A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Embriologia Estudo do desenvolvimento Embrionário, desde a Fecundação até o Nascimento (40 semanas no ser humano) (40 semanas no ser humano) 9 meses 9.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Embriologia Estudo do desenvolvimento Embrionário, desde a Fecundação até o Nascimento (40 semanas no ser humano) (40 semanas no ser humano) 9 meses 9."— Transcrição da apresentação:

1 Embriologia Estudo do desenvolvimento Embrionário, desde a Fecundação até o Nascimento (40 semanas no ser humano) (40 semanas no ser humano) 9 meses 9 meses

2 Fases Embrionárias Fecundação Segmentação Segmentação Blastulação Blastulação Gastrulação Gastrulação Neurulação Neurulação Organogênese Organogênese Nascimento Nascimento

3 I. Fecundação Óvulo + Espermatozóide Ovo ou Zigoto (Ocorre na Trompa Uterina )

4 ÓVULO MADURO (com a zona pelúcida)

5 ESPERMATOZÓIDE vagando pela trompa uterina

6 Milhares de Espermatozóides (tentando fecundar o óvulo)

7 Momento da Fecundação Óvulo Fecundado (nova vida)

8 TIPOS de OVOS dos ANIMAIS completo Telolecito incompleto

9 II. Segmentação (Clivagem ) Ocorre uma série de divisões celulares (MITOSES) até formar a MÓRULA Acontece ainda na Trompa Uterina Dura aproximadamente 24 h Cada célula resultante da divisão é chamada BLASTÔMERO A segmentação é iniciada pela Fecundação

10 Ovo ou Zigoto 2 Blastômeros

11 8 BlastômerosVários Blastômeros

12 Mórulas (sob diferentes visualizações)

13

14

15

16 Tipos de Segmentação (uma para cada tipo de ovo) a) HOLOBLÁSTICA (ou TOTAL) IGUAL Ovos OLIGOLÉCITOS

17 b) HOLOBLÁSTICA (ou TOTAL) DESIGUAL Ovos Telolécitos Incompletos (Heterolécitos)

18 c) MEROBLÁSTICA (ou PARCIAL) DISCOIDAL Ovos Telolécitos Completos (Megalécitos)

19 d) MEROBLÁSTICA (ou PARCIAL) SUPERFICIAL Ovos Centrolécitos

20 III. Blastulação Aparece uma cavidade no centro da MÓRULA, deslocando os blastômeros para a periferia. A cavidade central formada se chama BLASTOCELE O conjunto de células que forma a parede se denomina BLASTODERME É nessa fase que o embrião humano se fixa à parede uterina (NIDAÇÃO)

21 Blastoderme Blastocele

22 Blástula Fixando-se na parede uterina (NIDAÇÃO)

23 IV. Gastrulação Ocorre INVAGINAÇÃO da BLASTODERME para a BLASTOCELE para a BLASTOCELE Aparecem os 3 folhetos EMBRIONÁRIOS ou GERMINATIVOS: ou GERMINATIVOS: ECTODERME ECTODERME ENDODERME ENDODERME MESODERME MESODERME MESENTODERME = ENDODERME + MESENTODERME = ENDODERME + MESODERME MESODERME

24

25

26 OBS: em alguns grupos animais surge OBS: em alguns grupos animais surge uma CAVIDADE dentro do MESODERME: uma CAVIDADE dentro do MESODERME: CELOMA CELOMA Cavidade Torácica e Cavidade Torácica e Abdominal Abdominal

27

28 V. Neurulação Aparece o TECIDO NERVOSO Aparece o TECIDO NERVOSO Derivado do ECTODERME Derivado do ECTODERME Invaginação do Ectoderme: Invaginação do Ectoderme: Dorsal: EPINEUROS Dorsal: EPINEUROS Ventral: HIPONEUROS Ventral: HIPONEUROS Fases: PLACA NEURAL Fases: PLACA NEURAL SULCO NEURAL SULCO NEURAL CANAL NEURAL CANAL NEURAL TUBO NEURAL TUBO NEURAL

29

30

31

32 VI. Organogênese Formação dos ÓRGÃOS e SISTEMAS Formação dos ÓRGÃOS e SISTEMAS No ser humano: No ser humano: Final do Terceiro Mês (12 sem) Final do Terceiro Mês (12 sem) Nascimento(40 sem) Nascimento(40 sem)

33

34 3 semanas 4 semanas

35 1 mês

36 5 semanas

37

38

39 6 semanas

40 7 semanas

41

42 2 meses

43

44

45

46 3 meses

47

48 4 meses

49 5 meses

50 6 meses

51 EMBRIAO HUMANO COM 7 MESES

52 8 meses

53 Destino dos Folhetos ECTODERME EPIDERME com seus ANEXOS: Pêlos, Unhas, Cascos e Chifres MUCOSAS da BOCA, ÂNUS e NARIZ TUBO NEURAL (TECIDO NERVOSO) HIPÓFISE ( Adenohipófise)

54 ENDODERME TUBO DIGESTIVO e seus ANEXOS: TUBO DIGESTIVO e seus ANEXOS: Esôfago, Estômago e Intestino Esôfago, Estômago e Intestino Fígado, Pâncreas e Gl. Salivares Fígado, Pâncreas e Gl. Salivares BEXIGA BEXIGA PULMÕES PULMÕES TIREÓIDE TIREÓIDE NOTOCORDA NOTOCORDA

55 MESODERME CELOMA CELOMA SEROSAS (Pleura, Pericárdio, Peritônio) SEROSAS (Pleura, Pericárdio, Peritônio) MESÊNQUIMA: MESÊNQUIMA: Ossos Ossos Cartilagens Cartilagens Músculos Músculos Vasos Sanguíneos e Linfáticos Vasos Sanguíneos e Linfáticos Coração, Baço e Rins Coração, Baço e Rins Órgãos Reprodutores Órgãos Reprodutores

56 Classificação Embriológica Quanto ao Número de Folhetos: Quanto ao Número de Folhetos: DIBLÁSTICOS: ecto e endo DIBLÁSTICOS: ecto e endo TRIBLÁSTICOS: ecto, endo e meso TRIBLÁSTICOS: ecto, endo e meso Quanto ao Celoma: Quanto ao Celoma: ACELOMADOS: sem celoma ACELOMADOS: sem celoma CELOMADOS: com celoma CELOMADOS: com celoma PSEUDOCELOMADOS: falso celoma PSEUDOCELOMADOS: falso celoma

57 Quanto ao Destino do Blastóporo: Quanto ao Destino do Blastóporo: PROTOSTÔMIOS: forma BOCA PROTOSTÔMIOS: forma BOCA DEUTEROSTÔMIOS: forma ÂNUS DEUTEROSTÔMIOS: forma ÂNUS Quanto à posição do TUBO NEURAL: Quanto à posição do TUBO NEURAL: EPINEUROS: Dorsal EPINEUROS: Dorsal HIPONEUROS: Ventral HIPONEUROS: Ventral Quanto à presença de TECIDOS: Quanto à presença de TECIDOS: PARAZOARIOS: sem tecidos PARAZOARIOS: sem tecidos METAZOARIOS: com tecidos METAZOARIOS: com tecidos

58 Anexos Embrionários NÃO fazem parte direta do Embrião NÃO fazem parte direta do Embrião SACO VITELÍNICO SACO VITELÍNICO BOLSA AMNIÓTICA (ÂMNIO) BOLSA AMNIÓTICA (ÂMNIO) ALANTÓIDE ALANTÓIDE CÓRIO (N) CÓRIO (N) PLACENTA PLACENTA CORDÃO UMBILICAL CORDÃO UMBILICAL

59 1. Saco Vitelínico Bolsa Ventral que envolve o VITELO Bolsa Ventral que envolve o VITELO Função: ALIMENTAÇÃO Função: ALIMENTAÇÃO Ocorrência: TODOS os embriões Ocorrência: TODOS os embriões Pequeno nos MAMÍFEROS Pequeno nos MAMÍFEROS Grande em AVES e RÉPTEIS Grande em AVES e RÉPTEIS Diminui durante o CRESCIMENTO Diminui durante o CRESCIMENTO DO EMBRIÃO DO EMBRIÃO

60 2. Bolsa Amniótica (Âmnio) Bolsa contendo LÍQUIDOS que Bolsa contendo LÍQUIDOS que envolve o EMBRIÃO envolve o EMBRIÃO Ocorrência: RÉPTEIS Ocorrência: RÉPTEIS AVE AVE MAMÍFEROS MAMÍFEROS Função: evita o RESSECAMENTO Função: evita o RESSECAMENTO Proteção MECÂNICA Proteção MECÂNICA Rompe-se antes do PARTO Rompe-se antes do PARTO

61 3. Alantóide Bolsa que acumula os EXCRETAS Bolsa que acumula os EXCRETAS Aumenta durante o desenvolvimento Aumenta durante o desenvolvimento Ocorrência: RÉPTEIS AVES MAMÌFEROS Ocorrência: RÉPTEIS AVES MAMÌFEROS Nas AVES e RÉPTEIS: Nas AVES e RÉPTEIS: também RESPIRAÇÃO também RESPIRAÇÃO Em MAMÌFEROS: formação do Em MAMÌFEROS: formação do CORDÃO UMBILICAL CORDÃO UMBILICAL

62

63 4. Cório Bolsa que envolve o EMBRIÃO e Bolsa que envolve o EMBRIÃO e seus ANEXOS seus ANEXOS Ocorrência: RÉPTEIS Ocorrência: RÉPTEIS AVES AVES MAMÍFEROS MAMÍFEROS Função: PROTEÇÃO Função: PROTEÇÃO Em MAMÍFEROS: participa da Em MAMÍFEROS: participa da formação da PLACENTA formação da PLACENTA

64

65

66

67 5. Placenta * somente em MAMÍFEROS * somente em MAMÍFEROS * exceção: MONOTREMADOS * exceção: MONOTREMADOS - ex.: ornitorrinco, équidna - ex.: ornitorrinco, équidna - põem OVOS (OVÍPAROS) - põem OVOS (OVÍPAROS) - NÃO TÊM PLACENTA - NÃO TÊM PLACENTA * caso especial: MARSUPIAIS * caso especial: MARSUPIAIS - ex.: canguru, gambá, diabo - ex.: canguru, gambá, diabo da Tasmânia da Tasmânia - têm uma BOLSA (MARSÚPIO) - têm uma BOLSA (MARSÚPIO) - PLACENTA RUDIMENTAR - PLACENTA RUDIMENTAR

68 * surge a partir do CÓRIO * surge a partir do CÓRIO * funções: * funções: - Trocas MATERNO-FETAIS - Trocas MATERNO-FETAIS - Produção de HORMÔNIOS: - Produção de HORMÔNIOS: Gonadotrofina Coriônica Gonadotrofina Coriônica Progesterona Progesterona Estrógenos Estrógenos - Função IMUNOLÓGICA - Função IMUNOLÓGICA * é expelida após o NASCIMENTO * é expelida após o NASCIMENTO * no homem: aprox. 500 gr * no homem: aprox. 500 gr

69 PLACENTA HUMANA

70 6. Cordão Umbilical somente em MAMÍFEROS somente em MAMÍFEROS conduz SANGUE FETAL conduz SANGUE FETAL tem 2 Artérias e 1 Veia tem 2 Artérias e 1 Veia ARTÉRIA: sangue VENOSO ( CO 2 ) ARTÉRIA: sangue VENOSO ( CO 2 ) VEIA: sangue ARTERIAL ( O 2 ) VEIA: sangue ARTERIAL ( O 2 ) expelido após o NASCIMENTO expelido após o NASCIMENTO no homem: aprox. 60 cm no homem: aprox. 60 cm

71

72

73

74

75

76

77 Placenta Fúndica (normal) Placenta Baixa (muito grave)

78 Parto Normal

79

80

81

82

83 Operação Cesareana

84

85

86

87

88

89

90

91

92

93

94

95

96

97

98


Carregar ppt "Embriologia Estudo do desenvolvimento Embrionário, desde a Fecundação até o Nascimento (40 semanas no ser humano) (40 semanas no ser humano) 9 meses 9."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google