIMENTAR, POR MEIO DA FOTOSSÍNTESE.RETORNO DOS ELEMENTOS NA CADEIA ALIMENTAR, POR MEIO DA FOTOSSÍNTESE. DECOMPOSIÇÃO DOS RESÍDUOS ORGÂNICO ATRAVÉS DA OXIDAÇÃO DA MATÉRIA DECOMPOSIÇÃO DOS RESÍDUOS ORGÂNICO ATRAVÉS DA OXIDAÇÃO DA MATÉRIA

39 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS : MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOS OXIGÊNIO DISSOLVIDO NA ÁGUA – IMPORTANTE IQA 0 – 2 mg/l – VIDA ANAERÓBIA – GERAÇÃO DE ODORES > 2 mg/l – VIDA AERÓBIA > 4 mg/l – PEIXES

40 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS : MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOS DEMANDA BIOQUÍMICA DE OXIGÊNIO – DBO - NA ÁGUA – IMPORTANTE IQA QUANTIDADE DE OXIGÊNIO NECESSÁRIA PARA DECOMPOSIÇÃO DA MATÉRIA ORGÂNICAQUANTIDADE DE OXIGÊNIO NECESSÁRIA PARA DECOMPOSIÇÃO DA MATÉRIA ORGÂNICA QUANTO MAIOR A DBO, MAIOR QUANTIDADE DE POLUIÇÃO (MATÉRIA ORGÂNICA)QUANTO MAIOR A DBO, MAIOR QUANTIDADE DE POLUIÇÃO (MATÉRIA ORGÂNICA)

41 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS : MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOSAUTO-DEPURAÇÃO ETAPA 01 – CONSUMO DE OXIGÊNIO PARA DECOMPOSIÇÃO DA MATÉRIA ORGÂNCIA (DBO)ETAPA 01 – CONSUMO DE OXIGÊNIO PARA DECOMPOSIÇÃO DA MATÉRIA ORGÂNCIA (DBO) ETAPA 02 – RECUPERAÇÃO DO OXIGÊNIO DISSOLVIDO – RE-AERAÇÃOETAPA 02 – RECUPERAÇÃO DO OXIGÊNIO DISSOLVIDO – RE-AERAÇÃO FOTOSSÍNTESEFOTOSSÍNTESE ATMOSFERAATMOSFERA MAIOR TURBULÊNCIA, MAIOR RE-AERAÇÃOMAIOR TURBULÊNCIA, MAIOR RE-AERAÇÃO

42 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS : MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOSAUTO-DEPURAÇÃO

43 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS : MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOSAUTO-DEPURAÇÃO REGIÃO ANTERIOR AO LANÇAMENTO DA MATÉRIA ORGÂNICAREGIÃO ANTERIOR AO LANÇAMENTO DA MATÉRIA ORGÂNICA EM GERAL, OD ELEVADO, VIDA AQUÁTICA EM EQUILÍBRIOEM GERAL, OD ELEVADO, VIDA AQUÁTICA EM EQUILÍBRIO ZONA DE DEGRADAÇÃOZONA DE DEGRADAÇÃO LOGO APÓS O LANÇAMENTO -> DIMINUIÇÃO DO OD, SEDIMENTAÇÃO DE MATERIAL SÓLIDO. EXISTÊNCIA DE PEIXES QUE BUSCAM ALIMENTO (GRANDE QUANTIDADE DE BACTÉRIAS E FUNGOS, POUCA ALGA) LOGO APÓS O LANÇAMENTO -> DIMINUIÇÃO DO OD, SEDIMENTAÇÃO DE MATERIAL SÓLIDO. EXISTÊNCIA DE PEIXES QUE BUSCAM ALIMENTO (GRANDE QUANTIDADE DE BACTÉRIAS E FUNGOS, POUCA ALGA)

44 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS : MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOSAUTO-DEPURAÇÃO ZONA DE DECOMPOSIÇÃO ATIVAZONA DE DECOMPOSIÇÃO ATIVA MÍNIMO VALOR DE OXIGÊNIO DISSOLVIDO, OU ATÉ CHEGAR A ZERO.MÍNIMO VALOR DE OXIGÊNIO DISSOLVIDO, OU ATÉ CHEGAR A ZERO. DIMINUIÇÃO OU ATÉ EXTINÇÃO DE BACTÉRIAS AERÓBIAS E FUNGOS.DIMINUIÇÃO OU ATÉ EXTINÇÃO DE BACTÉRIAS AERÓBIAS E FUNGOS. ZONA DE RECUPERAÇÃOZONA DE RECUPERAÇÃO AUMENTO DO OD – MECANISMOS DE RE-AERAÇÃOAUMENTO DO OD – MECANISMOS DE RE-AERAÇÃO VIDA AQUÁTICA MAIS RICA (PEIXES)VIDA AQUÁTICA MAIS RICA (PEIXES) PLORIFERAÇÃO DE ALGASPLORIFERAÇÃO DE ALGAS

45 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS : MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOSAUTO-DEPURAÇÃO ZONA DE ÁGUAS LIMPASZONA DE ÁGUAS LIMPAS RETORNO DA QUALIDADE INICIAL DA ÁGUA (SITUAÇÃO DE EQUILÍBRIO)RETORNO DA QUALIDADE INICIAL DA ÁGUA (SITUAÇÃO DE EQUILÍBRIO) NÃO SIGNIFICA QUE NECESSARIAMENTE ESTEJA ISENTA DE PATÓGENOS.NÃO SIGNIFICA QUE NECESSARIAMENTE ESTEJA ISENTA DE PATÓGENOS.

46 POLUIÇÃO AMBIENTAL- Prof. Msc. Ricardo Molto Pereira – - MECANISMOS : MECANISMOS BIOQUÍMICOSMECANISMOS BIOQUÍMICOSAUTO-DEPURAÇÃO MODELO DE STREETER-PHELPSMODELO DE STREETER-PHELPS


Carregar ppt "Disciplina: Poluição Ambiental Professor: Msc. Ricardo Molto Pereira Curso: Engenharia Ambiental Escola de Engenharia de Lins – UNILINS - Fund. Paulista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google