A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DEUS CRISTO IGREJA HOMEM V OCAÇÃO DOUTRINA CRISTÃ PALAVRAS CHAVES DA ALMA CATÓLICA Parte V.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DEUS CRISTO IGREJA HOMEM V OCAÇÃO DOUTRINA CRISTÃ PALAVRAS CHAVES DA ALMA CATÓLICA Parte V."— Transcrição da apresentação:

1 DEUS CRISTO IGREJA HOMEM V OCAÇÃO DOUTRINA CRISTÃ PALAVRAS CHAVES DA ALMA CATÓLICA Parte V

2 VOCAÇÃO A PESSOA E A SOCIEDADE Todos os homens são chamados ao mesmo fim, o próprio Deus. Existe certa semelhança entre a unidade das pessoas divinas e a fraternidade que os homens devem estabelecer entre si, na verdade e no amor. O amor ao próximo é inseparável do amor a Deus. A pessoa humana tem necessidade de vida social. Esta não constitui algo acrescentado, mas é uma exigência de sua natureza. Mediante o intercâmbio com os outros, a reciprocidade dos serviços e o diálogo com seus irmãos, o homem desenvolve as próprias virtualidades; responde, assim, à sua vocação. Uma sociedade é um conjunto de pessoas ligadas de maneira orgânica, física e espiritual, por um princípio de unidade que ultrapassa cada uma delas. Cada comunidade se define por seu fim e obedece, por conseguinte, a regras específicas, mas a pessoa humana é e deve ser o princípio, sujeito e fim de todas as instituições sociais. Deus não quis reter só para si o exercício de todos os poderes. Confia a cada criatura as funções que esta é capaz de exercer, segundo as capacidades da própria natureza. Este modo de governo deve ser imitado na vida social. O comportamento de Deus no governo do mundo, que demonstra tão grande consideração pela liberdade humana, deveria inspirar a sabedoria dos que governam as comunidades humanas. Estes devem comportar-se como ministros da providência divina. CARATER COMUNITÁRIO DA VOCAÇÃO HUMANA

3 CONSELHOS EVANGÉLICOS E VOCAÇÃO PESSOAL Os conselhos evangélicos manifestam a plenitude viva da caridade que jamais se mostra satisfeita, por não poder dar mais. A perfeição da Nova Lei consiste essencialmente em preceitos do amor a Deus e ao próximo. Deus não quer que cada pessoa observe todos os conselhos mas apenas aqueles que são convenientes, conforme a diversidade das pessoas, dos tempos, das ocasiões e das forças, com o exige a caridade. A caridade, como a rainha de todas as virtudes, de todos os mandamentos, de todos os conselhos, em suma, de todas as leis e de todas as ações cristãs, a todos e todas dá seu grau, sua ordem, o tempo e o valor. CARIDADE, A RAINHA DAS VIRTUDES

4 PASTORAL FAMILIAR IMPORTÂNCIA E RESPONSABILIDADE DOS PAIS ECCLESIA DOMESTICA FAMÍLIA FORMADORA DE VALORES HUMANOS E CRISTÃOS Num mundo que se tornou estranho e até hostil à fé, as famílias cristãs são de importância primordial, como lares de fé viva e irradiante. O Concílio Vaticano II chama a família, usando uma antiga expressão, de Ecclesia domestica. É no seio da família que os pais são para os filhos, pela palavra e pelo exemplo, os primeiros mestres da fé e favoreçam a vocação própria a cada qual, especialmente a vocação sagrada. A educação para a fé por parte dos pais deve começar desde a mais tenra infância. O Batismo, a Confirmação e a Eucaristia são os sacramentos da iniciação cristã.

5 Aos homens, Deus concede poderes de participarem livremente de sua providência, confiando-lhes a responsabilidade de submeter a terra e de dominá-la. Deus concede assim aos homens serem causas inteligentes e livres para completar a obra da Criação, aperfeiçoar sua harmonia para o bem deles e de seus próximos. O desejo de Deus está inscrito no coração do homem, já que o homem é criado por Deus e para Deus; e Deus não cessa de atrair o homem a si, e somente em Deus o homem há de encontrar a verdade e a felicidade que não cessa de procurar: O aspecto mais sublime da dignidade humana está nesta vocação do homem à comunhão com Deus. Este convite que Deus dirige ao homem, de dialogar com ele, começa com a existência humana. O homem é, por natureza e por vocação, um ser religioso. Porque provém de Deus e para Ele caminha, o homem só vive uma vida plenamente humana se viver livremente sua relação com Deus.

6 PEDRO, O APÓSTOLO 1ª Missa do pontificado do papa Bento XVI, Capela Sistina, Vaticano

7 Flagrante da celebração em que Dom Alberto Taveira Corrêa, arcebispo de Belém, Pa, Amazônia do Brasil, vestia o Palio, que recebeu do papa Bento XVI, no Vaticano, sendo ajudado pelos monsenhores Marcelino e Possidônio, na Catedral de Belém. Os textos deste trabalho estão conforme o Catecismo da Igreja Católica (§ 27, 44, 307, 1533, 1656, , 1974). Padre Adalberto do Espírito Santo Brandão* Pároco da Paróquia de Nossa Senhora Mãe da Divina Providência ARQUIDIOCESE DE BELÉM, PARÁ, AMAZÔNIA DO BRASIL ECONOMIA E VIDA VOCÊS NÃO PODEM SERVIR A DEUS E AO DINHEIRO CONHEÇA-SE, CONHECENDO A BÍBLIA Formatação: Diácono Eliezer Martins Musical: Capriccio Italiano Op. 45, Tchaikovsky (*)


Carregar ppt "DEUS CRISTO IGREJA HOMEM V OCAÇÃO DOUTRINA CRISTÃ PALAVRAS CHAVES DA ALMA CATÓLICA Parte V."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google