A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS."— Transcrição da apresentação:

1 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

2 1º Panorama da Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias 2º Exercício de Interpretação das Habilidades : Leitura da competência Leitura do Item Identificação da Habilidade do item Planejamento da apresentação dos slides:

3 Panorama da Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias O que é a matriz de referência? É o instrumento norteador para a construção de itens. A Matriz de Referência de LC possui: 5 eixos cognitivos comuns a todas áreas, 9 competências, 30 habilidades e uma lista exemplificativa de objetos de conhecimento.

4 Panorama da Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias OS 5 Eixos cognitivos comuns a todas as áreas do conhecimento são: 1.dominar linguagens; 2.compreender fenômenos; 3.enfrentar situações-problema; 4.construir argumentação; 5.elaborar propostas.

5 Panorama da Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

6 Panorama da Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias 30 habilidades

7 Panorama da Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias Às páginas 11 e 12, no documento Matrizes de Referência, Volume IV, encontram-se os Objetos de Conhecimento Associados à Matriz de Referência. Objetos de conhecimento

8 Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS Exercício de Interpretação das Habilidades

9 Objetivo: familiarizar-se com as habilidades da matriz por meio da análise de itens. 3 Passos para interpretação das habilidades: 1º leia a explicação sobre a competência e sobre as habilidades; 2º analise o item com base no Guia Explicativo da Matriz de Competência; 3º identifique a habilidade do item (exercício de compatibilização).

10 COMPETÊNCIA DE ÁREA Aplicar as tecnologias da comunicação e da informação na escola, no trabalho e em outros contextos relevantes para sua vida. Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

11 Item da Competência 1 Texto-Base Câncer 21/06 a 21/07 O eclipse em seu signo vai desencadear mudanças na sua autoestima e no seu modo de agir. O corpo indicará onde você falha – se anda engolindo sapos, a área gástrica se ressentirá. O que ficou guardado virá à tona para ser transformado, pois este novo ciclo exige uma desintoxicação. Seja comedida em suas ações, já que precisará de energia para se recompor. Há preocupação com a família, e a comunicação entre os irmãos trava. Lembre-se: palavra preciosa é palavra dita na hora certa. Isso ajuda também na vida amorosa, que será testada. Melhor conter as expectativas e ter calma, avaliando as próprias carências de modo maduro. Sentirá vontade de olhar além das questões materiais – sua confiança virá da intimidade com os assuntos da alma. Revista Cláudia. nº 7, ano 48, jul

12 Item da Competência 1 Enunciado e Alternativas O reconhecimento dos diferentes gêneros textuais, seu contexto de uso, sua função social específica, seu objetivo comunicativo e seu formato mais comum relacionam se aos conhecimentos construídos socioculturalmente. A análise dos elementos constitutivos desse texto demonstra que sua função é A.vender um produto anunciado. B.informar sobre astronomia. C.ensinar os cuidados com a saúde. D.expor a opinião de leitores em um jornal. E.aconselhar sobre amor, família, saúde, trabalho.

13 Item da Competência 1 justificativas A.Errada. O horóscopo aconselha sobre amor, família, saúde, trabalho. Uma propaganda procura vender um produto anunciado. B.Errada. O horóscopo aconselha sobre amor, família, saúde, trabalho. O informativo meteorológico fala sobre a meteorologia, a previsão do tempo. C.Errada. O horóscopo aconselha sobre amor, família, saúde, trabalho. Textos informativos podem ensinar sobre os cuidados com a saúde. D.Errada. O horóscopo aconselha sobre amor, família, saúde, trabalho. A carta do leitor expõe a opinião de leitores em um jornal. E.Certa. O horóscopo aconselha sobre amor, família, saúde, trabalho.

14 Qual é a habilidade do item? H1 – Identificar as diferentes linguagens e seus recursos expressivos como elementos de caracterização dos sistemas de comunicação. H2 – Recorrer aos conhecimentos sobre as linguagens dos sistemas de comunicação e informação para resolver problemas sociais. H3– Relacionar informações geradas nos sistemas de comunicação e informação, considerando a função social desses sistemas. H4 – Reconhecer posições críticas aos usos sociais que são feitos das linguagens e dos sistemas de comunicação e informação. Resposta no próximo slide.

15 Qual é a habilidade do item? H3– Relacionar informações geradas nos sistemas de comunicação e informação, considerando a função social desses sistemas.

16 COMPETÊNCIA DE ÁREA Conhecer e usar língua(s) estrangeira(s) moderna(s) como instrumento de acesso a informações e a outras culturas e grupos sociais. Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

17 Item da competência 2 Texto-Base Disponível em: Acesso em: 28 jul (adaptado). MILLENIUM GOALS

18 Item da competência 2 Enunciado e Alternativas Definidas pelos países membros da Organização das Nações Unidas e por organizações internacionais, as metas de desenvolvimento do milênio envolvem oito objetivos a serem alcançados até Apesar da diversidade cultural, esses objetivos, mostrados na imagem, são comuns ao mundo todo, sendo dois deles: A.O combate à AIDS e a melhoria do ensino universitário. B.A redução da mortalidade adulta e a criação de parcerias globais. C.A promoção da igualdade de gêneros e a erradicação da pobreza. D.A parceria global para o desenvolvimento e a valorização das crianças. E.A garantia da sustentabilidade ambiental e combate ao trabalho infantil.

19 Item da competência 2 Justificativas A.Errada. O combate à AIDS é um dos objetivos (6), mas o objetivo de melhoria do ensino refere-se à educação básica. B.Errada. A criação de parcerias globais é um dos objetivos (8), mas não a redução da mortalidade adulta não. C.Certa. Conforme descrevem os objetivos 3 e 1, dentre as metas do milênio estão as citadas na alternativa. D.Errada. A parceria global é o objetivo 8, mas a valorização das crianças não foi incluída dentre as metas. E.Errada. O sétimo objetivo é a garantia da sustentabilidade ambiental, mas o trabalho infantil não é aludido pelo texto. O que há é uma referência ao combate à mortalidade infantil.

20 Qual é a habilidade do item analisado? H5 – Associar vocábulos e expressões de um texto em LEM ao seu tema. H6 – Utilizar os conhecimentos da LEM e de seus mecanismos como meio de ampliar as possibilidades de acesso a informações, tecnologias e culturas. H7 – Relacionar um texto em LEM, as estruturas linguísticas, sua função e seu uso social. H8 – Reconhecer a importância da produção cultural em LEM como representação da diversidade cultural e linguística. Resposta no próximo slide.

21 Qual é a habilidade do item analisado? H6 – Utilizar os conhecimentos da LEM e de seus mecanismos como meio de ampliar as possibilidades de acesso a informações, tecnologias e culturas.

22 Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias COMPETÊNCIA DE ÁREA Compreender e usar a linguagem corporal como relevante para a própria vida, integradora social e formadora da identidade.

23 ITEM DA COMPETÊNCIA 3 Texto-Base e Enunciado Disponível em: content/uploads/2009/04/ptm-ginasticaritmica- 01.jpg. Acesso em: 01 set O desenvolvimento das capacidades físicas (qualidades motoras passíveis de treinamento) ajuda na tomada de decisões em relação à melhor execução do movimento. A capacidade física predominante no movimento representado na imagem é

24 ITEM DA COMPETÊNCIA 3 Alternativas A.a velocidade, que permite ao músculo executar uma sucessão rápida de gestos em movimentação de intensidade máxima. B.a resistência, que admite a realização de movimentos durante considerável período de tempo, sem perda da qualidade da execução. C.a flexibilidade, que permite a amplitude máxima de um movimento, em uma ou mais articulações, sem causar lesões. D.a agilidade, que possibilita a execução de movimentos rápidos e ligeiros com mudanças de direção. E.o equilíbrio, que permite a realização dos mais variados movimentos, com o objetivo de sustentar o corpo sobre uma base.

25 ITEM DA COMPETÊNCIA 3 Justificativas a)Errada. Trata-se de um distrator, pois velocidade é a capacidade particular do músculo e das coordenações neuromusculares de executar uma sucessão rápida de gestos em uma movimentação, de intensidade máxima e duração breve ou muito leve. b) Errada. Trata-se de um distrator, pois resistência é a capacidade de executar um movimento durante um determinado período de tempo sem a perda da qualidade da execução. c)Certa. A flexibilidade é a capacidade que permite a realização de um movimento em amplitude máxima em uma ou mais articulações sem que haja lesões. d)Errada. A imagem não traz em si a caracterização de agilidade, que é a capacidade de executar movimentos rápidos e com mudança de direção. e)Errada. A imagem não tem como característica principal o equilíbrio, que é a capacidade de manter a estabilidade nas mais diversas posições.

26 Qual é a habilidade do item? H9 – Reconhecer as manifestações corporais de movimento como originárias de necessidades cotidianas de um grupo social. H10 – Reconhecer a necessidade de transformação de hábitos corporais em função das necessidades cinestésicas. H11 – Reconhecer a linguagem corporal como meio de interação social, considerando os limites de desempenho e as alternativas de adaptação para diferentes indivíduos.

27 Qual é a habilidade do item? H10 – Reconhecer a necessidade de transformação de hábitos corporais em função das necessidades cinestésicas..

28 COMPETÊNCIA DE ÁREA Compreender a Arte como saber cultural e estético gerador de significação e integrador da organização do mundo e da própria identidade. Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

29 Item da Competência 4 Texto-Base MONET,C. Mulher com sombrinha. 1875, 100x81cm. In: BECKETT, W. História da Pintura. São Paulo: Ática, 1997.

30 Item da Competência 4 Enunciado e Alternativas Em busca de maior naturalismo em suas obras e fundamentando-se em novo conceito estético, Monet, Degas, Renoir e outros artistas passaram a explorar novas formas de composição artística, que resultaram no estilo denominado Impressionismo. Observadores atentos da natureza, esses artistas passaram a A.retratar, em suas obras, as cores que idealizavam de acordo com o reflexo da luz solar nos objetos. B.usar mais a cor preta, fazendo contornos nítidos, que melhor definiam as imagens e as cores do objeto representado. C.retratar paisagens em diferentes horas do dia, recriando, em suas telas, as imagens por eles idealizadas. D.usar pinceladas rápidas de cores puras e dissociadas diretamente na tela, sem misturá-las antes na paleta. E.usar as sombras em tons de cinza e preto e com efeitos esfumaçados, tal como eram realizadas no Renascimento.

31 Item da Competência 4 Justificativas A.ERRADO: Não idealizavam as cores, mas as observavam e as retratavam de acordo com o reflexo da luz solar do momento. B.ERRADO: Não havia a intenção do contorno claro pelos artistas impressionistas, que geralmente é obtido com a utilização de linhas em preto. C.ERRADO: As imagens não eram idealizadas, os artistas pintavam ao ar livre, enquanto as observavam. D.CERTO: Os artistas não misturavam as tintas na paleta. Usavam pinceladas rápidas com as cores dissociadas, diretamente na tela. E.ERRADO: As sombras na pintura impressionista passaram a ser luminosas e coloridas.

32 Qual é a habilidade do Item? H12 – Reconhecer diferentes funções da arte, do trabalho da produção dos artistas em seus meios culturais. H13 – Analisar as diversas produções artísticas como meio de explicar diferentes culturas, padrões de beleza e preconceitos. H14 – Reconhecer o valor da diversidade artística e das inter-relações de elementos que se apresentam nas manifestações de vários grupos sociais e étnicos.

33 Qual é a habilidade do Item? H13 – Analisar as diversas produções artísticas como meio de explicar diferentes culturas, padrões de beleza e preconceitos.

34 COMPETÊNCIA DE ÁREA Analisar, interpretar e aplicar recursos expressivos das linguagens, relacionando textos com seus contextos, mediante a natureza, função, organização, estrutura das manifestações, de acordo com as condições de produção e recepção. Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

35 Item da Competência 5 Texto-Base Soneto Já da morte o palor me cobre o rosto, Nos lábios meus o alento desfalece, Surda agonia o coração fenece, E devora meu ser mortal desgosto! Do leito embalde no macio encosto Tento o sono reter!... já esmorece O corpo exausto que o repouso esquece... Eis o estado em que a mágoa me tem posto! O adeus, o teu adeus, minha saudade, Fazem que insano do viver me prive E tenha os olhos meus na escuridade. Dá-me a esperança com que o ser mantive! Volve ao amante os olhos por piedade, Olhos por quem viveu quem já não vive! AZEVEDO, A. Obra completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 2000.

36 Item da Competência 5 Enunciado e Alternativas O núcleo temático do soneto citado é típico da segunda geração romântica, porém configura um lirismo que o projeta para além desse momento específico. O fundamento desse lirismo é A.a angústia alimentada pela constatação da irreversibilidade da morte. B.a melancolia que frustra a possibilidade de reação diante da perda. C.o descontrole das emoções provocado pela autopiedade. D.o desejo de morrer como alívio para a desilusão amorosa. E.o gosto pela escuridão como solução para o sofrimento.

37 Item da Competência 5 Justificativas A.Errada. No poema, o estado apático e inerte do eu-lírico não se deve a essa constatação, mas à mágoa, ao sofrimento causado pela perda/ausência do ser amado. B.Certa. O eu-lírico admite a mágoa como o fator de sua inércia, e o estado melancólico é, na tradição literária, motivo da incapacidade de reação do sujeito diante de determinada perda. C.Errada. Não é uma suposta autopiedade que aniquila o eu-lírico, nem se lhe verifica uma ação provocada, voluntária sobre as emoções. D.Errada. O eu-lírico não manifesta o desejo de morrer, mas afirma privar-se da realidade, não viver, devido à sua apatia, à incapacidade de reagir em relação à perda do ser amado. Este é que daria sentido à sua existência. E.Errada. O poema não remete a essa opção pela escuridão como alívio para o sofrimento. A imagem de estar com os olhos na escuridade traduz a apatia de quem não consegue superar o estado melancólico em que se encontra.

38 Qual é a habilidade do item? H15 – Estabelecer relações entre o texto literário e o momento de sua produção, situando aspectos do contexto histórico, social e político. H16 – Relacionar informações sobre concepções artísticas e procedimentos de construção do texto literário. H17 – Reconhecer a presença de valores sociais e humanos atualizáveis e permanentes no patrimônio literário nacional.

39 Qual é a habilidade do item? H16 – Relacionar informações sobre concepções artísticas e procedimentos de construção do texto literário.

40 Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias COMPETÊNCIA DE ÁREA Compreender e usar os sistemas simbólicos das diferentes linguagens como meios de organização cognitiva da realidade pela constituição de significados, expressão, comunicação e informação.

41 Item da Competência 6 Texto-Base MOSTRE QUE SUA MEMÓRIA É MELHOR DO QUE A DE COMPUTADOR E GUARDE ESTA CONDIÇÃO: 12X SEM JUROS. Campanha publicitária de loja de eletroeletrônicos. Revista Época. N° 424, 03 jul

42 Item da Competência 6 Enunciados e Alternativas Ao circularem socialmente, os textos realizam-se como práticas de linguagem, assumindo configurações específicas, formais e de conteúdo. Considerando o contexto em que circula o texto publicitário, seu objetivo básico é A.influenciar o comportamento do leitor, por meio de apelos que visam à adesão ao consumo. B.definir regras de comportamento social pautadas no combate ao consumismo exagerado. C.defender a importância do conhecimento de informática pela população de baixo poder aquisitivo. D.facilitar o uso de equipamentos de informática pelas classes sociais economicamente desfavorecidas. E.questionar o fato de o homem ser mais inteligente que a máquina, mesmo a mais moderna.

43 Item da Competência 6 Justificativas A.Certa. A alternativa caracteriza o uso da função apelativa ou conativa, nos termos de Jackobson, cuja característica estrutural é o uso de verbos no imperativo e a intenção de influenciar o receptor. A.Errada. O texto não faz qualquer referência a normas de conduta social, tampouco critica o consumismo. A.Errada. O texto não manifesta nenhuma preocupação com o uso que o consumidor vai fazer de seu equipamento. A. Errada. O texto não menciona distribuição de bens de qualquer natureza. A.Errada. O texto recorre a essa imagem comparativa (homem/máquina), mas sua intenção real é vender seu produto, não alardear a supremacia do homem sobre a máquina.

44 Qual é a habilidade do item? H18 – Identificar os elementos que concorrem para a progressão temática e para a organização e estruturação de textos de diferentes gêneros e tipos. H19 – Analisar a função da linguagem predominante nos textos em situações específicas de interlocução. H20 – Reconhecer a importância do patrimônio linguístico para a preservação da memória e da identidade nacional.

45 Interpretação das Habilidades H19 – Analisar a função da linguagem predominante nos textos em situações específicas de interlocução.

46 COMPETÊNCIA DE ÁREA Confrontar opiniões e pontos de vista sobre as diferentes linguagens e suas manifestações específicas. Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

47 Item da Competência 7 Texto-Base Transtorno do comer compulsivo O transtorno do comer compulsivo vem sendo reconhecido, nos últimos anos, como uma síndrome caracterizada por episódios de ingestão exagerada e compulsiva de alimentos, porém, diferentemente da bulimia nervosa, essas pessoas não tentam evitar ganho de peso com os métodos compensatórios. Os episódios vêm acompanhados de uma sensação de falta de controle sobre o ato de comer, sentimentos de culpa e de vergonha. Muitas pessoas com essa síndrome são obesas, apresentando uma história de variação de peso, pois a comida é usada para lidar com problemas psicológicos. O transtorno do comer compulsivo é encontrado em cerca de 2% da população em geral, mais freqüentemente acometendo mulheres entre 20 e 30 anos de idade. Pesquisas demonstram que 30% das pessoas que procuram tratamento para obesidade ou para perda de peso são portadoras de transtorno do comer compulsivo. Disponível em:. Acesso em: 1 maio 2009 (com adaptações).

48 Item da Competência 7 Enunciados e Alternativas Considerando-se as ideias desenvolvidas pelo autor, conclui-se que o texto tem a finalidade de A.descrever e fornecer orientações sobre a síndrome da compulsão alimentícia. B.narrar a vida das pessoas que têm o transtorno do comer compulsivo. C.aconselhar as pessoas obesas para perder peso com métodos simples. D.expor de forma geral o transtorno compulsivo por alimentação. E.encaminhar as pessoas para a mudança de hábitos alimentícios.

49 Item da Competência 7 Justificativas A.ERRADA. Embora a descrição esteja presente no segundo parágrafo a finalidade do texto não é descrever o perfil das pessoas que tem o transtorno compulsivo do comer nem tampouco fornecer orientações para as pessoas com a síndrome da compulsão alimentícia. B.ERRADA. O texto não evidencia a história de uma pessoa em particular, mas expõe a construção de modo geral das pessoas que tem o transtorno do comer compulsivo. C.ERRADA. O texto evidencia a exposição acerca do transtorno do comer compulsivo. D.CERTA. A finalidade principal do texto é expor de forma geral o transtorno de comer compulsivo estabelecendo uma relação de causa e conseqüência entre a compulsão e o aumento do peso. E.ERRADA. Em nenhuma passagem do texto pode-se observar elementos que encaminhem as pessoas para a mudança de hábitos alimentícios.

50 Qual é a habilidade do Item? H21 - Reconhecer em textos de diferentes gêneros, recursos verbais e não-verbais utilizados com a finalidade de criar e mudar comportamentos e hábitos. H22 - Relacionar, em diferentes textos, opiniões, temas, assuntos e recursos linguísticos. H23 - Inferir em um texto quais são os objetivos de seu produtor e quem é seu público alvo, pela análise dos procedimentos argumentativos utilizados. H24 - Reconhecer no texto estratégias argumentativas empregadas para o convencimento do público, tais como a intimidação, sedução, comoção, chantagem, entre outras.

51 Qual é a habilidade do Item? H23 - Inferir em um texto quais são os objetivos de seu produtor e quem é seu público alvo, pela análise dos procedimentos argumentativos utilizados.

52 COMPETÊNCIA DE ÁREA Compreender e usar a língua portuguesa como língua materna, geradora de significação e integradora da organização do mundo e da própria identidade. Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

53 Item da Competência 8 Texto-Base Carnavália Repique tocou O surdo escutou E o meu corasamborim Cuíca gemeu, será que era meu, quando ela passou por mim? [...] ANTUNES, A.; BROWN, C.; MONTE, M. Tribalistas, 2002 (fragmento).

54 Item da Competência 8 Enunciado e Alternativas No terceiro verso, o vocábulo corasamborim, que é a junção coração + samba + tamborim, refere-se, ao mesmo tempo, a elementos que compõem uma escola de samba e à situação emocional em que se encontra o autor da mensagem, com o coração no ritmo da percussão. Essa palavra corresponde a um(a) A. estrangeirismo, uso de elementos lingüísticos originados em outras línguas e representativos de outras culturas. B.neologismo, criação de novos itens linguísticos, pelos mecanismos que o sistema da língua disponibiliza. C.gíria, que compõe uma linguagem originada em determinado grupo social e que pode vir a se disseminar em uma comunidade mais ampla. D.regionalismo, por ser palavra característica de determinada área geográfica. E.termo técnico, dado que designa elemento de área específica de atividade.

55 Qual é a habilidade do Item? H25 - Identificar, em textos de diferentes gêneros, as marcas linguísticas que singularizam as variedades linguísticas sociais, regionais e de registro. H26 - Relacionar as variedades linguísticas a situações específicas de uso social. H27 - Reconhecer os usos da norma padrão da língua portuguesa nas diferentes situações de comunicação.

56 Qual é a habilidade do Item? H26 - Relacionar as variedades linguísticas a situações específicas de uso social.

57 COMPETÊNCIA DE ÁREA Entender os princípios, a natureza, a função e o impacto das tecnologias da comunicação e da informação na sua vida pessoal e social, no desenvolvimento do conhecimento, associando-o aos conhecimentos científicos, às linguagens que lhes dão suporte, às demais tecnologias, aos processos de produção e aos problemas que se propõem solucionar. Matriz de Referência de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias

58 Item da Competência 9 Texto-Base E Texto I Época. 12 out (adaptado). Texto II CONEXÃO SEM FIO NO BRASIL Onde haverá cobertura de telefonia celular para baixar publicações para o Kindle Época. 12 out

59 Item da Competência 9 Enunciado e Alternativas A capa da revista Época de 12 de outubro de 2009 traz um anúncio sobre o lançamento do livro digital no Brasil. Já o texto II traz informações referentes à abrangência de acessibilidade das tecnologias de comunicação e informação nas diferentes regiões do país. A partir da leitura dos dois textos, infere-se que o advento do livro digital no Brasil A.possibilitará o acesso das diferentes regiões do país às informações antes restritas, uma vez que eliminará as distâncias, por meio da distribuição virtual. B.criará a expectativa de viabilizar a democratização da leitura, porém, esbarra na insuficiência do acesso à internet por meio da telefonia celular, ainda deficiente no país. C.fará com que os livros impressos tornem-se obsoletos, em razão da diminuição dos gastos com os produtos digitais gratuitamente distribuídos pela internet. D.garantirá a democratização dos usos da tecnologia no país, levando em consideração as características de cada região no que se refere aos hábitos de leitura e acesso à informação. E.impulsionará o crescimento da qualidade da leitura dos brasileiros, uma vez que as características do produto permitem que a leitura aconteça a despeito das adversidades geopolíticas..

60 Item da Competência 9 Justificativas A.Errada. Não há indícios no anúncio da revista em relação ao acesso ao livro digital, e o mapa apresenta várias regiões onde não existe cobertura da tecnologia que subsidiará o livro digital, no caso a cobertura celular para baixar os livros digitais. B.Correta. O livro digital gera a possibilidade de democratizar a leitura, mas antes, porém, é necessário garantir acesso à Internet por meio das tecnologias existentes, como é o caso da telefonia celular. C.Errada. O lançamento do livro digital não impede o uso do livro impresso. E ainda se levada em conta a questão do acesso nas diferentes regiões do país, o livro impresso ainda existirá por muito tempo. Além dos textos não apresentarem informações sobre o custo da nova tecnologia. D.Errada., o surgimento do livro digital não resolve os problemas já existentes em relação ao acesso às informações no país, embora possa proporcionar facilidade de acesso para a população que já tem acesso às novas tecnologias de informação.. E.Errada. O anúncio faz referência ao lançamento do livro digital como uma nova tecnologia e seus impactos sociais, no entanto, não o associa à qualidade de leitura do povo brasileiro. Vale ressaltar que o acesso ao livro não interfere diretamente na formação do público leitor.

61 Qual é a habilidade do Item? H28- Reconhecer a função e o impacto social das diferentes tecnologias da comunicação e informação. H29- Identificar pela análise de suas linguagens, as tecnologias da comunicação e informação. H30- Relacionar as tecnologias de comunicação e informação ao desenvolvimento das sociedades e ao conhecimento que elas produzem.

62 Qual é a habilidade do Item? H28- Reconhecer a função e o impacto social das diferentes tecnologias da comunicação e informação.

63 O objetivo desta reflexão foi alcançado? Você se familiarizou com as habilidades da Matriz de Referência? Com quais habilidades você mais se familiarizou?

64 Informe ao seu coordenador de área as habilidades com as quais você se propõe a elaborar itens. HabilidadesProfessor(es) H1, H2, H3, H4 H5, H6, H7, H8 H9, H10, H11 H12, H13, 14, H15, H16, H17 H18, H19, H20 H21, H22, H23, H24 H25, H26, H27 H28, H29, H30


Carregar ppt "Ministério da Educação Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google