A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capítulo 1 QUEM GOVERNAVA NA PRIMEIRA REPÚBLICA?.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capítulo 1 QUEM GOVERNAVA NA PRIMEIRA REPÚBLICA?."— Transcrição da apresentação:

1 Capítulo 1 QUEM GOVERNAVA NA PRIMEIRA REPÚBLICA?

2 República Velha = República da Espada + República Oligárquica.

3 Revisão - 2º Reinado Duração: Relativa estabilidade política graças ao desenvolvimento do café. Início da crise (questão escravista)

4 Questão escravista Quatro séculos de trabalho escravo. Brasil é ultimo país da América Latina a acabar com a escravidão. Aristocracia temia uma queda na produção agrícola e optou por uma abolição lenta e gradual.

5 Legislação escravista 1850 – Lei Eusébio de Queiroz – extinção do tráfico negreiro – Lei do ventre livre – Lei dos sexagenários.

6 Campanha abolicionista Associações, clubes, voltavam-se contra a escravidão fazendo propaganda e levantando fundos para comprar cartas de alforria. Fugas tornavam-se cada vez mais frequentes. Muitas fazendas já haviam introduzido a mão de obra imigrante.

7

8 Abolição – Golpe na monarquia. Os abolicionistas estavam insatisfeitos com a monarquia por manter a escravidão durante tanto tempo. Os fazendeiros sentiram-se traídos, pois o governo acabou com a escravidão sem indenizar os proprietários. Além disso viram no fim da monarquia uma oportunidade para assumir o poder.

9 Proclamação da República Durante o 2º reinado, o exército ocupou uma posição marginalizada. Situação que se altera com a vitória na guerra do Paraguai. Proclamação da República foi uma ação isolada do exército e uma grande surpresa para a maioria da população. Comemorada pela elite.

10 República - Características gerais A República brasileira nasce controlada pelo exército, mas logo o poder se transfere para as mãos das oligarquias (elites rurais, principalmente os cafeicultores paulistas). Camadas populares, setores médios e urbanos são excluídos da tomada de decisões. Muitas revoltas, tanto no campo como na cidade.

11 Governo de Marechal Deodoro ( ) Consolidação da República, nasce os Estados Unidos do Brasil. Constituição de 1891: Mais autonomia para os estados. Mandato de 4 anos Institui três poderes: executivo, legislativo e judiciário. Presidente, governador, deputados e senadores seriam eleitos pelo voto direto e não secreto. Não podiam votar menores de 21, mulheres, mendigos e analfabetos. A igreja se torna independente do Estado.

12 Governo de Marechal Deodoro ( ) Governo Provisório. Autoritário. 01/1891- eleito presidente. Crise Econômica – Encilhamento – Ministro da Fazenda era Rui Barbosa. Emissão de papel moeda- empresas fantasmas. Resultado: Inflações. Ministério pede demissão. Fechamento do Congresso. Estado de Sítio.

13 Floriano Peixoto ( ) Era vice e assume o poder após a renúncia de Deodoro. Medidas: empréstimos à indústria, protecionismo alfandegário. Prendeu rebeldes. Tabelou preços. Enfrentou forte oposição das oligarquias rurais e dos banqueiros estrangeiros. Conflitos: Revolução Federalista (caudilhos, RS ) e Revolta da Armada (marinha, RJ ) = 10mil mortos no país.

14 Prudente de Morais ( ) o Candidato dos cafeicultores paulistas. o Revoltas no Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul estavam apaziguadas. o Abandona o modelo político exercido por Floriano e passa a privilegiar a agricultura e as relações com os grupos financeiros internacionais. o Conflito: Guerra de Canudos.

15 A República Presidencialista Federativa... Federalismo Atendeu ao desejo dos cafeicultores paulistas. Autonomia para empréstimos, para eleger governantes. Controle da política dos estados ficou entre a oligarquia. Política do Café ($$) com Leite(estado + populoso, maior número de deputados)

16 Política dos Governadores Política dos governadores: acordo entre os governadores estaduais e o governo central. Os governadores concederiam apoio total ao governo federal e este, em troca, não permitiria que candidatos que não fossem apoiados pelos governadores se elegessem deputados estaduais. Desta forma, foi impedida a eleição de membros de partidos da oposição. Comissão verificadora de poderes: tinha a tarefa de investigar possíveis fraudes eleitorais e de declarar quais deputados haviam vencido as eleições. Assim, julgaria justa apenas a eleição de candidatos que o governo apoiava; os outros nunca obtinham vitória. Desta forma, a fraude eleitoral era cometida pela própria comissão.

17 O poder local dos coronéis Na República, o direito de votar foi concedido a uma grande parte da população. Os coronéis ameaçavam e utilizam violência para forçar o povo a votar da forma em que eles desejavam. O voto não era secreto e, sendo assim, os chefes políticos locais formavam os currais eleitorais, no qual controlavam as eleições para o benefício das oligarquias estaduais. Esse tipo de votação, na qual o eleitor era obrigado a votar no candidato do coronel local, ficou conhecida como voto de cabresto. Além de consolidar seu poder nos municípios, os coronéis recebiam favores das oligarquias por conseguirem estes votos.

18 CLIENTELISMO – TROCA DE FAVORES

19

20 TAREFA P. 15 – DOC 1 / DOC 2 / ATIVIDADE 1 E 2. P. 17 – DOC 1 / ATIVIDADE 1 E 2. P. 19 – DOC 1/ DOC 2 E DOC 3. P. 20 E 23 – LEITURA DO TEXTO


Carregar ppt "Capítulo 1 QUEM GOVERNAVA NA PRIMEIRA REPÚBLICA?."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google