A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive Terceirizados 1.Taxa Mensal de Mortalidade Cirúrgica 2.Taxa Mensal de Mortalidade Hospitalar Geral.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive Terceirizados 1.Taxa Mensal de Mortalidade Cirúrgica 2.Taxa Mensal de Mortalidade Hospitalar Geral."— Transcrição da apresentação:

1 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive Terceirizados 1.Taxa Mensal de Mortalidade Cirúrgica 2.Taxa Mensal de Mortalidade Hospitalar Geral (INCLUÍDO) 3.Taxa Mensal de Mortalidade Institucional 4.Taxa Mensal de Mortalidade Pós-Operatória EXCLUÍDO 5.Taxa Mensal de Infecção Institucional 6.Taxa Mensal de Ocupação Hospitalar 7.Média Mensal de Tempo de Permanência 8.Média Mensal de Tempo para Internação EXCLUÍDO

2 Hospitais da SESAB, inclusive Terceirizados 1.Taxa Mensal de Infecção Institucional por Especialidade 2.Taxa Mensal de Infecção Institucional por Unidade de Internação 3.Taxa Mensal de Ocupação Hospitalar por Unidade de Internação 4.Média Mensal de Tempo de Permanência por Unidade de Internação

3 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive terceirizados 1.Índice Mensal de Rotatividade do Leito 2.Índice Mensal de Cirurgias Suspensas por Fatores Extra-Paciente 3.Índice Mensal de Consultas por Hora-Médico na Emergência 4.Índice Mensal de Satisfação do Cliente 5.Taxa Mensal de Partos Cesarianos 6.Taxa Mensal de Mortalidade Neo-natal - INCLUÍDO 7.Taxa Mensal de Mortalidade Materna - INCLUÍDO

4 Hospitais da SESAB, inclusive terceirizados 6. Índice Mensal de Rotatividade do leito por Clínica - EXCLUÍDO Somente para: H. Ernesto Simões, HGE, HCRS, H. M. de Farias e H. João Batista Caribé 7. Média Mensal de Tempo para Internação – NÃO DISCUTIDO

5 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB inclusive terceirizados Índice Mensal de Rotatividade do Leito IMRL Total de pacientes saídos (altas+transferências externas+ evasão+óbitos) no mês Total de leitos hospitalares

6 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive terceirizados Índice Mensal de Cirurgias Suspensas por Fatores Extra-Paciente IMCSEP Total de cirurgias suspensas no mês por fatores extra-paciente Total de cirurgias marcadas no mês X 100

7 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB inclusive terceirizados Índice Mensal de Consultas por Hora-Médico na Emergência IMCM Total de consultas realizadas pelos médicos no mês Total de horas-médico no mês

8 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive terceirizados Índice Mensal de Satisfação do Cliente IMSC X 100 Obs. O formulário de pesquisa de satisfação do cliente deve incluir a pergunta: Como você classifica o atendimento recebido durante esta internação? ( ) ótimo ( ) bom ( ) regular ( ) ruim ( ) péssimo Total de clientes que no mês, consideraram o atendimento como ótimo Total de clientes que no mês, responderam à pesquisa de satisfação

9 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive terceirizados Taxa Mensal de Partos Cesarianos TMPC Total de partos cesarianos realizados no mês Total de partos realizados no mês X 100

10 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive terceirizados Taxa Mortalidade Neonatal TMN Total de óbitos de pacientes neonatais (até 28 dias de vida) no mês Total de pacientes obstétricas saídas (altas+transferências externas+evasão+óbitos) no mês X 100

11 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive terceirizados Taxa Mortalidade Materna TMN Total de óbitos de pacientes obstétricas no mês Total de pacientes obstétricas saídas (altas+transferências externas+evasão+óbitos) no mês X 100

12 Hospitais da SESAB SOMENTE PARA: H. Ernesto Simões, HGE, HCRS, H. M. de Farias e H. João Batista Caribé Média Mensal de Tempo para Internação MMTI Somatório do tempo para internação dos pacientes que se internaram no mês Total de pacientes oriundos da emergência que foram internados no mês Tempo para Internação Tempo decorrente entre a chegada do paciente na emergência e sua efetiva ocupação no leito hospitalar

13 A intenção é medir o tempo em que o paciente leva na emergência a espera de um leito de internação É possível medir esse tempo? Como? Como calcular o tempo de pacientes que chegaram na emergência no dia 29 e foram internados no dia 2 do mês subseqüente?

14 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive terceirizados Taxa Mensal de Mortalidade Hospitalar Geral TMMHG X 100 Obs. Pacientes atendidos na emergência também serão computados Altas administrativas não serão computadas Total de óbitos ocorridos no mês (independente do tempo de internação) Total de pacientes saídos (altas + transferências externas+óbitos+ evasões) no mês

15 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive terceirizados Taxa Mensal de Mortalidade Institucional TMMI X 100 Obs.Altas administrativas não serão computadas Total de óbitos ocorridos no mês após 48 horas de internação__ Total de pacientes saídos (altas + transferências externas+óbitos+ evasões) no mês

16 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB inclusive terceirizados Taxa Mensal de Mortalidade Cirúrgica TMMO Total de óbitos de pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos ocorridos no mês Total de pacientes submetidos a procedimentos cirúrgicos saídos (altas + transferências externas+óbitos+ evasões) no mês X 100 Obs. Como ainda não avançamos no acompanhamento do paciente após a alta hospitalar, somente serão computados os óbitos de pacientes internados

17 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB inclusive terceirizados Taxa Mensal de Infecção Institucional Total de casos novos de infecção no mês, em decorrência da hospitalização Total de pacientes saídos (altas+ transferências+ evasão+óbitos) no mês X 100 TMII

18 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB inclusive terceirizados Taxa Mensal de Ocupação Hospitalar TMOH Total de paciente-dia no mês Total de leito-dia no mês X 100 Obs. Leitos interditados também serão computados

19 Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB inclusive terceirizados Média Mensal de Tempo de Permanência MMTP ____________________Total de paciente-dia no mês_____________________ Total de pacientes saídos (altas+transferências externas+ evasão+óbitos) no mês Obs. O resultado é expresso em dias. Altas administrativas não serão computadas

20 Hospitais da SESAB, inclusive terceirizados 1.Taxa Mensal de Infecção Institucional por Especialidade 2.Taxa Mensal de Infecção Institucional por Enfermaria 3.Taxa Mensal de Ocupação Hospitalar por Clínica 4.Média Mensal de Tempo de Permanência por Clínica 5.Índice Mensal de Rotatividade do leito por Clínica Somente para: H. Ernesto Simões, HGE, HCRS, H. M. de Farias e H. João Batista Caribé 6. Média Mensal de Tempo para Internação

21 Hospitais da SESAB, inclusive terceirizados Taxa Mensal de Infecção Institucional por Especialidade TMIIEsp Total de casos novos de infecção no mês, em decorrência da hospitalização em determinada especialidade Total de pacientes saídos (altas+ transferências internas e externas+ evasão+óbitos) no mês, na especialidade X 100 Obs.Mesmo cálculo da Taxa de Infecção Institucional, medido por Especialidade

22 Hospitais da SESAB, inclusive terceirizados Taxa Mensal de Infecção Institucional por unidade de internação TMIUInt Total de casos novos de infecção no mês, em decorrência da hospitalização em determinada unidade de internação Total de pacientes saídos (altas+ transferências internas e externas+ evasão+óbitos) no mês, na especialidade X 100 Obs. Mesmo cálculo da Taxa de Infecção Institucional, medido por unidade de internação

23 Hospitais da SESAB inclusive terceirizados Taxa Mensal de Ocupação Hospitalar por unidade de internação TMOHUInt Total de paciente-dia no mês em determinada unidade de internação Total de leito-dia da unidade de internação no mês X 100 Obs. Mesmo cálculo da Taxa de Ocupação Hospitalar, medido por unidade de internação

24 Hospitais da SESAB inclusive terceirizados Média Mensal de Tempo de Permanência por unidade de internação MMTPUInt Total de paciente-dia no mês de determinada unidade de internação Total de pacientes saídos (altas+óbitos+transferências externas e internas+evasão) da unidade de internação no mês Obs. Mesmo cálculo da Média Mensal de Tempo de Permanência, medido por unidade de internação

25 GLOSSÁRIO TOTAL DE HORAS-MÉDICO = Somatório das horas (jornada contratual, exceto repouso remunerado) de todos os médicos da unidade de emergência. Ex: jornada contratual de 24h/semana = 96h/mês x o número de médicos INFECÇÃO INSTITUCIONAL = Infecções adquiridas pelo paciente, durante sua permanência no hospital, não sendo consideradas as infecções comunitárias. PACIENTE-DIA = Somatório diário dos pacientes que ocupam um leito às 24 horas. Essa informação é obtida pelo censo diário LEITO HOSPITALAR = Leito de internação disponível. É a capacidade instalada. Leitos de emergência ou leitos de observação não serão considerados CIRURGIA SUSPENSA POR FATORES EXTRA-PACIENTE = Falta de material, falta de sala, falta de leito, ausência do cirurgião, do anestesista, dentre outros. ÓBITO CIRÚRGICO = Óbito ocorrido desde o momento em que o paciente entra no C.C. até sua alta hospitalar. ÓBITO INSTITUCIONAL = Óbito ocorrido após 48 horas de internação

26 GLOSSÁRIO LEITO-DIA = Somatório diário dos leitos disponíveis – é fixo no mês, mas varia conforme o mês de 30 ou 31 dias. Leitos de emergência ou leitos de observação não serão computados TOTAL DE HORAS-MÉDICO = Somatório das horas (jornada contratual, exceto repouso remunerado) de todos os médicos da unidade de emergência. Ex: jornada contratual de 24h/semana = 96h/mês x o número de médicos ALTA ADMINISTRATIVA = VER COM ANA PONTES


Carregar ppt "Hospitais Filantrópicos, Particulares e SESAB, inclusive Terceirizados 1.Taxa Mensal de Mortalidade Cirúrgica 2.Taxa Mensal de Mortalidade Hospitalar Geral."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google